BANZAI Dramas

Fórum do Banzai Dramas Fansub


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[DISCUSSÃO] Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades!

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 4 de 5]

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Relembrando a primeira mensagem :

Doramas e Variedades que preciso ver ou já viu e recomendo; Aqui você fala sobre os dramas que ainda não assistiu e os que já assistiu e comente sobre eles...vamos lá?!

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai


Banzai'Star
Banzai'Star
Título: A Thousand Days' Promise
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Coreia do Sul
Ano: 2011
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Um drama sobre o amor profundo criado pelo escritor Kim Su-hyun e pelo produtor Jeong Eul-yeong mais uma vez um ano depois de "Life is Beautiful".
É a história sobre uma mulher Seo Yeon (Soo Ae) que está lentamente perdendo a memória e um homem Ji Hyung (Kim Rae Won) que assume a responsabilidade por amá-la.
Opinião:
Spoiler:
História de uma mulher que está perdendo lentamente sua memória e um homem que promete amá-la, o fato de ser um drama mediano está na história, tudo gira em torno dos dois protagonistas, nada mais além, são vinte episódios que focam somente na história principal.
Seo-Yeon (Soo-Ae). Ela é uma mulher que aos trinta anos de idade tem manifestações precoces de uma doença terrível e incurável. Linda e inteligente, tem um trabalho agradável e ela é amada,contudo condenada a morrer muito cedo, por ela Park-Ji vai romper seu noivado, ele vai lutar com seus pais e estará perto de sua antiga namorada até o final do drama. Outro personagem é a noiva abandonada Hyang-Gi (Jung Yoo-Mi). Ela só parece ser infantil, mas não é, é uma garota inteligente, uma das mais gentis, simpáticas personagens deste drama. Temos uma linda história mas que pecou por ficar somente naquilo!

Título: Angel Eyes
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Coreia do Sul
Ano: 2014
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Park Dong Joo é um cirurgião e Yoon Soo Wan é uma trabalhadora do resgate de emergência. Ela estava cega quando era mais jovem, mas uma cirurgia de transplante de olhos permitiu que ela visse novamente. Park Dong Joo e Yoon Soo Wan foram o primeiro amor um do outro, mas eles se separaram devido a histórias familiares tristes. Após 12 anos eles se encontram novamente.
Opinião:
Spoiler:
"Angel Eyes" um drama romântico que não deu muito certo. O ponto forte é o suposto "vilão", um ser humano que egoisticamente faz a coisa errada. Você percebe que mesmo que você não goste das pessoas que fazem o mal, elas são pessoas perseguindo seus próprios meios para seus entes queridos.
Agora por outro lado se a protagonista tivesse mantido sua deficiência até o fim, seria um drama muito mais interessante do que foi.
Um drama "sorvete", é bom até o ponto onde começa a derreter em sua mão, tendo duas únicas alternativas, foi o que ocorreu com "Angel Eyes" ficou na mão.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai


Banzai'Star
Banzai'Star
Título: The Forbidden Legend Sex & Chopsticks 2
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 2009
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Rico e poderoso Simon Qing foi educado nas formas de sexo por seu pai viril, mas ainda é virgem. Ou seja, até que ele conhece seu primeiro amor Violetta que se diverte com ele em toda a propriedade de seu pai. Seu amor não dura, então Simon embarca em uma viagem...
Opinião:
Spoiler:
Quando achamos que já se viu de tudo...
Surge "The Forbidden Legend Sex & Chopsticks 2" uma mistura de filmes de época com comédia e sedução que não deu muito certo.
O filme de uma perspectiva é bizarro, por outro lado, há cenas que adicionadas em um drama romântico a exemplo se tornaria a cereja do bolo, seria lindo, infelizmente boa parte é desnecessária. Aqui temo exemplo claro de que menos é mais. O filme parece que não foi editado, uma reedição apenas pondo a nata deste filme ficaria lindo!

Título: The Terrorizers
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 1986
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Um filme contemporâneo que aborda o terror, não apenas como uma ameaça urbana, mas também emocional e psicológica. Uma jovem escapa de um cerco policial. Sentindo-se oprimida e com sua vida destruída, começa a irradiar suas perturbações através de telefonemas anônimos. A partir daí, três histórias paralelas começam a se encaixar. O quebra-cabeças envolve, além da jovem terrorista, uma testemunha que fotografa os acontecimentos e um casal em crise.
Opinião:
Spoiler:
"The Terrorizers" uma das obras mais valorizadas de Edward Yang.
"The Terrorizers" pode ser considerado metodológico, um filme complexo e bem produzido no mais alto grau em estilo, preocupações e metodologia que difere significativamente das obras-primas, considerando que o diretor gosta de desenvolver seus personagens até alcançar a autoconsciência.
Embora o longa pareça uma distopia. Ele é um mistério de assassinatos, assentados e fragmentados em seu uso da narrativa de sonho e de um personagem que escreve um romance de mistério indo além na obscuridade narrativa. Filme muito bom!

Título: A Delicious Flight
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2015
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Uma inocente atriz acusada de escândalo sexual que ocorreu por conta do seu imprudente ídolo que destruiu sua carreira, um gerente apaixonado que é dedicado a ele e ex-namorada que agora está se tornando uma aeromoça viajam no mesmo avião...
Opinião:
Spoiler:
Até que tem história, mas não só de história vive um filme.
"A Delicious Flight" podemos chamar de "meio a meio", única coisa que presta é a história pelo fato de dar coerência ao filme e a atriz principal, esta merece destaque pela boa atuação. De um modo geral "A Delicious Flight" é um filme abaixo da média como muitos que tem por aí, sem prós contras ou nada a acrescentar.

Título: Forbidden Sex 2 : Affair
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 2012
Nota pessoal: 5.0
Sinopse: Forbidden Sex 2 : Affair conta a historia proibida de dois amigos adolescentes. Cada um deles tem uma parceira; E que muitas vezes se reúnem e trazem seus respectivos cônjuges. Com as visitas frequentes um amor proibido acontece, e um quadrilátero amoroso surge, como consequência a dor da traição se instala com um ar de vingança...
Opinião:
Spoiler:
A famosa van...
"Forbidden Sex 2 : Affair" é um filme sem estrutura, não segue um padrão, é do tipo "nada haver" os fatos parecem "avoar" de cena para cena, um filme que perde-se no próprio roteiro.

Título: Love Journey Hot Spring
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2013
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: O filme é dividido em três histórias sobre a luxuria oculta de primavera em uma fonte de águas termais.
A primeira história é sobre uma bela jovem Yukemuri que descobre um novo sentimento. A segunda história guarda um segredo de duas pessoas, uma delas é casada... A terceira fala sobre as aventuras de um casal envergonhado.
Opinião:
Spoiler:
Filme que voa "abaixo do radar"
"Love Journey Hot Spring" leva muito a sério o tema luxuria, tem uma história sólida mas não envolvente, um filme qualquer que não se destaca em nada, mas coerente, estando lá apenas para fazer média.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai


Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Misshingu 55
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2011
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Uma estudante sequestrada foi aprisionada para ser reeducada e servir ao tráfico. Algumas alunas da escola se infiltram no cativeiro como espiãs de uma organização secreta, "Nº 55" com o objetivo de acabar com o tráfico de seres humanos e organizar um resgate a todas as estudantes que não podem escapar do inferno da Prison Break, então começa uma campanha desesperada!
Opinião:
Spoiler:
Japoneses e suas bizarrices. Sei nem como essa coisa vende.
Não há nem o que comentar, estamos diante de um autentico filme trash, servindo apenas para matar a curiosidade, caso seja curioso(a)s assim como eu assistam, caso contrário fujam do filme.

Título: What's Going on With My Sister?
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2014
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: A história gira em torno de uma menina chamada Mitsuki Kanzaki, que vive com seu irmão Yūya depois que sua mãe se casou novamente. Um dia, Mitsuki é possuído pelo auto-proclamado espírito de uma menina, Hiyori Kotobuki. Hiyori (no corpo de Mitsuki) deve se apaixonar por Yūya para se mover em direção às "Portas do Céu".
Opinião:
Spoiler:
Apesar de ser um filme relativamente fofo e caprichado no contexto para deixa-lo romanticamente agradável tem seus graves defeitos... Assistam e confirme.

Título: Female Hostel
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 3.0
Sinopse: Hyeon Soo gerencia um albergue para estudantes estrangeiros, dirigido por seu amigo Jeong Ho. Há uma nativa coreana que veio de Los Angeles, um japonês que está na Coreia para aprender coreano por amor ao K-Pop e à irmã de seu amigo que só está lá por estar.
Opinião:
Spoiler:
Filme adulto com pouca história.
"Female Hostel" segue uma linha totalmente desproporcional ao que de início propôs, um longa simplíssimo tanto em enredo quanto execução, não da para se dizer que é amador pelo fato de estar de acordo com os padrão, um filme que deu certo mas ou mesmo tempo não deu certo.

Título: Try To Sleep For 48 Hours
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Li Chaowei é um solteirão, que acaba se envolvendo em um cast pornográfico em um luxuoso hotel cinco estrelas, onde acaba conhecendo Li Zhao Wei, após um breve relacionamento este simples cast acaba se tornando uma conspiração.
Opinião:
Spoiler:
"Try To Sleep For 48 Hours" não deixa de ser um filme razoável mas bom, o cara rico e solteiro se hospeda em um hotel cinco estrela mas por algum motivo que não vou dizer, acaba entrando em uma fria, e como se não fosse o suficiente se apaixona por uma mulher, Li Zhao Wei e no fim o que seria algo até "divertido" acaba se tornando um filme de conspiração dramática.

Título: 30+ Single On Sale
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2011
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: 30 + é uma comédia romântica que se centra em uma mulher em seus 30 anos que enfrenta a desgraça no amor e luta para encontrar sua alma gêmea.
Opinião:
Spoiler:
Oh, vida difícil...
A protagonista é uma fotógrafa que tem seu próprio estúdio, em seus 30 anos sendo dispensada por seu primeiro namorado depois de namorar por cerca de 7 anos volta a procurar sua alma gêmea. Com a ajuda de seus 2 BFF e também o adivinho que vende carne de porco.
"30+ Single On Sale" é uma doce comédia romântica tailandesa, com um final muito simples, não é de grandes destaques mas é gostoso de se assistir... Recomendo!

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai


Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Anti-Porno
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2017
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Kyoko (Ami Tomite) é uma escritora romancista e artista. Ela fecha-se em um quarto pintado em cores brilhantes. Ela executa sua agenda minuto a minuto. A programação de Kyoko é enviada de seu gerente Noriko...
Opinião:
Spoiler:
A beira da loucura...
"Anti-Porno" é um filme "controlador de mentes" pelo prolífico diretor de cinema de culto japonês Sion Sono que tem como personagem principal, Kyoko. O filme começa com clichês bonitos e direção de arte colorida sobre sexo e sedução em uma S&M regado a tensão bissexual descritiva.
Kyoko é vista por si mesma uma autoproclamação de prostituta onde segue sua programação diária lotada, incluindo uma sessão de fotos, mas que abusa do linguajar chulo, da nudez, da submissão e sexo, também o filme mostras cenas como corte de pulsos e depravação ao decorrer.
Um filmes pesado, que depois trás uma inversão de papéis e a questão da identidade. Um filme que suscita muitas perguntas, e uma crítica bem-vinda referente ao sexo como um tabu e explora a repressão sexual japonesa e a opressão especificamente, mas toca temas mundanos e belos com um tom maduro e ousado. Uma discussão necessária de iguais que faz você pensar enquanto chocando suas ideias preconcebidas sobre sexo e parentalidade, mesmo se você é um liberal! Filme muito bom.

Título: Buppha Rahtree
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2013
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Buppah Rahtree é uma menina isolada, independente. Ela está no topo de sua classe na faculdade de medicina, mas não tem amigos e traz um passado secreto e trágico com ela. Ela tem, no entanto, um admirador em Ake, um jovem rico que foi atraído para ela quando ela recusou os avanços de seu melhor amigo e que a seguiu de uma distância a cerca de um mês. Rahtree eventualmente abre para Ake, mas o que deveria ter sido um final feliz para ela se torna progressivamente mais trágico.
Opinião:
Spoiler:
Mais comédia do que horror!
"Buppha Rahtree" (ô criatividade para dar nome a um título) é uma comédia de terror tailandesa sobre uma garota chamada Buppha Rahtree, (sério?) que através de uma série de eventos infelizes, acaba sangrando até a morte e assombrando um prédio cheio de esquisitos (sim eles são esquisitos).
Embora o filme seja voltado mais para a comédia do que do horror, com muitas risadas ridículas por toda parte, existem cenas bem tensa. O diretor Yuthlert Sippapak é reconhecidamente apaixonado pelo filme "O exorcista" e fez uma hilária homenagem a ele no filme. O diretor até se burla de si mesmo quando tem um dos personagens do filme queixando-se de que as pessoas são estúpidas, porque elas só assistem a filmes onde um fantasma persegue alguém por um corredor estreito...

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai


Banzai'Star
Banzai'Star
Título: My Little Baby, Jaya
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 10.0
Sinopse: Won-Sool (Kim Jung-Kyoon) é um homem adulto com paralisia cerebral. Sua filha Jaya (Oh Ye-Sul) é seu orgulho e alegria. Jaya embora seja frequentemente intimidada na escola coisas ainda piores acontecem com ela. Won-Sool depois decide vingar-se dos atormentadores de sua filha.
Opinião:
Spoiler:
Sendo Você o juiz(a) julgando o caso de Won-Sool: ABSOLVERIA ou CONDENARIA? Difícil não!?
Um filme sobre bullying que choca! Ao mesmo tempo nos ensina uma verdadeira lição e nos irrita sob forma das injustiças mundanas do nosso mundo! Digno de aplausos o diretor Yun Hak-Ryeol junto com seu roteirista Kim Yeon-Ho conseguiram dar um novo significado a palavra bullying e suas consequências.
"My Little Baby, Jaya" foi muito bem planejado e executado aos mínimos detalhes, cientes do clichê sobre o tema, o filme vai do bullying leva ao pesado, de uma simples chacota por conta do pai da Jaya ser "deficiente" intelectual, até estupro coletivo.
A forma estrutural do filme impressiona, poucos conseguem contar uma história seguindo a assiduidade do tema mantendo foco e harmonização. Tudo requer experiência e planejamento, não é apenas contar uma história é preciso torná-la atraente para os olhares atentos dos espectadores.
O filme consegue isso, além de extrair sentimentos extremos dos espectadores diante das injustiças também nos faz refletir.
Jaya uma menina simples e pobre, tem como pai Won-Sool que se esforça e trabalha mesmo com suas limitações, pois sente um amor incondicional por sua filha que a criou desde pequena.
Ciente da deficiência do pai, Jaya tenta lidar sozinha com o bullying sofrido e também juntar forças para ganhar dinheiro em retribuição aos esforços de seu pai, mas sente-se impotente a partir do momento que percebe não ter como se defender sozinha já que o pai segundo a sociedade "não" tem a capacidade para defender a filha...
Quando o bullying torna-se o extremo da palavra para Jaya, sob a forma de um diário onde ela registrava tudo o que sofria na escola mas calada seguia sua vida, o pai descobre as barbáries sofridas pela filha, mesmo "deficiente" de intelecto consegue entender e busca por solução, de mãos atadas, parte para o extremo, vingança. Uma das cenas mais chocantes é a tortura do anzol, cara, aquilo mexe até com quem está acostumado. Sem duvida "My Little Baby, Jaya" é um filme sensacional recomendadíssimo!

Título: The Artist: Reborn
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Giselle, uma artista que estudou pintura oriental na Dinamarca, volta à Coreia do Sul e tenta realizar sua primeira exposição lá, mas ela continua sendo rejeitada. Um dia, ela tem um encontro fatídico com a CEO da galeria Jae-Bum. Com sua ajuda, Giselle finalmente realiza sua primeira exposição, mas seu coração de repente "para". Suas pinturas ganham popularidade e ela ganha reconhecimento como uma artista que desapareceu após sua estreia. Jae-Bum planeja um projeto de artista e uma Giselle despertada aparece na frente dele.
Opinião:
Spoiler:
Vendo pela sinopse parece um filme promissor, só que não.
"The Artist: Reborn" é um filme do tipo "paradão" que não engrena, parece até um história supérflua, os atores são bons, o filme é estruturado, tem uma premissa interessante mas não vinga, falta vida, parece um filme monocromático.

Título: Ticket Coffee Shop
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 1.0
Sinopse: Kang Cherry é a garota mais popular da loja: Café Bilhete em uma cidade pequena. Os homens da cidade estão desesperados para chamar sua atenção todos os dias, mas ela continua altiva. Um dia, Moon-sik se muda para a cidade para viver uma vida tranquila. Cherry reconhece um homem com dinheiro imediatamente e tenta seduzi-lo. Moon-sik, que visita a cafeteria por curiosidade, cai por Cherry imediatamente e não consegue se cansar dela...
Opinião:
Spoiler:
Um excremento de filme!
Com uma história lixo, "Ticket Coffee Shop" nada mais é um filme sobre uma prostituta que faz ponto em um cafeterias mas só aceita clientes "bem dotados" no bolso da calça ou dentro da carteira.

Título: Cool Gel Attacks
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2010
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Dois vizinhos têm que pôr suas diferenças de lado à batalha uma invasão de parasitas extraterrestres.
Opinião:
Spoiler:
Filme trash mas um trash razoável. Um filme sobre risos ao invés de sustos.
"Cool Gel Attacks" é um filme de comédia tailandês do interior estrelado por uma série de comediantes de TV em uma história sobre um "gelatina alienígena" que cai do céu (não, cai da terra) e se transforma em um monstro "bonito" mas letal. Ele se multiplica, e as gotas tentam se transformar em corpos das pessoas.
Talvez a cena mais engraçada seja a do cão em "Cool Gel Attacks" onde temos aí, um longa bizarro mas engraçado, diga-se até um romancezinho entre o vizinhos o que torna-o mais engraçado, ao vemos por exemplo o "futuro sogrão" protegendo sua filha e acabando com a linda declaração de amor e pedido de namoro do pobre rapaz. (kkkkkkkkkk)
Quanto ao monstro, aquilo é uma mistura de "Caterpie e Muk de Pokémon que posteriormente evolui para um híbrido Graboid".

Título: Wall Lover
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2007
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Maiko é uma dona de casa que não se satisfaz com a vida sexual com seu velho marido, Shusaku. Um dia, o estudante Kaito Maiko e sua esposa, Ayano, mudam-se para sua vizinhança. Enquanto Maiko ensina seu novo vizinho cozinhar, ambos descobrem suas insatisfações. A esposa de Kaito, Ayana, quer conhecer algum velho sábio através de um site de relacionamento. Ela encontra o Sr. Dolittle, quando percebe que seu vizinho Shusaku também está no local da reunião...
Opinião:
Spoiler:
O filme conta o dia a dia de uma dona de casa incluindo suas "diversões" sendo que o romance até que foi legal, merece destaque. De um modo geral "Wall Lover" nada mais é que um filme "tapa buraco" que faz média.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai


Banzai'Star
Banzai'Star
Título: The Woman of Brother
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2016
Nota pessoal: 1.0
Sinopse: 99% de luxúria, 1% de amor
Os desejos proibidos de quatro homens e mulheres que não podem ser cumpridos desdobram-se!
Misaki, que não está satisfeita com o marido, sente satisfação surpresa todas as noites quando vê uma cena em que seu marido, Chae Sung (Choi Minho) compartilha seu amor proibido com sua irmã Sana (Meguri).
Então, um dia, Misaki, que realmente conheceu Chae Sung, o personagem principal do sonho, se apaixona por ele e tem um tempo feliz.
No entanto, quando ele descobre que ele entrou no mundo do drama sem se conhecer, Misaki fica confusa.
Opinião:
Spoiler:
Se o filme fala em 99% luxúria precisa dizer mais nada.
"The Woman of Brother" é um drama romântico nada romântico que apresenta apenas 1% de romantismos sendo 99% de luxuria do tipo pinku eiga, nada promissor ou politicamente correto, um filme desmotivado com personagens "chapados" e sem vida. Única coisa que presta no filme é a parada do gelo.

Título: Hachiko Monogatari
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 1987
Nota pessoal: 10.0
Sinopse: Conhecido como sinônimo da fidelidade por todo Japão, o filme traz a história da vida de um cachorro chamado Hachiko. Nascido num bairro de Akita, o cachorrinho foi entregue à família de um professor universitário, em Tóquio, recebendo o nome de Hachiko. Ao crescer, tornou-se hábito acompanhar o professor até a estação de manhã e buscá-lo à tarde. Um dia o professor adoece e não volta mais. Mas Hachiko, continua no seu dever de buscá-lo na estação de Shibuya, todos os dias, faça sol ou faça a chuva.
Opinião:
Spoiler:
O melhor amigo do homem, baseado em fatos reais.
Uma coisa que acho bacana nos filmes antigos é a preocupação com os detalhes, cada sequência, cada quadro, é tudo muito sutil como se você estivesse sido projetado para o interior do filme.
"Hachiko Monogatari" é baseado em uma história real de um cão, Akita nascido em novembro de 1923, na cidade de Odate, Província de Akita. Em 1924 foi trazido a Tóquio por seu proprietário, Ueno Eisaburo, um professor no departamento da agricultura na universidade de Tokyo. Durante a vida de seu dono, Hachiko viu-o da porta da frente e cumprimentou-o no final do dia na Estação de Shibuya.
Mesmo depois da morte de Ueno em maio de 1925, Hachiko retornou todos os dias à estação para esperá-lo, e o fez durante os onze anos seguintes. O afeto entre o professor e o cão foi imediato. O professor nomeou o filhote "Hachi" e acrescentou "ko", um termo comum de carinho. Por sua parte, Hachi-ko acompanhava o professor em todos os lugares que podia. À medida que crescia, Hachi-ko assumia os traços tradicionais de um Akita; Suas orelhas estavam eretas, e sua cauda se curvava para cima e para a esquerda. O professor Ueno teria orgulho de possuir um cão de raça pura que tivesse uma história que se remonta a trinta séculos especialmente porque o número de Akitas de raça pura no Japão estava diminuindo na época.
Gente, a história de "Hachiko Monogatari" segue a risca os fatos e acreditem este filme vai mudar para sempre a maneira como vocês olha para um cão. Filme super recomendado!

Título: Reunion Goals The Beginning
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Estamos namorando? Mesmo que eu tenha dormido com ela? É bom para os amigos para dormir com o outro? Fingindo não saber, fingindo saber todo o flertar que circunda. O flertar vai em qualquer momento e em qualquer lugar! Hoje com este, amanhã com aquele e quem sabe o dia depois ... Dúvidas que se passam depois da Primeira Reunião.
Opinião:
Spoiler:
Romance razoável nada de mais.
"Reunion Goals The Beginning" é sutil, não tem grande elenco ou uma bela e emocionante história de amor, talvez a ideia aqui seja de um "romance profissional" aqueles repentinos como o titulo sugere, não é ruim mas também não é bom.

Título: Bedevilled
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2010
Nota pessoal: 9.0
Sinopse: Hae-Won, trintona da cidade que após ter vivido várias complicações na sua vida cotidiana, decide retirar-se por um tempo na ilha remota onde costumava passar férias em criança com os seus avós. Uma vez chegada ao destino, reencontra Bok-Nam , uma mulher com quem teve uma amizade de infância. Mas Hae-Won rapidamente percebe que Bok-Nam vive um autêntico pesadelo na ilha.
Opinião:
Spoiler:
Filme sinistro. Sangue, sangue e mais sangue.
Um dos filmes mais sangrentos que já assisti, e fato que a história ajuda dando mais veracidade dos fatos de fato ocorrerem na vida real tornam as coisa ainda mais tensas.
O diretor, Jang Cheol-Soo, possui apenas três filmes em sua carreira, sendo muito influenciado por Kim Ki-Duk mas este ele acertou em cheio!
Vale a pena por não ser apenas mais um filme de vingança, mas uma narrativa profunda que envolve preceitos dramáticos e de horror! O filme é tão sinistro que por volta de uma hora e trinta de duração um penetra surge na escadaria da doca, será que ele recebeu cachê? (Kkkkkkkk) Recomendo!

Título: Citizen Dog
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2004
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Pod é um rapaz sem sonhos que sai do campo para trabalhar em Bangkok. Jin é uma camareira que carrega um misterioso livro branco que não consegue entender uma única palavra escrita no livro. O perdido Pod se apaixona por Jin, uma garota que sonha que um dia poderá decifrar o significado do livro. Uma fábula deliciosa passada em Bangkok.
Opinião:
Spoiler:
Dedo na sardinha e urso depressivo!
Gente, alguém por favor me diz que aquela criança não estava fumando de verdade, que absurdo! Coitado do urso de pelúcia, senti pena dele, eu o compreendo...
"Citizen Dog" é um filme doido e engraçado, em um mundo de cópias incolores e derivadas que simultaneamente é engraçado, estranho, charmoso e chocante às vezes. Destaque para a originalidade, no entanto, a história é contada por um narrador de terceira pessoa e alguns personagem idiossincráticos. O filme também tenta abordar, ou tocar em muitas questões, algumas social, algumas governamentais e alguns pessoais até...
"Citizen Dog" é um filme pouco acima da média, bem intencionada, de baixo orçamento não bem utilizados (afinal cataram o lixo todo da cidade)(rsss)

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai


Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Emilys Diary
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Em seu diário Emily descreve seu cotidiano e fatos notáveis, como sua formação como diretora, suas fotografias aleatórias tiradas nas ruas, com uma vez, ela fotografou em uma cafeteria uma discussão de casal...
Um filme que carrega o conflito entre as promessas de amor e a vida real, a interpretação de quando o amor se torna o "eu te amo porque eu preciso de você", em vez de "eu preciso de você porque eu te amo".
Opinião:
Spoiler:
Nada muito interessante, temos um filme de perspectivas que não abrangem a filosofia que a premissa nos entrega. Assim como todo diário "Emilys Diary" tem altos e baixos, algumas partes são interessantes outras nem tanto.

Título: It All Began When I Met You
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2013
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Seis histórias de amor seguindo a vida amorosa de dez pessoas diferentes.
Opinião:
Spoiler:
Uma história de miscigenação contada às véspera de Natal.
O filme é feito para comemorar o 100º aniversário da Estação de Tóquio.
Na véspera de Natal, seis histórias correm em paralelos entre a alegria e a dor. A exemplo os dois amantes postos à prova ter de trabalhar em duas cidades distantes. O pequeno órfão que encontra conforto no orfanato principal. O pai doente terminal que passou os últimos meses de sua vida com sua esposa e filho. O gerente bem sucedido que se apaixona por uma menina pobre. E, novamente, a velha senhora que finalmente entende as razões de seu amante de 49 anos antes e o jovem assistente que decide mergulhar e declarar-se ao homem que ela ama... Com relação aos atores, apesar de existirem muitos nomes conhecidos, não há muito a dizer. Em ralação as histórias apesar de todo um clima são medianas, não dá vontade do quero mais.

Título: Sympathy For Lady Vengeance
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2005
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Em 1991, Lee Geum-ja (Lee), uma estudante de 19 anos, é condenada pelo rapto e homicídio de uma criança de cinco anos, num caso que emocionou a nação, com direito a cobertura intensa pelas mídias. É libertada da prisão depois de cumprir uma pena de 13 anos. Durante esse período, abraça a religião e as suas ações em prol das outras prisioneiras, sacrificando o seu tempo e algo mais, com uma dedicação inabalável, valham-lhe o epíteto de “Simpática Ms. Geumja”. Em 2004, sai da prisão com um plano para executar e um objetivo claro e bem definido: a vingança.
Opinião:
Spoiler:
Surpreendentemente poético!
"Sympathy For Lady Vengeance" merece destaque pelo seu final surpreendentemente poético. O filme combina o estilo relativamente discreto com o humor negro, enquanto adiciona momentos bem-vindos de pungência e sentimento.
Yeong-ae Lee é excelente como protagonista conturbada Geum-ja, a ex-condenada que está buscando a redenção, tanto quanto a vingança. Embora os atores adjuvantes são uniformemente bom, o desempenho de Lee é o coração do filme, é difícil de descrever sem revelar grandes pontos de enredo, como as cenas mais memoráveis vêm em momentos reveladores da história. Basta dizer que o clímax mistura tragédia e hilaridade com um grau de sucesso que poucos diretores poderiam esperar para igualar.

Título: The Chaser
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2008
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Joong-ho Eom, é um detetive que se tornou cafetão por problemas financeiros, mas está de volta a ação, quando percebe que suas meninas estão desaparecendo uma após a outra. Uma pista o faz perceber que todas elas estavam com o mesmo cliente, identificado pelos últimos dígitos do celular. Então, o ex-detetive embarca numa caçada feroz ao homem, convencido de que ele ainda possa salvar Kim Mi-jin, a última menina desaparecida e assim acabar com este mistério.
Opinião:
Spoiler:
Quem não se lembra do caso serial killer que pós caos na sociedade coreanas anos atrás.
"The Chaser" é um filme produto dessas circunstâncias sociais. É claro que qualquer país modernizado pode ter notórios assassinos em série. Mas este é o ato criminoso mais brutal e abominável relatado ao público.
Outro fenômeno descrito no filme é o ato de polícia "inativo" e político "feio". Os coreanos estão muito decepcionados com isso e este filme é muito bem explicativo à situação. A atuação de todos os envolvidos é muito credível e que torna bastante angustiante. Sobre a história, eu posso dizer é que é uma torção absolutamente brilhante em uma história...

Título: Covet Island of Desire
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Um grupo de jovens resolvem acampar em um ilha remota, onde o profundo desejo em seus corações por luxuria, avareza e soberba despertam ao extremo quando acidentalmente um dos jovens acaba matando seu amigo... Mal sabiam eles que o autor é um psicopata... E agora? Como escapar com segurança desta ilha de luxúria?
Opinião:
Spoiler:
Tirando a cenas de luxuria é um bom filme de suspense.
Se há algo que possa estragar filmes é o exagerativo, exemplo claro no filme, o qual pode ser separado em dois, dois filmes distinto, sendo um bom e outro nem tanto, "Covet Island of Desire" entra para a lista de medianos graças a histórias e seu suspense interior pela sobrevivência.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai


Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Mioka
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Japão
Ano: 2010
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Um dia, Taichi, um estudante universitário comum conhece Mioka, uma menina que é como uma tempestade. Taichi encontra-se atraído por Mioka, que vive livremente como ela deseja, e eles acabam se apaixonando. No entanto, Mioka diz Taichi sua verdade chocante. Ela tem uma doença cerebral incurável, sem remédio ou tratamento que pode ajudá-la.A doença progride.A perda de controle sobre seu próprio corpo. As memórias preciosas lentamente desaparecendo.O medo de perder a si mesma.O tempo limitado que ela deixou.Mesmo com um destino tão cruel, Mioka vive a sua vida em toda a extensão até o fim. Taichi, sinceramente amá-la, decide tornar-se o testemunho de sua existência neste mundo.
Opinião:
Spoiler:
O drama da "Minhoka"
"Mioka" se desenrola como uma minhoca, isto é, além da lerdeza habitual japonesa, baseado no romance "Mioka" de Ira Ishida (publicado pela primeira vez em outubro de 2006 por Kadokawa Shoten) parece que foge a regra do romance, para quem manja inglês sugiro que leiam o romance, gente, é uma história completamente diferente, no livro é tudo tão mais empolgante onde Mioka é uma estudante universitária que recebe notícias devastadoras de seu médico que ela tem uma doença incurável com apenas um tempo limitado para viver. Mioka então encontra um "amor final" com o colega universitário Taichi. Enquanto isso, a família de Mioka tenta proteger Mioka... é um romance realmente muito bonito, mas pecaram feio na adaptação. Lamentável!

Título: Buzzer Beat
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Japão
Ano: 2009
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Kamiya Naoki é um jovem jogador de um time profissional de basquete. Mas devido ao seu tamanho relativamente pequeno e sua tendência de não conseguir fazer nada sob pressão, ele é incapacitado de mostrar suas verdadeiras habilidades nos jogos. Enquanto isso, Shirakawa Riko é uma alegre mulher que acabou de terminar sua pós-graduação na faculdade, com um espírito forte seu sonho é se torna uma violinista profissional. Um dia, riko encontra o celular que Naoki esqueceu no ônibus, e seu encontro começa uma amizade que eventualmente se tranforma em amor. No entanto Naoki já estava pensando em se casar com sua atual namorada. Além do mais o treinador de Naoki se apaixonou a primeira vista por Riko.
Opinião:
Spoiler:
"Tamanho não é documento"
"Buzzer Beat" tem uma história de amor extremamente capaz e atraente. Este drama traz o pacote completo com romance, abraços, beijos, carinho, dramas, chororôs, brigas e intrigas. Além disso, tem o tema basquete, para quem curte é um drama completo.
O final foi tipo, desanimador, o diretor quase que acabou com a graça do drama, para quem espera um final feliz, se prepare pois...

Título: Beautiful Gong Shim
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Coreia do Sul
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Esse drama é uma adaptação do seriado americano de mesmo nome, estrelando Juliana Margulies.
Kim Hye Kyung (Jun Do Yun) precisa assumir a responsabilidade por sua família depois que seu marido, Lee Tae Joon (Yoo Ji Tae), um promotor do Escritório Central de Promotoria de Seul. Para isso ela retorna para sua antiga carreira de advogada em um escritório de advocacia de um amigo.
Opinião:
Spoiler:
Este drama não é uma daquelas séries de TV que capta seu interesse desde o primeiro episódio, é preciso tempo para emplacar. Contundo na verdade, a história é bastante previsível. Então, por que assistir? Bem, eu acho que as atuações são realmente boas, e isso é uma razão por si só. Os atores são bastante solúveis e engraçados, dando uma vibração jovem para o drama. Mas e a história? Bem, o drama é sobre uma menina que está sendo comparada a sua irmã bonita e bem sucedida, mesmo por seus pais. Essa é a premissa principal, mas, a segunda metade do drama se concentra em seu vizinho, que tenta encontrar um rapaz que foi sequestrado há vinte anos, e sua rica avó nunca parou de procurá-lo. A parte boa é que há alguns momentos engraçados, e algumas cenas são bonitos e fofas. Embora o romance é tão assim triângulo amoroso, mas que não é chato.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai


Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Flower Boy Next Door
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Coreia do Sul
Ano: 2013
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: É uma comédia romântica que fala de uma garota cujo nome é Go Dok Mi, que tranca a si mesma numa "torre" longe do mundo, até que é pega espiando um homem que vive no apartamento ao lado chamado Enrique Geum.
Opinião:
Spoiler:
Uma história de um triangulo amoroso bem escrita, centrado em torno de uma menina introvertida.
"Flower Boy Next Door" é um daqueles dramas que não são bons mas também não é de todo ruim, pode-se dizer que é equilibrado, afinal ele agrega, há muito o que se aprender ao assisti-lo.
Divertido e atraente "Flower Boy Next Door" tem seu destaque na superação da protagonista, os elenco ajudou muito dando uma combinação perfeita para o drama.

Título: My Pig Lady
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - China
Ano: 2014
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Wang Man Ling é uma criadora de porcos que tenta entrar na classe alta, já Fan Jiang Yu é membro da classe alta, mas está falido. Agora juntando forças tentam chegar a tão sonhada classe alta.
Opinião:
Spoiler:
Até que foi divertido para um romance chinês:
A história de "My Pig Lady" é bem interessante e divertida, afinal temos a Wang Man Ling (Ady An) uma jovem "humilde" filha de um fazendeiro de porcos rico que vivem e se vestem modestamente. Ela também dirige uma modesta van com porcos pintados (muito peculiar por sinal) (rsss). Quando em uma tentativa fracassada de obter seu namorado de longa data, Peter para propor casamento com ela em uma recepção de amigos, termina com ele dando um fora nela na frente de todos...
Fan Jiang Yu (Mike He) é um herdeiro de segunda geração que vive da riqueza de seu pai. Ele vive extravagante e não tem um cuidado com que gasta. Se sua namorada de design materialista Li Ya Zi (Zhang Xianzi) não acha que a cor do carro que ele está dirigindo nesse dia coincide com a cor de sua roupa ele vai e compra um carro de cor igual para combinar com a roupa de sua namorada (fala sério). Devido à morte de seu pai, suas ações e da empresa caem durante a noite deixando-o quase quebrado...
Ai que começa o lado bom da história, ambos vão ter que se virar para sobreviver ou então morar na rua. Um drama bem escrito elenco razoável mas não dá aquele ânimo e gostinho de quero mais.

Título: The Spring Day of My Life
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Coreia do Sul
Ano: 2014
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Lee Bom Yi teve um transplante de coração, ela vive cada dia positivamente para assim agradecer a pessoa que lhe deu o coração. Desde que ele perdeu a esposa, Kang Do Ha cria os dois filhos sozinho. Um dia acontece de Bom Yi conhecer Do Ha, sem imaginarem que o coração que Bom Yi carrega é da falecida esposa do Do Ha
Alguns anos atrás Lee Bom Yi (Choi Sooyoung) teve que ser submetida a um transplante de coração. Ela sempre torcia para que alguém morresse em seu lugar até que finalmente aconteceu. Sem saber de quem era o coração ela decidiu se tornar uma pessoa de bem com a vida para assim agradecer por ter sua vida de graça. Até que inusitadamente ela conhece Kang Do Ha (Kam Woo Sung), um viúvo que cria seus dois filhos com a ajuda de sua sogra, sendo que desde o começo eles não se dão nada bem.
Opinião:
Spoiler:
Um melodrama humano sobre uma mulher que recebe o transplante de coração, e o de um homem que amou muito sua esposa falecida. Pena que faltou aquele algo a mais no drama!
Parte da culpa também fica por conta dela, Choi Soo Young vulgo a mongolóide do drama, ela não atuou bem e aquele blá blá todo dela, não convenceu a mim. Por outro lado o galã Kam Woo Sung deu um show à parte, gostei da atuação e da escolha como protagonista.
Ponto negativo mas também não chega a se de grande alarde é a história ser parecida com "Angel Eyes", porém bem interessante. Por fim o final que foi meio-termo, nem ruim nem bom, foi um final mórbido para um drama mórbido segmentado em pequenos defeitos tanto de elenco como de script.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Gangster Payday
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 2014
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Um gangster de meia-idade não quer entrar em drogas e preferem investir em uma casa de chá. Contudo, os projetos colapsam com uma gangue rival liderada por seu primo. Crepúsculo spin-off da série Young and Dangerous.
Opinião:
Spoiler:
De volta para os dias de glória da década de 1990.
"Gangster Payday" reflete sobre o poder supostamente debilitante das quadrilhas da Tríade em HK onde é justo dizer que esta gangue particular definitivamente foi enfraquecida, pelo menos financeiramente e parece ter chegado ao ponto em que um dos membros mais jovens é dito para chamar a polícia caso encontre algum problema, porque "telefonar para a "gangue" custa dinheiro, mas telefonar para 190 é gratuito!
O filme mistura gêneros em graus variados, mas com sucesso variável. Enquanto o tema geral sugeriria que a violência seria predominante neste filme, este não é o caso. No entanto, como em alguns dos melhores filmes de crime essas cenas aparecem de repente, e têm muito mais efeito do que alguns dos anos 90.

Título: If You Want To Go Eat
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 1.0
Sinopse: Juho Taiwan trabalha como mecânico em uma oficina que pertence ao clube de automobilismo local. Ele tem um affair secreto com uma das clientes, a senhorita Chung, sempre que Juho sente-se carente ele liga para ela. Chung para despistar sempre arranja um democrático pretexto para reparar seu veiculo, mas o fato de que no final, ela se cansa desse anonimato e resolve dar um basta, fazer com que Juho assuma o seu romance secreto, sob ameaça de deixa-lo.
Opinião:
Spoiler:
Filme ruim que nem clima de assistir dá.
"If You Want To Go Eat" descarta qualquer comentário por ser nenhum pouco interessante, do elenco a história é tudo sem graça.

Título: Lost Minds
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Alguns casais (Jian RenZi e Andrew Lin) não conseguem ter filhos por vários anos e decidem seguir o antigo ritual chinês de fertilidade, que é "primário": adotar temporariamente a criança, que abrirá o caminho para a própria prole. Eles adotaram uma garota de sete anos (Wang Yifei) em um orfanato cujo supervisor (Hui Shiu Hung e Pat Ha) obviamente não lhes contou tudo. A criança adotada é silenciosa, asocial e atrai constantemente imagens perturbadoras escuras de famílias anteriores. Isso não ajuda sua nova mãe dominada por uma visão estranha que ameaça sua sanidade.
Opinião:
Spoiler:
"Lost Minds" conta uma história deveras interessante, ao menos prende o espectador, com um final bem tenso. Não tem destaques, talvez a história que foge um pouco do habitual, a linha de execução também é boa, a "menininha" também é "sinistra" não há o que reclamar do filme.

Título: Moriyamachu Driving School
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Kiyotaka Sato é um estudante universitário. Ele é sociável, mas parece que ele não tem interesse em quem o rodeia. Durante suas férias de verão, Kiyotaka Sato planeja obter sua carteira de motorista para impressionar Matsuda. Neste momento, um chefe yakuza ordena Todoroki para obter sua carteira de motorista. Todoroki não mostra seus sentimentos exteriormente. Mais tarde, Todoroki dirige um carro sem carteira de motorista e bate em Kiyotaka Sato. Para cobrir o acidente, Kiyotaka Sato é colocado em um carro e levado para longe. Ele chega a uma escola de condução não oficial. A escola de condução é administrada pela família Uehara. Lá, Kiyotaka Sato e Todoroki aprendem que se formaram na mesma escola. Eles passam o verão na escola de condução.
Opinião:
Spoiler:
Tema simples que não empolga.
Em "Moriyamachu Driving School" é tudo muito morto, tem uma ou outra cena engraçada, mas no geral é como a monotonia japonesa cotidiana.

Título: Higanjima: Vampire Island
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 4.5
Sinopse: O filme retrata o confronto entre o irmão mais novo Akira Miyamoto (Shunya Shiraishi) eo irmão mais velho Atsushi Miyamoto (Ryohei Suzuki) em Higanjima.
Opinião:
Spoiler:
Quando o vilão é tosco não se perdoa.
"Higanjima: Vampire Island" embora seja divertido até certo ponto, onde temos cenas de ação bacanas, atuação legal e efeitos CGIs de acordo, o filme peca no que diz respeito a vilão da história, os inimigos são tosco e figurino ruim, não podemos nem classificar como bizarros, não dá para tornar-se um bom filme, quando os inimigos mais parecem...

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Nightmare Teacher
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Coreia do Sul
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: O web drama gira em torno de uma misteriosa escola, cujo os alunos vão a uma espécie de porão que realiza os sonhos e desejos.
Ye Rim (Kim So Hyun), é a bonita presidente da classe. Ela parece perfeita de todos os ângulos com a sua aparência atraente e as melhores notas. Uma vez que ela percebe que algo estranho está acontecendo, ela entra em ação para desvendar os mistérios de sua escola. O personagem de Minhyuk é descrito como sendo muito curioso e também é o melhor amigo de Kim So Hyun. Eventos estranhos começam a acontecer depois que o misterioso professor Han Bong Gu (Uhm Ki Joon) chega a tal escola.
Opinião:
Spoiler:
Para resumir, "Nightmare Teacher" é sobre coisas misteriosas acontecendo em uma escola coreana.
São 12 episódios dos quais 10 deles se concentram em cinco alunos, dois episódios para cada aluno, e os dois últimos episódios se concentram em resolver o que está acontecendo. Cara, o que se passa na mente de um diretor assim!?.
Os dois personagens principais, Ye-Rim e Sang-Woo merecem destaque pelas atuações incríveis. Inteligente, engraçado e atencioso, da parte das meninas, Ye-Rim e sua atuação também merecem o destaque, assim como foi a maioria do elenco feminino.
Infelizmente "Nightmare Teacher" pecou na trama. Cada um dos estudantes que assinaram um contrato com o professor teve desejos muito inconstantes, afinal quem assina um contrato de sangue? (Ops! Foi mal spoiler). O enredo foi um pouco inconsistente, especialmente no episódio oito, quando o menino que assinou o contrato parecia estar se recuperando e ser independente em seguida, de repente, sem motivo, ele se "deteriorou" novamente em seu estado anterior. (aish!)
Em resumo, "Nightmare Teacher" é razoavelmente acima da média agradável bastante para assistir, mas vou logo avisando que o final é tosco.

Título: Warau Manekineko
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Japão
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Hitomi Takashiro e Akako Honda são membros da dupla de comédia "Akako to Hitomi". A banda criou a dupla de comédia há cerca de 5 anos, mas eles ainda não são muito populares. Todos os dias, eles executam Manzai para um público regular em um canto de um pequeno teatro. Um dia, Hitomi e Akako pegaram um aluno do ensino médio tentando roubar a bicicleta de Hitomi. Desde então, seu destino como uma dupla de comédia feminina começa a mudar.
Opinião:
Spoiler:
Quatro episódios de um drama engraçado que não tem prós nem contras, é um drama de volume, você pode assistir para dizer que assistiu a mais um drama.

Título: Devil Beside You
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Tailândia
Ano: 2005
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Qi Yue está apaixonada por Yuan Yi faz tempos, mas não tem coragem de se declarar. Incentivada por suas amigas, ela decide escrever uma carta de amor expondo seus sentimentos e entregá-la a Yuan Yi. Porém, o menino passou direto por Qi Yue e ela deixa a carta cair. Jiang Meng, conhecido Ahmon pelos seus colegas, acha a carta e começa a chantagear Qi Yue, se não revelará o conteúdo da carta para a escola inteira. Enquanto isso, a mãe de Qi Yue se apaixona pelo pai de Ahmon e os dois decidem se casar. Com isso Ahmon e Qi Yue viram "irmãos" que no começo se odeiam, mas como tempo o sentimento entre os dois muda.
Opinião:
Spoiler:
Todo TW-Drama com Rainie Yang tem um cara com uma super bike...
"Devil Beside You" é um dos melhores dramas taiwaneses que já foram feitos. O elenco tá show, Rainie Yang e Mike He protagonizaram ótimas cenas.
Eu vi esse drama porque a maioria que assistiu recomenda. "Devil Beside You" realmente é um bom drama, diversão, ação e lágrimas!

Título: Kari Kare
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Japão
Ano: 2015
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Aos 29 anos Toyoshima An é uma jovem líder de equipe ambiciosa da Horizon, uma empresa de vendas online que se vangloria por ter uma seleção de mais de 100 milhões de mercadorias. Já Harada Miki, de 38 anos, sempre deu um bom suporte para as pessoas de vendas em um papel administrativo, desde que ela se juntou à empresa. A rebelde An e a conservadora Miki são completamente o oposto uma da outra. Enquanto elas fornecem um serviço que permite você obter uma mercadoria com apenas um clique do mouse, elas não conseguem atingir a felicidade pessoal que elas deveriam ter adquirido. Ambas ainda precisam encontrar os homens que seus corações desejam. Anne tem uma razão por não ter conseguido revelar às pessoas ao seu redor sobre o seu namorado. Miki acabou sendo abandonada pelo homem com quem estava namorando um pouco antes de seu 10º ano de aniversário juntos. Além disso, An arranjou um problema inesperado. Informam à ela que ela deverá deixar a empresa se ela não fizer de um novo projeto um sucesso, isso em dois meses. As duas serão capazes de conseguirem levar este projeto adiante e ao menos conseguirem um amor verdadeiro?
Opinião:
Spoiler:
Uma amiga me recomendou, e isso levou a assisti-lo. Se você é novo em dramas japoneses, você tem que levá-lo como uma pitada de sal, às vezes a trama pode ser irrealista e outras vezes pode ser previsível, no entanto, o gênero é uma comédia romântica, salpicada de momentos sérios. É considerado um dos dramas clássicos japoneses, e com razão, ele manteve o foco episódio após episódio. Algumas pessoas podem considerar cansativo, mas isso não quer dizer que não é agradável. As duas estrelas principais são surpreendentes mas nem por isso deixa de ser um drama mediado.

Título: Nobuta Wo Produce
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Japão
Ano: 2005
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Kiritani Shuji é um garoto popular, que se dá bem com todo mundo, desde os mais idiotas até os mais nerds da escola. A única pessoa que ele odeia é Kusano Akira, que ri o tempo todo, faz coisas estranhas e que, para Shuji, é um completo idiota. Uma nova aluna de modos estranhos, extremamente tímida e que não fala com ninguém entra na escola e passa a ser motivo de chacota. Ela é Kotani Nobuko. Para terem alguma coisa para aproveitar de sua juventude, Shuji acaba se juntando com Akira por um motivo que parece que fará sua vida divertida, produzir Kotani Nobuko, até que ela deixe de ser uma garota estranha e motivos de piadas e se torne uma garota bonita e popular. A partir dai, é possível ver como se nasce uma verdadeira amizade.
Opinião:
Spoiler:
"Nobuta Wo Produce" pode não ter a premissa mais original, no entanto, os personagens são o que fazem o drama original. Eles são a cola que mantém o drama, eles são o que faz você rir e chorar e depois rir um pouco mais. "Nobuta Wo Produce" foi escrito com inteligência. Há muitos que tentam mascarar uma premissa bastante clichê que acabam como caricaturas dimensional.
"Nobuta Wo Produce" quebra o molde de dramas convencionais do ensino médio, desenvolvendo os personagens de tal forma que cada um tem seu próprio arco definível que levam a uma mudança lindamente escrito no personagem
"Nobuta Wo Produce" é um drama original, mas não no sentido convencional. É um original porque tem um coração tão grande, que faz você se apaixonar pelos personagens. Que são originais em todos os sentidos da palavra.


Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Shiratori Reiko de Gozaimasu!
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 9.0
Sinopse: Reiko é uma rica, arrogante e materialista " Princesa". Apesar de sua atitude arrogante, na realidade ela cresceu muito tarde e não sabe nada sobre o mundo real. Reiko teve sentimentos por Akimoto Tetsuya(Mizumo Masaru) desde a infância, mas seu grande orgulho ganha sempre e ela não pode dizer honestamente que está apaixonada por ele. Tetsuya logo se torna um estudante universitário por medo de perder Tetsuya Reiko segue-o para Tóquio. Mas ele está sempre à mercê de sua sensibilidade exagerada.
Opinião:
Spoiler:
Drama de uma elegância e finesse sem igual!
A começar pelos personagens, Mayuko Kawakita e Anna Otaka deram o algo a mais no drama, a beleza que faltava para "Shiratori Reiko de Gozaimasu!" ser quase perfeito.
Este drama é um excremento total! Foi realmente bonitinha no início mas depois "ladeira abaixo". Toda vez que ela toma iniciativa, o cara principal encontra uma nova garota. No entanto, ele nem sequer tem a coragem de dizer oficialmente Reiko que eles terminaram de modo que ela parece estúpido tentando ser amigo de sua nova namorada.
Se analisarmos por parte, ou seja cada segmento que compõem um drama, temos como resultado um drama clichê medíocre, perpendicularmente tosco. Porém analisando o todo, torna-se um bom drama, drama que agrega, onde temos uma garota estúpida que ao meu ver se traduz em ingenuidade, arrogante que por sua vez é apenas mal interpretada, torna-se ao longo inteligente e mais "sociável" digamos assim.
Aí fica a pergunta do drama, o do porque mudar seu jeito de ser, apenas para agradar a sociedade ou alguém. Viver em uma hipocrisia apenas para agradar e ser agradado. Personalidade não se muda, se molda a fim de conviver de uma forma "melhor".

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Sweet Sixteen
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: O filme conta a história de três personagens: Xia Mu, Tang Xiao Tian e Shu Ya Wang. Desde pequeno Xia Mu tinha um carinho especial por Shu Ya Yang e, com o passar dos anos, ele percebe que esse sentimento cresce cada vez mais. Quando algo terrível acontece com um dos personagens, eles percebem que tudo mudou e que a vida deles nunca mais será a mesma.
Opinião:
Spoiler:
Porque "Sweet Sixteen"?
"Sweet Sixteen" é um filme que eu não tinha ouvido falar, o título em Inglês "Sweet Sixteen" não faz absolutamente nenhum sentido no que diz respeito ao tema. E por causa do título, eu pensei que este seria um romance ou uma comédia romântica. Mas acabou por ser outra coisa; Este foi um drama.
É uma história que se segue a um menino conturbado chamado Xia Mu interpretado por Kris Wu, que é levado para adoção, onde cresce se apaixonando por sua irmã adotiva Shu Ya Wang interpretado por Shan Lu. Mas quando algo terrível acontece com ela, Xia Mu passos para cima e se vinga, buscando corrigir o errado.
A história é boa, até certo ponto, bastante agradável até o ponto onde esse evento terrível acontece a Shu Ya Wang. A partir daí, o filme acabou por se tornar uma farsa. O filme tem algumas boas performances atuando nela. E eu gostei especialmente Shu Ya Wang. "Sweet Sixteen" tinha potencial para ser um filme memorável, mas os eventos da história foram marcados por uma farsa! E isso arruinou todo o contexto!

Título: A Tale of Two Sisters
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do  Sul
Ano: 2003
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: Duas irmãs voltam para casa após passar um tempo em um internato. Elas são recebidas de braços abertos pela madrasta, que logo depois se mostra uma mulher cruel. Aos poucos, acontecimentos perturbadores vão deixar os nervos à flor da pele. Todos escondem um mistério horripilante. Há outras almas presentes no ar. Almas que não estão em paz.
Opinião:
Spoiler:
Um Conto de Duas Irmãs Janghwa e Hongryeon.
"A Tale of Two Sisters", é uma verdadeira obra-prima do gênero thriller psicológico, um drama emocionante de horror envolto a uma trilha sonora lindamente orquestrada. Do enredo intrincado, à bela cinematografia, ao casting absolutamente perfeito, todos os aspectos deste filme é extraordinário.
"A Tale of Two Sisters" embora possa parecer um pouco difícil de entender no início, faz um bom trabalho de explicar as coisas no final. E se você prefere thriller psicológico, drama ou horror, eu prometo que você não ficará desapontado(a).
Do ponto de vista técnico, é quase impecável. O set, a cinematografia, a iluminação, e especialmente a trilha sonora, todos são cativantes. A valsa parecia uma escolha estranha no início, mas provou ser uma escolha engenhosa.
Quanto ao elenco, estamos falando de perfeição absoluta. Su-jeong é totalmente convincente como o desafiador, mas problemático Su-mi. Mun Keun-yeong é igualmente convincente como sua irmã emocionalmente traumatizada, Su-yeon. Essas duas garotas eram mágicas na tela. Yeom Jeong-ah é enganosamente alegre e assustadoramente mal como a madrasta. Finalmente, Kap-su Kim dá um excelente desempenho como o pai cansado.

Título: Time ls Money
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2015
Nota pessoal: 7.0
Sinopse:  Chen Mo vem de uma família rica, mas devido ao mau hábito de jogar, ele desperdiçou sua fortuna da família e não tem nada além de uma pintura de um pintor chamado Chu Zhong Tian, deixado por seu pai. Infelizmente, a pintura, que custam US$ 100.000, não o suficiente para pagar suas dívidas. Chen Mo então encontrar notícias sobre o pintor que tinha acabado de morrer, o que levou a aumentos de preços pinturas. Com um plano maligno, Chen Mo percorrer todo o caminho para Cingapura para buscar Zhong Tian Chu para matá-lo. Desta forma, a pintura deixado por seu pai vai aumentar no valor monetário e Chen Mo pode limpar a sua dívida.
Opinião:
Spoiler:
Paródia com direito a Kill Bill e Michael Jackson.
O filme é um tanto quanto engraçado, tem altas alusões de personagens em uma história centrada onde o personagem principal arma um dos planos mais interessantes e ao mesmo tempo tétrico. Não é um filme que mereça destaques contudo está na média do aceitável.

Título: Zenin, Kataomoi
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 9.0
Sinopse: Vários filmes de curta metragem reunidos sob o tema comum de One Sided Love:
Meu apelido é Butatchi; Algo Azul; Asahan no Yuge;Kataomoi Supairaru;Usotsuki não Koi; Ibu no Okurimono; Personalidade Radiante; Boku no Sabotin;
Opinião:
Spoiler:
A vida é minha. Mas o coração, é seu. O sorriso é meu. Mas o motivo, é você.
"Zenin, Kataomoi" sem duvidas tem como seu principal destaque suas belas historias de amor, uma história mais linda que outra.
Um filme que honra em todos os sentidos, uma atuação fantástica sob cenários plácidos agregados de uma trilha sonora airosa fazem de "Zenin, Kataomoi" um filme surpreendente, trazendo como mensagem principal algo como "Vá atrás do que te faz feliz, não importa o que os outros vão dizer. O importante é o seu sorriso, o importante é você estar bem. Ame você em primeiro lugar!" Recomendadíssimo!

Título: Yesterday Once More
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Lin Tian Jiao se esforça para ser o melhor aluno em seu H.S., a fim de receber assistência financeira de sua mãe para participar da prestigiada Universidade de Tsinghua, em Pequim. Mas é como se o plano perfeito pequeno delineado para a vida de Tian Jiao tem sido em serviço a outras pessoas e ela negligenciou seus próprios desejos. Depois de um incidente raro, Tian Jiao é acidentalmente puxado para um relacionamento com Gao Xiang. Ela percebe que esta estudante fraca - que ela sempre olhou para baixo - na verdade tem sonhos e ambições de sua própria enquanto o menino Tian Jiao tem uma queda por não mostra nenhuma espinha dorsal em tudo. Depois de uma tragédia familiar e com a ajuda de seu melhor amigo, Tian Jiao começa a entender que "juventude" significa que ela deve trabalhar duro para perseguir quem e o que ela ama. Não há vergonha em viver sua juventude sem arrependimento!
Opinião:
Spoiler:
A história dá a sensação de um filme japonês do tipo mangá escolar com um toque de volta aos velhos bons tempos de colegial, onde a protagonista, uma menina que é o melhor aluna de sua classe e a única coisa que ela faz e se preocupa é estudar e quebrar recordes, Se envolve com o pior estudante da turma. No início, ela não pode suportá-lo. Mas, eventualmente, ela começa a conhecê-lo e eles se tornam mais próximos. Ao contrário de outros filmes de amor juvenil chineses este foi realmente bom. A história é tocante e se concentra menos no desenvolvimento de uma história de amor clichê e mais em ter o público conhecendo os personagens. Único erro foi o final inconclusivo, mesmo que a história de todos foi concluída, a principal foi deixada aberta, e você só precisa de uma boa conclusão sobre a história.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Taiyou no Uta
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: Um dia, trabalhando numa pensão à beira-mar com seus amigos de colégio, Fujishiro Kouji (Yamada Takayuki) encontra Amane Kaoru (Sawajiri Erika), uma artista de rua. Kaoru sofre de uma doença incurável chamada de XP (Xeroderma Pigmentosum), que deixa sua pele muito sensível e, por isso, não pode ser exposta ao sol. Embora os dois nunca tenham se visto à luz do dia, o destino ainda assim resolve juntar os dois. Quando Kouji perde seu emprego acaba desistindo de lutar pelos seus sonhos. No entanto, ao conhecer Kaoru, que batalha muito para ser cantora, ele relembra-se de sua paixão pela música.
Opinião:
Spoiler:
História real e tocante!
A maneira como ela, Kaoru Amane age tão naturalmente como uma adolescente louca; Porque ela tem essa doença, mas então muda de ideia e torna a acreditar que é melhor viver e amar, para desfrutar o seu tempo na terra do que estar sempre lamentando o fato de sua doença, chama a atenção pela interpretação, o que é surpreendente é que ela nunca desiste, Além de ser uma grande atriz e cantora, "Taiyou no Uta" é um toque de vida, um drama reflexivo que vai fazer você estar grato por estar vivo e saudável.

Título: Two Weeks
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Coreia do Sul
Ano: 2013
Nota pessoal: 9.0
Sinopse: Jang Tae San é um homem que tem vivido uma vida sem sentido e nunca pensou em seu futuro. Ele está em fuga depois de ser falsamente acusado de assassinato. Além disso, ele descobre que tem uma filha que agora está sofrendo de leucemia. O drama se estende por exatamente duas semanas, e fala sobre a luta desesperada de Tae San para salvar a sua filha.
Opinião:
Spoiler:
Às vezes, a premissa predefinida pode definir um limite em que a criatividade é limitada. "Two Weeks" tem como premissa o ex-criminoso que descobre-se ser pai de uma menina de 8 anos, e no topo, emoldurado por assassinato, reinventa e redescobre-se em 2 semanas.
A complexidade do enredo envolve improváveis variáveis e intrigantes vilões egoístas, uma mulher política e um chefe de máfia que disputam um último grande negócio. Junto com este um promotor que tem vindo a reunir provas sobre estes 2; A ex-mulher do ex-criminoso, o namorado atual que é um policial, e para piorar  a filha de 8 que precisa de transplante de medula óssea.
O entrelaçamento do enredo, bem como os cenários e configuração de relação como um todo é suficiente para acumular tensão ao espectador, tornando-o um super drama.
Da parte de atuação, o vilão é desprezível, o melodrama é muito brega, mas em compensação a menina é um doce, suprindo a carência melodramática a nível de dramas do gênero. Super recomendado!

Título: 49 Days
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Coreia do Sul
Ano: 2011
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: 49 days conta a história de Shin Ji Hyun (Nam Gyu-Ri), uma garota que tem tudo que uma pessoa poderia desejar: é jovem, bonita, rica, cheia de amigos e está prestes a casar com um noivo carinhoso e apaixonado.
Porém, o mundo perfeito de Ji Hyun vira do avesso quando ela sofre um grave acidente de carro. Ao deixar o seu corpo, ela descobre que ainda não estava na hora de sua morte. Por isso, recebe uma chance de voltar à vida: Shin Ji Hyun terá 49 dias para encontrar três pessoas que a amem de verdade e que provem esse amor através de lágrimas 100% genuínas.
Porém, o que poderia parecer algo simples para uma menina tão afortunada acaba se mostrando uma tarefa bem complicada.
Opinião:
Spoiler:
49 Dias de uma alma de uma pessoa comatosa tendo 49 dias para encontrar 3 lágrimas de puro amor de amigos para permitir o retorno da vida após a morte me intrigou desde o início. Talvez a criatividade foi o diferencial nessa história.
O script deste drama foi excelente, cada episódio teve surpresas. A produção do drama também foi de alto nível. A atuação era o aspecto mais fraco do drama. A grande história superou algumas performances planas fazendo de
"49 Days" um excelente drama.
Exceto no episódio final o qual me pareceu desnecessário, mas isso não mudou a minha opinião sobre este drama. Recomendo!

Título: Doctor Stranger
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Coreia do Sul
Ano: 2014
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: A trama se desenrola em torno de Park Hoon, um sul-coreano que é capturado juntamente com seu pai e levados até a Coreia do Norte, onde ele cresce. Park Hoon foi treinado para se tornar um grande médico, mas embora ele consiga um emprego no melhor hospital da Coreia do Sul após desertar, ele é tratado como um estrangeiro. Para reencontrar seu grande amor da Coréia do Norte, Song Jae Hee, ele não mede esforços para conseguir dinheiro.
Opinião:
Spoiler:
Um drama dividido em duas partes.
O destaque fica por conta da progressão, o enredo tem todos os gêneros, suspense, romance, ação e você poderia facilmente caracterizá-lo como um "drama médico".
Lee Jong Suk tem o papel principal, e ele interpreta um médico prodígio que foi trazido para a Coreia do Norte, quando um indivíduo politicamente forte enganou seu pai para ir para a Coreia do Norte para curar um político durante a guerra.
Durante o tempo que ele e seu pai onde prenderam cativos e onde usado para seus conhecimento e perícia médicos, o caráter de Lee Jong Suk ganhou habilidades médicas excelentes que mais tarde usa.O destino começa então a se desdobrar a ponto de tornar-se um outro drama a partir do décimo episódio.
No começo eu pensei que iria acabar como sendo um drama abaixo da média embora eu realmente tivesse que usar minha imaginação para pensar nele como um drama médico, especialmente nos primeiros epísódios. Outro ponto que eu estava um pouco confuso, era quem era a principal liderança feminina no drama, Kang So-Ra, ou Jin Se-Yeon. Para mim era Kang So-Ra, e as cenas lúdicas entre ela e Lee Jong-Suk eram algumas das melhores do drama todo. O desempenho de Park Hae-Jin se apresentou como uma nota, mas talvez fosse esse o personagem que ele tocava. Choi Jung-Woo poderia ter feito com a atenuação de seu desempenho às vezes. A atuação do resto do elenco variava de adequadamente boa, para melhor assim como todo o contexto do drama.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Golden Orchestra!
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Chizuru (Anne Watanabe) é a nova professora da Umega High School. Desde seus dias de escola, ela tocou violino em uma orquestra. Um dia, ela ouve uma orquestra amadora tocar no salão cultural local. Ela é tocada pelo seu desempenho e decide se matricular na orquestra, mas há duas orquestras na cidade. Chizuru se inscreve por engano na orquestra, composta por pessoas idosas. Os membros lá estão entusiasmados para ter um jovem se juntar ao seu grupo. Chizuru é incapaz de lhes dizer que cometeu um erro e se torna o maestro para sua orquestra.
Opinião:
Spoiler:
A orquestra de velhinhos!
Musica clássica cada dia mais coagida por conta do vulgarismo da musica moderna dos tempos atuais, talvez esteja com os dias contados, fato que a cultura do país não ajuda em nada...
"Golden Orchestra!" é muito bom, faz jus a expressão querer é poder, a cenas dos velhinhos tocando em uma humilde e humilhante orquestra nos reflete o nosso amanhã. Se não os respeitarmos hoje amanhã estaremos em seus lugares e não seremos respeitados.
A mistura de uma jovem em meio aos idosos nos faz garantir que o mundo é de todos, todos podem viver seus mundos em harmonia sem incomodar ninguém. O filme ainda traz a premissa da superação, mesmo que para obtê-la é preciso fracassar inúmeras vezes mas nunca desistir. Bom tema bom filme! Recomendo!

Título: Yakuza Vs. Ninja
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2013
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Um Ninja tem que viver de acordo com um código de honra e outras regras que a maioria das pessoas não entenderia. Subaru (Shinpei Takagi) e Homare (Manpei Takagi) são irmãos gêmeos, e também são Ninjas. As regras dos Ninjas exigem que Subaru e Homare lutam uns contra os outros até a morte para determinar quem será o próximo líder de seu clã. Quando a vida de Subaru é salva por acidente por um grupo Yakuza conhecido como o Hagure-gumi, cujos membros acreditam em benevolência e retidão, Subaru começa a mudar suas crenças sobre como ele deve levar sua vida como um Ninja. Mas como os Ninjas de Homare vêm atrás dele, Subaru pode evitar um confronto épico com seu irmão gêmeo?
Opinião:
Spoiler:
Um filme japonês de duas partes dirigido por Kenzo Maihara.
Eu não sou propriamente dito um fã desse estilo, já para os nuances culturais na minha opinião foram sutis. Por outro lado adorei a história e os pequenos pedaços de humor. Eu não vou mentir em dizer que os primeiros 5 minutos não são nada interessantes em todos e sentindo, é como se "Yakuza Vs. Ninja" fosse um filme ruim do começo ao fim, mas que seria um pequeno culto clássico se dada a devida chance assistindo até o fim até porque do meio para final torna-se interessante.

Título: Erased
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Satoru Fujinuma, 29 anos e aspirante a mangaká, volta no tempo sempre quando acontece uma tragédia em especial (sequestro/morte): é um fenômeno conhecido como "revival". Certo dia, sua mãe nota e suspeita a presença de um sequestrador - um assassino em série que cometeu crimes contra alguns colegas de infância de Satoru - por ela perceber e ter a mente aguçada, foi assassinada pela meliante a facadas de forma fria. O incidente despertou o "Revival", fazendo-o regressar 18 anos no tempo. Não apenas para salvar a mãe, como também seus amigos. A história se passa em 2006 e em 1988, quando viaja 18 anos para trás.
Opinião:
Spoiler:
Live Action de acordo como o anime e mangá.
Bom, evidentemente que eu assisti ao anime, e posso assegurar que segue a risca tanto quando o mangá e anime. Para quem não conhece, "Erased" tem como proposta ser um suspense altamente imersivo, ou seja, você estar intrigado à todo momento, com cada cena apresentada, cumprindo bem este quesito. O anime pode agradar aos que “piraram” com "Death Parade" no ano retrasado.
A densidade da live é contagiante. A cada minuto que passa, mais sabemos sobre a vivência dos quase trinta anos do protagonista e mais queremos obter as respostas para as mesmas. Uma coisa que pega nesse tipo de anime é em descobrir quem é aquele(a) garota(o) da minha memória, do naipe de animes como "Love Hina" ou "Boku wa tomodachi ga Sakunai".
Para a adaptação deste roteiro cheio de detalhes, onde os fatos do presente e do passado devem ser coesos, temos o trabalho do experiente diretor e por ora, mostrou muito bem a união das linhas desenvolvidas pelo criador Kei Sanbe, deixando o caminhar do live natural e dinâmico. Recomendado!

Título: I Was Born, But...
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 1932
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: Dois jovens irmãos se transformam em líderes de uma gangue de garotos da vizinhança. Um dia, eles visitam a casa do chefe do pai deles e descobrem que seu filho fora membro da gangue. Encantador filme de Ozu, onde o mestre japonês joga o contraste entre a submissão do Sr. Yoshii a seu chefe, e a que ele reclama a seus dois filhos pequenos, algo que eles não parecem demasiado dispostos, em parte porque se envergonham do que lhes parece uma atitude servil. Com uma trama ligeira e elementos cômicos – a greve de fome dos meninos por exemplo, por culpa de umas deliciosas bolas de arroz -, Ozu pinta um simpático quadro familiar, quando fala de resignação, um enfoque vital muito oriental. Profundo e belo.
Opinião:
Spoiler:
Engraçado e encantador.
É isso, mas muito mais, o grande destaque sem duvida vai para a atuação excepcional das crianças em um filme "silencioso" dirigido por Yasijiro Ozu o qual podemos enquadrar perfeitamente na sátira sobre a estrutura rígida da sociedade japonesa e uma história de vindas e vindas sobre as crianças que estão aprendendo a viver em um mundo menos do que perfeito. É uma "obra prima" duradoura que tem mantido seu apelo universal ao longo dos anos.
A exemplo, Keichi (Tomio Aoki), de oito anos, e seu irmão de dez anos Ryoichi (Hideo Sugawara) vêm morar em uma pequena cidade nos subúrbios de Tóquio, depois que seu pai, o Sr. Yoshii (Tatsuo Saito), um Secretário, recebe uma promoção. A transição para os subúrbios, no entanto, não é suave. Os intimidadores da vizinhança provocam os meninos, mas logo ganham a "briga" com a ajuda de um menino de entrega (Shoichi Kojufita). Taro (Kato), filho do empregador de seu pai, Sr. Iwasaki (Takeshi Sakamoto), que parece estar sempre vestido com um terno preto, digno de sua estação na vida. O comportamento dos meninos espelha os adultos com seus jogos e estratégias de poder, incluindo o ritual de "ressurreição" muito engraçado.
" I Was Born, But..." endossa a aceitação do status refletido, a ambiguidade julgadora faz parece que ele está meramente fazendo observações ao invés de julgamentos, o simplismo com as realidades que a família deve enfrentar foram a chave do sucesso. As crianças perderam a inocência e devem aceitar o fato de que a vida não é justa, mas também veem que a felicidade pode ser alcançada elevando-se acima de seu status prescrito. Infelizmente, muitos dos meninos mostrados no filme tiveram que lutar e morrer em uma sangrenta guerra apenas dez anos depois, em parte uma consequência da rígida estrutura social que Ozu satirizou no filme. Recomendo!

Título: The Mourning Forest
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2007
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Shigeki sofre de uma demência senil e vive num pequeno e tranquilo asilo ao lado de uma vasta floresta. Apegado à memória de sua esposa morta, Mako, escreve longas cartas a ela, como testemunho silencioso de seu eterno amor. Mas agora o 33º aniversário da morte de Mako está se aproximando e de acordo com a crença dos budistas japoneses, isto significa que sua alma deve viajar para a terra do Buda. Chegou a hora da separação. Machiko é uma jovem enfermeira que perdeu o filho recentemente e, apesar de ainda estar lidando mal com a perda, parece devotar especial atenção a Shigeki. Um passeio frustrado acaba levando a enfermeira e o velho à floresta onde, através de um jogo de fuga e perseguição, perdem suas identidades para depois resgatá-las e defini-las. O mais fraco torna-se o mais forte, quem cuida será cuidado.
Opinião:
Spoiler:
Um filme vencedor!
"The Mourning Forest", ganhou o Grande Prêmio no festival de cinema de 2007 em Cannes.
Um filme que gira em torno de um homem de 70 anos com demência que vive em uma casa de idosos no Japão, o filmes aborda o problema a partir de uma perspectivas totalmente diferentes onde os jovens admiram os valores da geração mais velha, sobretudo familiar sublinhando amor eterno para os cônjuges.
Sensível que rastreia a peregrinação quixotesca de um velho senil ao túmulo de sua esposa em uma floresta que interliga uma relação mística com a natureza.
Mourning Forest pode ser dividido em duas partes.
A primeira parte introduz o espectador para os dois personagens principais. Ambos sofreram perdas pessoais e estão sofrendo. Vemos duas figuras no que podemos chamar de "alusão à vida".
A segunda parte inversa a situação, vemos duas figuras no que podemos chamar de "a floresta cobre as figuras humanas". Há frio, escuridão e fluxos místicos transbordantes que ameaçam a "hipotermia" do personagens. Há alusões definitivas à morte e à regeneração. "Depois que os dois entram na floresta, a floresta se torna a força que os suporta, vigia os dois, às vezes suavemente, às vezes com mais rigor". Palavras do diretor, onde no final do filme a diretora indica o significado do termo "mogari". Mogari significa "o tempo ou ato de luto" referente ao título original.
"The Mourning Forest"" é um filme sobre a compreensão das complexidades mais ricas da vida e da morte. "A água corrente nunca volta à sua fonte", diz o velho Shigeki à sua enfermeira, palavras de consolo para uma jovem mulher olhar de novo para o seu casamento depois de perder uma criança. "Se acontecerem coisas tristes, vocês não devem ficar tristes com elas ou lutar contra elas, mas prometem tornar o mundo um lugar melhor para as crianças ainda nascerem. Essa é a minha mensagem", disse Kawase à agência de notícias Reuters No festival de Cannes, A diretora Kawase disse que ela fez "Mourning Forest" porque "sua avó estava se tornando um pouco senil, e hoje essas pessoas são menosprezadas e compadecem, esquecendo que isso pode acontecer conosco algum dia". Kawase disse que espera que os espectadores aprendam a bondade e uma nova maneira de lidar com as dificuldades que ela disse poderia ajudar as pessoas em todo o mundo a superar as diferenças religiosas e culturais.
Kawase fez um filme rico usando sua própria história quando a própria floresta se transforma em uma metáfora de memórias e tradições, tornando-se uma fonte de força eterna. Um filme japonês contemporâneo misturando natureza e tradição na narrativa mas que se perde em sua própria complexidade!

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: The Front Line
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2011
Nota pessoal: 9.5
Sinopse: Nos últimos dias da Guerra da Coreia (1950-1953), os exércitos do norte e do sul disputam entre si o controle do Monte Hwabaek. No primeiro conflito armado pós-1945, a irracionalidade da guerra atinge seu auge, arrastando a todos para um universo de loucura coletiva. Um a um, os soldados da Companhia Alligator rendem-se à insanidade. Ali, só há uma certeza: eles já estão todos mortos. A guerra é o inferno de cada um.
Opinião:
Spoiler:
Uma continuação de "Legend of the Patriots".
Não consigo nem imaginar como definir esse filme, e assisti a muitos filmes de guerra, asseguro que esse está entre os melhores, tão intenso quanto às consequências de guerra. A indução de "The Front Line" impressiona, quem desfrutá-lo em home theaters sentirá o mesmo que sentiu ao assistir "Saving Private Ryan (1998)"!
Um filme que foca não os horrores mas as emoções várias vezes no que parece ser uma batalha sem fim. A atuação está além de incrível, especialmente os irmãos, e não mostra que seus inimigos são os mais maus no planeta, mas que a própria guerra e quem os conduz e são o que fazem este conflito. Hun Jang foi além da guerra, mostrando cenas que você nunca ou raramente esperaria ver, e é notável porque você vai se lembrar deste filme por um bom tempo. Um grande filme.
"The Front Line" faz você se envolver como os personagens, faz você se sentir todos os tipos de emoções, mas a última meia hora vai fazer você sentir e refletir coisas que você nunca sabia que poderia acontecer em uma guerra. O filme aborda muitos aspectos de " Legend of the Patriots" por isso não mencioná-lo seria uma injúria pois ambos são excepcionais.

Título: The Day A Pig Fell Into The Well
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 1996
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Tong-u, um homem simples casou-se aos trinta anos, ele está indo para Chonju (4 horas de ônibus de Seul) em viagem de negócios. Após vários incidentes ele acaba conhecendo uma prostituta com quem tem um breve relacionamento.
Opinião:
Spoiler:
Depois de ter assistido a este filme, ainda não sei o que pensar dele.
Fiquei intrigado no início porque eu gosto de romances, o filmes fala sobre Hyo Seob onde resume-se ao que é ser um escritor em dificuldade que em um ponto em sua carreira não foi apenas um escritor de sucesso, mas também um professor universitário. No entanto, parece que, embora seja pobre em termos monetários, ele é rico em amor. De fato, ele tem duas mulheres que o amam: um ex-colega de trabalho de 24 anos e uma mulher casada muito atraente. No entanto, mesmo com esses laços de afeto, Hyo Seob ainda perde o controle e repetidamente fica bêbado, o que leva não apenas a dano físico, mas também prejudica sua carreira já estagnada. A única coisa que parece dar Hyo Seob mesmo moderadamente feliz é que a mulher casada, Bo Kyeong, deixou de ter relações sexuais com o marido que lhe dá posse única de pelo menos isso...
"The Day A Pig Fell Into The Well" é bastante pesado e lento, mas muito pungente.
Ele nos mostra personagens diferentes, um de cada vez que está de alguma forma relacionado com alguns dos outros e o poder dele reside em como ele pode fazê-lo parecer tão natural e casual.
Uma experiência visual extremamente desconfortável para todos os espectadores casuais, bem como sendo mediano por achar difícil entender o retrato de um artista fracassado ou um conto absurdo de relações humanas muito estranhas e bizarras.

Título: Atashira.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Atashira é um trabalho que se apresenta, uma pessoa que não pode ser controlado por ele mesmo, um ser humano que sofre de genes. Em um drama complicado e centrada na criança, que fala sobre vários padrões humanos, sexualidade, vida, morte...
Opinião:
Spoiler:
Mentalidade infantil com base na complexidade.
"Atashira" emprega o que chamamos na sociedade de mentalidade infantil, protagonismo infantil, temos uma personagem que supostamente alega "problemas" mentais, contado sob a forma do ínfero, da sexualidade, sob uma visão filosófica do que podemos enquadrar como forma de infantilidade complexa sem ser no sentido figurado.

Título: Don’t Go Breaking My Heart 2
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 2014
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Sequencia do primeiro filme: Cheng Zixin e Fang Qihong casam-se. No entanto, eles atingiram um ponto irregular em seu relacionamento, que é quando Zhang Shenran, que ainda tem uma "queda" para Zixin, decide intervir. Mais complicando que isto é a chegada de uma amiga íntima, que também está interessado em Shenran, apesar de já ter um namorado e serem ex-namorados.
Opinião:
Spoiler:
Relacionamentos confusos que literalmente acabaram com o filme...
O elenco foi brilhante, atuação perfeita mas a falta de uma conexão emocional mais profunda com qualquer um dos personagens principais, somados a uma história de temática boa mas mal executada fazem de "Don’t Go Breaking My Heart 2" quase fracasso total.
Além disso, este é um dos raros filmes em que o CGI era bastante natural, especialmente o polvo, Além disso, o filme jogou a sua força e fez uso inteligente do primeiro filme para os flashbacks. Sem preocupações reais para aqueles que não assistiram ao primeiro filme, mas é claro, ter visto isso sempre será vantajoso para conhecer os personagens de antemão!
Um filme muito menor do que o seu antecessor, sem dúvida, mas aqueles que procuram uma excursão superficialmente agradável deve se satisfazer.

Título: Friends Mother
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 2.5
Sinopse: A mãe de Shinsuke é muito jovem e sexy para ser mãe de alguém. Masao tem estado apaixonado por ela há 5 anos desde o dia em que a conheceu. Seu amor está crescendo e sua paixão também. Enquanto Shinsuke não está em casa, Masao decide confessar seus sentimentos a sua mãe.
Opinião:
Spoiler:
Não é o que parece...
"Friends Mother" é vulgar em todos os sentidos, baixo orçamentário em uma filme pitoresco sem muito coerência e consistência no enredo. Executado por um par de atores medianos não convence nem aos menos inexperientes.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Harmonium
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Toshio Suzuoka dirige uma pequena fábrica de metalurgia nos subúrbios. Ele tem uma esposa, Fumie, e uma filha de 10 anos, Hotaru. Eles desfrutam de dias de paz, mas Toshio conhecido Kusataro Yasaka aparece. Kusataro Yasaka recentemente cumpriu pena na prisão. Toshio contrata Kusataro e deixa-o ficar em sua casa. Fumie está apreensiva com Kusataro Yasaka, mas ela se aquece com ele depois de vê-lo ensinar sua filha a tocar harmônica. 8 anos depois, Toshio descobre uma pista sobre Kusataro.
Opinião:
Spoiler:
Harmonium dividido em harmonia e melancolia.
O filme germinou na mente do escritor e diretor Kôji Fukada, filmado principalmente em Tóquio, "Harmonium" é ganhador de um prêmio em Cannes por ser um excêntrico drama familiar.
Este não é realmente um filme para se sentar e assistir, o ritmo é típico japonês no entanto, se você é capaz de tolerar esse tipo de estimulação, especialmente a primeira metade, você estará em um grande filme emocional. O filme realmente leva uma volta repentina que parece um filme completamente diferente na segunda metade em diante.
Infelizmente, é um daqueles terminais abruptos, um tanto insatisfatórios, um filme inconclusivo, deixando você no papel de desenhar todos os tipos de conclusões e interpretações, também deixa você com muitas perguntas não resolvidas assim como os personagens...
Harmonium adiciona alguns elementos únicos para ele que se sente mais cru e cheio de simpatia. Realmente faz você pensar sobre as consequências e realismo emocional resultado que cada personagem deve sentir.
A atuação é um fator de grande importância para este filme por todos o elenco, graça a eles é um filme muito pesado que certamente vai fazer você se abalar de uma forma incomum.

Título: Love Love you
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2015
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: A história gira em torno de um grupo de alunos que suspeitam que dois de seu grupo estão apaixonados um pelo outro. Eles vêm com maneiras de provar o caso de amor secreto, mas as coisas ficam mais complicadas quando uma menina entra em jogo.
Opinião:
Spoiler:
Preconceito que nada, liberdade, em filosofia, pode ser compreendida sob uma perspectiva que denota a ausência de submissão e de servidão. Ou sob outra perspectiva que é a autonomia e a espontaneidade de um sujeito racional.
Nós não ditamos quem somos atraídos. Somos uma combinação complexa de genética, variando hormônios e quem sabe o quê mais. Acho que algumas pessoas experimentam porque nossas sociedades está se tornando mais abertas, mas geralmente ficamos muito fiel a nós mesmos. Eu sei que algumas pessoas têm aversão a bi, gay ou pessoas fluidas por causa de sua fé ou como eles foram criados, mas a realidade é que você pode ter um amigo ou membro da família que é bi, gay. Alguém que você ama e tem medo de dizer qualquer coisa. As pessoas podem se tornar suicidas do stress.
Para crentes da teologia Deus não comete erros. Mesmo 1 e 10.000 bebês nascem com dois órgãos genitais. Anos atrás, os médicos só iriam tirar um dos órgãos sexuais deixando algumas pessoas vivendo uma vida que não fazia sentido. Quando há real dois órgãos genitais não é tão fácil de explicar que não somos todos iguais. Minha teoria é que há um fator genético forte se é um fator hormonal ou algum outro tipo de morfologia ainda desconhecida.
Convencional, adepto aos princípios da ética moral e filosófica assistir este tipo de filme não me faz mudar minha opinião negativa sobre, aprendia-se desde cedo que na sociedade só existia o masculino e feminino, hoje sabemos que além destes dois gêneros há transgénero, cisgênero, bigênero, pangênero...
Que na minha opinião só pioraram as coisas, responsável pela homofobia e a transfobia que não são diferentes do sexismo, da misoginia, do racismo ou da xenofobia.
Consequência temos hoje a neutralidade da teoria da orientação sexual e uma sociedade extremista, um guerra entre feminismo e machismo, estamos perdendo nossa identidade ética.
A exemplo, feministas podem achar que cavalheirismo é um tipo de machismo, enquanto o cavalheirismo busca colocar a mulher em um lugar superior, o machismo faz o contrário: inferioriza. Enquanto um é modo de tratamento consagrado, o outro é cada vez mais demonizado. O cavalheirismo busca normatizar para toda sociedade o que é educado; o machismo é uma decisão individual, onde o sujeito escolhe sozinho ser asqueroso. Cavalheirismo é abrir a porta do carro para ela entrar; machismo é sugerir que ela não sabe fazer baliza. Cavalheirismo é pagar um jantar porque isso é gentil; machismo é bancar baseado na suposição que toda mulher ganha mal...
A linha é tênua, a forma de tratar as pessoas deveria ser pariforme, indiferente do sexo, cor, credo, classe ou raça.
Uma boa pergunta a se fazer; Será que o futuro da humanidade é de cada um por si? Um não pode mais ser amável com o outro sob a pena de ser mal interpretado, de sofrer com o preconceito cultivado no coração alheio? Filme recomendado!

Título: 6 Years in Love
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2008
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: ee Da-jin e Kim Jae-yeong se sentem muito a vontade um com o outro. Seis anos atrás, eles começaram a namorar. Dois anos atrás, eles começaram a dormir juntos. Agora, eles são vizinhos, mas a parede que os separa não tem um significado muito importante, pois passam todas as noites juntos. A única coisa que os separa são seus trabalhos. Da-jin, trabalha em uma editora. e Jae-yeong é produtor de um programa de TV. Como se conhecem bem, começam a ficar entediados, deixando a relação um tanto quanto desgastada.
Para o seu próximo trabalho, Da-jin precisa contratar o famoso designer Jin-seong que com o passar do tempo começa a se interessar por ela. Enquanto isso, Jae-yeong conhece uma garota no elevador do trabalho. Ela já o conhece e parece que tem a intenção de saber ainda mais sobre ele. Será que o relacionamento de Da-jin e Jae-yeong conseguirá superar essas tentações vindas de fora?
Opinião:
Spoiler:
"6 Years in Love" é um filme sobre um casal que está juntos há seis anos e como sua vida amorosa tem sido testada com os muitos incidentes que ocorreram tanto na vida de Da Jin e Jae Young e sua relação uns com os outros. Além disso, também mostrou como a sua complacência e falta de paixão depois de estar em um relacionamento de longo prazo afeta o tratamento uns com os outros, especialmente depois de Da Jin e Jae Young encontra outras pessoas que ameaçam seus sentimentos uns com os outros.
Em seu primeiro longa-metragem, o diretor Park Hyun Jin apresenta uma comédia romântica espirituosa empolgada com diálogo picante que explora os caprichos da paixão em um relacionamento de longo prazo e oferece alguns ponteiros para definir o romance de volta no caminho certo.
A história começou lenta mas era extraordinária depois que ambos os protagonistas principais começaram a experimentar o conflito um com o outro. Ganhou o interesse quando ambos separados de um outro e passaram o tempo com uma outra pessoa. Isso de alguma forma ganhou alguma oportunidade de examinar o quanto eles amam uns aos outros e quanto a culpa que eles experimentaram quando dormiram com outra pessoa além de seu parceiro. Finalmente, terminou em como os dois personagens começaram a perceber o quanto eles perderam um ao outro quando eles estão sem o outro e começou seu relacionamento em mais uma vez ao invés de expressar seu ódio para o outro para sempre.
A atuação foi grande como os personagens principais Da Jin, interpretado excelentemente por Kim Ha-Neul; E Jae-young, interpretados maravilhosamente por Yun Gye-Sang, são convincentes em seu retrato como um casal que se apaixonou um ao outro por seis anos e cuja paixão um pelo outro se dissipou um pouco depois de um romance de longo prazo.
Esta é uma história simples, mas com uma excelente mensagem sobre como o amor deve ser expresso com mais referência e como o amor com outro deve ser trabalhado duro para manter a paixão uns com os outros. Grande filme. Recomendado.

Título: Planning of Be in Love
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Yi Jun, com uma mentira bem intencionada para enganar Yao Zheng voltar ao país, correu para Jin Yan na empresa e se apaixona. Mais e mais histórias se transformam em uma estrada do amor. Durante uma festa emocionante, uma bela dama sob a máscara, Kacy surge. Yao Zheng tenta encontrar Jin Yan desesperadamente depois que ela saiu, mas nenhum sucesso. Yi Jun e Zi Ti estão se casando, mas escondido de Yao Zheng e pediu a Yao para cuidar da noiva quando o véu da ponte abbre, houve uma cena inesperada...;
Opinião:
Spoiler:
Apesar do elenco e história serem bacanas, o filme não vinga, peca no que diz respeito a execução, a trilha sonora é outro ponto positivo mas de um modo geral não contribui pela harmonia do todo, tempos pequenos segmentos que valorizam o longa mas que ao mesmo tempo desvalorizam.

Título: Swapping Wives
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Dois homens lutam com suas vidas sexuais e decidem trocar esposas. Jong-woo é frustrado com sua esposa Jae-hee porque ela é tão silenciosa na cama. Ele conversa com Ji-yeong sobre isso e ela diz que ela não teve sexo satisfatório com seu silencioso marido Min-soo. Jong-woo e Ji-yeong descobrem que desfrutam de várias posições, jogam e acabam passando uma noite juntos. Enquanto isso, Jae-hee e Min-soo também querem algo macio e afetuoso e os casais não podem ser parados agora...
Opinião:
Spoiler:
Por incrível que pareça, existem algumas pessoas que não curtam fazer sexo, seja por cunho religioso, físico ou psicológico; mas a grande realidade é que quem gosta, faz com gosto. Por que então não abrir um pouco a mente e entender o fetichismo do swing.
Swing, um relacionamento sexual entre dois casais estáveis que praticam sexo grupal como uma atividade recreativa ou social.
Politicamente incorreto, "Swapping Wives" retrata este tema de forma profissional e séria o tema, bem construido dá um solidez ao tema polêmico, contudo tem erros bobos de continuação de cenas, bem como uma trilha sonora meio sem graça, agora entre os tipos temos, Soft Swing - troca de parceiros com caricias, beijos e sexo oral, não há penetração. Hard Swing - troca de parceiros com penetração.
Conforme a interação entre os participantes o swing pode ser: Sexo no mesmo ambiente com bissexualidade (masculino ou feminino); Sexo no mesmo ambiente com troca de carícias, sexo oral mas sem troca na penetração; Sexo no mesmo ambiente com troca na penetração. Conforme a orientação sexual dos participantes o swing pode ser MFFM swing entre mulheres bissexuais e homens heterossexuais; MFMF swing entre mulheres e homens heterossexuais; FMMF swing entre mulheres heterossexuais e homens bissexuais; MMFF swing entre mulheres e homens bissexuais.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Silver Season
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2008
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Uma cidade em dificuldade nos Alpes japoneses encontra-se em uma busca desesperada por turistas para sua estância de esqui publicamente. Incapaz de competir com o resort swank do outro lado da montanha, os funcionários locais e donos de pousada bateu em cima de uma idéia de oferecer um pacote de casamento e esqui, completa com uma cerimônia de casamento em uma capela de neve encantadora que eles construíram na lado da montanha. A cidade dá as boas-vindas a seu primeiro cliente no Nanami Ayase bonito (Rena Tanaka) que chegou antes de seu noivo assim que pode aprender esquiar abaixo a inclinação cerimonial do chuveiro do arroz sem cair. A maior preocupação dos moradores da cidade, entretanto, é de três jovens esquiadores locais que constantemente interrompem a vida na cidade com seus brinquedos esquisitos e esquemas obscuros para arrancar dinheiro de visitantes desavisados. Um deles é Gin Shiroyama, um ex-campeão mundial de magnatas que foi o herói local até que um terrível derramamento terminou efetivamente sua carreira. Sentindo-se culpados pela tremenda pressão que colocaram sobre ele, os habitantes da cidade optaram por deixar Gin sozinho, deixando-o fugir com qualquer coisa. Mas eles estão rapidamente ficando sem paciência. Quando Nanami contrata Gin como instrutora de esqui, ela desencadeia uma corrente de eventos que pode mudar o futuro de todos para melhor, se não enterrar a cidade primeiro.
Opinião:
Spoiler:
Parece que foi tirado de um livro, além disso, você pode prever o final, mas você ainda não tem ideia se ou não os personagens terão sucesso em seus objetivos.
Situado nos Alpes do Japão, com paisagens muito impressionantes, "Silver Season" conta a história de três esquiadores no "Monoyama Ski Resort". Os três esquiadores causam estragos em toda a cidade, com sua morte desafiando esquis de esqui e apenas sendo geralmente irritante. Em suas vidas, mas especialmente Gin Shiroyama que é jogado por Eita, vem Nanami, interpretado pelo bonito Rena Tanaka. Ela está aqui para se casar em poucos dias e quer aprender a esquiar antes disso, então ela vem sozinha. Gin, que costumava ser um esquiador campeão antes de um acidente ruim em uma competição, concorda em ajudar, aparentemente desde que ele está fazendo pouco mais. Você sente que algo está errado com este casamento e há, quando o futuro marido de Nanami, bem como os convidados do casamento, não estão vindo (você terá que ver o filme para entender o porquê). Por uma questão de fato, existem algumas reviravoltas incomuns nesta história, o que não o torna um outro filme sobre esqui.
Um filmes de comédia romântica, história básica é bem configurado o trabalho da câmera é brilhante, os alpes japoneses são belamente capturados juntamente com os atores, e todos os atores fazem um trabalho muito bom. A ideia da "capela de neve" é brilhante e tão romântica... Este é realmente um filme doce com alguns personagens muito bonitos e belos efeitos áudio visuais. É um pouco repetitivo, mas o tema principal é realmente uma bem-feita comédia romântica.

Título: Individualist Ms. Ji Young
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama Especial - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: Este é um short drama sobre uma individualista, Ji Young (Min Hyo Rin), que evita relacionamentos com os outros, que encontra Byuk Soo (Gong Myung), que não pode viver sem ter relacionamentos.
Opinião:
Spoiler:
Considerado um especial que aborda um tipo de doença mental embora não seja mencionado diretamente neste especial fica evidente no protagonista. A necessidade de estar em um relacionamento com alguém ou o oposto completo...
Um ótimo drama com uma nova visão dando um sentimento mais realista e relaxado com ênfase no crescimento e liderança sentimental sendo bastante agradável. A história é bastante semelhante a de "Flower Boys Next Door". Então, se você gostou daqueles dramas, você definitivamente vai gostar deste.

Título: The Liar and His Lover
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Drama baseado no mangá ''Kanojo wa Uso wo Aishisugiteru''. Kang Han Kyeol é um compositor que se inspira pela voz dos outros. Ele esconde sua identidade das pessoas. Um dia ele conhece Yoon So Rim, uma estudante colegial com uma ótima voz e os dois se apaixonam.
Opinião:
Spoiler:
Drama mal começa e já se sabe como termina.
Um "drama musical" intercalado com uma história, lembra as séries Disney.
De musicas mais ou menos, a um script sem sal, mas legalzinho. Elenco é satisfatório, poderia ser melhor apresentado, ao invés de "enfiar" clipes musicais em meio a historia, que para mim, muito nada haver.
O romance foi fofo, contou uma historia bonitinha, não o suficiente para arrancar suspiros mas...
Dos erro temos alguns como:
O que uma cabine telefônica de Londres faz na Coreia do Sul naquele lugar? Famoso erro, sol com chuva de mangueira.
Poderia ser uma trama melhor apresentada e escrita, um drama previsível, não gosto de dramas previsíveis.
basicamente a historia de "The Liar and His Lover" é a seguinte: "protagonista conhece protagonista, protagonista se apaixona, protagonista entra na banda, protagonista entra em tretas, protagonista, blá,blá,blá... e no final todos ficam felizes para sempre.

Título: My Annoying Brother
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: Doo Sik está preso por fraude. Seu meio-irmão Doo Young é um atleta de judô mas durante uma partida ele acaba perdendo sua visão. Doo Young vive sozinho pois seus pais faleceram e após 15 anos, Doo Sik aparece repentinamente em sua casa pois fez uma solicitação de liberdade condicional – usando a desculpa de seu irmão deficiente. Isso faz com que os dois tenham que conviver juntos novamente… Mesmo que ambos se odeiem.
Opinião:
Spoiler:
Então, a história principal é sobre um cara que sair da prisão para "ajudar" seu irmão, que costumava ser um atleta de judô e ficou cego em um jogo. Obviamente, ele não se importa com seu irmão cego, mas eventualmente eles crescem mais juntos.
Através da perspectiva da história exata da principal ideia promissora com a atuação e caracterização pelas duas principais pistas foi além das minhas expectativa, um filme muito agradável e alguns momentos meio chato. A mistura familiar de elementos de comédia e drama do entretenimento coreano foi realmente aperfeiçoada neste filme. Minha principal crítica; A trama foi apressada em torno do meio da história e os dois outros personagens que deveriam ter sido essenciais para a história foram meros adjuvantes.
Eu sei que deveria ser uma comédia, mas, parte de alguns momentos engraçados, não foi tão engraçado. O drama familiar estava bem, mas não era forte o suficiente para deixar choroso no final mas recomendo mesmo assim.

Título: My Uncle
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Yukio Haruyama (Riku Ohnishi) é um estudante do ensino fundamental. Ele tem um tio (Ryuhei Matsuda) que ensina filosofia a tempo parcial em uma universidade. Seu tio é o parasita da sua família. O tio, em seguida, tem um encontro às cegas e se apaixona pela bela Eri Inaba. Ela é a quarta geração de japoneses no Havaí. Algum tempo depois, Eri vai voltar ao Havaí para assumir uma fazenda de café deixada por sua avó recentemente falecida. Yukio viaja com o tio ao Havaí para ver Eri.
Opinião:
Spoiler:
"Meu tio", comédia graciosa entre a relação tio e sobrinha.
Comédia leve e descontraída de sucesso construído sobre a relação tio sobrinho dirigido por Nobuhiro Yamashita é um filme ligeiro, tão vital como íntimo e popular, simples na premissa mas sensível e profundamente humano.
"My Uncle" um filme capaz de manter consistentemente intacta sua graça e doçura até o final, uma chuva poética onde te faz rir, tanto quanto às lágrimas, e fazê-lo ouvir ao som de seu interior de dúvida...
Entre as máximas "filosóficas" está o verdadeiro coração do tio, entre a sua contínua e divertida maneira de ser, seu timing cômico, sua leveza e sua ternura humana profunda, tudo está no caminho do crescimento e na parte progressiva da queda das máscaras, no afeto mútuo que crepita entre tio e sobrinho, nos momentos na praia ao pôr do sol, em conjunto, entre sonhos, esperanças e consciência (mesmo dolorosamente) aprendidas.
O filme às vezes tende a ficar um pouco demais no contexto dos problemas econômicos, talvez por alguns minutos a mais do que o necessário sobre o diálogos. De um modo geral "My Uncle" transmite uma maneira de se sentir-se bem mesmo com tantos problemas. Recomendado.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: The Missing
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Quando o filho de uma policial é sequestrado, o único que pode ajudá-la é um criminoso.
Opinião:
Spoiler:
Evidentemente o diretor Xu Jinglei deixou sua zona de conforto de comédias românticas e dramas de relacionamento para enfrentar um thriller de corrida contra o tempo;
"The Missing" Bai Baihe interpreta Lin Wei, um detetive cuja filha de cinco anos Dian Dian foi sequestrada e que recebe um misterioso telefonema do sequestrador (Stanley Huang), que está prestes a dizer a ela onde está sua filha, quando seu carro é atingido por um caminhão. Seu nome é Yang Nian, e quando ele acorda em um quarto de hospital, ele não tem memória de seu passado. Depois de ser atacado por um assassino misterioso que assassinou os dois policiais de pé guarda na frente de seu quarto, o obviamente altamente treinados Yang escapa, com Lin Wei em perseguição. Agora, enquanto tenta reconstituir o seu passado, o amnésico deve escapar não só da polícia, mas também dos assassinos enviados por um mafioso que ele parece ter estado perto de seu passado, bem como Lin Wei, que embora suspenso do caso , Decidiu continuar procurando sua filha. Logo, ela deve relutantemente se juntar com Yang.
Embora o tema seja assombroso que nos leva a uma desesperada corrida contra o tempo, em cenários altamente elaborados de forma convincente ao suspense da protagonista que busca por resposta, "The Missing" aborda duas das premissas de thriller mais familiares combinados de uma forma interessante: você não vê muitas vezes uma mãe ou pai que procura seu filho com a ajuda do próprio sequestrador. Você também não vê muitas vezes romance e ação juntos como Bai Baihe e Stanley Huang em papéis de ação. O filme foi dirigido consistentemente por Xu Jinglei (que também aparece brevemente perto do final do filme), que prova ser um filme familiar confortável com a ação e suspense misturando com sentimentos e comédia. Há algumas cenas de ação muito sólidas onde Huang faz o papel de herói letal, e Bai em um brutal luta final em cima de um arranha-céu...
Por outro lado "The Missing" é desajeitadamente escrito que só reunir tensão ou emoção não convencem o espectador. Além de alguns buracos de trama e atalhos que podem ser facilmente ignorados, há um vazio emocional crucial no centro do filme, como Dian Dian, a filha sequestrada, é apenas vislumbrado em flashbacks obscuros: por uma questão de brevidade, ou talvez fora de excesso de confiança, Xu e seu escritor Yang Yishu não tomar tempo para estabelecer a unidade familiar. A relação mãe e filha é inexistente e leva até um tempo para perceber que Lin Wei é um pai solteiro. Para piorar as coisas, Bai Baihe parece na maioria das vezes mais irado do que desesperado; Ela age como se ela tivesse perdido suas chaves e não sua filha.

Título: Kimi ni Sasageru Emblem
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama Especial - Japão
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Kazuya Takajo (Sho Sakurai) foi um promissor futebolista. Na idade de 23 anos, foi selecionado para a equipe de futebol nacional e comprou uma casa para viver com sua noiva Miki Nakagawa (Masami Nagasawa). Um dia, Kazuya Takajo sofre em um acidente de carro e fica paralisado. Ele agora deve passar o resto de sua vida em uma cadeira de rodas. Ele cai em profundo desespero. Naquele momento, Miki mostra-lhe a data de casamento.
Kazuya passa por reabilitação pela força do amor de sua futura esposa. No entanto, ele se torna frustrado por aqueles que se opõem ao seu casamento e outros que lhe dão olhares de piedade. Ele também não consegue encontrar nada para substituir o futebol em sua vida. Kazuya então testemunha um jogo de basquetebol de cadeira de rodas em um ginásio.
Opinião:
Spoiler:
Filme de amor e superação baseado em fatos reais!
Baseado na história verdadeira de Kazuyuki Kyoya o filme no quesito história descarta criticas porém na execução peca bastante, falta uma carga mais dramática, de certa forma o filme não transmite o sentimento que deve transmitir em sua capacidade total, parece uma história superficial corriqueira, mas não é, o elenco talvez seja o grande problema, não em termos de interpretação mas na escolha, talvez outros artista trariam mais emoção e comoção para um filme que tem um excelente e linda premissa.
Quanto a construção da história no que diz respeito a trilha sonora, cenários e informação base para criação do script está coerente com os demais componentes, por suma, a história real é mais simples do que a do filme, o filme teve a audácia de alongar e adicionar mais componentes dos quais não condizem com os fatos reais.

Título: Master of the Drunken Fist: Beggar So
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 4.0
Sinopse: Chan é um dos melhores estudiosos militares no campo, mas sua arrogância e comportamento temerário constantemente o colocam em problemas. O suficiente para que ele se torne um peão em uma conspiração muito maior entre duas entidades governamentais que o levam a ser expulso e sua família sendo morta. Isso o leva ao Clã Mendigo, onde ele promete aprender o lendária Poção "Bêbado" e se vingar daqueles que mataram sua família.
Opinião:
Spoiler:
Kung fu que nada é "lixo fu"!
Quando a HBO Asia anunciou que iria entrar na tendência de conteúdo exclusivo com um par de filmes baseados em heróis folclóricos chineses, devo admitir que eu estava muito animado. Não que eu estivesse esperando que esses filmes fossem vencedores de prêmios ou até mesmo tudo de grande qualidade, mas a ideia de que os filmes de artes marciais iriam ser uma mercadoria crescente e até conseguir um lançamento nos EUA era algo plausível.
Até ver essa desgraça de "Master of the Drunken Fist: Beggar So" que é baseado no herói popular que serve como uma história de origem de tipos. O filme em si é um esforço misto, sofrem de seu baixo orçamento e algumas escolhas de estilo "cancerígeno", mas tudo em tudo permanece um filme divertido que tem charme suficiente e momentos de diversão para não ser um lixo total.
A coreografia de luta foi decente por exemplo, mas bastante irregular na execução de sua história apesar de algumas peças serem encantadoras e de ideias interessantes. Os fãs de artes marciais podem apreciá-lo por sua giro mais clássico na história, mas mesmo assim, dificilmente será um que ganha uma audiência fora de um seleto público de apreciadores.
A direção, a atuação, o diálogo e tudo o mais sobre o filme me fez querer estrangular o filho de uma mãe da HBO fez um trabalho muito, muito pobre ao por esta história no ar. Fiquem longe dessa porcaria.

Título: Will You Marry My Wife?
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Shuji Mimura (Yuji Oda) trabalha como um escritor de difusão. Ele descobre que não tem muito tempo para viver. Ele decide concentrar-se no futuro de sua amada família. O plano final de Shuji Mimura é encontrar o melhor homem para se casar com sua esposa Ayako (Yo Yoshida).
Opinião:
Spoiler:
O que se pode dizer sobre algo assim?
Baseado no romance "Boku não Tsuma a Kekkon Shite Kudasai" por Takuji Higuchi (publicado 15 de novembro de 2012 por Kodansha). É mais uma adaptação, há outra, versão drama de 2015 intitulada de "Boku no Tsuma to Kekkon Shite Kudasai".
Bem, acho que amor deve ser compartilhado, "Will You Marry My Wife?" transmite uma história reconfortante e doloroso com um marido altruísta que preste a morrer decide arranjar um marido substituto. Concordo, vendo por uma perspectiva menos conservadora e egoísta é uma atitude nobre, uma vez que a esposa estava em pleno acordo. Ao invés de lamentar a viuvez porque que não alegrar-se com o ultimo legado de seu marido. Estando ambos de acordo sendo dois adultos e um casal feliz com o aval do filho e do novo marido é uma boa história.
Ao contrário do drama, o filme é mais ligeiro, não dando tempo ao espectador analisar as perspectivas, contudo foi consistente o tempo todo, dando total coerência a parte final. No que se refere a trilha sonora, deixa um pouco a desejar, no drama de 2015 a exemplo, causou muito mais comoção.
Elenco a altura, bem escolhido pelo diretor Yoshishige Miyake, Oda Yuji e Yoshida You formaram um belo casal, também não posso esquecer de mencionar a boa interpretação de todos.
Quanto a cenários e cinematografia eu gostei, apesar de nada fora do comum é cotidiana e simples contudo essencial para dar veracidade ao filme.
De um modo geral "Will You Marry My Wife?" é um bom filme, apesar da polêmica história a qual aborda pode incomodar os mais conservadores, por outro lado é um filme a ser pensado, talvez acabe reconsiderando ao perceber o quão forte é o amor de Shuji Mimura por sua esposa.

Título: Seoul Raiders
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 2005
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: A ambiciosa ladra JJ (Shu Qi) persegue os corredores do quartel-general de alta tecnologia de uma poderosa quadrilha criminosa, passando pelos corpos de guardas de segurança inconscientes, para descobrir que o agente secreto Lam (Tony Leung), bem vestido e freelancer, está À frente dela. Ambos vieram para a mesma coisa, um conjunto de placas para forjar moeda dos EUA, destinado a ser vendido para um gangster poderoso conhecido como Urso Polar.
Opinião:
Spoiler:
Este filme, embora contenha algum diálogo divertido, certamente não é profundo. Talvez na versão inglesa ou japonesa as coisas se deparem de forma diferente, mas em chinês... Isso não quer dizer que não foi agradável! Leung é soberbamente engraçado.
"Seoul Raiders" como a parte anterior a história também de alguma forma permanece a mesma, dois rapazes e uma garota, o enredo foi bom, mas a única coisa que estava faltando é o clímax, não tem clímax, poderia ter sido muito melhor como o anterior, então uma decepção total no final, mas caso contrário, o diretor de alguma forma consegue manter o público envolvido até o fim.
A cinematografia em cenas de lutas deixou muito a desejar, não foram suficientemente criativos para os padrões de HK, além disso, os ângulos de câmera em algumas sequências de luta não eram amplos, a falta de iluminação ao vê-los atirar socos e chutes sem iluminação adequada foi o ápice de frustração também os momentos inoportunos de slow motion estragaram o humor do filme.
Os destaques ficam para as partes cômicas e atrevidas acrobacias embora não havia nada muito difícil a fazer.
No geral "Seoul Raiders" é uma péssima experiência. Tony e Richie Ren são os únicos em cenas cômicas que mantém o ritmo vivo para que você não sinta as deficiências desta chato e entediante filme de ação.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Onibaba
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 1964
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Século 14, Japão. Esperando o filho que está na guerra, uma mulher e sua nora sobrevivem em uma aldeia através de tocaias que armam para alguns soldados, matando-os e vendendo seus pertences. Com a morte do filho, a mãe põe em prática um plano diabólico para manter a companhia de sua nora.
Opinião:
Spoiler:
Para descrever este filme em suma, "Onibaba" é um espetáculo, fusão perfeita entre cinema de arte e horror atmosférico!
Basicamente baseado em uma fábula budista," Onibaba" conta uma história de luxúria, inveja, ira e traição que está envolvida por uma máscara de demônio horrível. "Onibaba" é um drama humano antes de ser um filme de terror, todas as ações de caráter são dirigidas por suas várias necessidades e desejos. Os personagens e suas ações são constantemente fascinantes, e é o que mantém predominantemente o filme vivo. Seguimos uma mãe e sua nora; Um casal que são forçados a conquistar uma existência em um Japão devastado pela guerra, matando samurais e vendendo seus pertences por comida. Sua existência é perturbada um dia, no entanto, quando o amigo do filho, Hachi, retorna da guerra para o lugar onde as duas mulheres vivem. Nós nunca realmente estaremos seguros se este homem matou o marido ou não...
A cinematografia deste filme é excelente, os cenários definitivamente construiram a tensão. A música é incomum também, a mescla de várias ritmos no tom certo dão vida as cenas.
Embora o filme não contenha nenhum demônio real ou outras criaturas míticas, o verdadeiro horror vem das ações do personagem e o filme tem sucesso como um filme de terror dessa forma. O filme também apresenta um poço escuro, que as mulheres usam para desovar os corpos dos Samurai que elas matam, o que acrescenta ao elemento fantasia e inventiva da história.
O prolífico diretor japonês Kaneto Shindô nos leva em um "tour" da direção atmosférica de um dos eventos históricos do Japão antigo que merece ser assistido! Recomendado!

Título: Funeral Parade of Roses
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 1969
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: O filme relata a história de Eddie, um travesti excepcionalmente bonito e uma das melhores “hostess” em um dos mais famosos clubes noturnos gay do Japão. Eddie tem um amor obsessivo pelo proprietário do clube, que já está envolvido com a “madame” do clube, um travesti maduro e ciumento. Eddie tem flashbacks confusos de sua infância: do seu pai sempre ausente e lembranças nebulosas e estranhas de sua mãe. Ele tem uma fotografia escondida em seu apartamento – mas o rosto na foto de seu pai foi queimado por sua mãe há alguns anos. À medida que o filme avança, começa-se a entender melhor a mente de Eddie e a juntar os pedaços da verdade terrível sobre o seu passado violento.
Opinião:
Spoiler:
O "O Funeral das Rosas" uma obra metamórfica.
Este filme oferece um monte de ideias cinematográficas e usa formas surpreendentes para fazer um ponto dentro de uma história, pessoas reais em um mundo real que parece estar acontecendo agora, em vez de quando ele foi feito graças à fotografia em preto e branco deslumbrante.
Talvez um trabalho subestimado desconhecido do cinema gay japonês, dito ser um dos filmes favoritos de Stanley Kubrick e uma grande influência de "Clockwork Orange" este é provavelmente um dos melhores filmes que a maioria das pessoas nunca viu.
O filme trata de drag queens japonesas, incluindo O personagem principal que mata sua mãe para que ele possa ter relações com seu pai. O diretor Toshio Matsumato parecia estar muito à frente de seu tempo por seu retrato da sexualidade e da violência Na tela. O filme tem muitas cenas alucinatório, e que poderia esquecer as rainhas drag usando urinóis. "Funeral Parade of Roses " é brutal, perturbador e violento às vezes, por isso assistam com cautela porque é simplesmente chocante e brilhante!
Ele definitivamente oferece algo diferente e, portanto, seria muito bem-vindo em cinemas em todo o mundo para nos libertar de todos os filmes de fórmula não inspiradora deste século.

Título: Still Walking
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2008
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Todos os anos, a família Yokoyama se reúne no aniversário da morte de Junpei, o filho mais velho, que faleceu há 15 anos tentando salvar um menino do afogamento. Seus irmãos, hoje dois adultos de meia-idade, sabem que nunca serão tão estimados pelos pais quanto o primogênito. Kyohei, o patriarca, se esconde em seu antigo consultório para fugir da agitação dos netos, enquanto Toshiko, a avó, comanda a cozinha tentando não transparecer as frustrações de seu casamento. Mas os conflitos convivem lado a lado com momentos de intenso afeto.
Opinião:
Spoiler:
Baseado em um romance do diretor e ocasionado pela morte de sua mãe e as discussões de sua infância que tiveram durante seus últimos dias, "Still Walking" tem um senso de naturalismo e simplicidade que é cativante.
Poucos países podem capturar a beleza do drama familiar com tanta sutileza e graça como o Japão pode. Talvez seja um legado que o Japão deixa para todas a futura geração e que dê continuidade a uma das culturas mais fantásticas do mundo.
O Japão, mais do que qualquer outra nação, luta com o problema da brecha geracional, sendo uma nação que continua a suportar conflitos entre jovens e velhos, tradicionais e modernos, prova disso é a história por trás de "Still Walking":
Um irmão e irmã de meia-idade e suas famílias visitam seus pais idosos no décimo quinto aniversário da morte de seu irmão Junpei qu faleceu por afogamento enquanto salvava outro menino. Os relacionamentos entre gerações são forçados, no entanto, e o patriarca Kyohei (Yoshio Harada), um ex-médico, não esconde seu ressentimento pelo filho sobrevivente Ryoto (Hiroshi Abe), um restaurador de obras de arte. Selecionado como o melhor filme do Toronto no "International Film Festival", "Still Walking" de Hirokazu Koreeda, é uma comédia dramática familiar sobre conflitos geracionais e as consequências da perda.
Nisso reside a beleza simples e sutil do filme. A partir de algumas palavras trocadas entre o avô e seu novo neto, como no singelo sorriso de três crianças ao acaricie uma flor florescente... São esses momentos simples que dão a ressonância na mente do espectador, que o faz ser lembrado bem como a imersão de quem o assiste.
"Still Walking" é uma meditação sobre a vida e a morte que pode apenas levá-lo às lágrimas ou não... vale a pena tentar; Assistam!

Título: Sympathy For Mr. Vengeance
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2002
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Ryu (Shin Ha-kyun) é um homem surdo-mudo que vive com a sua irmã (Lim Ji-Eun), uma jovem que precisa fazer um transplante de rim. Desesperado e disposto a tudo para salvar a vida da irmã, ele aceita doar um de seus rins, em troca da promessa de receber um outro que seja compatível com o dela. Mas Ryu é enganado pelos traficantes e acaba ficando sem nada. É quando surge Cha Yeong-mi (Bae Du NA), uma amiga ativista. Juntos, eles traçam um plano: sequestrar a filha de um poderoso e rico empresário chamado Park Don-jin (Kang-ho Song) e assim, obter o dinheiro necessário para o tratamento. Mas quando tudo parecer estar ocorrendo como o planejado, a irmã de Ryu morre. Acompanhado então pela pequena Yu-Sun (Han Bo-bae), ele decide viajar para sua terra natal. Lugar onde deseja sepultar sua irmã. Mas algo inesperado acontece, mudando para sempre a vida de todos.
Opinião:
Spoiler:
"Sympathy For Mr. Vengeance" uma obra de arte impressionante que coloca os chamados "thrillers" contemporâneos de Hollywood comendo poeira.
É um filme muito sombrio e deprimente, cheio de violência, mas também inclui algumas ótimas performances, algumas belas sequências e personagens com os quais você realmente se identifica. Infelizmente muito poucas pessoas vão ver este filme, preferem romances fofos e os poucos que chegam a ouvir sobre ele será informado sobre as cenas mais extremas e brutal e provavelmente vai pensar que é apenas um filme que tem o propósito de chocar o espectador, pelo contrário ao invés da cultura monotônica Ha-kyun Shin joga Ryu, um surdo mudo desempregado que está desesperado para ajudar sua irmã doente (Ji-Eun Lim) que precisa de um transplante de rim. Quando suas experiências no mercado negro de órgãos fracassam, sua namorada politicamente extrema Yu-sun (Bo-bae Han) abriga um plano de sequestro. Isso desencadeia uma cadeia trágica de eventos que você só tem que ver para acreditar! Fiquei fascinado com o filme e meu interesse não diminuiu nem por um minuto. Os atores são todos de primeira, atuação impecável. O filme tem surpresas ao longo da trajetória até o seu clímax, por sinal muito atraente. "Sympathy For Mr. Vengeance" é um dos filmes impressionantes, peca nos clichês mas que precisa ser assistido

Título: A Chinese Fairy Tale
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 2011
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: A história ocorre em uma montanha antiga - Black Mountain, quando um grupo de trabalhadores vêm para construir uma estrada, fazendo com que os antigos espíritos, fantasmas e seres humanos entrem em conflito. Rumores de espíritos causando problemas levam os trabalhadores a deixar a montanha, deixando apenas um jovem trabalhador chamado Ning Cai Chen, um forte crente da ciência para continuar construindo a estrada para os aldeões. No entanto, um incidente na infância Ning Cai Chen é uma memória que ele tem medo de recordar - a visão de seu pai morrendo nas mãos de um espírito maligno.
Xiao Qian é um espírito jovem gato leopardo ansioso para ofuscar o espírito de raposa grande para ganhar o respeito do poderoso espírito de árvore do século. Ela voluntários para se livrar de Ning Cai Chen só para perceber que eles compartilham um destino entrelaçado e encontra-se salvando-o em seu lugar.
O velho caçador de fantasmas Summer Snow Wind Lightning estabelece o pé sobre a montanha para impedir que os espíritos criem travessuras e para perseguir Ning Cai Chen da montanha, como ele tem medo de que o selo estabelecido na montanha por seu mestre será destruído. O espírito de Black Mountain será então liberado e será catastrófico para a humanidade.
Cheio de ódio, o Black Mountain Spirit procura vingar-se da humanidade e jura matar todos os casais apaixonados. Não querendo desistir, Ning Cai Chen pede a Xiao Qian para tomar o último recurso de agarrar a vara do demônio da mão de Xia Bing e destruir o espírito da Montanha Negra. Xiao Qian é confrontado com uma decisão difícil...
Opinião:
Spoiler:
Produção de Tsui Hark "A Chinese Ghost Story" ou "A Chinese Fairy Tale" é sem dúvida um clássico do cinema de Hong Kong, misturando com êxito alguns dos seus elementos de assinatura como a ação, emoções exageradas e uma mistura vertiginosa de vários gêneros como romance, comédia e horror. Uma reinterpretação dos clássicos hollywoodianos.
O início é meio conturbado, um prólogo feito às pressas mas não o faz qualquer ressonância no contexto do todo, onde temos o romance condenado entre o assassino de demônios Yan Chi Xia (Louis Koo) e Nip Siu-Sin, ou Xiao Qian (Liu Yifei) como ela é mais popularmente conhecida. Aparentemente, Cia Xia não tinha "coragem" para matar Siu-Sin quando chegou o momento, em vez disso, ele apagou sua memória e a libertou...
Destaques como coreografia fluida de artes marciais e os impressionantes efeitos visuais pós-produção mostra que a indústria cinematográfica chinesa pode muito bem manipular CGI tão competentemente como os feitos em Hollywood.
Infelizmente, em momentos antes desta batalha climática incríveis temo é um !@#$% tedioso, não graças a um roteiro terrível. Não só o diálogo é terrível e cheio de momentos de humor não intencional, mas também há pouca caracterização com um ritmo um pouco frenético, mas isso não é suficiente para distrair seu público de suas falhas e cenas repetitivas. Mais importante ainda, o triângulo romântico também não consegue decolar, permanece preso em cenas que pertencem a um filme de fantasia adolescente, aqueles romancezinhos fofos, o final também não tem a pungência do original.
Igualmente sem inspiração é a atuação ou melhor, a falta dela. "A Chinese Fairy Tale" é um romance malfadado, mas não muito bem sucedido no entanto a exceções, o filme oferece algum alívio cômico bem-vindo no entanto, estes são pouco consolo para um filme que nunca justifica a sua existência, empalidecendo em todos os aspectos ao clássico de Ching Siu-Tong.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Lazy Hazy Crazy
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 2015
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Três colegas da escola secundária, Alice, Chloe e Tracy sentem ambivalentemente sobre seus romances românticos e orientações sexuais como eles fazem sobre o seu trabalho como prostitutas a tempo parcial. Negligenciadas pela família e desorientadas pelo tédio adolescente, as garotas estão se divertindo mais do que desgostando do seus esforços.
Opinião:
Spoiler:
A mesma sociedade que valoriza a virgindade é a mesma que menospreza a prostituição.
Então, quando eu comecei a assisti isso, eu estava tentando descobrir como ele começa. Porque do nada ele salta bem no meio com três garotas do ensino médio fazendo a coisa de colégio habitual...
A verdadeira história como especificado no início do filme centra-se sobre a amizade de três adolescentes, dezoito anos de idade e no último ano do ensino médio; Enquanto duas delas Chloe e Alice já são experts, quebrado todas as experiências de ganhar a vida com a prostituição, o vulgar novinha e puta (ignorem a palavra de calão) Tracy ainda declara ser virgem e é, portanto, bem-humorada, mas não por muito tempo, pois é constantemente ridicularizada pelas outras duas. (antes ser 0KM do que ser mais rodada que pneu de caminhão).
Gente, a ruptura do hímen anatomicamente e biologicamente é irrelevante, o conceito virgindade é construído pela sociedade, baseado em critérios tanto biológicos quanto sócio-culturais assim como não existe idade certa para começar ter relação sexual. O momento certo é quando AMBOS resolve que querem transar. Desde que tenha um orientação sexual correta, obviamente não queremos ver crianças de dez, doze anos transando por aí...
Então vamos deixar de se bestas, e tomar decisões por conta própria, nada de amiguinha ou amiguinho influenciar vulgo mandar na nossas vidas... E sexo não é a melhor coisa do mundo, sexo é relativo, poder ser maravilhoso como pode ser a pior coisa do mundo. Assim como a mesma sociedade que valoriza a virgindade é a mesma que menospreza a prostituição, prostituição é uma profissão como qualquer outra, contudo os fins que não justificam os meios ainda prevalece.
"Lazy Hazy Crazy" é filme feito de alusões pesadas, cenas corriqueiras e diálogos bastante pretensiosos da pós adolescência feminina onde a prostituição anda de mãos dadas com a descoberta da identidade sexual, coberto pela questão social;
Na verdade, as três meninas são todas de uma realidade familiar complexa: um deles vive com a avó, as outra vive sozinha, a terceira tem pais que vivem no exterior, quando obter o dinheiro se torna uma necessidade a estrada do sexo foi uma maneira mais fácil para atingir a meta. (será? Quantas prostitutas são felizes fazendo o que fazem?)
Nesta situação o diretor envolve a história de amor que vê todas as três meninas apaixonadas pelo mesmo amigo de escola, que é um bom menino.
Embora o filme é basicamente uma tragédia, tanto para questões pessoais quanto sociais, a linguagem às vezes torna-se chula mas com propósito, tornar as situações mais óbvias e naturais.
Paralelamente ao aspecto da prostituição infantil, há a descoberta do sexo por três amigas, especialmente Tracy que ainda é virgem, um caminho de experiências pessoais que incide sobre três personagens ainda muito jovens e ingênuas.
A articulação narrativa central, o entusiasmo para com, no entanto, garotas problemáticas com histórico familiar conturbado é nada menos do óbvio e precisa melhorar.
Em suma, é um trabalho que não convence, porque é indeciso sobre qual caminho tomar, e acima de tudo, muito convencional, bem como precipitado.
As meninas falam sobre ter relações sexuais com homens mais velhos, mas não sobre a legalidade do que provavelmente é certo porque seu mundo é limitado a selfies e as últimas tendências da moda. No final, elas fazem as pazes e brincam para esconder a dor do abandono e solidão.

Título: Catch Him to Survive
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.0
Sinopse:Seung-Joo (Kim Seung-Woo) é um CEO e Jung-Taek (Kim Jung-Tae) é um detetive. Eles se conhecem há 20 anos. Uma noite, Seung-Joo perde seu celular para quatro estudantes do ensino médio e Jung-Taek perde sua arma para os mesmos alunos do ensino médio. O celular e a arma são muito valiosos para Seung-Joo e Jung-Taek. Os dois homens devem obter seus itens de volta dos alunos do ensino médio.
Opinião:
Spoiler:
Vocês perceberam que nos cartazes eles usaram um telefone Samsung, mas no filme o telefone que foi roubado foi um IPhone!?
"Catch Him to Survive" é divertido, sem muitas cenas de ação, o que pareceria ser algo simples de recuperar acaba por complicar cada vez mais, o elenco está de parabéns, o antagonista, protagonista, os personagens secundários, os alunos do ensino médio, todos se encaixam bem em seu caráter, atuantes deram vida ao script.
A história apesar de ser simples, foi muito bem escrita, bem-humorado e com a dose certa de seriedade que o manteve interessado e em ritmo com o filme.
Trilha sonora esteve em suma de acordo com as cenas, talvez uma ligeira perda insignificante em certas cenas que não harmonizaram tanto assim. No geral, um filme médio, a história foi o ponto negativo, apesar de bem redigida é simples

Título: Crying Out In Love
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Uma adaptação cinematográfica do romance japonês Socrates in Love, escrito por Kyoichi Katayama: Em uma pequena cidade do sul do Japão, Sakutaro "Saku" Matsumoto e Aki Hirose, colegas desde o colégio, tornam-se estudantes do ensino médio. Durante este tempo eles começam a namorar e suas conversas circulam em torno da ideia do que o amor realmente é, começando depois que o avô de Saku compartilha sua própria história de amor passada com Saku. Após uma viagem os dois levam a uma ilha abandonada, Aki descobre que ela tem leucemia, o que limita suas chances de ir para fora ou ver Saku. Uma vez que Saku aprende a verdade, ele compra bilhetes de avião para levar Aki para a Austrália Uluru (Ayers Rock); Um lugar que ela sempre quis visitar depois de perder a viagem de escola lá, mas ela morre antes que ela pudesse embarcar no avião. A história ocorre como um flashback através dos olhos de Saku enquanto ele e os pais de Aki viajam para a Austrália para espalhar as cinzas de Aki no lugar Ela sempre quis ver.
Opinião:
Spoiler:
Linda história onde a emoção foi ofuscado pela confusão.
O romance de Katayama foi adaptado várias vezes desde que foi publicado em 2001. No Japão foi retrabalhado como um mangá (2004), drama de TV (2004), drama de rádio (2004) e musical (2005), bem como um filme de 2004, Dirigido por Yukisada Isao, a forma em que é mais conhecido internacionalmente. Além disso, foi refeito na Coreia do Sul como My Girl & I (2005), dirigido por Jeon Yun-su estrelado por Cha Tae-hyeon e Song Hye-gyo, uma adaptação livre que não foi especialmente bem sucedida na Coreia do Sul apesar da popularidade de Cha poucos anos antes em "My Sassy Girl".
Ao contrário do romance e do filme japonês, a versão de Gwak centra-se na menina e não no menino, E apesar de lançar referências ao "Ayers Rock" da Austrália (uma grande parte de realização de desejos do livro), ela é enfraquecida por um desempenho semelhante a uma boneca de "Zhang" que, ainda mais do que em "Coming Home e Forever Young" de 2015, faz o trabalho.
"Crying Out In Love" não exibem qualquer qualidade de estrela especial que é uma vergonha vindo de um diretor que é geralmente focada em personagens femininos fortes. Sem ser nada especial, infelizmente, não é mais que um destaque dramática. Entre o resto do elenco, Gao Taiyu tem alguns momentos fortes como o melhor amigo do casal, mas é então abandonado pelo script.
O filme foi mal planejado, muito apertado para uma hora e meia de duração o que fica visível do meio para o final. A Fotografia panorâmica e cenografia aproveitam ao máximo o ambiente à beira-mar de Qingdao, além de ocasiões esporádicas ocasionais que mostra as duas "pistas" em quatro estações que não estariam fora de lugar em um romance.
De modo geral, destaque para a apresentação de emoções no filme, pois ele pode transmitir a impressão de ser feliz ou triste para o público. A seleção dos atores e atrizes também se tornou uma das razões pelas quais o filme é bom, porque eles realmente dominam seus papéis transmitindo as emoções. Por outro lado a história deste filme é em parte causadora de confusão dos espectadores porque a história não é sequencial, toda a emoção é perdida devida as inúmeras adaptações.
"Crying Out In Love" nos ensina como devemos preservar e valorizar aquele ou aquela que escolhemos amar, por isso recomendo!

Título: Nude
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2010
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Depois de se formar no colégio, Hirono Kumi (Saori Hara), um jovem de Hiroshima vai para Tóquio para perseguir seu sonho de se tornar uma atriz AV.
Opinião:
Spoiler:
Apesar de tudo tem um história consistente.
Apesar do título "Nude" o filme não trás cenas explicitas, é um filme em forma de documentário sobre a atriz AV. Filme de estilo semi exposto do AV japonês que assume a forma de vantagem da atriz na indústria em que trabalha.
Acredito que este é um filme baseado em um romance semi autobiográfico escrito por ninguém menos que a própria Mihiro. Ouvi falar de Mihiro, mas não estou familiarizado com seus trabalhos. Pelo que eu entendo que ela era uma workaholic muito prolífico em seu campo, e se tornou uma das atrizes AV mais bem sucedidas, e modelo nu de sua época, hoje afastada por escândalos e drogas. Através de seu trabalho ela conseguiu se tornar uma atriz regular e até uma personalidade de TV percebendo seu sonho quando ela estava no ensino médio.
Como mencionado, eu não estou muito familiarizado com as obras de Mihiro, e só percebi que este é um filme sobre ela porque eu já ouvi falar de seu nome antes. Ela provavelmente teve o que é preciso para obter o sucesso que ela tem. Vida real Mihiro aparece algumas vezes neste filme também. É um olhar interessante na indústria pornô japonesa. Como de costume, os japoneses parecem levar a sério seus empregos, e os produtores (pelo menos os que ela trabalhou com) não foram nada desprezíveis, mas continuaram com a produção de seus vídeos com dedicação e profissionalismo. (Aí que entra a velha história de não generalizar).
Para as pessoas que não estão familiarizadas, este é um filme um pouco lento, que não tem muitos altos e baixos para a sua história. "Nude" foi bem pensado e produzido, apresentação é rica em detalhes, cenas consistentes sem ser vulgar harmonizadas com uma bela trilha sonora, executados por elenco expecional onde podemos classificá-lo com um filme de trajetória onde Saori Hara interpreta "ela mesma" isto é sua história, seu sonho, muitos perguntam o que leva a alguém a seguir carreira neste tipo de trabalho, a resposta de muitos é por conta do dinheiro relativamente fácil, para mim é outra...

Título: Daddy You, Daughter Me
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Do Yeon é um estudante do ensino médio. Ela não tem um bom relacionamento com seu pai que está constantemente incomodando-a para estudar. O sonho de Yeon é ir em uma data e seu primeiro encontro se aproxima. Enquanto isso, o pai de Do Yeon tem trabalhado como chefe de seção há anos e nunca teve uma promoção. Sua chance de uma promoção está finalmente se aproximando. Tanto o pai como a filha têm momentos importantes chegando, mas de repente mudam de corpo.
Opinião:
Spoiler:
Baseado no romance "Papa to Musume no Nanokakan" de Takahisa Igarashi (publicado em outubro de 2006 pela The Asahi Shimbun Company).
Na história Sang-tae (interpretado por Yoon Jae-moon) e sua filha adolescente Do-yeon (Jung So-min) estão constantemente discutindo e não tiveram uma conversa genuína nos últimos anos. Quando suas almas são trocadas por uma força mágica por sete dias, elas devem aprender a enfrentar a situação estranha e desconhecida...
Esta linha descreve tudo o que você precisa para recriar este filme na cabeça. Muitos filmes de gênero não fazem nada de especial em termos de seu enredo. Se o conteúdo é bom, muito pode ser perdoado. No entanto, o enredo de "Daddy You, Daughter Me" vai mais longe com toda a carga dramática dos filmes coreanos, Hyeong-Hyeop Kim acertou em cheio quando optou por acrescentar uma proposta de tema cotidiano familiar, deu mais vida a comédia com um toque harmônico de drama e reflexão.
Uma vez que este filme é uma comédia, esses momentos são geralmente de natureza cômica. Em outras palavras, "Daddy You, Daughter Me" tem que ser muito engraçado para compensar suas deficiências em outras áreas. Este é o lugar onde "Daddy You, Daughter Me" realmente falha. A comédia não é uniformemente distribuída com o peso colocado na seção do pai. Os risos são poucos e distantes entre si. O filme não é realmente engraçado. Em muitos aspectos, o filme é melhor em suas seções dramáticas do que em sua seção de comédia.
O desafio para os criadores e atores de um filme de troca de corpo é o fato de que cada ator tem que jogar dois personagens diferentes; Mais exatamente os mesmos dois caráteres believably. Não só os atores precisam desenvolver dois personagens para jogar, mas eles também têm de imitar o desempenho do outro ator, ao mesmo tempo. Além disso, cada ator tem que gastar um monte de seu tempo de tela jogando personagens que não se adequam ao seu perfil geralmente agindo. Não é comum um ator masculino interpretar um personagem feminino e vice-versa. É uma tarefa complicada e difícil para qualquer ator e atriz.
O elenco principal tem de lidar com as diferenças de idade, sexo e papéis sociais familiares. O ator veterano Jung So-Min tem que interpretar um homem normal de meia-idade e uma adolescente em um corpo de homem de meia-idade. A atriz Yoon Je-Moon tem que interpretar tanto uma adolescente quanto um homem de meia idade no corpo de uma adolescente. É uma teia complexa de requisitos de atuação e uma carga sobre o elenco.
É óbvio que o ponto fortede "Daddy You, Daughter Me" é "Família". A maioria dos filmes deste gênero são sobre "família". Com este filme de troca de corpo coreano, isso se destina a ser manifestado neste filme através dos sub argumentos se unindo no final por causa de como o filme é estruturado; Em outras palavras, ele cria várias subtramas das seções de ambos os personagens que, como um grupo, leva a uma mensagem de "família". Em teoria, isso poderia funcionar.
No geral é um filme mediano diria até tendencioso pelo fato das coisas acabarem como acabaram no final do filme.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Inside the Girls
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2014
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: O thriller chinês "Inside the Girls" conta uma história que ocorreu em um dormitório de meninas em uma faculdade de medicina em 1930.
Opinião:
Spoiler:
Não é um pornô! Não, realmente!
Não é um filme sensacional mas trás alguns aspectos excelentes, também conta com uma apresentação impecável. Destaque para Swan Wen interpretação incrível.
"Inside the Girls" é um filme de gênero mistério sendo comercializado como um filme de terror que não assusta ninguém, mas compensa com sua história e um vilão final bem retratado onde meninas estão sendo mortas em uma escola de medicina. Um pouco de conhecimento pode ser uma coisa mais enganosa do que a completa ignorância.
Acredita-se que a mulher chinesa tradicionalmente consideram faculdade, universidade como o lugar para encontrar um marido (na tradição mais antiga das mulheres na faculdade). E, no entanto, este filme parece retratar uma escola com estrita separação de gênero. Mas isso é esperado para a China dos anos 30.
Este filme é mais fortemente focado na detecção dos personagens, e não nas atividades do assassino.
Na China, quatro é o número de morte e é considerado azarado, quem acompanhar o filme vai sacar, reparem nos detalhes e nas 4 personagens. E com tais presságios, nós somos introduzidos a nosso molde do núcleo, Xia Mengjian (actriz Swan Wen), a menina virgem e perfeita; Sua melhor amiga, Huiren (Donna Zhao); Aiwa, o cristã nerd, supersticiosa; E Ele Guilan, a menina assustadora. Não é fácil frequentar a faculdade de medicina quando a sala de chuveiro é aparentemente assombrado pelo fantasma de uma mulher que cometeu suicídio em seu quarto no dormitório. No entanto, quando os corpos começam a empilhar-se, Mengjian se propõe a resolver o mistério, ao invés de apenas agir como uma menina completamente indefesa. Ela ainda pode acabar ficando amarrada a uma mesa de autópsia, mas pelo menos ela demonstra alguma inteligência e autonomia antes de se tornar a figura da donzela.
De forma previsível, a escola está cheia de suspeitos. Há o dormitório "RA", o zelador assustador, o professor excessivamente entusiasmado (Jing Changshan), ocara da classe... Mesmo o principal interesse amoroso, Gao Munan (Andrew Yin), começa a parecer desconfiado. De certa forma, este filme é um autentico "Scooby Doo" com as apostas levantadas a divisão central entre o elenco é entre os personagens na "escola de medicina assombrada" onde os personagens que permanecem céticos e racionais.
Não é um pornô! Não, realmente! Sim, os tradutores e criadores de títulos realmente estragaram com tudo. Acho que todos pensamos besteira ao ler um título como "Inside the Girls". Eu penso qual é o real significado "dentro da menina".
Dito isto, a violência e a nudez estão em algum lugar mais do que o que você consideraria, a câmera puxa longe a pior violência, embora haja sangue, e a câmera está mais focada em disparar nas costas dos joelhos da menina do que qualquer outra coisa.
No geral elenco de uma performance surpreendentemente forte, o vilão é simultaneamente extremamente mal-intencionado e auto detestável, uma curiosa mistura de insegurança e malícia.
É um filme de mistério na estrutura de um filme de terror relativamente equilibrado e trás consigo lições sobre como não morrer: As seringas são fáceis de ocultar e podem ter um poderoso efeito nas mãos de uma pessoa que conhece a anestesiologia. Verifique a roupa de cama, os sacos e as roupas cuidadosamente. (kkkkkkkk)

Título: Oki's Movie
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2010
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: O filme "Oki's Movie" gira em torno de Oki, uma estudante universitária especializada em cinema e seu próximo projeto cinematográfico.
É composta por 4 curtas-metragens: UM DIA DE ENCANTAÇÃO, REI DOS BEIJOS, APÓS UMA TEMPESTADE DE NEVE e O FILME DE OKI. Três personagens principais aparecem em todos os quatro curtas, com papéis diferentes mas sobrepostos em cada um deles.
A última, OKI'S MOVIE, é a história de uma estudante de cinema, Oki, que fez um filme sobre dois homens com quem namorou; Um jovem e o outro muito mais velho. Em seu filme, ela faz uma construção cinematográfica de suas experiências de vir a montanha Acha com cada homem com um ano de diferença.
Opinião:
Spoiler:
A superficialidade desempenha um papel importante, as declarações de amor são quase inteiramente baseadas no desejo sexual, embora os homens não sejam mais sábios a isso, aninhados em suas racionalizações de desejo.
Este filme reúne um pequeno, talentoso conjunto de atores em quatro segmentos curtos sobre o amor jovem e os erros que vêm junto com ele. Os erros tendem a envolver muito bem, mas há uma força mais interessante no trabalho, a de não saber o que exatamente queremos, querendo demais, querendo a coisa errada no momento errado...
Uma das grandes realizações deste filme é que ele trata seu tema levemente, desenhando risos com mais frequência do que lágrimas. Praticamente todas as cenas se sentem genuínas, como se realmente espelham a experiência. O tom tranquilo do filme pode até mesmo oferecer uma sugestão sobre como lidar com o amor como opção melhor de não levar a sério demais e melhor para evitar entrar em nossas cabeças.
Para todas as aparências, o filme foi filmado em um orçamento baixo, mas a qualidade da cinematografia corresponde a atuação e da direção de primeira classe.
Embora esses filmes sejam bem filmados e bem protagonizados, eles não parecem dizer muito; Eles oferecem uma olhada em relações humanas, por vezes incomuns, mas eles não parecem ter muita percepção quando tudo está dito e feito.
De modo geral "Oki's" é um conjunto bastante confuso de quatro segmentos de curta-metragem que contam um triângulo amoroso entre uma menina e os dois homens em sua vida: um professor de meia-idade e um jovem cineasta. Há um pouco de humor no filme que vem dos personagens ficando bêbado, e o elenco é bom o suficiente para habitar plenamente seus personagens. Mas o que aconteceu? Quando tudo é dito e feito, qual foi o ponto? Diferente de alguns visuais agradáveis e trilha sonora clássica, não há muito a oferecer.

Título: Tazza: The Hidden Card
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2014
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Ham Dae Gil, um jovem com talentos naturalmente nascidos para o jogo, faz uma estreia deslumbrante como um jogador e se reúne com seu primeiro amor Heo Mi Na. No entanto, Dae Gil logo se torna o bode expiatório da traição e conspiração e é forçado a estar na corrida. Ele planeja se vingar e se prepara para um jogo grande e coordenado para Min Na, que tem ajudado a cada passo do caminho.
Opinião:
Spoiler:
Não é um filme satisfatório. Com a direção principalmente previsível e não tem os fatores que prendem a atenção do espectador suficientemente. Talvez as fãs do cantor Choi Seung-hyun fiquem animadas como o longa, afinal não há nada de errado em ter um protagonista que tenta agir legal o tempo todo. Mas quando o filme é apenas principalmente sobre a tentativa de parecer legal e elegante, não necessariamente igual a um bom filme. Este filme vai do ponto A ao ponto B ao ponto C e para a maior parte torna-se um pouco tedioso por causa da direção do "óbvio". Ou seja atuação péssima e história muito previsível.
O enredo tem seus buracos, um deles o ritmo do filme que aparenta ser do tipo de confuso e incontínuo do tipo que torna o espectador um pouco impotente, para não mencionar a péssima edição de cenas, como no momento que não vemos como os personagens chegaram exatamente a onde eles estão em tão pouco tempo.
Não me interpretem mal é um filme assinalável e, pelo menos, não realmente de todo ruim. Eu também gostei da cinematografia colorida, mas no geral não é empolgante.

Título: The Cherry Orchard
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 1990
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: O filme oferece um vislumbre de um grupo de meninas de uma escola que são muito flexíveis em termos de papéis de gênero, tanto na peça da escola como na vida real. Uma escola secundária moderna com meninas tradicionais sócio cultural celebram o aniversário organizando a peça de Chekov, mas este ano a escola pode cancelar a peça porque Noriko, uma sênior, foi visto fumando numa cafeteria com estudantes de uma escola rival.
Opinião:
Spoiler:
A história, baseada em um quadrinho de Akimi Yoshida, envolve um grupo de meninas de uma estrita escola de meninas, onde todos os anos para comemorar o seu aniversário, os alunos com a ajuda de seus professores, encenam uma peças teatral. Este ano decidiram sobre "O Jardim das Cerejeiras" de Anton Chekhov (recomendo é muito bom!) e após ensaios vigorosos a peça fica em perigo do cancelamento devido a uma estudante. O filme em si reflete fortemente um palco como uma grande sala de aula com mais de 30 alunas serve como um pódio teatral para as meninas que são o centro das atenções dentro e fora do palco.
Para um filme que trata de uma história de um dia em suas vidas, parecia que o diretor não estava olhando para o timing, a abordagem voyeurística de filmar neste filme deixa muito a desejar.
As jovens atrizes não tiveram que mergulhar fundo para intensificar seu diálogo, porque a história estava consistente com fluir sobre o mesmo fluxo de eventos minimalistas, nunca desviando, nem buscando por consequências dramáticas mais fortes. Obviamente havia uma vanguarda de certos personagens, a partir da conversa do dia sobre um colega chamada Yuko.
O destaque fica por conta de uma cena, onde duas alunas em vestidos do início do século 20, tirando fotos juntos é provavelmente uma das cenas mais bonitas sem apelo sensual compartilhada por duas mulheres na tela sem as glorificações desnecessárias.
A transformação desses personagens aproximando-se da peça no final do filme, em plena composição, foi verdadeiramente aplaudível. Os últimos 15 minutos deram vida ao filme de outra forma mundano e de baixo ritmo. O final não foi climático como esperado e muitos aspectos foram deixados intocados. Afinal de contas, esses personagens eram muito reais e despretensiosos para nos deixar totalmente satisfeitos em uma história que os arrastava por apenas um dia, e talvez, assim como os pomares de cerejeira, suas flores ainda não tivessem desabrochadas. No final, embora não cause um grande impacto, merece certa admiração por ele, recomendo

Título: The Thick-Walled Room
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 1956
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: O Quarto de Paredes Espessas mostra o drama vivido pelos japoneses acusados por crimes na Segunda Guerra Mundial. Estresse, traumas, esgotamento físico e mental, alucinações e os fantasmas do passado perseguem os presos, que aguardaram durante anos por uma definição política que resolvesse sua situação. Baseado em relatos de prisioneiros, foi o filme mais controverso e polêmico do diretor Masaki Kobayashi.
Opinião:
Spoiler:
Um filme polêmico!
"The Thick-Walled Room" fala sobre a condição humana no sentido da consciência política, a crítica da corrupção na sociedade e o foco nas falhas humanas.
O filme acontece quatro anos após o fim da Segunda Guerra Mundial, e diz respeito a um grupo de soldados japoneses de baixa patente presos pelos americanos por crimes de guerra. Enquanto isso, seus superiores, que são mostrados para ser brutal e realmente suportar a maior parte da culpa, conseguem escapar ileso.
Como você pode imaginar, este assunto foi considerado o mais controverso durante o tempo que o filme estava sendo produzido. O estúdio, com medo de que o filme ofendesse os americanos, exigiu que o filme fosse severamente cortado. Kobayashi se recusou a fazer isso, e por isso o filme foi arquivado por três anos. Embora terminado em 1953, não saiu até 1956.
É claro que o filme não é tão polido os prisioneiros não são retratados como santos injustiçados, mas como seres humanos falíveis. Eles podem ser arrogantes, iludidos. Eles têm temperamento. Eles podem ser cruéis uns com os outros.
Através da histórias, Kobayashi é capaz de ampliar seu alcance e analisar os efeitos secundários da guerra em todo o Japão, e não apenas se concentrar nos acontecimentos dentro da prisão. Um exemplo de como Kobayashi faz isso é quando um dos prisioneiros se lembra de uma garota que conheceu durante a guerra. Ele está apaixonado pela memória dela, idealizando sua inocência e pureza, e tem esperanças de se estabelecer com ela se ele for libertado. Mas o irmão do prisioneiro, que vem às vezes visitá-lo, sabe o vazio dessas fantasias. Aquela menina inocente cresceu em uma prostituta cínica. Seu personagem faz uma amarga observação sobre o estado da nação que toca ao longo do filme: "A guerra nos deixou loucos e ainda estamos loucos".
"The Thick-Walled Room" é um interessante estudo sobre a degradação e corrupção no Japão do pós-guerra. Também é convincente para o que mostra sobre a carreira de Masaki Kobayashi.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: The Hidden Fortress
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 1958
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: A história conta a saga de dois camponeses, Tahei e Matashichi que fogem da destruição causada por uma batalha. No caminho, eles encontram o general Rokurota Makabe, que está escoltando a princesa de uma família nobre e suas riquezas para um lugar seguro. Os camponeses passam a acompanhar o general e a princesa, pensando em roubar o ouro. Numa pousada, eles compram de um traficante de escravos a filha de um fazendeiro. O grupo então segue seu caminho em território inimigo, buscando um lugar onde a princesa e o general possam reconstruir um exército para retomar suas terras perdidas.
Opinião:
Spoiler:
De uma história excepcional com elenco incrível.
"The Hidden Fortress" é o filme dirigido por Kurosawa com o tom mais leve e divertido, muito profundo e poético. Embora haja um monte de comédia, principalmente fornecidos pelos camponeses, "The Hidden Fortress" ainda tem todo o poder e singularidade que todos os gêneros de filmes.
Sem dizer uma palavra a protagonista tem toda a sua atenção mesmo interpetando uma princesa não é uma donzela em perigo no filme. Em qualquer filme americano ou britânico dos anos 50, ela teria sido nada mais do que isso.
Os personagens camponeses de Tahei e Matakishi são mais do que um alívio cômico. A história é contada a partir de seu ponto de vista, e eles são essencialmente heróis, mas eles não fazem nada além de reclamar. Eles são gananciosos e egoístas. Estas não são características que normalmente seriam usadas para um heróis, é quase como um sátira mas Kurosawa os torna simpáticos para o público. Algumas pessoas disseram que este filme precisava de mais ação. Eu acho que a ação que ele tem é mais do que suficiente. A cena de perseguição que leva ao encontro do General continua sendo uma das melhores sequências do filme. A coreografia mantém-se firme na maioria das cenas de luta, contudo longe de serem perfeitas e ainda encabeça o tipo de lutas que se tornaram tediosas e repetitivas. De modo geral um filme que vale a pena, conseguir ser os centro das atenções sem falar quase nada é um feito que somente o "mestre" Kurosawa conseguia fazer.

Título: The Parasite Doctor Suzune: Genesis
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2011
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: A cidade está infestada de misteriosos parasitas que penetram em seus hospedeiros humanos para aumentar o poder de seu anfitrião e seus desejos sexuais. Uma menina bonita, Suzune Arizono é uma veterinária com uma especialidade em parasitas, e que luta diariamente para exterminar estas criaturas...
Opinião:
Spoiler:
Bizarro mas melhor que muitos filmes que dizem ser bom.
Apesar de mal visto por aqui, este filme na verdade é com base em um mangá mobile e possível hentai, popular no Japão.
Na verdade, o hentai vai ser melhor no formato cartoon do que com as pessoas de verdade como nesta live action. O enredo é um pouco desleixado e o filme passa devagar: a garota bonita e usual com cabelo curto que salva as pessoas com determinação, tem poder sobrenatural e um ajudante (um sapo!), Isto mesmo um sapinho verde! Mas que tem sua própria história triste. Nada especial aqui. A cinematografia é simplesmente ruim. Isso, mais do que um filme, é uma tentativa, uma tese, algo que poderia ter sido divertido, mas falhou em diferentes níveis. A atuação é ruim, mesmo para esse gênero! Eu me encontrei olhando para o tempo várias vezes e no final queria se sentir entretido, mas senti mais como eu tinha perdido meu tempo. Então, novamente, eles fazem esses filmes para iniciar franquias ou vender a ideia e dar cosplayers a novos e velhos personagens para se vestir.
Mas então por que diabos dar uma nota alta, bom, leia o mangá e veremos que apesar de bizarro tem uma história medianamente boa mas pouco explorada na live, que tinha o propósito de ser mais "pervertido" digamos assim.

Título: The Parasite Doctor Suzune: Evolution
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2011
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Uma mulher bonita, Dr. Suzune Arizono, é uma veterinária que se especializa em parasitas e que luta diariamente para acabar com uma praga parasitária na população humana. Ela descobre no filme anterior que uma organização sinistra controla a praga que provoca a excitação sexual em suas vítimas, usando os parasitas para a própria finalidade da organização. Ela foi sequestrada e levada a um Instituto de Pesquisas a fim de trabalhar para tal organização. Para reencontrar seus amigos e escapar dos raptores, Suzune se junta a Takaya, que também foi mantida em cativeiro. O par consegue resgatar seus amigos... mas eles podem encontrar a saída?
Opinião:
Spoiler:
Continuação do bizarro mas melhor que muitos filmes que dizem ser bom.
Lembram que comentei na prequel o do porque eu ter dado uma nota mediana, pois bem, apesar de bizarro tem uma história medianamente boa, e acrescento que fará mais sentido ler o Manga. Claro que muitos vão e podem argumentar que os livros (mesmo livros ilustrados) estão sempre em uma vantagem quando se trata de coisas como esta (não vou dizer bizarro, porque teve sequência). Mas há muito erros neste aqui também. A maioria dos quais eu já disse na primeira parte desta "série": Atuação, direção e assim por diante.
A diferença deste é por conta da comédia que está digamos assim, aceitável. Isso não tem quase nenhum fator julgador a menos que você leve em conta nudez, até porque essa é uma história diferente da anterior mas dentro do mesmo contexto. Embora esta não seja uma série pornô, tem cenas de nudez e "tentáculos" ou melhor "tentáculos parasitário" se você estiver atrás de algo assim vai ser bom, caso contrário aconselhável ler o mangá para entender que é uma história séria e nenhum pouco de cunho sexual, que é uma mera consequência dos fatos já que o script das lives são fracos a interpretação pode ser errônea até porque havia potencial aqui, mas eu acho que um "Parasita" corrompeu a coisa toda. (LOL)

Título: One Day
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: Denchai é um geek de TI de 30 anos cuja existência só é reconhecida quando seus colegas precisam de suporte técnico. Ele se sente ainda mais para baixo cada vez que seus colegas de trabalho chamam para ajudar e nem sequer lembrar o seu nome.
O mundo mundano de Denchai está virado de cabeça para baixo quando ele vai consertar uma impressora para uma nova garota no departamento de marketing chamado Nui. Nui o chama pelo nome, fazendo-o sentir valorizado mais uma vez. A partir desse momento, Denchai se apaixona por Nui, mas só admira-a secretamente de longe, uma vez que ele sabe de todo o coração que Nui está completamente fora de seu alcance.
Até um dia em que sua empresa organiza uma viagem para uma estância de esqui em Hokkaido, que Denchai finalmente dá um salto de fé, fazendo um desejo no marco do resort Lucky 'N Love Bell. O desejo de Denchai é que Nui seja sua garota por apenas UM DIA.
Opinião:
Spoiler:
Muitos acham que o pessoal geek e de TI falam o tempo todo só do assunto, como consequência são ignorados e vivem no anonimato. O que não é verdade! São negligenciados e evitados devido à sua aparência e um comportamento pouco estranho. Isso é fato comprovado!
Este filme prendeu minha atenção não porque trabalhar na área, e vivenciar esse tipo de fato, não porque eu pessoalmente aprecio filmes que são mais realistas mas sim porque é diferente da maioria dos filmes tailandeses que na maioria das vezes seria uma comédia.
Filmes românticos podem e devem ser bom e realista, "One Day" é romântico com uma pequena pitada de comédia, no entanto, uma pequena quantidade de fantasia é sempre bem vinda. A história é bastante suave e todo o desenvolvimento de personagens é ótimo. Gostei da maneira que este filme faz sentir a realidade destes profissionais e transmitir ao espectador o poder entender as razões do porquê isso acontece.
Além disso, a localização em Hokkaido, Japão é realmente bonito com grande ângulo de cada cena dá uma magia ao filme por outro lado algumas cena são bastante semelhante a algumas séries japonesas que faz com que perca a autenticidade.
O destaque fica por conta da moral da história que desenvolve-se em uma grande história de amor que pode ajudar a entender que o amor não é sempre sobre "ter", mas muitas vezes é sobre "dar" felicidade a outra pessoa.
Muitos talvez não gostem do final do filme mas tem um grande propósito reflexivo, assistam, analisem cada segmento e reflitam para então poder entendê-lo.

Título: G.E.M.: G-Force
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 9.5
Sinopse: O premiado diretor Nick Wickham leva-o através desta viagem musical de 90 minutos para testemunhar a ascensão da superstar chinesa. Junto com os desempenhos espetaculares de G.E.M. o diretor também brilha um refletor em suas histórias e sacrifícios que tem que fazer para permanecer fiel nessa batalha interminável de altos e baixos. Uma história em um bilhão de aventura inspiradora, conflitos involuntários e devoção inabalável, G-Force é um super documentário para todos os sonhadores.
Opinião:
Spoiler:
Simplesmente G.E.M.! Eu Amo!
O que dizer dessa cantora sendo fã desde seu primeiro álbum? Bom "G.E.M.: G-Force" é sua "biografia" parcial, conta sua trajetória, família, amigos, sonhos e profissão de uma forma convincente melhor que muitos documentários que tem por aí, a sua história é contada através de, e sob olhar dos fatos e analises de sua equipe e empresário bem como dela mesma.
A GEM ganhou popularidade na China após sua aparição no programa "I Am a Singer da Hunan Television" (2ª temporada) em 2014. Sua base de fãs também se estende aos Estados Unidos, Canadá, Austrália, Noruega e Sudeste Asiático; No mesmo ano, ela ganhou o prêmio "Favorite Asian Act" no prêmio "Nickelodeon Kids Choice Awards" de 2014. Em 2015, ficou em décimo primeiro lugar na "Forbes China Celebrity List".
Em 2016, ela concluiu uma turnê mundial de dois anos (73 shows) intitulada XXX Live, e foi o único artista asiático em destaque na lista restrita da "Under 30: Music" da "Forbes". Caso queira conhecê-la e parte de seu trabalho, assistir a este documentário já é um bom começo.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Ecstasy Special Uniform
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2009
Nota pessoal: 1.5
Sinopse: Um homem de cerca de trinta anos de idade é obcecado por voyeurismo em especial por mulheres de uniforme, aeromoças, militares, enfermeiras, colegiais... Sua obcecação acaba por ir além dos limites quando ele conhece um mulher perigosa e atraente...
Opinião:
Spoiler:
Ainda é um filme do gênero pinku eiga dos mais simples e de baixo nível, vilmente "Ecstasy Special Uniform" foi filmado com baixo orçamento, simplesmente para tentar alavancar um dinheiro, sua história é muito simples, cenários precários um trilha sonora arranhada e um péssima atuação, um filme que não tem contexto algum ou correlação a premissa.O timing é outra coisa que não existe no filme, as transições de cenas são aleatórias sem seguir um padrão ou sequencia, é lamentável!

Título: Intern
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Haruka Kawakura (Yuko Araki) está na 3ª série de uma universidade. Ela está prestes a ser atingida por um carro, mas é salva pelo CEO de uma empresa Masayuki Makino (Toru Kazama). Masayuki Makino acorda na unidade de terapia intensiva em um hospital. Lá, um jovem aparece na frente de Masayuki e se apresenta como o Deus da Morte (Gaku Sano). O Deus da Morte diz a Masayuki que Haruka deveria morrer em um acidente naquele dia, mas, desde que ele salvou sua vida, o destino de Masayuki mudou agora. Ele vai morrer logo. O Deus da Morte diz-lhe que a única maneira que ambos podem sobreviver é mudar o futuro de Haruka. Se Haruka se tornar uma grande realizadora como estagiária e se juntar à empresa, Masayuki e Haruka podem sobreviver. Masayuki surge com a ideia de possuir o corpo do amigo Maki de Haruka (Anri Okamoto) e ajudar Haruka a se tornar um estagiário de sucesso.
Opinião:
Spoiler:
Apesar de divertido e desafiador não é um filme que empolga.
"Intern" é uma comédia de drama encantador e simples com alguma sinceridade genuína, o elenco é em suma agradável, a história em sí deveria ser mais polida, é o tipo de filme que se assiste compulsivamente achando que pela premissa será um ótimo filme, mas não é.
Em grande parte é ofensivo e um pouco óbvio, onde o protagonista sugere uma grande experiência em um longo caminho a percorrer, mesmo no mundo empresarial moderno. O que corrompe o timing, é como se Haruka Kawakura fosse da pobreza a riqueza em uma semana, o que na vida real não bem assim, de fato que temos de considerar o gênero fantasia, portanto deva existir uma certa plausividade, mas não da forma que o diretor a fez.
De um modo geral é um filme fácil, simpático e talvez um pouco demasiado seguro, o elenco é a melhor parte não é o melhor trabalho mas o carisma convence, no final das contas é um filme confiável e divertido. O que mais você precisa?

Título: Rape and Confinement
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 1.0
Sinopse: Em uma guerra entre um grupo de rebeldes e o exército nacional que em suma maioria composta por mulheres que lutam por seus ideias em meio a selva no interior do Japão, além de serem mortas algumas acabam sendo capturadas e torturadas a fim de revelarem informações secretas.
Opinião:
Spoiler:
Não dou meio ponto porque tecnicamente não pode.
"Rape and Confinement" é a prova de que produções podem ser as mais esdrúxulas e incabíveis, mesmo assim esses tipo de excremento vende para um público que talvez careça de algo ou tenha algum distúrbio mental.
Este filme não se enquadra em gênero algum. Apesar de não serem respeitados pela crítica cinematográfica japonesa, os filmes do gênero conhecido como Pinku e Pinku Eiga são um fenômeno único, que nos últimos anos se converteu em objeto de fascínio para os cinéfilos interessados em se distanciar do convencional, em todo o mundo.
Um gênero de filme que se desenvolveu a partir do New Wave japonês, em meados dos anos sessenta e floresceu em si próprio durante o início dos anos setenta. Durante essas décadas estúdios como OP Eiga (aka Ōkura Eiga), Nikkatsu (ênfase no Roman Porno) e Toei (produções propriamente Pinky Violence), investiram muito na área. O termo veio da forma como os filmes misturavam os elementos eróticos (nudez = pink / roman = romance), com a violência encontrada em filmes Yakuza. Eles são geralmente agrupados no cinema exploitation/sexploitation por causa de suas cenas softcore e gore. Porém, o pink film é parte de um ciclo em curso (em evolução) de filmes, ao invés de apenas um gênero específico (como visto no subgênero pink kaidan, que engloba aspectos sobrenaturais). A primeira produção a ser considerada um pinku eiga é "Flesh Market", do diretor Satoru Kobayashi, de 1962. Mas a policia apreendeu e destruiu o filme no lançamento, devido a censura, sobrando pouco mais do que 21 min do total original de duração, após o restauro.
O destaque dos temas desse estilo, é que o seu foco são as mulheres como personagens centrais, participantes e ativas na violência, em vez de simplesmente serem vítimas passivas. Por exemplo, frequentemente as heroínas são sukeban, um termo que significa "menina delinquente" ou "bad girl", muitas vezes operando como líderes de gangues. Às vezes, o foco está em obter vingança ou justiça por algum crime passado, seja contra a garota ou alguém que ela ama. Apesar da "era de ouro" do gênero ter ficado no passado, as influências gerais continuam até hoje.
"Rape and Confinement" simplesmente é um lixo, uma ofensa aos filmes trash e de gênero, a história no script é boa, mas na execução foi esdrúxula mal executada pelo diretor, simplesmente não temos uma histórico, até os filmes adultos de fundo de quintal tem história melhor.
Questão elenco e interpretação não há o que mencionar, fizeram seu trabalho, aliás um mau trabalho por sinal, no que refere-se ao contexto do que o script pedia, culpa do diretor e escritor.
Quanto a trilha sonora, não tem, é uma melodia de fundo miserável que mescla o som dos insetos e folhagens ao vento em meio ao acampamento militar.
Cenários e cenografia são os únicos ponto bons do filme, afinal não investiram em nada, é tudo natural, apenas o acampamento foi montado, melhor compraram em uma loja de camping de esquina.
De um modo geral, "Rape and Confinement" não é um filme adulto explicito nem os mais "comportados" do gênero Pinku, não tem como categoriza-lo, uma mistura de amadorismo e imoralidade, uma ofensa as produções de filmes adultos. Simplesmente eu assisti para mostrar o quão lixo pode ser uma produção e que muitas vezes este tipo de filme acaba por mal falar os bons do gênero.

Título: Girls' High School
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Seis jovens, incluindo Katsuki Takahashi (Minami Minegishi), realizam uma reunião de ensino médio, mas sua escola foi fechada. As mulheres estão felizes em se ver novamente. De repente, um tiro soa e uma pessoa morre. Eles recebem uma mensagem de texto de Natumi Shirakawa, que morreu há 7 anos. A mensagem de texto pergunta: "Quem é o criminoso?" Para descobrir a identidade do perpetrador, eles olham para trás o que aconteceu há 7 anos.
Opinião:
Spoiler:
Este é um suspense bastante incomum para o mistério de quem é o criminoso.
Este não é um dos melhores filmes. Ele parece um pouco fora de seu elemento.
A sequência das cenas são comuns em certos pontos não tem continuidade com as seguintes. As informações apresentadas são imprecisas, talvez para despistar o espectador a decifrar o enigma e descobrir o assassino.
No geral um filme que não se pode esperar muito, até fiquei pouco desapontado quando o assassino é revelado. "Girls' High School" são um composto de evidências inexistentes e apenas um monte de conjecturas com o que se esperava desvendar o assassino com explicações de estudantes do ensino médio.

Título: The Four
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 2012
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Dirigido por Gordon Chan, "The Four" é uma adaptação de um dos clássicos romances Wuxia de Wan Ray-an, que gira em torno de quatro detetives famosos na China antiga. Os atores Deng Chao, Ronald Cheng, Collin Chou e Crystal Liu retratam os quatro personagens principais do filme. Este filme é destinado a ser a primeira parcela de uma trilogia.
A recente circulação de dinheiro falsificado aterrou a capital da Dinastia Song em uma situação difícil. O Departamento Seis da Polícia Constabulária e Divina da Polícia são enviados para investigar, mas surgem complicações quando os constabularies concorrentes constantemente entrar no caminho um do outro. A Divina Constabulária é eventualmente suspensa, mas encabeçada pelo eponymous The Four, a polícia continua a trabalhar no caso. Logo descobre um complô mais sinistro para derrubar o governo e deve apressar contra o tempo para parar o perpetrador antes de mergulhar a dinastia no caos.
Opinião:
Spoiler:
É óbvio que culturas diferentes têm a sua própria e única maneira de contar histórias através do cinema.
A principal razão que eu acho que as pessoas não gostam deste filme é porque a história é muito complicada e a principal leva a um triângulo amoroso não explicado... daí a confusão.
O filme me manteve interessado porque eu estava constantemente tentando descobrir quem estava sendo leal a quem. Havia um monte de personagens que pareciam estar conspirados com um lado, então inesperadamente a coisa muda e mal se percebe que eles estão lutando com outro lado. Sem duvida que este é o grande destaque, afinal em nenhum momento o filme transmite obviedade.
A cinematografia foi de primeira classe, CGIs aceitáveis, locais bonitos com bastante cenas noturnas e cenas de chuva dando todo um charme.
As cenas de ação foram muito bem feito, a atuação não foi ruim está dentro do aceitável, os homens lutaram melhor que as mulheres, mas em compensação o efeito suave das coreografias femininas supriram tal adversidade.
Não sou chegado ao gênero wuxia mas posso dizer que "The Four" está acima da média, o script precisa ser melhorado, tem elementos soltos e uma história pouco focada. Um filme bonito de se assistir mas não o melhor em produção.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: My Wife is 18
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 2002
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Para satisfazer suas mães, Cheung, 30 anos, está se casando com Yoyo, de 18 anos, em Londres. Yoyo retorna a Hong Kong para estudar e Cheung continua seu trabalho em Londres. O casamento é mantido em completo segredo. Mas as coisas tornam-se complicadas quando Cheung retorna a Hong Kong à procura de trabalho e termina matriculada na Yoyo's School. Embora Yoyo esteja enfurecida, ela mantém seu segredo. À medida que a marca de um ano de seu casamento se aproxima, o amor em seus corações anulará seu desejo de divórcio?
Opinião:
Spoiler:
Um tanto quanto bastante humorístico.
"My Wife is 18" é um filme encantador por causa de seu enredo, mas com isso em mente, então também é um filme muito genérico para seu gênero. Se você gosta de comédias românticas, então "My Wife is 18" é uma boa escolha para um filme para assistir. Mas se você está recebendo uma introdução ao cinema de Hong Kong, então não é o melhor de escolhas.
A história é de cerca de 30 anos de idade Sip-Sam Cheung interpretado por Ekin Cheng, que é um estudante de longa data tentando obter o seu diploma. Por desejo de sua avó, ele se casa com Yoyo Ma interpretada por Charlene Choi, uma garota universitária de 18 anos. E quando Cheung começa a trabalhar como professor de psicologia na escola de Yoyo, as coisas realmente tomam uma volta para o hilário.
Um bom elenco, embora, com o ator experiente Ekin Cheng oposto à jovem cantora e atriz Charlene Choi.
A química entre os protagonistas na tela não foi tão grande como eu esperava, mas pelo menos nós vimos brilhar os adjuvantes que mantiveram um excelente desempenho, como ver Richard Ng interpretando o professor no filme, apenas uma vergonha que ele só teve um papel tão pequeno. Bernice Liu interpretando Miss Lee também estava fazendo um bom trabalho, e eu desejava que tivessem dado a ela um papel maior e mais tempo na tela porque ela realmente estava bem difundida em seu papel.
Todos os fundamentos do núcleo que compõem o filme são insatisfatórios ​​para esta comédia romântica especial de Hong Kong do diretor James Yuen. Como tal, "My Wife is 18" não oferece nada novo ou inovador para o gênero de comédia romântica.

Título: A Gift
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: O filme conta a história de 6 pessoas que estão tentando superar desafios que a vida tem lançado sobre eles. "Um presente" é desempacotado para o seu prazer de visualização usando uma narrativa de separação de três graus, dividida em três partes e filmada por três diferentes equipes de direção.
Opinião:
Spoiler:
Sublimes comercial tailandês e um tributo ao rei...
"A Gift" conta uma história pungente com uma mensagem poderosa que liga três histórias de amor diferentes baseadas na música composta pelo rei Bhumibol que faleceu no ano passado.
Impregnado de boa música e o tema de como a música pode sublinhar o presente, leva o espectador a relembrar seu passado, além de "A Gift" ter a capacidade de dar alegria e ser atraente ao mesmo tempo, um digno presente.
Acima de tudo isso, é um tributo em movimento a um querido rei amado pelo povo tailandês. Todos os seis atores principais realmente aprenderam um instrumento musical para retratar sua parte convincentemente. Isto é mais que uma homenagem é inspirador.
A escrita é inspirada e como os cineastas ligados todas as vinhetas tornam o filme harmonizo. "A Gift" é o que podemos chamar de "Senti a alma sendo elevada e o coração acelerado a ponto de explodir em um caleidoscópio de pétalas de flor de cerejeira".
Um filme honesto e genuíno de pura magia. Este é um daqueles filmes quase perfeitos, talvez uma das mais belas homenagens e dedicatórias para alguém que deixou este mundo.

Título: Pee Mak
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2013
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: No reino Rattanakosin, Mak (Mario Maurer) deixa sua esposa grávida Nak (Davika Hoorne) para se juntar à guerra e encontra quatro soldados que se tornam seus melhores amigos. Durante este tempo, sua esposa Nak luta para dar à luz seu bebê.
Quando a guerra termina, Mak convida seus amigos para visitar Phra Khanong e conhecer sua bela esposa Nak. Enquanto isso, rumores voam pela cidade que Nak é um fantasma. Seus quatro amigos e aldeões tentando dizer a Mak que sua esposa já está morta.
Opinião:
Spoiler:
Combinação perfeita de horror e comédia.
"Pee Mak" não como "filmes assustadores", onde os fantasmas também são engraçados, o fotos que são aterrorizantes mas então o filme leva você para o lado oposto dessas emoções, colocando alguma comédia genuína em torno dele.
O elenco é merecedor de destaques, e os quatro atores que interpretam os amigos do protagonista de fato têm grande química e sincronismo cômico juntos. Foi prazeroso e divertido vê-los como idiotas estúpidos aterrorizados pela presença fantasmagórica em torno deles.
A atriz e modelo tailandesa descendente belga Daveeka Hoorne também tem seus momentos dramáticos como Nak. Tenho certeza que ela teve um tempo difícil manter um rosto reto na frente de toda essa loucura lívida ao seu redor.
A estupidez dos personagens masculinos dão vida a comédia que se mistura ao enredo de horror formando uma combinação interessante. Há resquícios de drama no enredos que vão muito bem com a história e emoções humanas de amor que não querem deixar de ir ao amor mesmo depois da morte. "Pee Mak" tem um conteúdo muito significativo sobre a amizade, sobre a família e o amor, altamente recomendado se você gostaria de rir muito.

Título: Room 704
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 20016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: O filme conta a história de Xin Yuan (Fu Pai) que envolve-se em um doce amor de suspense com
Tong Shan (Zhang Yishan). Este doce amor não é verdadeiro, Xin Yuan esconde um segredo em seu dormitório e Tong Shan percebe que certos fenômenos sobrenaturais ocorrem.
Opinião:
Spoiler:
Acrescentar elemento romance em um filme de suspense não o torna melhor se a história não ajuda.
Quando eu assisti ao trailer fiquei fascinado, a história deve ser boa, até que foi mas pecou no excesso de elementos, não é um filme autentico, tem muitas vertentes de outros filmes, o diretor errou ao não seguir sua própria linha de pensamento.
É verdade que este filme não é para todos, e eu posso entender que algumas pessoas vão fortemente não gostar.
O elenco ajudou e muito a ocultar os elementos clichês do script, Su Xiaoming, Zhang Yishan, Fu Mei e Sun Yan tiverem um ótimo desempenho.
Quanto a cinematografia,cenários e CGI só tenho que dizer que estão dentro do aceitável, poderiam ser melhor apresentados uma pitada a mais de computação gráfica ajudaria. Embora essa deficiência foi suprida graças ao movimento de câmera que deu um show, escondendo o que tinha para esconder e ressaltando o que tinha que ser ressaltado dando um suspende de tirar o fôlego em certos momento.
De um modo geral eu gostei, um filme agradável, um pena que a trilha sonora não foi um das mais apropriadas para as cenas de suspense, "Room 704" não transmite medo mas dá uma sensação de aflição, principalmente nas cenas sobrenaturais, sem mencionar que é demasiado romântico para um suspense tão supérfluo de elementos plagiados.

Título: Suddenly It's Magic
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2012
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: Joey Hermosa e Marcus Hanson só têm duas coisas em comum. Um: eles vivem para fazer romances de conto de fadas acontecerem - Joey através de seus bolos de casamento requintados; Marcus através das numerosas comédias românticas que ele é a estrela principal dentro os Dois: suas próprias histórias de amor não têm o final feliz dos contos de fadas.
Opinião:
Spoiler:
Tinha tudo para ser lindo e romântico, mas o bolo desandou e o filme não vingou.
É um filme absolutamente maravilhoso, e, infelizmente, é muito menosprezado tanto em bilheteria e nas expectativas das pessoas antes de assistir ao filme. Este é um daqueles que não deve "julgar um livro pela sua capa" em nenhuma circunstâncias.
O Filme tem um enredo realmente genérico de "garoto conhece garota" com alguns elementos de clichê como " Cara famoso encontra a menina da cidade natal "e" segue seu coração ".
A química entre Mario Maurer e Erich Gonzales neste filme é coisa de outro mundo. Perdi o fôlego com esses par romântico mais lindo.
O toque de romance e inocência deste drama e comédia se mistura neste filme sem problemas, a cinematografia e cenários da Tailândia e Filipinas são de tirar o fôlego, a música é linda, e o aspecto cross cultural é incorporado perfeitamente! Recomendo!

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Ten Brothers
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 1995
Nota pessoal: 5.5
Sinopse: Um casal herdar uma pequena fazenda onde eles encontram dez pérolas mágicas que contêm os espíritos das fadas. Quando sua fazenda é invadida, eles engolem cinco pérolas cada um e dão à luz a fadas que renascem como crianças com poderes sobrenaturais.
Opinião:
Spoiler:
Um filme de fantasia e aventura bobo sobre um homem e uma mulher que herdam uma pulseira mágica que lhes outorga dez filhos. Logo se dão conta que há mal intencionados que querem usar os dez irmãos para sua própria vantagem.
A história começa com um pobre homem chamado Chan Dai Ha que vende sobremesas chinesas e se apaixona por uma garota solteira e rica chamada Gei Hao Yee. Um dia, quando Dai Ha está indo para casa, ele vê um homem carregando algo, cair do céu. Ele pergunta se ele está bem, mas o homem foge. Cada vez que Dai Ha tenta ajudar Hao Yee, ele faz algo errado e a irrita. Um dia, Hao Yee e seu servo caem uma colina e ele os salva. Sem lhe agradecer, ela grita com ele e bebe a sopa erradamente com os dez feijões mágicos nele. Os feijões mágicos fizeram-na grávida assim que no dia seguinte, o doutor disse que estava grávida, mas porque havia uma lei em sua cidade que não pode engravidar antes do casamento, os aldeões começ irritados e a quer ser punida. Desde que ela estava vivendo com seu pai, eles decidiram quebrar a relação entre eles e executar Hao Yee. Quando Dai Ha sabe sobre isso, ele diz aos moradores que ele é o pai, então Hao Yee não precisa ser executado agora. Dai Ha a leva para sua pequena casa e dorme no chão. No início, Hao Yee está com raiva dele, mas logo eles se dão melhor. Um dia, seus dez bebês nascem. Juntos, ambos criam as crianças, mas no mês seguinte, todos se tornaram adultos, exceto um deles, o número dez. Desde que os pais têm medo de seus filhos adultos, eles ignorá-los e foge. As crianças correm pela cidade, causando problemas enquanto o Número Dois e o Número Três são adotados pela esposa do maléfico Sai Hung, que não quer que seu marido saiba que seus verdadeiros filhos morreram. Dai Ha encontra as crianças e secretamente dar-lhes comida. Logo, a cidade mal entendido e decide matar os irmãos. Hao Yee e Dai Ha dizem que eles são seus pais, então a única opção foi sair, então eles fizeram. Quatro e Dez foram vendidos para um circo cujo líder era extremamente rigoroso e governou duramente. Nove foi vendido para uma família mais rica. Os filhos foram ensinados por sua mãe, eo número um, que era o mais maduro, ajudado Dai Ha em seu negócio em vender sobremesas. Logo, descobrem que têm poderes, mas não querem que seus pais saibam. De repente, um dia, todos recebem uma doença. No circo, o líder ganha muito dinheiro porque o Número Quatro poderia esticar os braços e as pernas. Os clientes sempre pagavam ao líder para zombar dele. Enquanto isso, o número um ficou cego, o número cinco cresceu asas nas costas, a cabeça do número seis cresceu muito, e as pernas do número sete cresceram extremamente longas. Somente o número oito não tinha nenhuma doença. Um dia, suas enfermidades foram curadas e, em vez disso, encontraram seus poderes. Eles queriam que sua família estivesse unida, então eles tentaram muitas maneiras de encontrar seus irmãos desaparecidos. Eles voltaram quatro, nove e dez, mas dois e três foram estragados pelo senhor da guerra. Eles não sabiam quem eram seus verdadeiros pais. Quando eles logo se reúnem, o senhor da guerra está com ciúmes dos dez irmãos e quer matá-los. Os Dez Irmãos tentam o melhor possível para expulsar o senhor da guerra. Quando tudo está resolvido e o senhor da guerra é despejado, um misterioso homem de cabelos brancos aparece nas visões do Número Um e diz que os irmãos terão de morrer em 15 de agosto se não sairem com ele. O número um não confia nele, mas logo ele faz. Quando os pais descobrem sobre a profecia, em 15 de agosto, eles enviam seus filhos. Os pais são muito triste, mas não é possível para seus filhos para ficar. Assim, na noite de 15 de agosto, os irmãos são enviados para o homem de cabelos brancos, exceto Ten começa a chorar e diz que algo vai acontecer com sua mãe. Os outros irmãos aprenderam que, sempre que Ten chorar sem motivo aparente, algo acontecerá. Um e dois usam suas habilidades para verificar em sua mãe, e ficam horrorizados ao ver que Hao Yee está morrendo. O homem de cabelos brancos diz-lhes que ela está morrendo porque ela deu à luz dez filhos mágicos - eles - e seus poderes eram muito fortes para Hao Yee para ela sobreviver por muito mais tempo. Os irmãos são informados de que a única maneira de salvar sua mãe é tornar-se feijão novamente, e os irmãos se sacrificar para salvar a vida de Hao Yee. Cinco anos depois, em 15 de agosto (Mid-Autumn Festival), Dai Ha e Hao Yee dão à luz um filho, a quem eles chamam de Onze. Eles olham para o céu e vêem dez estrelas, e dizem a Onze para dizer olá para seus dez irmãos mais velhos. Embora a versão moderna é a mais conhecida, a versão antiga da história era sobre o mal caudilho da sua cidade capturando seu pai. Eles tinham que salvar o pai e, para isso, tinham que se unir e trabalhar juntos como uma equipe. A fraqueza dos 10 irmãos é a pedra calcária e eles não são capazes de usar seus próprios poderes se eles entrarem em contato com ele até que eles se lavam com óleo.

Título: The Light
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Uma menina com sobrepeso com baixa auto estima, Yan Dan, encontra um ator em ascensão Guan Xiao Kang. Ele a emprega na padaria de sua família. Diante do risco de ser fechado, eles trabalham juntos para encontrar uma maneira de manter a loja em funcionamento. Ao longo do caminho, suas personalidades, bem como a amizade também crescem.
Opinião:
Spoiler:
Premissa boa execução ruim.
Em termos simples, este é um histórias realistas e inspiradora de pessoas comuns da cidade, todo mundo tem seus próprios sonhos, todo mundo também um lado vulnerável em seus corações.
Os dois protagonista estava procurando um pequeno abrigo,um ancoradouro para a alma, mas tiveram que enfrentar a dura realidade.
Xu Lu acima do peso não convence, fica evidente que é um enchimento para simular gordura corporal. Um erro grave, até para cineastas que contam com baixo orçamento.
Acho que o diretor queria expressar um monte de coisas, mas ficou tudo em ilusórias, não é muito ricos em detalhes mas é suficientemente interessantes.
Um filme que fala sobre perda de peso, sonhos, amor, explicados com clareza. No caminho os personagens sonham, fazem amigos, demonstram amor e carinho que faz parte do cotidiano, quase essencial neste tipo de filme inspirador, mas o filme "The Light" adota uma narrativa de "subtração" contida, isto é, retrata essas emoções de pessoas comuns, ao contrário de alguns filme voltado para a dramatização dos problemas.
Um filme de duas pessoas envolvidas em uma história de tempo, humor, comportamento, manifestação e verdade.

Título: The Swimmers
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2014
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Quando dois nadadores proeminentes que são amigos, se apaixonam pela mesma garota, apenas o pior pode ser esperado. A situação se descontrola quando a menina fica grávida e inesperadamente decide cometer suicídio. Então, o amor, a vingança e a obsessão começam a assombrá-los.
Opinião:
Spoiler:
Não, não é um horror é um terror.
Se você está esperando para ver um filme de terror memorável, você veio para o lugar errado. "The Swimmers" não é um filme fantástico que você vai querer ver uma segunda vez, mas é um bom filme se você está procurando algo rápido e diferente.
"The Swimmers" é bem estruturado no contexto do todo, tem uma história razoável com componentes essenciais a sua memorização, isto é para ser lembrado positivamente ou negativamente.
Destaque para o elenco, onde o espectador envolve emocionalmente com os personagens principais. A critica fica por conta do final do filme, onde a afeição do personagem principal deveria ser de escuridão e pecados caídos sobre ele, foi de um rosto brilhante digno de vencedor. Protelar a morte como cara de vencedor definitivamente é algo tétrico.
O fantasma na plataforma de mergulho deveria ter feito seu trabalho e não ficar estático, no final a maldição é realmente a intenção embora um pouco de anti clima, certamente veio como uma surpresa depois do clichê.
Todas as imaginações na Tailândia são limitadas com a rendição total à monarquia. Você não pode pensar de forma diferente sem um castigo, tanto pela pressão quanto pela lei.
Filmes memoráveis ​​são feitos em total liberdade ou em total supressão como um protesto. O caso da Tailândia é ambivalente, na melhor das hipóteses.
Não podemos exigir muito mas sabemos que tem potencial para entregar filmes melhores que "The Swimmers", aliás bem melhores.

Título: Campus Confidential
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2013
Nota pessoal: 10.0
Sinopse: Um estranho fenômeno gera uma relação romântica entre uma bela estudante de direito (Chen Yi-han) e um geek pouco atraente (Chen Bo-lin).
O geek do campus resgata a menina mais bonita do campus de um lago secado depois que cai dentro.
O filme gira em torno da premissa de que se duas pessoas se encontram no lago crisântemo, quando o lago seca, eles estão destinados a se apaixonar e ficar juntos para sempre. A lenda é posta à prova.
Opinião:
Spoiler:
A beleza das pessoas, não está no rosto onde muitos procuram, mas sim no coração onde poucos encontram.
Está é uma das lições que o filme trás, Donnie Chun-Yu Lai soube desde o principio o queria, fazer um filme divertido mas ao mesmo tempo educativo e reflexivo para o público jovem. Mostrar de uma forma criativa que não somente de aparência um ser humano é constituído.
Tanto é que a grande surpresa e prova disso fica por conta do final, evidentemente não entrarei em detalhes por motivos de spoilers.
Escrito por Chao-Bin Su e Chia-Ying Lee (screenplay) focaram no cotidiano, acrescentando a fantasia para fixar nas mentes dos jovens a moral da história.
A parte de elenco está impecável, temos nada mais nada menos que a jovem e bela Chen Ivy como Liang Xiao Qi
suas atuações sempre são em suma impecáveis.
Chen Bo Lin como Wu Quan Shun também fez uma atuação memorável, embora não estou muito familiarizado com seus trabalhos.
Ainda temos Chiang Paul como Zhang Sheng, Guo Shu Yao como Mei Shue e Wang Jean como Mama Wu que seguindo a mesma linha de atuação dos protagonistas.
Cenografia e filmografia ficaram harmônicos com a trilha sonora contemporânea do filme, óbvio que nem tudo é perfeito, temos uns erros bobos quase imperceptíveis de continuação de cena e edição, poderia citá-los mas perderia toda a graça para quem vai assistir.
De um modo geral o filme é excelente, a lição de moral e valor ético tem peso superior para mim, no contexto técnico tem seus defeitos mas o que vale é a diversão, se acompanhada de um excelente lição de moral para está conturbada e quase imoral nova geração é consequência muito mais que bem vinda. Super recomendado!

Título: Kularb TUD Petch
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Tailândia
Ano: 2016
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Rosas e diamantes são os mais bonitos. Que pode não ser possível encontrar uma comparação. Mas a beleza destes pode ter efeitos valiosos e tóxicos em mãos erradas...
Opinião:
Spoiler:
"Kularb TUD Petch" é um lakorn de ação, com uma sensação de tensão e elegância.
A história é sobre dois personagens de codinome: White Rose Bandit e Cat Diamond. Eles não são amigos ou melhor são "sócios" de negócios, ambos têm um olho forte para coisas nítidas e brilhantes, ou seja, gemas e diamantes.
Antes mesmo de serem expostos nas vitrines, White Rose Bandit ou a Cat Diamond tentam por as mãos de forma ilegal, ou seja roubando dos proprietários. As pessoas falam destes dois com reverência, porque a polícia local não pôde descobrir quem são esses dois vilões famosos.
No entanto, durante o dia White Rose Bandit é realmente sócio de uma empresa de joias, não sabemos por que ele rouba joias à noite quando ele claramente poderia sobreviver apenas com as vendas de joias compradas legalmente.
Cat Diamond, como você adivinhou, é uma mulher talentosa em tudo o que ela faz, seja desenhar, cantar, lutar ou flertar. Durante o dia ela dirige um restaurante chamado Darika com sua tia Da (Tanya Tanyaret) e é aparentemente uma mulher normal.
Ambos tem um único objetivo, por as mãos no mais valioso objeto, o blue diamond ou diamante azul, ninguém sabe onde está ou a quem pertence, por isso nesse jogo de obter a resposta vale tudo, inclusive jogar sujo com seu rival de "negócios"...
No que refere-se história e execução, "Kularb TUD Petch" não nos dá todas as peças para o quebra-cabeça imediatamente, não o suficiente para responder todas as nossas perguntas de imediato. Isso é suspense. Mas a falta de informação é irritante, podemos ter um suspense mas desde que existam pistas para seguir, o que não acontece, são poucas as informações para montar o quebra-cabeça já que o drama em sua boa parte foca no cotidiano dos protagonistas.
No que se refere atuação e elenco embora não há química entre os personagens de Chokprajakchat Nichari e Jaron Sorat está dentro do aceitável, assim como os adjuvantes fizeram seus trabalhos de atuação sem grande destaque.
Cinematografia e cenários não há do que reclamar, contudo alguns efeitos especiais não convencem como os disparos das armas de fogo, ao invés de festim usaram computação gráfica muito abaixo do padrão. Cenas de lutas são mais encenação que atuação, culpa das posições das câmeras que evidenciaram o que eram para ser escondido.
A trilha sonora e sonoplastia são a parte boa deste lakorn, nada de extravagante ou surpreendente, dentro da média.
Este lakorn é um remake de 2006 (versão de Margie Rasri) mas certamente não se sente como um. Em vez disso, um drama de ação e romance sem graça, tudo mediano mas por erros técnicos fica bem abaixo da média.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Surgeons
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 9.0
Sinopse: É possível buscar respostas para uma morte que ocorreu há quase 30 anos? Zhuang Su (Jin Dong) é um cirurgião cárdio torácico de sucesso que tem praticado nos Estados Unidos. Ele retorna para trabalhar em um hospital geral na China para encontrar respostas para um caso de negligência que aconteceu há 29 anos que resultou na morte de um paciente. Zhuang mãe Su, a enfermeira envolvida no caso, foi forçado a renunciar. Então ela viu sua filha de 4 anos sequestrada e depois morreu em um acidente de carro. Companheiro cirurgião cárdio torácico Lu Chen Xi (Bai Bai Ele) passa a ser a filha do paciente que morreu no caso de negligência. Depois que ela se levanta para o diretor do hospital, Yang Fan (Liu Yi Jun), ela é rebaixada para o departamento de emergência. Pode Chen Xi ajudar Zhuang Su descobrir a verdade para o que aconteceu há quase 30 anos que mudou tanto fortunas de suas famílias para sempre? "Cirurgiões" é uma série de drama chinês de 2017 dirigida por Li Xue.
Opinião:
Spoiler:
Surgeons, drama chinês ao encalço dos coreanos!
"Surgeons" é um drama médico chinês que incomodou os coreanos, fato que coreano sabe fazer bons dramas, ainda mais do gênero médico, mas a China vem mostrando crescimento em suas produções, prova foi "Surgeons", que veio mostrar que não só coreano entende de medicina.
Obviamente que "Surgeons" não tem aquele impacto dramático das versões coreana por conta da cultura mais conservadora da China, no entanto quesito história está a altura, temos uma história muito bem escrita por Zhu Zhu onde em nenhum momento houve perda de rendimento no que se refere prender a atenção do espectador, de fato o drama envolve um mistério e uma investigação, muitas vezes pode ser um pouco chato, mas a direção de Xue Li suprimiu essa chatice mesclando cenas médicas como operações cirúrgicas e romances paralelos, bem como intrigas administrativas e pessoais, não somente dos protagonista mas adjuvantes também, no final acabamos vendo todo o elenco atuante e participativo dentro de pequenas histórias mas fundamental para montar todo o contexto principal do drama.
A cinematografia e cenários, também estão a altura, tecnologia de ponta, manequins de treino médico, mostra que "Surgeons" não economizou dinheiro na produção, queria mostrar todo seu potencial. E conseguiram.
Trilha sonora, bom, aqui temos algumas divergências, a China ainda não é muito boa de acha a melodia certa para a cena ficar emocionalmente correta. E todos nós sabemos que um boa trilha sonora é fundamental para transmitir todo o sentimento que aquela determinada cena apresenta. Uma pena, mas nada que atrapalhe, está dentro do aceitável.
De um modo geral a diferença deste drama médico em relação aos dramas coreanos de mesmo gênero é o foco da história. "Surgeons" foca mais o lado médico-médico, em contra partida as versão coreanas focam no médico-paciente.
Para quem é fã de dramas médicos, é uma excelente sugestão!

Título: Tomodachi Game
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Japão
Ano: 2017
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Katagiri Yuichi, estudante do ensino médio, se preocupa mais com a amizade do que com o dinheiro por causa dos ensinamentos de sua mãe. Um dia, Yuichi e seus amigos mais próximos, Shiho, Tenji, Makoto e Yutori, de repente são forçados a participar de um misterioso jogo de inteligência que envolve muito dinheiro. É suposto ser um jogo simples. No entanto, as amizades são testadas inesperadamente em condições extremas que desencadeia paranoia. O truque para terminar o jogo é confiar nos amigos. Mas será que Yuichi e seus amigos escolherão dinheiro por amizade?
Opinião:
Spoiler:
Baseado no mangá, é o inferno de um drama psicológico.
Eu o comparo com "Liar Game", onde as pessoas manipulam uns aos outros por dinheiro diminuindo suas dívidas. Ambos têm toneladas de enigmas em um jogo que vai testar a sua humanidade, moralidade, lealdade e, claro, amizade. Assim se resume a premissa de "Tomodachi Game" que deve ser traduzido como "Jogo de Amizade".
O drama foi muito bem planejado, a começar pela história que não é nem um pouco simples, ela é rica em elementos torturantes, onde põem a prova todos os sentimentos dos participantes e mexendo com os sentimentos dos espectadores.
A qualidade do elenco aqui é irrelevante, afinal são todos jogadores de mentes distintas que agem de forma distinta sob a pressão de um complicado jogo com uma trilha sonora que ajuda e muito a dar o clima de tensão necessário para a história. Raciocinar em um tempo limitado para escolher a resposta correta sem duvida é torturante, vivenciar uma verdadeira tensão e emoção é difícil até para quem assiste, imagina para quem joga.
"Tomodachi Game" explora todas as variáveis e perspectivas dos participantes, apenas uma resposta errada e você está fora deste jogo! Onde a amizade falará mais alto que o dinheiro ou o dinheiro falará mais alto que a amizade!?.

Título: Utopians
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Este drama erótico visualmente deslumbrante acompanha um jovem que se vê inesperadamente atraído por seu belo e franco professor. Apesar de - ou talvez por causa de - sua educação conservadora, Hins tem a intenção de chegar perto o suficiente para Ming para compreendê-lo. É uma experiência que transforma sua vida e passa a definir sua identidade adulta.
Opinião:
Spoiler:
Este filme conta a história de um estudante universitário em Hong Kong, que vive com sua mãe e tem uma namorada católica. Um dia, ele frequenta uma aula sobre filosofia grega, e ele fica intrigado com o professor. Mais e mais profundo, ele é atraído para o misterioso mundo da sedução sexual.
"Utopians" tem uma primeira parte que é dominado pela figura de Hins e sua busca frenética por identidade, especialmente sexual; a fazê-lo depende de seu mentor como faria com qualquer estudante dedicado, apesar das visões, sonhos e pesadelos continuam a preencher o seu mundo; Na segunda parte do filme tenta dar um concreto narrativa através da construção de uma história completa, com uma surpresa final, pena que tudo parece um pouco demasiado apressada e não em linha com a primeira parte mais abstrato, mas certamente melhor gerenciado.
"Utopians" é bastante diferente. Tem elementos filosóficos, religiosos e políticos nele. A história é contada de forma linear, tornando muito fácil de entender. O estudante universitário, Hins, é muito simpático, e eu acho que as pessoas podem se relacionar com ele e suas experiências de auto descoberta. A namorada é um personagem interessante também, e desempenha um papel fundamental na história. A cena do tribunal é muito tocante e talvez o ápice de maior impacto de destaque. Ponto fraco é a falta de percepção de cena, há várias cenas que são contínuas e longas, como a primeira cena, e também a cena da praia onde San Sebastian é amarrado em uma árvore. Os elementos artísticos em "utópicos" são uma "pronuncia para os olhos discernir".
Escrito e dirigido por Scud, fez de "Utopians" um verdadeiro exercício artístico visual em uma perspectiva da pesquisa de imagens, a limpeza da recuperação, o pincel que tinge a pintura, a busca obsessiva pela perfeição de formas, especialmente aqueles dos órgãos, o retorno contínuo ao mar como o espaço infinito no qual a mergulhar atingindo um estilo único sempre tendeu à sublimação do áudio visual.
Embora seja extremamente contra o homossexualismo e um tanto quanto conservador posso assegurar que "Utopians" certamente é um dos filmes mais belos e intensos, em favor de uma reflexão filosófica sobre o conceito de "liberdade emocional" através de citações frequentes do período helenístico; Uma abordagem mais madura, por assim dizer, uma consciência adquirida em liberdade sexual e preconceitos sociais que a rodeiam.

Título: Wedding Dress
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2010
Nota pessoal: 10.0
Sinopse: A mãe solteira Ko Woon é diagnosticada com câncer terminal. Ela então "prepara" sua filha de nove anos de idade, So Ra, para viver sem ela, enquanto também diz adeus aos outros ao seu redor.
Opinião:
Spoiler:
Um drama emocional entre mãe e filha!
Emocionalmente devastador, "Wedding Dress" é um autentico melodrama coreano, com uma história que não visa simplesmente causar sensibilidade e comoção no coração dos espectadores, mas para causar um impacto visceral, mostrar para as pessoas de um modo ético e filosófico de que a morte é um caminho sem volta, uma realidade que chega para cada um de nos mais cedo ou mais tarde, por isso que devemos nos esforçar em dizer tudo e demonstrar tudo o que sentimos para aqueles que amamos, odiamos e que estão a nossa volta.
A protagonista Ko Woon (Song Yoon Ah) ao descobrir da doença terminal, muda seu comportamento em relação a sua jovem filha So ra (Kim Hyang-gi) torna-se cada vez mais errático, temperamental e febril com intensidade. Por que somente agora? Por que não demonstrar toda esta intensidade antes?
E a culpa? Ah, a culpa e remorso, culpa de não ter sido sempre a mãe que deveria ter sido. No entanto, as tentativas de Ko Woon para fazer So Ra feliz não funcionam do jeito que ela imaginaria, a menina continuamente ignora-a; O trauma profundo que se instala nesta mãe a beira da morte vem da nova intensidade encontrada por Ko Woon acoplada com os próprios problemas de So Ra na escola. Ela é uma criança triste e ferida, por ter uma mães "negligente", uma mãe presente mas ao mesmo tempo ausente, não havia diálogos entre mãe e filha... Pior ainda é ter apenas nove anos de idade sem saber que sua mãe aparentemente "escondendo" seu câncer terminal daqueles ao seu redor e tem apenas uma pequena quantidade de tempo para viver. (é fato comprovado que crianças percebem que algo está errado a partir dos oito anos de idade, julgando apenas a mudança abrupta de comportamento), ou seja, esconder coisa nem sempre é uma boa escolha, um diálogo mais aberto de forma que a criança entenda pode minimizar não somente o sofrimento dos pais mas da própria criança.
Como quando a pequena e tão corajosa é So Ra quando ela percebe que a doença de sua mãe é séria, ela resolve, com incansável estoicismo, devolver o favor que sua mãe tinha tentado dar a ela, tornando-se a melhor filha possível.
De castigar sua filha por não levar um guarda-chuva para a escola, até fazer para So Ra um vestido de noiva, são formas um tanto quanto egoístas de garantir que sua filha estará bem preparada e segura no futuro, mesmo quando ela não estiver mais com ela.
A escolha do elenco foi um ponto chave para a história, afinal para que este filme ganhe vida é preciso saber atuar e chorar, foi o que Kim Hyang Gi fez ao interpretar So Ra, Song Yoon Ah também fez um ótimo trabalho como mãe, mesmo eu achando que mãe e filha não combinaram neste filme.
Cinematografia e cenários são comuns, boa parte das filmagens são internas, onde o básico e comum já são o suficiente, agora quanto a sonoplastia e trilha sonora eu achei razoável, um tema mais melodramático seria o mais indicado, mas vejam, o próprio enredo por si só é bem triste, aumentar a carga dramática de nada adiantaria.
De um modo geral e graças a bela interpretação de mãe e filha podemos traçar uma jornada deslumbrante de uma jovem que começa a entender quão abençoada ela é, ter tal amor em uma vida que logo se tornará insuportável e irreversivelmente, trágico. Super recomendado!

Título: For Love Let Go
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: O enredo segue uma garota que anseia por amor verdadeiro em um mundo materialista, onde ela acha que todos mascaram seus verdadeiros sentimentos. Ela se apaixona pelo líder de uma banda, que está lutando para reconciliar sua paixão pela música e a realidade das pessoas ao seu redor, dizendo a ele que não deveria seguir essa carreira.
Opinião:
Spoiler:
Em um período confuso de dois jovens encontraram o amor!
É o que venho falando e é um realidade, vivemos em um mundo materialista, onde quase todos mascaram seus verdadeiros sentimentos.
Com essa premissa o diretor e roteirista Luo Min recrio em parte esse fato em "For Love Let Go".
Tan Yao é um jovem musico vocalista de uma banda, ele, extremamente materialista, acha que o dinheiro compra tudo, até mulheres, seu ponto forte não é relacionamentos, por ser popular ignorar e também esconde com hipocrisia seus sentimentos.
Li Li uma bela jovem ingênua que ainda acredita encontrar um amor verdadeiros, sabendo que quase todos esconde seus verdadeiros sentimentos acaba por um acaso apaixonando-se por Tan Yao, onde ela sequer sabe da personalidade do rapaz, quando então Li Li acaba por descobrir que Tan Yao é como os outros, alguém que esconde seus sentimentos verdadeiros, ela resolver dar uma chance pois sabe através do romance ao decorrer que não é ele, mas sim o ambiente em que ele vive e trabalha é que o fazem o esconder seus verdadeiros sentimentos...
A história é muito boa, ao menos gostei, retrata muito a realidade que vemos por aí, tem uns aspecto negativos e falhos, mas dentro do aceitável, tanto que eu adorei como o filme termina, isto demonstra muito maturidade a protagonista.
E falando em protagonismo, o elenco está ótimo, foi muito bem escolhido e as interpretações foram exemplares, pena a história não ter ajudado muito. A trilha sonora por sinal muito agradável aos ouvidos, bem como os cenários filmografia, simples mas correto.
De um modo geral, destaque sem duvida é para a história, não chega ser algo incrivelmente bom mas trás uma certa lição de moral, o que para mim é mais que valido, afinal de nada adianta um super filme mas sem conteúdo algum a ser extraído. Recomendado!


Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Are You Here
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 2015
Nota pessoal: 5.5
Sinopse: Min, Lung, Keong e Fen são parceiros de negócios de uma empresa de design de jogos on-line, que está à beira da liquidação devido à falta de clientes. Assim como as coisas começam a piorar, uma senhora misteriosa, a Sra. Wong oferece-lhes uma quantia considerável de dinheiro se eles pudessem completar as fases finais do jogo online do seu filho falecido - Ouija Board e lançá-lo depois disso. Eles prontamente aceitar o negócio. Em breve coisas misteriosas acontecem e eles experimentam avistamentos de fantasmas.
Opinião:
Spoiler:
Não é tão terrível quanto seus esforços para construir a tensão nesta história de horror.
Um filme de horror sobrenatural com um mínimo de cuidado com a originalidade, "Are You Here" estabelece sua premissa assustadora no início, mas depois imprudentemente se prepara para uma história de vingança muito sem graça sobre o fantasma de uma estudante estuprada e posteriormente assassinada.
O caos começa quando a menina morta é convocada por algumas crianças da faculdade com uma placa de espírito Ouija na cena do crime. Enquanto isso, com Min (Jacqueline Chong Si-man) deixou o coração partido por seu namorado viciado em jogo Lung (Sammy Sum Chun-hin) e contemplando um segundo aborto, Lung e seus dois parceiros em sua empresa de software Rica nova cliente (Nina Paw Hee-ching).
Após começam os assustadores avistamentos que inevitavelmente trazem à mente vários filmes clichês de Hollywood.
A atuação e elenco embora admiravelmente boa, não foi suficiente para acumular tensão. A história em suma é doce e débil, a cinematografia e cenário são precários, como a trilha sonora e sonoplastia pouco explorada.
Enquanto um monólogo sobre um casal casado enfrentando a morte fornece o momento mais intrigante do filme, ele parece agonizante fora de caráter em retrospectiva como se isso é qualquer tipo de conforto para os telespectadores o diretor já tem um péssima reputação por deixar muito a desejar e foi o que fez em "Are You Here" fazendo um filme que, deveria ser original mas falho por acabar pondo elemento comuns na história.

Título: Corpse Party: Book of Shadows
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Para trazer de volta seus amigos mortos, estudante de escola secundária Naomi volta para a escola primária onde uma tragédia ocorreu. Ela se envolve em um novo incidente.
Opinião:
Spoiler:
Baseando em jogo de vídeo game.
Na realidade, é mais parecido com um romance gráfico interativo ou o equivalente de um livro digital de escolha sua própria aventura. Sim a Live Action mais parece um jogo que um filme.
O filem é como um cursor na busca de objetos que podem ser examinados mais de perto, se deslocar entre as salas, potencialmente desencadeando o próximo evento da história ou de outra forma mover o enredo ao longo
A maior parte da experiência, no entanto, é apenas uma história horas e horas de narração de um elenco que pouco envolvido com seus papeis acompanhada de ilustrações estáticas de fundo, que tem uma cenário muito pobre, assim como retratos de personagens igualmente prestados e uma verdadeira sinfonia de gemidos ofegantes. Eu sei que minha descrição pode soar um pouco desdenhosa, mas honestamente, eu só quero que vocês entendam o que vocês estão se metendo aqui. Se você vem esperando combate ou ação, você vai ficar confuso e decepcionado. Mas se você espera algo mais como um clássico do tipo aventura e mistério simples prepare-se para uma boa dose...
Há uma abundância de material novo no que refere-se a efeitos especiais, as vísceras estão muito bem produzidas dando veracidade. Supondo que você tenha estômago forte para eles, as descrições vívidas da mutilação são interrompidas apenas pelo riso inquietante das crianças, os sons dos membros sendo arrancados de um eco de corpo sobre uma tela preta, e os muros espalhados pelo sangue de um dos porão da escola servem como um sombrio lembrete.
No geral "Corpse Party: Book of Shadows" é um filme autônomo diferente que se concentra em apenas um ou dois indivíduos há algumas exceções notáveis, alguns flashes de brilho. Vários dos personagens centrais se sentem brandas e indistintas para não mencionar super educadas, mas aqueles que se destacam com o enigmático e verdadeiramente assustador livro das sombras ajudam a tornar toda a experiência mais envolvente. Além disso, mesmo que nem todos os capítulos tenham sido criados iguais, simplesmente mudar as perspectivas a cada poucas horas ajuda a renovar a tensão, e os capítulos são apenas o tempo suficiente para você conhecer e se investir em cada novo conjunto de personagens. O melhor de tudo, porém, é ver as várias histórias começam a se cruzar em maneiras sutis.

Título: Extraordinary Mission
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 10.0
Sinopse: Um policial disfarçado tenta derrubar um sindicato de narcotraficantes.
Opinião:
Spoiler:
Ação e emoção de tirar o fôlego!
"Extraordinary Mission" centra-se em um policial que tenta derrubar um grande sindicato de narcotraficantes dentro do Triângulo Dourado(basicamente um anel de narcóticos entre a China e a Tailândia, como ele é testado repetidas vezes devido a suspeitas dele ser um policial, ele se torna um viciado em drogas e tem que lutar contra o vício enquanto também permanecer fiel ao bom policial.
"Extraordinary Mission" tem uma boa narrativa preenchida com um monte de grandes arcos para quase todos os seus personagens que são interessante e logicamente conectado uns aos outros, você sente que há uma razão por qual os personagens são como são, uma vez que, o roteiro de Felix Chong permite um diálogo espirituoso, e voltas e voltas inteligentes que fazem sentido e nunca saem forçadas. A história conta com um drama eficaz, o ator principal Huan Xuang, que interpreta Lin Kai, faz um excelente trabalho retratando um policial, lentamente perdendo seu controle sobre sua sanidade, enquanto ele viaja por um caminho escuro e traiçoeiro dentro do tráfico de drogas, por outro lado podemos Vê-lo também tentando desesperadamente segurar seu lado policial honesto, que faz o lembrar de qual lado que ele está, é essa mistura de conflito interno e externo que não é quase tão explorado em filmes dessa premissa que adiciona uma camada maior a uma trama de outra forma redundante que é também habilmente executado em "Extraordinary Mission". O elenco de apoio empresta ao filme muitos antecedentes e credibilidade também, do capitão de Kai que primeiro designou a missão a esse pobre coitado, para Eagle, o líder do sindicato. Os laços formados entre os personagens são envolventes e bastante cheios de profundidade e, que há uma ligação ainda maior entre os três personagens principais dando um grande impulso de ressonância tanto emocional e narrativa.
A cinematografia que envolve o filme, bem como os cenários, efeitos especiais e tiroteios extremamente balístico, são o grande diferencial sem duvida, e o destaque também, onde meticulosamente coreografadas em sequências de luta, perseguições de carro dão vida a "Extraordinary Mission", entregando uma imagem de ação original, com vários elementos envolvendo todos os CGIs de qualidade.
Fato que durante as filmagens foram usadas algumas armas verdadeiramente originais e poucos dubles, isto sim que é um diferencial.
A equipe de edição tomou todo um cuidado com o filme para que cada explosão, disparo e movimentos coincidam com os personagens e a sonoplastia, fazendo um cruzamento elegante entre as amplas e cinéticas tomadas de cena para as combinações mais focadas de ângulos dando ao filme uma sensação de urgência e velocidade raramente vistas nos filmes de ação militaristas." Extraordinary Mission" também tem uma das melhores sequências de perseguição de motos e possivelmente uma das cenas mais legais do filme, também gostei da trilha sonora bem escolhida, trilha sonora de Kwong Wing Chan e Taq Sakakibara é enérgica e apropriada, tema que descreve perfeitamente através de suas letras o que Kai está passando em sua mente e coração.
No geral "Extraordinary Mission" é um thriller de ação acelerado, intrigante, original e rico em personagens que atua tanto quanto uma homenagem aos esforços da polícia para combater as drogas e aos criminosos com um final exemplar. Super recomendado!

Título: First of May
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2015
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: Uma história de amor que atravessa duas gerações na sociedade taiwanesa moderna.
Opinião:
Spoiler:
De uma perspectiva simples mas linda.
Não espere um enredo interessante de uma maneira complexa, a história é em suma muito cotidiana dentro deu um país que tem seus problemas como outro qualquer.
"First of May" faz não apenas vê-lo, mas também sentir todo o drama de dois jovens de uma geração completamente distintas, descobrindo os sentimentos do amor, indecisos para se encaixar em cada uma das gerações, onde ela é da geração conservadora e ele da geração liberal sob olhar dos fatos de seus familiares.
Escrito de uma forma que todos possam compreender o que de fato é a transição das gerações na sociedade, sem escolher propriamente dito um lado da geração, ou seja, dá ao espectador o livre arbítrio de julgar cada segmento da historia e propor a si mesmo a melhor decisão opinativa. (conservador ou liberal por exemplo).
Em ajuda, um ótimo elenco bem presente e atuante, acompanhados por uma uma boa trilha sonora e cinematografia compõem
todos os filamentos de "First of May" tornando-o um excelente filme reflexivo.
De um modo geral "First of May" é bastante simples e bonito, nada complexo ou faz você pensar muito. Pobre de enredo mas rico em lição de moral filosófica. Recomendo!

Título: Hidden Wrath
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2015
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Um fenômeno estranho ocorre em uma aldeia isolada... Levará o mal destruir aqueles que são os rostos do próprio mal.
Opinião:
Spoiler:
Um filme de sensibilidades apocalípticas.
"Hidden Wrath" é um filme bem abaixo da média, pouco minimalista, mas que provavelmente poderia ter um efeito muito melhor.
Os últimos vinte minutos são tão terríveis que quase arruinar uma razoável primeira hora que sabe como desenvolver um mistério emocionante e nos manter aterrorizados o que só prova que às vezes é mais simples é melhor em oposição a muita informação desnecessárias.
A história, bom, nada em especial, aliás o tema supernatural requer cuidado para não virar clichê, se mal executado torna-se um desastre por causa das limitações.
"Hidden Wrath" não é propriamente clichê, tem uma certa originalidade, pecou nos altos e baixos, você simplesmente não consegue ficar atento do começo ao fim, onde o problema não é o elenco que atuou super bem, mas sim na própria história, demais diálogos para pouca ação, o diretor passou boa parte tentando explicar previamente o que iria acontecer na cena seguinte e acabou por se perder no timming, tanto que a parte final do filme é terrível.
No que diz respeito a cinematografia e cenários, tudo muito bonitinho e de acordo, porém os poucos CGIs deixam a desejar, assim como a trilha sonora e sonoplastia que sequer deram o capricho de editar o fade in e fade out.
De um modo geral "Hidden Wrath" não rende uma perda de tempo para aqueles que buscam um filme de suspense e horror a altura de dar sustos e repreender a atenção do espectador.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Ani ni Aisaresugite Komattemasu
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Japão
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Setoka Tachibana é uma estudante do ensino médio. Ela já confessou seus sentimentos para outros meninos 12 vezes, mas foi rejeitada todas as vezes. Seu irmão mais velho Haruka Tachibana se preocupa com sua irmã mais nova profundamente, mas ele mantém um segredo de Setoka. O segredo é que eles não são irmãos de sangue. Um dia, o primeiro amor de Setoka, Takane Serikawa, aparece depois de muitos anos e se aproxima dela. Baseado no mangá "Ani ni Ai Saresugite Komattemasu" da Yagami Rina.
Opinião:
Spoiler:
"Ani ni Aisaresugite Komattemasu" começa relativamente bem, vemos um cinematografia caprichada típica japonesa, com Ono Ito fazendo o papel da estudante rejeitada e o "simpático" Ryota Katayose como o bad boy. Membro do grupo Jpop "GENERATIONS from EXILE TRIBE" que atuaram muito bem. Faltando um pouco mais de presença dos adjuvantes em cena.
A história foi de certa forma meio contida como todos os relacionamentos ao longo dos cinco episódios, até para o padrão japonês. Fiquei surpreso, até na Live Action os sentimentos foram melhores expressados.
De certa forma gostei, um drama bem redigido, muitos elementos clássicos de slice of live e school live são suficientes para causar uma boa impressão, trilha sonora também está muito boa. "Ani ni Aisaresugite Komattemasu" foi curto mas muito bem produzido, como a Live Action.

Título: Kono Yo ni Tayasui Shigoto wa Nai
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Japão
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Kasumi 28 anos, consegue um emprego como professora em uma escola primária. Isto cumpre um sonho de uma vida para ela, mas Kasumi é muito apaixonada por seu trabalho. Mas, devido ao excesso de trabalho, ela entrou em colapso e renunciou. Desde então começou a procurar trabalho de meio período e de curta duração. Em uma agência de emprego, ela encontra-se com um membro feminino do RH que a oferece empregos, mas empregos peculiares. Na primeira, Kasumi hesita, mas aos poucos descobre o verdadeiro significado para ela. Então em um desses empregos peculiares conhece o misterioso Masakado.
Opinião:
Spoiler:
Não há nenhuma tarefa fácil neste mundo.
Parecia apenas um drama burocrático e chato de uma mulher que busca empregos de meio período e de curta duração, me enganei, a história é profunda, tem toda uma construção antes de chegar ao clímax, um drama que demora para emplacar mas quando emplaca torna-se interessante.
Ao longo essa mulher, Kasumi encontra muitos empregados e empregadores com suas peculiaridades, também aprende muito os observar e interagir com eles, a ponto de encontrar a resposta da sua existência. E um suposto amor também.
Gostei da cinematografia e figurino, ficaram muito harmonizados com a premissa do drama, nada de excessos e extravagâncias, o posicionamento das câmeras foi perfeito, o enquadramento com cenário de fundo faz exatamente aquilo que deve fazer, recriar o cenário perfeito!
Outro ponto que destaco é o elenco que por sua vez atuou bem, teve muita presença, faltou um pouco mais de participação masculina, sendo fã de Erina Mano não posso me queixar da atuação. Azusa Babazono também marcou presença, super simpática ela no papel de Mari Eriguchi.

Título: My Secret Romance
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Cha Jin-Wook é um filho de uma família rica que dirige uma grande empresa. Ele geralmente só persegue o amor de curto prazo, mas quando ele conhece Lee Yoo-Mi, que nunca teve um namorado antes, ele muda. Em um mundo de namoro cheio de pessoas ocupadas que tendem a flertar e perseguir "alguns" relacionamentos, em vez de ter conexões significativas que lhes permitem mostrar seus verdadeiros sentimentos, este casal tem um stand de uma noite. Três anos depois, o casal se encontra novamente: Ele mudou completamente, virando um diretor corporativo
exigente que não mais festeja ou aproveita a vida, focando apenas no trabalho. Um dia, Lee Yoo-Mi subitamente aparece como a nova nutricionista no refeitório da companhia e, apesar de eles fingirem não lembrar um do outro, enquanto eles dançam ao redor da atração física que sentem um pelo outro (e memórias daquela noite), eles começam a ponderar se isso pode virar algo mais
ou se só vai acabar ferindo ambos.
Opinião:
Spoiler:
Mais um drama que morre no final. Que final lamentável!
Não fiquei tão empolgado com um drama desde "Descendants of the Sun" (2016) tendo como casal preferido Jin Goo e Kim Ji-Won.
Quando anunciaram "My Secret Romance" tendo Song Ji-Eun como protagonista, e Im Do-Yoon como antagonista atuando juntas, mal me aguentava para com a estreia.
Simplesmente são divas, Song Ji-Eun no drama então, sem comentários, claro que não podemos deixar de mencionar ele, Sung Hoon que ano passado recebeu o prêmio de melhor ator em "Five Enough".
Tivemos aí um um casal lindo, claro se é que isto possa acontecer, afinal nos dois primeiros episódios as coisas não andavam lá, amigável entre os dois, digamos assim...
Em relação ao drama, eu curti, porque foi muito legal, isto é até os dois últimos episódios onde assassinaram o drama, a premissa é boa, tem uma ótima narrativa, ótimo elenco, bem equilibrado e tem uma boa dosa de "tudo um pouco", a OCN acertou em cheio em sua estreia de romances. Jang Woo-Jin e sua opção de moda deu muito humor ao drama como se já não tivesse.
"My Secret Romance" teve tudo para ser um sucesso, mas conseguiram mais uma vez estragar um bom drama, como o que fizeram em "Oh My Geum-Bi".
No geral no que se refere a situações e cenas românticas "My Secret Romance" está no top dez no rank dos melhores dramas com maior número e duração de cenas e situações românticas.
Ponto forte sem duvida é o elenco, Cha Jin-Wook no papel do CEO Sung Hoon, bonito, rico, inteligente e se dá bem com crianças, (pai e marido perfeito).
Lee Yoo-Mi no papel da nutricionista Song Ji-Eun, bonita, classe média, não muito inteligente, ingênua e insegura que não se dá muito bem com a mãe e com crianças ao menos por enquanto.
Dos vilões,vilãs e adjuvantes de destaques temos, Jeong Da-Sol no papel de Joo Hye-Ri,uma jornalista e apresentadora de alta classe, inteligente e astuta como uma raposa, está cegamente apaixonada a quase um década pelo CEO Sung Hoon que que dá a mínima para ela.
Kim Jae-Young no papel de Jung Hyun-Tae o cara da "friedzone" simples, comportado e não tão bonito foi parar lá por conta da indecisão sentimental da Song Ji-Eun. Agora luta para conseguir ser notado como um homem e não como um amigo.
Kim Jong-Goo no papel de Cha Dae-Bok o "Big Boss" e pai do CEO Sung Hoon, bilionário, linha dura e casca grossa, quer que o filho seja bem sucedido tanto profissionalmente quanto pessoalmente, apesar do jeito rude e de pouca aparição no decorrer do drama, tem bom coração, adora crianças, tanto que tem um certa obsessão para que Sung Hoon lhe dê netos o mais rápido possível para serem herdeiro de sangue. Mas que seja com uma mulher a nível do filho, e conta com a ajuda da Joo Hye-Ri para que isto se realize.
Park Shin-Woon no papel de Jang Woo-Jin, secretário e quase amigo intimo do CEO Sung Hoon, divertido, objetivo e altruísta meio excêntrico e sem senso de moda mas fiel ao seu chefe, tem como objetivo ser reconhecido como melhor amigo de Sung Hoon.
Na mesma linha Im Do-Yoon no papel da subchefe de cozinha Kang Je-Ni, não tem objetivos, faz seu trabalho direitinho e segue todas as ordens, sempre quieta mas atentas as fofocas alheias.
Tanto Jang Woo-Jin e Kang Je-Ni deram muitas cenas cômicas porém objetivas no quesito relacionamento, achei que deveriam ter ganhado mais destaque no drama, pois deixaram as coisa bem animadas.
O grande destaque diz respeito ao script, "My Secret Romance", bem escrito por Kim Ha-Na e dirigido por Kang Cheol-Woo, obnde CEO Sung Hoon além de seus atributos físicos e intelectuais é bom de papo, ou melhor achar desculpas plausíveis para suas atitudes no que se refere "investidas amorosas".
Porem devido a "ignorância" ou "ingenuidade" de Song Ji-Eun as coisa não saem como deveriam sair, (ô moça indecisa)...
Seguindo a linha dos fatos, por volta da metade do drama, cria-se uma expectativa sobre aquela criança, Joo Sang-Hyuk no papel de Dong-Goo, não entrarei em spoilers, mas como o drama é tão bem escrito nos dá um por cento de duvida quanto a paternidade e maternidade da criança.
Embora seja evidente que noventa e nove porcento ele não seja o pai da criança e ela a mãe da criança, ainda sim aqueles um porcento nos deixa na duvida e inconclusivos, ao menos até todos os fatos serem esclarecido. Isto que torna um drama bem escrito, não tornar as coisas óbvias a até serem realmente elucidadas pelo próprio elenco.
Da parte de erros de continuação de cenas e cronologias, apenas a cenas dos filhotes da gata a qual o CEO Sung Hoon "adotou" em sua residência, evidente que forma postos lá, e não pertencem a gata negra, também a idade não condiz com a ordem cronológica desde que foi mencionado que a gata estava gravida.
Cenários e cinematografias estão de parabéns, tem umas paisagens lindas e românticas que deram um charme e uma posição muito favorável para este amor indeciso dos protagonistas.
Trilha sonora, na minha opinião deveria ser melhor introduzida e escolhida pela equipe de sonoplastia, não é ruim mas para um drama romântico não combinou muito bem, salve exceções onde tivemos melodias lindas em boa parte das cenas românticas.
De um modo geral "My Secret Romance" é irresistivelmente romântico, talvez uma pitadinha de melodrama lhe daria um dez sem duvida. O final foi matador, aceleram as coisas, acabando com todo a expectativa, sem mencionar as pontas soltas.
Um típico drama "E foram felizes para sempre".

Título: My Beloved Bodyguard
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Um guarda-costas aposentado que se instalou em um canto do mundo onde a China, a Rússia e a Coreia do Norte se encontram quando sofre demência precoce encontra um novo amigo em uma jovem. Quando sua vida é ameaçada pela conexão de seu pai com um senhor do crime local, o guarda-costas deve recorrer às suas habilidades há muito esquecidas para salvá-la.
Opinião:
Spoiler:
O velho é como Kung Fu Panda! Quem ver vai saber.
Essa citação resume as habilidades do personagem Hung Ding. Ding é um oficial aposentado da Central Security Bureau, de Pequim, que está nos estágios iniciais da demência. Ele é um homem cheio de arrependimento e remorso, mas opta por se isolar em vez de enfrentar as questões que o cercam. Uma grande pressão sobre ele é o fato de sua neta ter desaparecido enquanto ele estava cuidando dela. Mas então, num certo momento, Cherry Li, uma pequena garota da porta ao lado, aparece no apartamento dele para se esconder depois de lutar com o pai. Qual é o início de uma amizade única...
"My Beloved Bodyguard" não é o típico filme de artes marciais que estamos acostumados, é velho e, aparentemente o diretor, queria abordar isso.
Então, a maior parte do foco é que Ding seja um homem velho. Ele recebe algum backup de velhos amigos para fazer essa afirmação. Pessoas como Yuen Baio, Dean Shek, Yuen Wah e Tsui Hark para citar apenas alguns. Estes não são mais que camuflados atores velhos, sim há muitos no elenco.
Para mim, não foi uma decepção. Mais ainda, porque eles tiveram a impressão de entrar em ação também. Agora, isso teria sido algo que eu devo admitir que decepciona. Embora não tenha prejudicado o que eles estavam procurando no filme. No essencial, este filme é sobre Ding chegando a acordo com a velhice, demência e culpa. A ação está em serviço disso.
Isso explica o fato de que não existe muita ação. " My Beloved Bodyguard" é um filme de elenco velho, temos que considerar suas limitações, enquanto esperava uma aventura mais cheia de ação, consegui algo tão bom em troca, um dia não podemos fazer as coisas que costumávamos fazer. Você precisa estar preparado para isso. A velhice virá para todo(a)s e isto é a essência do filme, esta é a moral da história.

Título: Dong Poo Dee
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Tailândia
Ano: 2009
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: "Dong Poo Dee" é a história sobre Kom uma jovem que cresceu com a mãe que tem amnésia. Os dois são apoiados por Kru Sompon, que é o proprietário de uma escola. Kae desmaia no dia em que Kru Som Poo lança uma festa para seu irmão mais velho. Ela conhece Pitroongplai e lembra de tudo. Kae confia Kom em suas mãos antes que ela morra. Uma vez terminados com o seu funeral Pit leva Kom para Krung Thep e confia-lhe um nome de amigo Rangsan Rathanadaychagon para cuidar e dar-lhe uma educação igual a suas filhas Ratirot e Podjanee, mas na verdade Rangsan e Bugha sua esposa não Como Kom e a trata como um servo.
Opinião:
Spoiler:
"Dong Poo Dee" tem muitos atrativos que o tornam bons, a começar pela história, que por sinal é muito boa, ela começa simples mas torna-se cada vez mais complexa, sub histórias são criadas em meio a historia principal e isso ajuda e muito o drama decolar, principalmente por prender a atenção do espectador, o diferencial está cronologia, a ordem cronológica do drama é perfeita. "Dong Poo Dee" é lento e longo, onde os fatos podem ser melhor apresentados em riqueza de detalhes, eu gosto disso.
O elenco é muito bom, eu particularmente amei a mistura de adultos e crianças, a mistura de elenco mirim em meio aos adultos é um diferencial, os pequenininhos atuaram super bem ao lado dos adultos e isso fez com que o drama ficasse com um toque especial,a intercalação envolvente na história faz de "Dong Poo Dee" um drama familiar, a cinematografia é perfeita, cenários extremamente ricos em detalhes, tomadas e retomadas de cenas no timing perfeito, o posicionamento das câmeras dão ilusão e alusão a todos os fatos de uma perspectiva superior.
"Dong Poo Dee" leva em seus muitos aspectos a dramaturgia mexicana, em determinados momentos parece um novela mexicana. Há muitos elementos que lembra principalmente a cinematografia e o posicionamento das câmeras. ""Dong Poo Dee" é bom vale a pena, você não se cansa de assistir embora seja um drama logo. Por que é divertido, dramático e de certa forma ele acalma, pois o ambiente da história é propicio a isto.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Hitori Kakurenbo: Shin Gekijoban
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2010
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Na escola, Shiori ouve um boato sobre alguém que teve uma experiência espiritual ao jogar "Creepy Hide and Seek". Naquele dia, ao visitar seu irmão, ela não encontra ninguém lá, mas um navegador da Web abriu suspeitosamente em um "boletim informativo assustador escondido e procurado". Junto com a amiga de infância de seu irmão Shiraishi, ela sai para encontrar seu irmão desaparecido.
Opinião:
Spoiler:
Outro filme de uma garotinha fantasma.
Bom, "Hitori Kakurenbo" simplesmente é popular no Japão, então evidente que temo sequencias e mais histórias parecidas.
Eu particularmente odeia filme deste tipo, de muitos que assisto sempre tem uma garotinha que more de forma trágica que depois é invocada por alguma coisa ou por alguém.
O perfil é sempre o mesmo, cabelos longos e negros, pele pálida, e roupa branca, chega a ser irritante, e nem mencionei que sempre sai ou de TV's, espelhos ou objetos amaldiçoados.
Ou seja, "Hitori Kakurenbo: Shin Gekijoban" tem uma história nem um pouco original, graças ao elenco, como a Yuka Masuda e Keisuke Sohma deram elementos de originalidade graça a boa atuação.
Cinematografia e cenários, bom, não é de se esperar nada surreal, diria que está de acordo, uma tanto quanto bem comportado para filmes de horror, afinal japonese adora acrescentar volumosas cenas de mutilação e sangue.
Da parte de trilha sonora e sonoplastia, sem duvida o destaque, boa escolha e bons sons ambientes dão vida para o fantasma da garota.
De um modo geral, "Hitori Kakurenbo: Shin Gekijoban" embora seja um filme clichê, está acima da média dos filmes do gênero, graças aos outros elementos que compõem a produção de um longa, também estaria mentido caso omitisse o fato de que a história até certo ponto está muito bem escrita, mas continua sendo clichê.

Título: My Egg Boy
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2016
Nota pessoal: 9.0
Sinopse: Mesmo nos dias modernos de Taipei, as mulheres sentem a pressão social para casar e ter filhos antes que o período para tê-los termine. Felizmente, há uma solução: congelar seus óvulos e prolongar a sua fertilidade.
Zeng Mei Bao congela seus óvulos e procura o homem certo para começar uma família. A perseguição deste homem, termina em uma província da Suécia, onde o gelo e a neve se transformam uma metáfora para a criança que espera para nascer.
Opinião:
Spoiler:
Tão bonitinho mas tão feio.
Uma das características super positivas de "My Egg Boy" é o simbolismo a ser encontrado a partir dos óvulos e do envelhecimento até à expiração de uma maneira literal e literalmente única. Totalmente charmoso. Os significados metafóricos encontrados neste filme apontam para nossos próprios relógios biológicos, levando a uma lição de vida de abertura presente em nós desde o nascimento.
O relógio biológico instintivo da procriação atinge mulheres e muitos homens em seus vinte e trinta e cinco anos cientificamente comprovados. Cada minuto, hora e ano imaginados podem selar a vida de uma pessoa como a data de validade em uma caixa de ovos. Esse impulso corporal pode se tornar um forte catalisador subjacente para as emoções em relacionamentos românticos. Assim se descreve o enredo de "My Egg Boy" em uma bela história de amor e vida.
A ligeiramente neurótica Zeng Mei Bao trabalha para uma empresa de alimentos congelados como uma especialista e testadora de produtos. Como um associado mais jovem no escritório, ela é encarregada de um novo impulso de publicidade para atrair clientes mais jovens para a marca. Recentemente divorciada antes mesmo de poder ter uma lua de mel, Zeng Mei Bao anseia por estar grávida, mas sua dedicada dedicação ao trabalho custou-lhe um marido. Então ela cruza o caminho de A-Shi um aspirante a chefe de cozinha e o romance começa...
Como Zeng Mei Bao faz o congelamento de seus óvulos para garantir uma gravidez em idade avançada e comprar seu tempo para um dia se casar, "My Egg Boy" torna-se uma grande tangente no que refere-se a romance em alta fantasia onde os atores retratam seus óvulos e espermatozoide congelados em trajes absurdos dentro do armazenamento criogênico. Exato, além do romance o filme mostra um perspectiva do tipo "o que os óvulos e espermatozoides pensam sobre ser congelados".
Dois em particular, um menino de espermatozoide (Huai-Yun Zhan) e uma menina de óvulo (Lyan Chen), são os responsáveis por "teoricamente" simular através de Zeng Mei Bao a perspectivas de uma vida amorosa entre ela e A-Shi. Parece um absurdo, mas foi uma grande sacada do diretor Tien-Yu Fu.
Este fio da história revela toda uma sociedade imaginária banhada em branco com um sistema de classe peculiar de comportamento jovem, vulgo sociedade moderna.
Parece um filme bobo, mas não é, no final faz muito sentido. O romance adorável entre as células reprodutoras caricaturadas é paralelo à química dos dois humanos que estão começando o relacionamento. A cinematografia é uma pestana de beleza ausente da cinematografia vibrante para misturar os exteriores ensolarados e sazonais com o interior de um óvulo e espermatozoide em busca do sonho da fecundação e inicio da prole.
Conduzindo um excelente recurso centrado na mulher de impaciência e iniciativa de seu personagem para encontrar o amor onde ela não é uma cornucópia de peculiaridades. Em vez disso, ela é acessível e sociável, não procura pelo par perfeito pois sabe que está vivendo a realidade, ela quer encontrar um marido para casar e ter o tão desejado filho.
Da mesma forma, A-Shi poderia ter se estabelecido para ser o bonitão, rico e difícil. Em vez disso ele é simples, focado no trabalho que não estava a procura de um romance, mas graças a Zeng Mei Bao decide namorar uma vez que também sabe que está com um idade de fixar-se.
De um modo geral a força de "My Egg Boy" está na escrita dinâmica para tecer a magia e a prática com imaginação fértil. O que começa como irrisório evolui de maneira bastante afetuosa para algo arrebatadoramente sincero tanto dentro do namoro e além, a necessidade humana básica do diálogo tornou-se uma experiência comunitária desejável entre as pessoas interessadas em passar o tempo uns com os outros. Simplificando, compartilhar sentimentos e conversar é uma atividade essencial para o namoro. Por exemplo, os amantes do bife provavelmente não deveriam se casar com vegetarianos. Em "My Egg Boy", o humor irônico é encontrado entre o chef orgânico e a "vendedora" de comida processada de micro-ondas. Ou seja mesmo os opostos se atraem, graças a sinceridade e o diálogo. Uma prova quem as pessoas são e podem ser muito mais do que os olhos podem ver, basta dar a oportunidade. Fato você nunca está inteiramente preparado para o amor e, nunca estará inteiramente pronta (o) para ter um filho porem conversar é um bom começo. Filme recomendadíssimo!

Título: Manhole
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2014
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Um serial killer tem aterrorizado um bairro em Seul, e em seis meses, 10 pessoas desapareceram sem deixar vestígios. O serial killer usa os bueiros para sequestrar e matar suas vítimas. Uma jovem garota é sequestrada por ele. Sua irmã mais velha, tenta então salvá-la antes que seja tarde demais.
Opinião:
Spoiler:
Que Manhole o quê, é Womanhole.
"Manhole" tem uma grande premissa sobre um assassino em série que visa principalmente mulheres jovens que têm experiência traumática de sua infância e aleatoriamente acha que matar tantas pessoas é a solução, contudo o script é preguiçoso, envolvendo um homem seriamente perturbado com um suprimento infinito de testosterona, perseguindo mulheres atraentes, neste caso os esgotos pouco iluminados do centro de Seul.
E eu sou alguém que não gosta de filmes de terror ou horror, por conta do clichês, que não me assustam nem um pouco, exceto a "A Serbian Film" aquilo foi perturbador até para mim.
"Manhole" não foge a regra, temos os flashbacks revelando o passado do psicopata subterrâneo que de alguma forma sobreviveu a um incêndio criminoso que queimou seus irmãos e mãe o que supostamente explicar suas ações assassinas. Será? Então porque ele não queima as suas vítimas ao invés de estuprar e estripar? E por que ele não está fixado em matar os homens mais velhos, uma vez que foi seu pai o culpado? (Perdoe o spoiler) E como ele consegue estar em tantos lugares ao mesmo tempo?
Para que essa narrativa muito mal escrita funcione, alguns componentes devem ser colocados em prática. Você precisa de uma força policial incompetente vulgo Jo Dal-hwa e seu amigo, um ex-oficial Choi Duek-mun que deixou a força para passar mais tempo com sua filha Lee Young- Yoo. Você também irá beneficiar de cativos que não são particularmente engenhoso. Ao fazer uma vítima surda Kim Sae-ron (linda) e outra, uma mera criança Sung Yoo-bin, Shin teoricamente torna alguns de seus problemas exponencialmente mais desafiadores.
O elenco, bom o elenco está de parabéns, fez milagres para fazer de "Manhole" algo assistível emocionalmente, destaque para
Kim Sae Ron interpretando a jovem surda Soo Jung, evidente quem nem preciso mencionar ser fã, acompanho de perto sua carreira desde seu debut em "A Brand New Life" (2009). Acho ela muito fofa e talentosa, mas o destaque é negativo, sem duvida ainda tem muito o que aprender no que se refere a cenas melodramáticas, o choro ainda é forçado e superficial, precisa de técnicas para invocar as lágrimas, não é natural, mas isto se aprende com o tempo. Cinematografia e trilha sonora, estão condizente ao que o filme propôs, um thriller noturno e subterrâneo.
De um modo geral, "Manhole" traz a premissa do quem vive? Quem morre? Quem se importa? Até no final do filme, sob um homem de uma figura usando óculos de sol à noite nos põe na promessa sombria de mais um sequestro e assassinato que está por vir.

Título: New Tale of Zatoichi
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 1963
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Desejando encontrar a paz, Zatoichi viaja para sua antiga aldeia, mas só encontra problemas quando ele acaba em um triângulo amoroso e encontra velhos escores o seguiram para casa.
Opinião:
Spoiler:
Embora não tão emocionante como algumas das outras ações japonesa em termos de desenvolvimento do personagem dentro da história este filme é bom. Viver o resto de seus dias em paz é tudo o que o protagonista quer e isso é tirado dele. Ichi é forçado a não só ver quão terrível as pessoas que ele confia pode ser, mas o quanto ele é traído sobre si mesmo.
"New Tale of Zatoichi" é a terceira entrada na popular série Zatoichi e, como de costume, apresenta um excelente desempenho. Destaque é a pontuação brilhante e evocativa de Akira Ifubuke, que lembra o seu melhor trabalho de kaiju

Título: The Tag-Along
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2015
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Baseado em eventos verdadeiros de uma lenda urbana em Taiwan. Wei está longe de ser encontrado um dia antes de sua avó retornar de seu próprio estranho incidente perdido. A namorada de Wei procura desesperadamente seu paradeiro e descobre que é o mistério horrível da menina de vermelho que os seguiu e assombrou o tempo todo.
Opinião:
Spoiler:
"The Tag-Along" conta história de uma conhecida lenda urbana em Taiwan e transforma-a em um mistério arrepiante construído em torno contos e de perdas, arrependimento e amor familiar. Dependendo do seu conhecimento do folclore taiwanês, você pode ou não pode ter ouvido falar da "menina de vermelho". A lenda diz que a moça é um demônio da montanha conhecido como "mo-sien".
A história é bem contada em um script um pouco longo através de uma série de flashbacks, isso bom, pois explica porque a menina de vermelho escolheu suas vitimas.
Se há uma coisa que o roteiro de Jian Shi-geng fez direito, está em estabelecer as relações entre Wei e sua avó assim como entre Wei e Yi-chun com atenção e detalhes. O clímax estabelecido no fundo de um densa floresta seja tanto assustador quanto sincero, como Yi-chun resolve salvar Wei das garras do demônio da montanha que assume a forma da "pequena menina de vermelha" é o grande destaque.
Cheng Wei-hao, que faz sua estreia cinematográfica, consegue, em grande parte, sustentar uma atmosfera tensa e desconfortável durante todo o filme, mas o que persiste é a sensação de pavor que ele constrói com o rangido de uma porta, o sussurro do vento e a voz de uma menina, o que demonstra um ótimo trabalho de sonoplastia e trilha sonora.
No geral para ser justo, ele deve o seu público um par de pontas soltas, e o clímax pesado CGI faz fronteira com o exagero, mas em geral, para o gênero de terror é um caso assustador atmosférica que carrega uma onipresença pressentida. Em nenhum momento você sente que as emoções são falsas ou convenientes, nem perde o seu gancho emocional ao longo do caminho, por isso, se você está procurando um filme Tailandês autentico sem se importar com todos os componentes técnicos ""The Tag-Along" é a escolha ideal.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Rebirth
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: O lugar da história se passa entre a primavera e o outono, onde dois príncipes, Yu Ji Wei e Ju Yin Hong, retornam de uma expedição; No entanto, entre as flores da primavera, um romance floresceu entre eles, para manter este romance vivo devem arcar com as consequências, indo contra a vontade de suas famílias e lutando contra assassinos contratados para mata-los.
Opinião:
Spoiler:
O grande diferencial deste filme sem duvida está na escolha dos elementos para compor este romance yaoi. Usar-se de subterfúgios da cinematografia bem como os conflitos e descobertas dos protagonistas em um período extremamente conservador fazem de "Rebirth" um romance elegante e bem escrito.
A trilha sonora deixou um pouco a desejar, por ser um romance desse gênero, algo que diverge do mais suave para o mais agressivo seria o ideal, afinal temos lutas e cenas de ação, o que tira um pouco o brilho das sequencias de cenas.
O elenco foi bem atuante e profissional, ambos personagem assume sua sexualidade de modo natural depois de tomar suas próprias decisões indiferentemente do que os outros pensam.
De um modo geral "Rebirth" é um filme bom, pode haver certo preconceito quanto ao gênero, para alguém extremamente contra como eu, gostar deste tipo de filme é porque os elementos técnicos que o compões estão aceitáveis aos meus padrões e também por respeita aqueles que escolhem este estilo de vida. Recomendo!

Título: Thriller
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Cui Kai é escritor e tem morado em seu apartamento angustiado, desempregado. Um dia ele recebe uma empolgante oferta de trabalho de um editor para criar uma série de horror. Kai finalmente completou a série de terror. O livro se torna um sucesso imediato. No entanto, a fama não faz Kai mais feliz. Cada história em seu livro está inexplicavelmente entrelaçada com sua própria vida. Ele próprio tem uma divisão de personalidade e o homem obeso é de fato o seu outro eu que ele tem medo. Kai é capaz de eventualmente derrotar seu lado negro e obter uma personalidade completa e saudável. Todos os personagens que Cui Kai criou são as personalidades divididas de si mesmo durante seu tempo no asilo.
Opinião:
Spoiler:
"Thriller" embora com uma premissa inovadora em partes, não é o inferno do gênero, um filme superficial, abaixo das expectativas, o grave problema é à forma como tais palavras se misturaram a situação neste pequeno mundo original literário. Ou seja o filme não explica de forma objetiva como foi que isso aconteceu, é uma atmosfera confusa e complicada ao longo da história embora não deixe pontas soltas.
A cinematografia e cenas em CGI estão de parabéns, uma qualidade dentro da aceitável para as produções chinesas, temos boas cenas internas e externas.
O elenco também é outro ponto forte do filme, mãe e filha em especial, além da excelente atuação e semelhança fazem juz ao papel de mãe e filha convencendo a qualquer um, sem mencionar que ambas são lindas, algo proposital para causar mais sensações sentimentais ao espectador.
A trilha sonora e sonoplastia foram o que podemos dizer, aceitáveis para o padrão de suspense da história, nada que mereça destaques contudo dentro do coerente.
De um modo geral "Thriller" é um filme confuso com poucos elementos inovadores em sua história, não causa o impacto emocional que deveria, em compensação o elenco e cinematografia ajudaram a salvar o filme de ser um fracasso.

Título: Legend of Ginko
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2000
Nota pessoal: 5.5
Sinopse: Envolvidas em briga antiga, duas tribos rivais seguiram caminhos opostos. Uma delas tornou-se próspera, a outra, miserável. Para conseguir mudar sua situação, a tribo pobre precisa oferecer a jovem Vee em sacrifício.
Opinião:
Spoiler:
Gingko que não é Gingko!
Ginkgo é uma árvore considerada um fóssil vivo, pois existia já no tempo dos dinossauros, há mais de 150 milhões de anos.
Embora exista uma grande árvore gigante que aparece no final do filme, que um dos personagem tenta "assassina-la" com uma espada poderia muito bem ser a Árvore Gingko em questão, mas tenho minhas duvidas notoriamente pouco confiáveis...
"Legend of Gingko" é um filme de ação do período que se assemelha a uma Coreia "Conan", com seus estilos de luta realista se fundindo a elementos teatrais e acrobáticos como um opera ou seja, melodrama pesado e amorosos previsíveis. O filme começa com uma antiga briga existente entre duas tribos em guerra que reside em torno de uma montanha gigante chamada Monte Santo; Uma tribo tornou-se próspera, enquanto a outra vive em uma parte miserável da terra onde a comida não cresce e eles têm que recorrer a "comer a carne de seus mortos" para sustento; Isto mesmo há cenas de canibalismo... A tribo não tão feliz cria uma Espada Sagrada que pode destruir a Montanha e a outra tribo, mas primeiro eles devem sacrificar uma bela jovem chamada Vee (Jin-shil Choi) a fim de "apossar-se" desta espada sobrenatural. E antes que você perceba, muito estão perdendo a cabeça em combates paralelos.
"Legend of Ginko" em resumo é sobre uma profecia que não pode ser evitada, e como um lado tenta fazer a profecia se tornar realidade, enquanto o outro tenta parar, que, aliás, é o único aspecto do filme que não consegue entreter, por causa do clichê, e saturação de filmes chineses muito melhores desse gênero.
Ponto positivo fica por conta da linda cinematografia externa, das posições de luta elegantes, representando um filme de ação brutal em um combate primitivo bastante eficaz, para não mencionar muito sangrenta, graças as trepidações das câmeras.
O CGI é um ponto negativo, o filme vacila e torna-se repetitivo sempre que retorna à sua trama de profecia, uma aparência desnecessária, muito para o detrimento do filme.
De um modo geral "Legend of Gingko" é um filme interessante, um pouco longo demais. Seu retrato de combate brutal coloca-o na mesma categoria que o filme de período sul-coreano de época, fazendo um esforço concentrado para manter um nível constante de realidade. Infelizmente, também vaga para a fantasia, o que a torna mais parecida com os filmes chineses, um filme que redefine a frase "todo o estilo e nenhuma substância". Um filme de muitos elementos mas a indecisão e nenhuma substância torna-se incômoda depois de um tempo.

Título: Somebody
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: 5 estudantes universitários se reúnem para trocar informações sobre suas atividades de busca de emprego. Eles encorajam uns aos outros e postar seus pensamentos e preocupações no Twitter, mas por trás que eles têm muito em suas mentes. Takuto Ninomiya observa aqueles que o rodeiam. Seu companheiro de quarto Kotaro Kamiya tem uma personalidade brilhante e comunica bem com os outros. Mizuki Tanabe é a ex-namorada de Kotaro Kamiya. Takuto Ninomiya tem sentimentos pela ex-namorada de seu companheiro de quarto. Rika Kobayakawa está determinada a conseguir um emprego. Takayoshi Miyamoto é crítico de atividades de busca de emprego, mas depois tenta conseguir um emprego.
Opinião:
Spoiler:
Baseado no romance "Nanimono" por Ryo Asai (publicado 30 de novembro de 2012 por Shinchosha). "Nanimono" é o vencedor do 148º Prêmio Naoki em 2012.
"Somebody" não é um filme romântico, não espere um romance, é sobre amizade com base na realidade cotidiana, com um toque de humor sutil. Um filme tranquilo, com seu enredo bem objetivado e personagens desembaraçados, é o suficiente para torná-lo impactante. Na minha opinião os melhores filmes são aqueles que você não tem nenhuma expectativa. Aqueles que vocês assiste por que gostou do poster ou da sinopse mas acaba por surpreender com a qualidade.
A atuação é um pouco abaixo do esperado, mas não é um filme que realmente pede muito dos atores assim como a trilha sonora e cinematografia que são simples mas objetivas, entregado aquilo que a premissa quer, aquilo que de fato deve ser entregue, não mais que isso.
De um modo geral "Somebody" consegue realizar seu objetivo de entretenimento, sem tentar ser algo mais. Às vezes, isso é tudo que um filme precisa; Simplicidade cotidiana!

Título: The Chosen: Forbidden Cave
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2015
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Jin Myeong é psiquiatra e exorcista. Com seu assistente, Ji Kwang, eles tentam um exorcismo sobre Geum Joo. Ela sofre de um fenômeno bizarro. Eles então enfrentam uma existência poderosa dentro Geum Joo. O horror extremo surge dela.
Opinião:
Spoiler:
Loucura, posse e exorcismo!
Você pode prever que eu diria que é somente mais um filme clichê, mas não, a começar pelo título: "The Chosen: Forbidden Cave" título original que dá uma ideia muito boa do que o filme é. Baseado no romance "Moonyeogool" de Shin Jin-oh, de 2010, o filme foi escrito e dirigido por Kim Whee. Escolhido como o filme de encerramento Do Festival Internacional de Filmes Fantásticos de Bucheon em 2015, o filme combina o xamanismo coreano com a mitologia com técnicas de gênero modernas para um efeito interessante.
Im Sung-kyun interpreta Jin Myung, um psiquiatra que também dirige uma linha em exorcismos e investiga casos sobrenaturais com seu assistente Ji Kwang. Depois de ser incomodado por um repórter investigativo Cha Ye-ryun fazendo um documentário sobre o exorcismo, Jin Myung se envolve com a tentativa de tratar uma mulher chamada Geum Joo interpretada por Yoo Sun, quando ele se torna convencido de que ela está possuída por um espírito maligno. O exorcismo só leva a mais problemas, ligados a um mistério passado envolvendo o rapto de Geum Joo por um padre enlouquecido Cheon Ho-jin, e uma caverna sinistra na Ilha de Jeju...
"The Chosen: Forbidden Cave" é agradável em comparação a outros filmes de terror coreanos que assisti, fugindo dos habituais do ensino médio, espíritos vingativos de cabelos longos, levando as coisas para um caminho muito mais estranho e mais mitológico.
É um filme bastante estranho em toda a parte, de levitação geral à outras coisas assustadoras que acontecem, tudo sem qualquer tipo de explicação ou justificativa.
Da mesma forma a peculiaridade de Jin Myung misturar psiquiatria com exorcismo em uma realidade intrigante, fora do alcance, onde os personagens parecem aceitar o estranho como algo nominal.
Isso funciona muito bem, pelo menos para os espectadores que não querem saber dos detalhes ou lógica dos acontecimentos, o filme também tem uma sensação (vibe) de outro mundo que se encaixa perfeitamente no roteiro.
O filme também se sai muito bem quando se trata de horror mais básico, com uma atmosfera assustadora e sinistra em todo e uma quantidade justa de tensão como ele constrói para o que faz para uma conclusão satisfatória, graças a cinematografia.
Há uma série de acontecimentos assustadores que vão desde o genérico para o genuinamente enervante, garantindo que o filme nunca fique maçante.
As coisas são um pouco decepcionadas pelo que parece ter sido culpa de um orçamento baixo, com alguns casos de CGI abaixo da média não é suficientemente criativa.
De um modo geral "The Chosen: Forbidden Cave" é um horror coreano superior, e aquele cujas peculiaridades tornam suas falhas mais fáceis de perdoar. Uma tomada interessante e divertida sobre o gênero um pouco diferente.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Swinging Blossom
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Alguns dizem que as pessoas sempre esquecem as coisas boas e guardam as coisas ruins. Dois jovens, encontram a felicidade, a mesma é triste, "quando os sonhos da juventude" trazem diferentes sentimentos, uma realidade trágica os aguarda.
Opinião:
Spoiler:
Idealista demais e demasiado cruel.
"Swinging Blossom" não pode ser considerado uma obra-prima no que refere-se história, afinal, embora tenha um carga dramática peca muito no script que para mim é muito superficial embora rico em detalhes.
A atuação e cinematografia são pontos muito positivos, dão brilho, porem ofuscados por um história muito fantasiosa, a premissa de uma história de amor comum sem acrescentar elementos fantasiosos seria crucial para elevar a média deste filme.
A trilha sonora ao invés de refletir os sentimentos acabou roubando a cena, uma convergência de melodias que deveriam ter sido melhoradas.
De um modo geral um filme falho, uma ideia boa, mas com uma história confusa, cheia de contradições, cheio de truques, e falho em todos os elementos que compõem um filme.
Podemos sentir que o diretor queria fazer uma descoberta, um filme gay bonito, mas que no fim acabou sendo uma obscenidade.

Título: Revenge For love
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: O filme, dirigido pelo diretor de Hong Kong Siu Hung Cheung, gira em torno da competição pelo amor de um artista, entre uma enfermeira de aparência simples e o ex-namorado do artista.
Opinião:
Spoiler:
"Revenge For love" é um daqueles filmes que não tem sentimos, não rola aquela química prazerosa de se assistir.
No que se refere história, é muito fraco, qualquer um pode criar uma história melhor que está, ou talvez recriar para que fique mais interessante. Acrescentar comédia foi outro tiro no pé, perdeu totalmente o senso de humor quando todos os elementos não ajuda.
O elenco é outro elemento pouco aproveitável, embora uma atuação exemplar, Mabel Yuan e Jian Sun não combinam nem um pouco para um par romântico onde a história deixa muito a desejar.
É nítido que ambos não transmitem um atuação sentimental, parecem robôs atuando, um clima frio para um romance que deveria ser quente. A cinematografia é rica em detalhes, bem apresentada, contudo de nada adiantou se o elenco não interage de forma equivalente, um cenário rico mas morto.
De um modo geral "Revenge For love" não é um romance bom, falta vida, falta sentimento, a trilha sonora que deveria ser alegre é deprimente ao acompanharmos uma atuação robótica dos protagonistas com ajudantes que mais parecem manequins sem vida.

Título: Kamen Rider Heisei Generations: Dr. Pac-Man vs. Ex-Aid & Ghost with Legend Rider
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: Este jogo de batalha deve ser limpa! O Ano Super-herói finalmente atinge seu clímax!
Um vírus de computador chamado "Pacman" invade o Japão do ciberespaço. É até os cavaleiros de Kamen pôr um batente à destruição que está causando encontrando a fonte dela.
Opinião:
Spoiler:
Famosa série Tokusatsu!
Kamen Rider é o nome de uma franquia televisiva e cinematográfica do gênero tokusatsu criada no Japão pelo mangaká Shotaro Ishinomori e produzida pela Toei Company. A franquia teve início em 1971 com uma série chamada simplesmente Kamen Rider, que foi derivada do mangá de mesmo nome. Ao longo dos anos, a popularidade da série cresceu a ponto dela gerar várias sequências (spin-offs) tanto na televisão quanto no cinema, além do mercado direto para vídeo (OVA).
"Kamen Rider Heisei Generations: Dr. Pac-Man vs. Ex-Aid & Ghost with Legend Rider" mantém o mesmo brilho de todos os anteriores, tanto em história quanto em evolução.
O tema vídeo game e Pac-Man não é original, mas a história é boa, juntaram o útil ao agradável para recriar uma história interessante.
Os destaques sem duvida vão para as cenas de ação principalmente as de luta onde os personagem como de praxe na franquia deram um show de acrobacias bem coreografadas.
O figurino é outro elemento muito bem apresentado e trabalhado, antigamente era difícil criar uma roupa que se ajustasse perfeitamente aos movimentos do corpo.
A trilha sonora e sonoplastia estão equivalentes, muito bem escolhida e adicionada nos momentos de ação intensa para animar o espectador pondo-o no clímax.
A cinematografia continua neutra, desde outros filmes não há muita inovação, cenários prontos, efeitos especiais de explosão e de fogo simples para corte de custos.
De um modo geral "Kamen Rider Heisei Generations: Dr. Pac-Man vs. Ex-Aid & Ghost with Legend Rider" cumpriu a altura o que prometeu, alguns podem achá-lo muito colorido, reflete a infantilidade, por conta das CGI's "extravagantes", eu gosto, esta é a assinatura autoral do Japão, é sua identidade vinda dos animes e mangás e fortemente presente nos tokusatsu. De negativo mesmo, a falta de um elenco mais feminino, mulheres também sabem lutar, além de dar um toque mais charmoso para o gênero. Recomendo!

Título: Nude Model
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Um diretor de fotografia busca um talento feminino para concluir sua obra: "Nudez Inacabada" durante a faculdade quando ele era professora de arte.
Um affair ocorre com uma das modelos, no momento, os dois estão compartilhando um caso de amor quente... E então, uma modelo que foi subitamente a personagem principal de "Nudez Inacabada" reaparece após 10 anos. Uma mulher que foi julgada como suspeita de assassinar o marido nos Estados Unidos. E uma mulher com um desejo possessivo especial de redimir não só seu corpo e mente, mas também a eternidade de seu oponente. A habilidade emocional que vagueia entre essas duas mulheres. Aqui está outra conspiração de um homem e duas mulheres que estão unidos pelo desejo de cometer qualquer coisa para o sucesso e ser a protagonista.
Opinião:
Spoiler:
Duas candidatas para apenas uma vaga!
"Nude Model" tem um premissa interessante, afinal duas mulheres obsessivas não irão ceder tão facilmente, mesmo que para isto devam pagar um preço alto e jogar sujo.
Através dessa premissa temos um filme mediano, uma história boa, interpretada por um elenco muito bom e com uma cenografia pouco acima da média como a trilha sonora.
De um modo geral não é um filme de destaque, mas não é um filme completamente ruim, seus elementos são pobres mas de acordo com o padrão. Em meio as cenas quentes existe uma história, um suspense que de certa forma prende a atenção do seu espectador.

Título: One Sunny Day
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2014
Nota pessoal: 10.0
Sinopse: Eventos maravilhosos ocorrem em lugares bonitos. Ji Ho (So Ji Sub) é enviado à Ilha de Jeju a trabalho. Ele trabalha para uma empresa de eventos que está organizando um festival na Ilha de Jeju, local de belas paisagens. Lá ele acaba se encontrando frequentemente com uma linda mulher (Kim Ji Won), que também está lá a trabalho. Intrigado pela moça confiante e cheia de vida, Ji Ho se sente atraído e quer ficar com ela. Seria amor? "One Sunny Day" é um webdrama coreano de 2014, dirigido por Kwon Hyuk Chan. É o primeiro drama produzida pela LINE exclusivamente para o público tailandês e disponível para visualização nesse aplicativo de mensagens.
Opinião:
Spoiler:
Uma sutileza de elementos.
"One Sunny Day" é um daqueles filmes quase perfeitos, onde cada elemento se completa e no final temos uma bela história de "amor".
A história possa parecer um tanto quanto simples, mas extremamente detalhada respeitando um timing perfeito e uma cronologia perfeita. Desde o primeiro contato até o desfecho dos dois protagonista tudo é contado de uma forma lenta e intensa, tudo ao seu tempo, diferente dos romances rápidos onde os fatos tem um transição muita vezes acelerada. Sem duvida é um dos melhores script, não por originalidade mas pelo timing perfeito, algo pouco usual na era moderna.
O elenco é outro destaque, excelente escolha, Kim Ji Won interpretando Kim Ji Ho foi perfeita, sua delicadeza deu ao romance um charme a mais. So Ji Sub interpretado Kim Ji Ho com um temperamento mais maduro, foi a mescla perfeita para o equilíbrio. Os adjuvante também foram fundamentais, como Im Ju Eun e Lee Jong Hyuk, mesmo pouco ausentes estavam presentes dando o complemento a história principal.
A cinematografia juntamente como a trilha sonora estão ótimas, não foi muito difícil criar o cenário ideal uma vez que as filmagens ocorreram em Jeju, uma ilha por si só muito bonita, plano de fundo ideal para "One Sunny Day".
De um modo geral "One Sunny Day" é agradável e harmônico, é fantástico, uma sutileza de elementos.
Seu defeito é a história simples, não surpreende mas que emociona. Recomendado!

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Yonimo Kimyona Monogatari: 2016 Spring Special
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama Especial - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: A história caracteriza cinco histórias bizarras narradas por Tamori como "o contador de histórias". As cinco histórias são: Chameleon Haiyuu, Tsuma no Kioku, Yumeo, Ippon Tarinai e Shiritori Kazoku.
Opinião:
Spoiler:
Cinco história não muito complexas ou profundas, razoavelmente boas graças ao script bem elaborado de Daijirô Morohoshi e Yasutaka Tsutsui. A trilha sonora é perfeita, como a sonoplastia de convicção para as histórias. Da parte de elenco, está bom, poderia ser melhor porém a boa performance tanto dos protagonistas quando dos adjuvantes deram solidez e veracidade ao script.
Cenografia também é boa, simples mas boa, ou seja de um modo geral um drama simples, mediano que não é ruim, uma vez que todos os elementos que o compões são elementos base para um drama aceitável.

Título: Is There No End
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Fan nasceu em 1º Abril (dia dos tolos). Por isso, ele é um homem azarado. Fan é um típico homens heterossexual, ele se divorciou a muitos anos e trabalha como entregador. Um homem misterioso aponta um caminho para ele se tornar um vencedor do dia para a noite.
Opinião:
Spoiler:
Um filme objetivista.
Rápido e honesto e um pouco de apreensão, estes são os elementos que compõem a historia de "Is There No End". Não há elementos inovadores, apenas mais um script em meio a tantos outros por aí, que rapidamente cairá no anonimato.
Elenco bem escolhido, rostos familiares de idades variadas, atuação perfeita de cada ponto de vista individual combinam perfeitamente.
A trilha sonora a critério achei um pouco preguiçoso ou narcisista, a adição de um novo arranjo com uma BGM direta não combina muito bem.
Cinematográfica show, muito bem filmado, as tomadas e transições de cenas foram os grandes pontos positivos.
De um modo geral, um filme mediano bom e divertido, porque mostra pelo menos uma peça de comédia juvenil caseira. Aparentemente estranho a partir da perspectiva dos espectadores, pelo menos eu acho que o diretor está muito satisfeito com sua obra. Para mim, um filme onde temos ideias limitadas tanto de premissa quando execução.

Título: The Invited Man
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Min-ho quer que o sexo volte a ter a magia que tem, apaixonado e romântico e sua esposa Eun-kyeong diz que sexo é apenas uma verificador de amor. Eun-kyeong só quer o sexo rápido e normal do dia a dia. Um dia, Eun-kyeong recebe brinquedos sexuais no trabalho. Ela não gosta deles no início, mas ela não consegue superar a grande curiosidade. Min-ho descobre e no final, eles têm sexo que eles nunca vão esquecer. Desde então, Eun-kyeong se abriu para o sexo apaixonado e romântico é quando o belo amigo do marido aparece, Sang-wook. Eun-kyeong começa a perceber que há algo acontecendo...
Opinião:
Spoiler:
"The Invited Man" embora tenha um desfecho mais que óbvio trás elementos interessantes para na história.
Como o sexo de rotina que torna-se monótono, a protagonista que tem pouco libido mas que desperta ao sentir novas sensações como os brinquedos sexuais, a compulsão adquirida por sexo em consequência uma traição que custou o casamento, ou seja, dois extremos.
O elenco, não é de se esperar muito, mas eficaz para um filme de pouco poder orçamentário.
A trilha sonora e cinematografia são medianas, o que já é de se esperar em tais tipo de filmes.
De um modo geral, "The Invited Man" é um filme que reflete um pouco o cotidiano, a falta de libido, que posteriormente levou a compulsão por sexo, mostra as consequências das faltas e dos excessos das coisas, neste caso o sexo. Poderia ser mais um filme romântico adulto, mas graças a adição de tais elementos torna-se não apenas mais um filme.

Título: To Her
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Gwang-ho está entediado exceto pelo tempo que ele está tirando a roupa íntima de sua namorada. Ele visita sua casa em Seul com a notícia de que seu avô está morrendo. Em meio à estranheza, ele se lembra de algo. Ji-yoon é seu primo que cresceu para ser uma jovem senhora e eles se sentem atraídos um pelo outro. Eles se apaixonam pelo amor proibido e há uma torção. O seu amor se tornará realidade?
Opinião:
Spoiler:
Passado, presente e futuro.
"To Her" tem destaque para a história, não tão simples para o gênero e não tão complexa e magnifica que deveria ser, é por conta de toda uma estrutura de timing perfeito, os elementos que a compõem seguem um certo padrão e uma certa coerência, nada de pontas soltas, ou premissas clichês, o elenco teve um papel fundamental para a solidez da história, sem uma boa atuação não haveria a possibilidade se ser um filme mediano, a trilha sonora também ajudou bastante bem como a cinematografia que foi a grande responsável por dar o romantismo que precisava.
De um modo geral "To Her" é um filme de camadas de elementos, se uma é falha estraga todo o resto em consequência o resultado final é um catástrofe de filme. Ainda bem que tudo deu certo e no final foi um bom filme.

Título: Paradise in Service
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2014
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Pao (Ethan Juan), um jovem do sul de Taiwan, é designado a uma unidade ao largo da costa chinesa, submetida a constantes bombardeios pelas tropas de Mao Tsé-Tung. Em pouco tempo, Pao se vê não apenas em um ataque de bombas, mas também de panfletos comunistas. Física e psicologicamente incapaz de lidar com as exigências do regime militar, Pao é transferido para a Unidade 831. Criada para manter os soldados de Taiwan "felizes", o local é feito de bordéis. Lastimavelmente, Pao irá se deparar com mulheres feitas de escravas sexuais, que aceitaram essa vida em troca de penas de prisão reduzidas. O filme tem a intenção de mostrar uma sociedade militar opressiva, mulheres presas a papéis estereotipados e de violência hierárquica, ao mesmo tempo em que conta uma comovente história sobre crescer.
Opinião:
Spoiler:
Do ponto de vista comercial, faz todo o sentido lançá-lo como um exército recrutado do sul de Taiwan que é selecionado logo após chegar em Kinmen para fazer parte da elite Sea Dragons força anfíbia por um duro sargento major. Infelizmente, o nosso protagonista não pode nadar e é prontamente transferido para o infame unidade "831", também conhecido como "Paradisein Service". Lá, os soldados são atendidos por mulheres de conforto e nosso líder trabalha pelo lado administrativo das coisas, nunca tocando as garotas. Mas quanto tempo isso vai durar?
"Paradise in Service" oferece um desempenho decente. Aborda amizade e amor. Um tanto poético por que nos faz sentir como os protagonistas lutam com seus próprios demônios e os conflitos de interesse que os enfrentam. Como a exemplo, Pao que questiona sua própria promessa de celibato e a promessa a seu país.
Mas o personagem que puxa nossos sentimentos no filme indicado para o Golden Horse é o sargento major de Chen Jian Bin. Sua interpretação assombrosa como um nortenho analfabeto que está lutando para aprender o dialeto de Taiwan é quase chocante, como o caráter feroz muitas vezes intimida os soldados com sua frente dura. É a sua história que destaca a verdadeira tragédia do roteiro. Um homem que é forçado a lutar contra o país que uma vez chamou casa está estacionado em uma ilha onde ele se sente como um estrangeiro, forçado a lutar contra as pessoas cujo sotaque parece mais familiar, ele encontra uma guerra pessoal. Deslocado, desiludido pela propaganda, demonizado pela destruição e uma tragédia pendente com uma prostituta, a maravilhosa performance de Chen encarna a luta de Taiwan.
O filme tem estrias de brutalidade na foto anterior do gangster de Niu, Monga, mas o filme de cento e trinta e quatro minutos é ancorado por uma grande dose de melodrama. Os homens declaram desesperadamente amor e casamento, enquanto outros disputam para ter todas as mulheres disponíveis. Maior do que personagens de vida de ambos os lados criar momentos de humor para chamar sua atenção. Poderia ter sido feito mais esforço para dar corpo aos personagens de apoio, incluindo um recruta com óculos (Wang Po Chieh) sujeito a bullying por seus companheiros soldados, uma prostituta (Regina Wan Qian), que está vendendo seu corpo para reduzir o tempo de prisão e uma sedutora Mulher (Iven Chen) que sonha com um futuro melhor seduzindo homens com promessas vazias.
De um modo geral, tecnicamente polido, o filme é uma alegria para os olhos. Beneficia-se do belo enteio do cinematógrafo Charlie Lam e do autor Hou Hsiao-hsien que assume o papel de diretor de edição e co-produtor. No final você saberá como uma guerra pode afetar a vida de muitas maneiras diferentes.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Sister-in-law's Seduction
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2016
Nota pessoal: 4.5
Sinopse: Jeong Min vive todos os dias entregando-se ao jogo e ao sexo, até que ele fica em dívida. Ele descobre que seu irmão gêmeo está desaparecido e planeja tomar seu lugar, mas seus planos se complicam quando a cunhada de seu irmão, Sae Eun, aparece. Jeong Min e Sae Eun que o ama começar a viver juntos. Ele vai superar sua sedução e colocar a riqueza de seu irmão em suas mãos?
Opinião:
Spoiler:
"Sister-in-law's Seduction" descarta comentários, nada interessante nessa história bem pouco envolvente, tudo muito mórbido, uma história ruim mal interpretada com uma trilha sonora pouco criativa e uma atuação que deixa a desejar, um filme adulto muito abaixo das expectativas, deveriam nem ter saído do set de filmagem. Muito ruim, muito ruim mesmo!

Título: The King’s Case Note
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Um rei inteligente e seu criador de crônicas brilhante caçar a verdade por trás de um crime que ameaça o trono ea estabilidade do país.
Opinião:
Spoiler:

Mesmo durante a Dinastia Joseon, o problema veio do norte. Uma conspiração de oficiais da corte ansiosos para proteger seu poder e privilégio fomentará e explorará o mal-estar do norte, mas o rei é inusualmente instruído e assertivo. Claro, é exatamente por isso que eles começaram a conspirar contra ele, em primeiro lugar. Será rei contra tribunal em Moon Hyun-sung...
Embora classificado como uma comédia seu elemento chave é a aventura e um pouco de ação para dar o tempero ideal a trama. Um filme investigativo de narrativa muito rápida, uma piscada e você irá ficar sem saber onde foi que aquela evidencia foi encontrada.
O elenco é um show a parte, como Lee Sun-kyun o policial corajosamente corrupto é eletricamente carismático como o rei teimosamente virtuoso. Assim como Ahn Jae-hong fornece o alívio cômico sem ser excessivo. Jung Hae-in nos proporciona algumas cenas de ação impressionante como guarda-costas do Rei.
No geral, "The King’s Case Note" é astuto, a cinematografia é uma das melhores refletindo bem o período, o ponto negativo é a forma dos elementos investigativos, bem ao estilo "Scooby Doo" em contra partida as maquinações cortesias das traições deram originalidade, tendo como resultado final um filme muito divertido. Recomendado para os fãs de mistérios históricos e thrillers.

Título: The Tooth and the Nail
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Situado na década de 1940. Quando seu noivo Ha-Yeon morre em uma queda, o mágico Suk-Jin logo percebe que sua morte não foi um suicídio, mas um assassinato. Porque ela parecia esconder um segredo, Suk-Jin procura a verdade e assim ele encontra Do-Jin.
Opinião:
Spoiler:
Baseado no original de 1955 por Bill Ballinger, sobre um mágico que se casa com uma mulher e se envolve com os eventos mais inesperados.
A história começa sem uma ordem cronológica, com o mágico viajante mas ao decorrer torna-se em uma conspiração elaborada com o homem internacional e rico...
O filme não é uma obra idêntica ao livro, foi adaptado, contudo usa um enquadramento semelhante mas traz involução ou até mesmo toda a atenção quanto ao livro nesta adaptação. Realmente, a principal causa de consternação no julgamento é como a única evidência física de um assassinato mesmo acontecendo é um polegar cortado.
O elenco é razoável de motivação realmente muito simples. Seus relacionamento é o fundamento emocional de toda a história, contudo sua química é muito frustrantemente reduzida a uma montagem romântica moderadamente longa. Depois, há a conclusão abrupta e surpreendentemente sem ambiguidade, considerando que nem sequer sabemos o básico do que está acontecendo entre os personagens.
A cinematografia é um pouco falha, embora o cenário seja muito bom, os eventos que vemos são flashbacks inteiramente da perspectiva de Seok-jin, quando Seok-jin pode ou não estar morto, devido ao dispositivo de enquadramento intencionalmente vago. Assim, a informação que estamos recebendo é completamente diferente da informação que os personagens estão recebendo.
De um modo geral "The Tooth and the Nail" é realmente bastante subjugada em sua sequência metodológica de eventos. Uma história de vingança bastante básico disfarçado como um mistério de assassinato.

Título: Min & Max
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: É sobre uma relação de comédia romântica entre Zhang Xiao e Xia Xil Ling.
Zhang Xiao conhecido como um homem alto e bonito em sua universidade, onde todas as meninas caem para ele e também um grande fotógrafo. E Xil Ling é conhecida como as infames meninas minúsculas que ganharam o campeonato de jogos 4 vezes seguidas e boas em karatê que frequentam a mesma universidade. Zhang Xiao tem interesse em Xil Ling para se tornar seu modelo, mas eles sempre lutam quando se encontram uns com os outros, e em um dia eles estão se tornando o casal infame em sua universidade por causa das diferenças de altura entre os dois quando eles estavam competindo entre si No jogo de basquete. Lentamente Zhang Xiao se apaixonar por Xil Ling, mas Xil Ling tem um pequeno segredo com ela ... Será que Zhang Xiao capaz de ganhar coração Xil Ling?
Opinião:
Spoiler:
Uma simples questão de altura! Um filme que conta a história de duas pessoas de diferentes alturas.
A história é típica de dramas asiáticos. Um homem com 192 cm de altura, apelidado de Max, obcecado com as mulheres que são "baixinhas", dado o apelido Min a uma delas. Então, como um drama que tem-se o título "Min & Max", Max tentou ganhar os corações de Min. Resumindo, história simples.
O que torna interessante, o fato de que Min ainda está presa a seu ex-amante que tinha morrido há dois anos. Min ainda acha que seu namorado ainda está vivo, vivendo sua vida em outra dimensão. Interessante, não?
O filme ainda conta com pequenas mudanças depois do clímax muito dramático da história.
A atuação de Gao Godfrey e Wang Shuilin foram muito boas, os dois combinam bem, fazendo um bom par e uma ótima atuação, já os adjuvantes não muito presentes ficaram meio fora dos holofotes portanto não há como julgar.
A cinematografia e trilha sonora suave e bonita para um filme de comédia romântica prazerosa de assistir, a mistura entre notas altas, médias e baixas fugindo um pouco do tradicional foi maravilhoso e bem pensado.
De um modo geral, "Min & Max" começa como um romance de aspecto cômico, quando então revela-se a reviravolta na história qu brotou a partir de uma coisa muito pequena imperceptível a ponto de não vê-lo chegando.. Simples consistente e ainda um filme muito bom e agradável!

Título: Yin And Yang Hand Eye
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Li Gui faz o uso de um poderoso feitiço para se manter bela e jovem para sempre, usando um ornamento da alma anexo ao seu corpo.
O ornamento foi dado por um homem chamado Zhao Dalong este foi "possuído" é a personificação de um demônio conhecido como o demônio natural do corpo, induzindo pactos com suas vítimas dando a elas vida eterna por um preço...
Zhao Dalong é um homem desempregado, vive em uma aldeia de aluguel, Li Gui viveu em seu oposto. Zhao Dalong achou que encontrou seu grande amor, mas inesperadamente encontrou um pequeno diabo, a absorver a sua essência. Uma história que vai além da alquimia e do sobrenatural.
Opinião:
Spoiler:
Demônios da guerra e da beleza.
"Yin And Yang Hand Eye" tem uma das histórias de horror mais complexas, tudo foi meticulosamente planejado para prender o espectador.
Não há pontas soltas, uma coerência muito boa e plausível, onde temos presença cronológica do passado, futuro e presente seguindo a linha do inexplicável em uma história chocante em busca da juventude eterna.
Li Da, Zhang Zhenjiang e Jiang Qian atuaram muito bem, algumas cenas eram difíceis e requeriam técnicas sofisticadas.
A parte negativa fica com a cinematografia e cenários pouco iluminados estragaram o filme, o posicionamento das câmeras bem como as tomadas e retomadas de cenas pioraram as coisas, percebe-se pequenas vibrações na tela onde não deveriam existir. Os CGI's são outra "pedra no sapato", muito amador, usaram técnicas básicas de luz e brilho, horrível.
A trilha sonora e sonoplastia bem escolhidos mas por si só não fazem milagre...
De um modo geral "Yin And Yang Hand Eye" tem uma história boa e mal executada, foi aos trancos e barrancos, não segue um padrão, tem altos e baixos ao decorrer com um final aceitável.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Cat a Wabb
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2015
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Um diretor comercial assistente recebe uma grande chance quando ele tem a chance de dirigir um comercial com um gato. Mas quando um estudante estagiário perde o gato, tudo desmorona muito rapidamente.
Opinião:
Spoiler:
A culpa é do protagonista!
"Cat a Wabb" não um filme e sim um bastidor de gravação de um comercial, não há "história", quem quer perder quase duas horas para ver como é feito um comercial? Bom há quem queira...
"Cat a Wabb" apesar do script ser digamos assim, sem graça, foi muito bem escrito, segue toda a linha de montagem do comercial, não deixaram passar nada e para não ficar na monotonia arranjaram um jeito de sumir como o gato para dar volume a história.
O elenco apesar de ter a bela jovem Luewisetphaibun Pimchanok interpretando a Meo e Amornsupasiri Arak interpretando Mo não são suficientes para melhorar a apresentação técnica do filme, sem tem alguém que mereça destaque no elenco é o gato, nosso protagonista, além de ter paciência deu um show de interpretação.
Cinematografia, bom, usaram a mesma do set de filmagem de qualquer filme então não houve um trabalho de verdade na construção dos cenários. Efeitos especial não tem, os que tem são irrelevantes. Trilha sonora a desejar, por tratar-se de um filme comédia, um pouco de bom senso na escolha harmônica seria sensato.
No geral "Cat a Wabb" é um comercial publicitário em forma de filme que mais parece um documentário de como são produzidos comercias com animais, faltou o saco de ração para gatos para ser um filme perfeito no sentido figurado!

Título: Creepy
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Takakura (Hidetoshi Nishijima) é um ex-detetive. Chamado por um antigo colega, Nogami (Masahiro Higashide), ele passa a investigar o caso de uma família desaparecida há seis anos. Takakura acompanha as memórias de Saki (Haruna Kawaguchi), a única sobrevivente da família. Enquanto isso, o detetive e sua esposa recentemente se mudaram. Seu novo vizinho, Nishino (Teruyuki Kagawa), tem uma mulher doente e uma filha adolescente, Mio. Porém, um dia, Mio confessa a Takakura que o homem não é o seu pai e que ela não o conhece.
Opinião:
Spoiler:
Um assassinato a obra literária original.
Kiyoshi Kurosawa não cumpriu em seguir com fidelidade o premiado livro de Yukata Maekawa. Adaptação fiel de literatura em cinema não é sinônimo de qualidade.
Um prólogo muito ruim, gritante, esse início delineia a atmosfera sem vida do gênero horror retratado no filme, onde dois personagens, Koichi Takakura no papel de Hidetoshi Nishijima é o respeitado detetive atacado por um psicopata na introdução do filme, agora um professor universitário vacilante que passa a investigar por conta própria um crime antigo não solucionado; E sua mulher, Yasuko no papel de Yuko Takeuchi, que se sente cada vez mais abandonada pelo marido conforme se aproxima do Sr. Nishino no papel de Teruyuki Kagawa, um vizinho que a atrai quanto mais a amedronta...
O filme torna-se bastante previsível a meio caminho, e confuso, é quase como se o filme tivesse ido em lugar nenhum e ficado para uma breve visita porque não tinha nada mais a dizer.
Longo, repetitivo, deixa-se muito aberto, e tem personagens cujos motivos são tão confusos e confusos...
Se Mio estava tão preocupada com o destino de sua mãe, por que não foi à polícia?
Por que a esposa do ex-detetive não estava disposta a dizer ao marido sobre o psicopata que a enganchava com drogas? Quando ela teve a oportunidade, por que Mio não matou o psicopata?
Cinematografia, cenários e efeitos especiais foram um show a parte, na concepção de Kiyoshi Kurosawa, a fantasia é essencial para se fazer cinema de gênero. Inclusive, ele abusou no psicopata insano, cruel, nada discreto, que mora num verdadeiro matadouro e que parece intocável. E, mesmo assim, esmaga os nervos do espectador. Ao forjar o absurdo para máximo efeito visual e psicológico. Ao usar a via do inexplicável para transformar "Creepy" numa experiência realmente assustadora, arrepiante numa lição de horror com técnicas de sangue e mutilações surreais.
De um modo geral "Creepy" em vez de representar um mal metafísico, eles se relacionam em prol de uma reflexão terrena do livro original de Maekawa, "nossas desatenções para com quem nos rodeiam, seja uma cônjuge triste, seja um colega de bairro sombrio". Ou seja, uma questão muito humana. O desconhecido se baseia no que as cega, no que as move; Mas se estabelece de fato nas resoluções formais e narrativas do cineasta, que radicaliza o mistério à medida em que dilui o realismo da trama original.

Título: Forever Young
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2015
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Xu e Yan Xi são um casal invejável. Xu trabalha duro na esperança de se tornar um músico profissional. E Yan Xi quer ser dançarina. Quando seus sonhos estão ao alcance, encontram obstáculos que colocam sua relação à prova.
Opinião:
Spoiler:
Abaixo das expectativas.
O enredo de "Forever Young" poderia virar um um sitcom parvo destinado para jovens adultos, script drástico e estranho e pouco completo.
Quem assiste sente que é uma história vazia, falta algo a mais que
centra-se em torno de Xu Nuo (Li Yifeng) e Yan Xi (Zhang Huiwen), namorado e namorada prestes a se formar na faculdade e realizar a "noite do sonho". Xu Nuo é um cantor talentoso em uma banda com seus três companheiros de quarto, esperando ser notado por um rótulo, enquanto Yan Xi e seus companheiros de quarto são dançarinos de balé com o objetivo de continuar seus estudos em Paris. Yan Xi não reage bem à aprendizagem que pode estar além dos meios dos seus amigos, e não somente não tem uma possibilidade desculpar-se antes de um acidente de carro horrível, mas termina no hospital com uma perna quebrada após empurrar-se demasiado Difícil em resposta. Vendo seu coração partido, Xu Nuo surge com uma ideia maluca...
Há problemas de execução, fade in fade out antes de cortar para outra cena, a edição também é péssima, dá para notar o rewind em certas cenas.
O par principal é realmente bastante forte junto; Não há muita chance de mostrar Xu Nuo e Yan Xi como um casal genuinamente feliz, mas Li Yifeng certamente pode fazer "ficar nas proximidades, pronto para fornecer apoio" com o melhor deles, e isso é algo que pode parecer ridículo se não for feito certo. Ele é meio sem graça de outras maneiras, mas pelo menos não é um manequim. É um pouco lamentável que o filme é tão inclinado para ele, em oposição a Zhang Huiwen; Ela estabelece Yan Xi como energético em termos de ser tanto extrovertida e ferozmente comprometida com a dança, mas depois tem pouco a fazer durante a segunda metade, mas aparecem de vez em quando, jogando bem abatido, mas não dirigir a história.
No geral "Forever Young" é uma ideia idiota, mas não realmente ruim. A comédia óbvia é ótima apesar do público saber o que está por vir. O sentimento por trás disso é tão simples, mas o escritor e diretor He Jiong define coisas para que o público possa ver os laços entre Xu Nuo, Yan Xi e seus grupos de amigos embora não individualmente emparelhados, mas juntos.

Título: Cruel State
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2015
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Em abril de 2014, um navio de passageiros: Ferry Sewol que afundou nos mares de Jindo resultou em 304 vítimas e feriu as famílias dos falecidos que nem sequer tinham tempo para chorar pela morte de seus filhos porque passavam noites na rua em frente ao Parlamento de Gwanghwa-mun e na Casa Azul. Eles só têm uma pergunta: "Por que meu filho morreu?" No entanto, um ano depois, hoje, ainda não há resposta. As pessoas enfrentam a verdadeira cor do estado e passam um agonizante um ano em disputa.
Opinião:
Spoiler:
Muito sensacionalismo!
Foi sem duvida um incidente ou acidente notável, a pior tragédia marítima do país, "Cruel State" retrata de um forma sensacionalista a agonia das famílias que até então ainda buscam respostas e por seus filhos e filhas que ainda estão submersos e desaparecidos.
O filme documentário é filmado em uma atmosfera tensa, tudo é muito caos, ao invés do diretor ter partido para o lado emocional e agonizante das famílias optou por fazer criticas ao governo. Forçar algo não é o jeito certo de chamar a atenção do mundo para uma tragédia de tamanha proporção.
Poderia ver um equilíbrio muito bom, entre a fúria e a tristeza, afinal são muitas as crianças mortas e jovens,
A negligência com o naufrágio foi uma das razões pelas quais a população ficou indignada.
As investigações sobre o desastre, no qual morreram 304 pessoas, concluíram que ela era em grande parte feita pelo homem o resultado acumulado de um redesenho ilegal, um compartimento de carga sobrecarregado, tripulação inexperiente e uma relação questionável entre os operadores de navios e reguladores estaduais.
Mesmo que o navio levou cerca de três horas para afundar, os que estavam a bordo nunca foram ordenados a evacuar, enquanto a tripulação escapou para a segurança.
O capitão Lee Jun-Seok foi condenado à prisão perpétua por "assassinato por negligência intencional" e outros 14 membros da tripulação receberam mandatos que variam de dois a 12 anos.
De um modo geral "Cruel State" é um documentário de protesto, mas sem duvida daria ou vai dar um bom filme melodramático, mal posso esperar para acompanhar o que de fato ocorreu e protelar o desespero e morte eminente da tripulação. Afinal essa história está muito mal contada, havia tempo suficiente, por que não houve uma evacuação dos passageiros? Por que somente a tripulação recebeu ordem de evacuação? Será mesmo culpa do comandante? Ou ele foi apenas mais uma vitima das circunstanciais? De uma conspiração talvez? Não sei, mas em tempo de capitalismo quem manda é o dinheiro.

Título: Hope
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2013
Nota pessoal: 10.0
Sinopse: Em seu caminho para a escola, uma jovem chamada So Won que literalmente significa "desejo" ou "esperança" em coreano é sexualmente agredida por um estranho mais velho e bêbado. Como resultado, ela sofre múltiplas lesões internas e tem que passar por uma cirurgia de grande porte, mas suas feridas emocionais são igualmente difíceis de curar. Sua família feliz quebrou financeiramente, seus pais Dong Hoon e Mi Hee passar por sentimentos de dor e raiva. A partir do trauma daquele dia, So Won se recusa a ver ou falar com seu pai, então Dong Hoon se esconde sob o traje do personagem de desenho animado favorito de sua filha e se torna um "anjo da guarda" ao seu lado. Baseado em uma história verdadeira, infame caso Nayoung em 2008.
Opinião:
Spoiler:
Magnifico e uma recuperação incompleta!
Escrito por Ji-hye Kim e dirigido por Joon-ik Lee conseguiram recriar um fato em um mistura de sentimentos perfeitamente escrito e executado dentro de um filme chamado "Hope".
o filme é angustiante sobre o estupro de uma menina de oito anos e suas consequências devastadoras. O ato em si não é mostrado, o que para mim foi inteligente um cuidado especial tomado pelo diretor. Para ser justo, não há muita esperança também, mas há pelo menos um pouco esperança, o suficiente para restaurar um pouco de fé na humanidade, embora Deus sabe que somos uma espécie horrível. Nossas falhas são grandes. Para alguém que sofre um abusos desse tipo é um trauma incurável que o tempo não apaga.
Não espere o filme para ser um grande artista ou encantador, pois representa o ato mais vergonhoso e humilde dos seres humanos e as lacunas das leis de nossas nações.
O filme inteiro é feito tão sereno e bonito que você acharia difícil dizer qualquer coisa. As cenas e emoções não iria fazê-lo chorar nem zangado, mas apenas rasgar suas emoções e sentimentos que seriam como as relações e emoções onde as palavras não são mesmo necessárias.
O filme definitivamente vai tocar seus sentimentos mais íntimos e instigá-lo a pensar o que a vida realmente é.
Sob uma atuação perfeita com destaque para a jovem Lee Re interpretando o difícil papel de uma menina abusada sexualmente bem como todos os elementos que compõem o filme estão perfeitos.
De modo geral "Hope" é emocionante e delicada ao mesmo tempo, oon-ik Lee captou toda a essência sentimental e repassou ao espectador, conheço alguém que perdeu seus pais na infância e viveu nas ruas do Japão tendo que se prostituir para sobreviver, hoje, financeiramente sucedida, mas uma pessoa fria e realista de difícil convivência, consequência do passado que não pode ser esquecido ou apagado por mais que se queira.
Para mim "Hope" têm um forte impacto emocional.
Ele mostra a importância de ter família e amigos apoio durante esse tempo. Ele também mostra a estupidez do sistema legal coreano e todos os crimes nesse domínio devem ser punidos mais severamente. Aqueles que gostam do filme, tente outra obra-prima coreana Miracle in cell no.7!

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Female Brothers
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: Dois estudam em um escola dão a mínima para as mulheres, sempre andam juntos como irmãos, sua única paixão é o basquete. Por isso alguns acham que os dois são gays.
Quando vistam um estúdio fotográfico para fotos da formatura ao se deparar com enorme poster de um casal e ao verem Zhuang Shan uma colega de escola em um vestido branco os sentimentos de amor e casamento despertam para um deles...
Uma comédia romântica contada em flasbacks entre o presente e o passado, três anos depois após aquele inesquecível dia.
Opinião:
Spoiler:
Um história muito bonita.
"Female Brothers" não é somente mais um historia de amor qualquer, ao contrários das outras, esta, tem elementos dramáticos mais autentico à realidade que por sinal muito bem escrito, as transições, passado e presente são muito boas, não causam confusão mas emoção.
Com um elenco jovem mas profissionalmente eficiente e atuante, souberam atuar de forma consistente e o mais importante, de forma convincente.
A cinematografia e trilha sonora estão muito bem alinhadas, desde a escolha a prática com a sonoplastia, onde temos cenários artificiais bem construidos mesclados com tomadas de cena externas de Xangai. De musica clássica a pop contemporâneo deram um toque de modernidade a esta romântica comédia.
De um modo geral "Female Brothers" é muito bom, todos os elementos são homogêneos um complementa o outro e assim temos um bom filme em termos técnicos e uma boa história no que refere-se a sentimentos para o expectorar, um filme para ser apreciado. Recomendo!

Título: Don't Let Love Wait
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Um professor do ensino médio, Si Qi leciona aulas de reforço em casa para uma de suas alunas, Ling Feng que gradualmente começam a despertar sentimentos um pelo outro.
Prestes a se formar também, Xiao Xiao-Lin que resolve ficar em Pequim compartilha dos mesmo sentimentos de amor por Ling Feng, assim como Ling Feng que recusa-se a ser herdeira da família e o professor estão sem um rumo definido após a formatura.
Um complexa relação onde sentimentos misturam-se com incertezas,
a perseguição louca de amor, o pensamento de perda. O rosto de sincera amizade dos sentimentos puros e indecisos entre uma estudante, seu professor e seu amigo de classe. Que escolha tomar? Qual o caminho certo a seguir? Ficar e amar ou perseguir sua própria felicidade?
Opinião:
Spoiler:
Apesar da premissa ser interessante, não é um bom filme.
A história é bem contada, bem escrita,o problema é que não tem sentimentos, um história morta interpretada por um elenco sem vida.
O desempenho é muito abaixo do esperado, parte pela escolha, não foi boa escolha por parte do diretor Tong Xiao-Hui no que refere-se a escolha dos atores ideias para aquele papel.
A trilha sonora por sua vez é boa, eu gostei, média, mas boa, já a cinematografia também está a altura, cenários bons bem construido de acordo com o padrão do aceitável.
De modo geral filme razoável, não espere um comoção sentimental, ele é frio e um pouco desnecessário como aquele poster de filme "HUBLLE" que faz sentido nenhum. Caso procure um filme neutro e sem um valor sentimental é um bom filme.

Título: The Unvanished Vapour
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: A história real do artista cômico de suas adaptações profundas. Sobre o jovem artista cômico que atua por razões familiares, através de sete anos de nenhuma morada fixa e uma vida errante, vestuário simples, não desiste de desenhar, sua prancheta de desenho é seu único amigo de incentivo e ajuda, um sonho persistente de realização, quando a morte súbita...
Opinião:
Spoiler:
Persistência ou tolice?
"The Unvanished Vapour" tem como premissa um rapaz que embora fracasse sempre não desiste do sonho de ser um grande cartunistas, mesmo que pague um preço alto por isso, seguem em frente onde somente a morte vai poder pará-lo...
A narrativa é o grande problema, o filme em seu meio torna-se chato, devido a monotonia do personagem principal, sem grandes expectativas o rapaz narra de forma superficial sua vida monótona, não é um filme que causa grande impacto, é lento, simples com um final esperado dentro do previsível.
A atuação é dividida, o protagonista não demonstrou muita performance por conta do script, já os adjuvantes foram pouco acima do esperado, ao menos eu gostei.
Cinematografia e movimentos de câmera não combinaram, há cenas onde o cenário de fundo poderia ser melhor aproveitado mas o movimento de câmeras acaba cortando partes de embelezamento, é como tirar um fotografia onde apenas o tronco da pessoa aparece.
Esperava mais da trilha sonora, razoável contudo não é a mais adequada, salvo exceções, mas em suma foge do contexto, ao ouvi-la torna claro que não pertence aquela cena, que não envolve...
De modo geral, "The Unvanished Vapour" é monótono, tendo picos de altos e baixos, chega a um ponto crítico de desistência dado a um script mal feito e muita monotonia do personagem, quando assistimos algo queremos que esse algo seja interessante que nos atraia, que prenda nossa atenção, não foi o que "The Unvanished Vapour" fez.

Título: Buppha Ratree: A Haunting in Japan
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2016
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Uma banda de rock tailandesa viaja para o Japão para gravar um novo vídeo musical ligado à neve. Charlie, Jack e o resto da gangue visitam um albergue de aluguel em uma pitoresca estância de esqui japonesa para gravar um videoclipe. No entanto, sem saber, a pousada é assombrada por vários fantasmas que incluem uma mãe com faca e seu rapaz assustador, espíritos de uma família que ficou na casa anos antes. Além disso, o espírito de uma jovem tailandesa, Buppha que veio ao resort para consertar seu coração partido depois de pegar seu namorado fazendo sexo com outra mulher. Ela é atraída por Charlie e sua tripulação porque Charlie parece um pouco com o seu ex batota.
Opinião:
Spoiler:
Decente mas tem suas falhas.
Uma das melhores características envolvidas aqui é a continuação da história uma atmosfera um pouco assustador no início agora uma parte permanente da história.
Tem uma boa mudança de ritmo. Uma vez que envolve os gângsteres que chegam lá para o seu esconderijo, este consegue incluir alguns assuntos bastante agradáveis, bem como os elementos de comédia contínua que é bastante assustador para ver no conceito ainda a execução é feita para rir muito como o original fez.
O ponto forte é o enredo que parece muito variado e sem foco, indo em torno de tantos elementos diferentes que o filme não tem realmente qualquer foco real.
De um modo geral "Buppha Ratree: A Haunting in Japan" é equivalente a "Scary Movie" um filme norte-americano do gênero comédia do ano 2000 dirigido por Keenen Ivory Wayans.

Título: Goddess Sent to the Door
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: A história é dividida em duas partes, a primeira, sobre a noite chuvosa, um bêbado alto e bonito Zhao Lun Kai acordar em seu próprio quintal sem saber o que houve...
A segunda, sobre Tao Tao, em vista surpresa tenta seduzir Zhao Lun Kai em sua armadilha. A esposa Xia Yuhan está longe, a namora extraconjugal Miao Lu também desaparecem. Ambos são pessoas negras, escondem um passado assombroso. Alguém resolveu vingar-se, quem será? O próprio Zhao Lun Kai? A esposa? Ou a amante?
Opinião:
Spoiler:
Sem duvida um filme de suspense a altura.
O grande ponto forte deste filme é sua história, houve um trabalho muito bem executado, minimamente pensando, não apenas no suspense mas mantê-lo até o fim sem revelar o autor e sem dar spoilers é difícil em uma história, imagina em três que devem ser coerente ao contexto da principal.
São três histórias que correm em paralelo que no final se completam, uma para cada protagonista, seguindo um ritmo de ação rápida intercalados com momentos de longos diálogos de ação passiva.
O elenco também é muito bom, gostei e muito das escolhas, ficou perfeito tanto em atuação quando combinação, há muitos elementos que combinam, um elenco adulto mas jovem caiu como uma luva para as inúmeras cenas de ação e suspense que "Goddess Sent to the Door" proporciona.
Cinematografia luxuosa, cenários ricos em detalhes, com um boa movimentação de câmeras, valorizam as cenas,
o enquadramento de cada sequencia de cena é perfeito.
Trilha sonora é boa embora pouco ausente por opção do diretor que preferiu não abusar de temas musicais por conta das cenas de luta o que pode atrapalhar um pouco a sonoplastia de modo geral.
Sangue no momento do corte com quantidade correta deixando a gravidade fazer o resto demonstra o quão eficaz e profissional são os efeitos especiais.
De modo geral, "Goddess Sent to the Door" é um legitimo filme de ação suspense, técnicas de torturas adequadas, atuação limpa, ação passiva e ativa muito bem intercaladas fazem ser um filme prazeroso de assistir, vale a penas, recomendo!

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Mountains May Depart
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2015
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: 1999, Fenyang. Tao, uma professora, está apaixonada por Liang, que é mineiro de carvão. Tao traz um fim ao relacionamento quando é pedida em casamento por Jinsheng, que acaba de se tornar o proprietário da mina de carvão. De coração partido, Liang deixa sua cidade natal em auto-exílio. Em 2014, Liang, que vive em Handang, descobre que tem uma doença fatal e decide voltar para Fenyang com sua esposa e a filha para viver seus últimos dias em sua cidade natal. Liang encontra-se com Tao, que já estava divorciada de Jinsheng, e agora vive sozinha. Enquanto isso, o filho dela, Daole, que vive em Xangai com o pai, chega em Fenyang para o funeral de seu avô. Tao descobre, então, que Daole vai emigrar para a Austrália com Jinsheng.
Opinião:
Spoiler:
"Mountains May Depart"
conta uma história dividido em três partes em um melodrama de um triângulo amoroso. Tao, Zang e Lianzi no final de 1999 são jovens e amigos, mas ambos estão interessados ​​em Tao. A partir daí e as várias decisões que tomam, será passado para uma segunda parte, definida em 2014, e um terceiro em 2025.
O filme tem com uma proposta que amalgama com o fluxo extraordinário, fragmentos alegóricos de uma realidade quebrado e confuso sobre o passado, presente e futuro do gigante asiático da China. "Mountains May Depart" pode afastar a retrata sutilmente social produzida em uma população marcada por um progresso tecnológico aceleradíssimo, onde subdesenvolvimento socialista junta-se a chegada de mercantilização, causando um choque de identidades onde os sonhos quebrados e decepção são perceptíveis por todos. Para alcançar um resultado tão ambicioso, Zhangke teve um puramente linear e estruturada em três grandes episódios de narrativa.
Passado: A história começa em 1999, durante o Dia de Ano Novo, a primeira coisa que vemos na tela é um grupo de personagens simpáticos a dançar ao ritmo de "Pet Shop Boys", descoordenada e sem remorso. Em seguida, o script irá afetar um triângulo amoroso que torna clara a diferenciação de classes estratificada e amarga...
Presente: Aqui o diretor introduz o crédito de autoria e o título dele, batendo para apresentar a ideia de uma mente fílmica que corresponde ao verdadeiro início do filme (depois deste prólogo sobre o passado)...
Futuro: 2025, cada personagem que o triângulo inicial tenha sido postas em prática. Um em decrepitude absoluta, outro na solidão de partir o coração e outra na felicidade e conforto de uma vida familiar satisfatória...
De modo geral o filme, embora eu gostei, algumas partes mais do que outros querem fazer muito, entre altos e baixos. sem duvida tem coerência e concordância, sua cinematografia é rica em detalhes a trilha sonora finaliza com notas suaves entre as transições de espaço e tempo. Ainda sim parece um trabalho notável, um belo, triste e brilhante melodrama que tem seus altos e baixo ao decorrer da história

Título: Our Little Sister
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2015
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Sachi (Haruka Ayase), Yoshino (Masami Nagasawa) e Chika (Kaho) são irmãs e vivem juntas em uma casa que pertence à família há tempos. Apesar de não verem o pai há 15 anos, elas resolvem ir ao seu enterro. Lá conhecem a adolescente Suzu Asano (Suzu Hirose), sua meia-irmã. Logo as três irmãs convidam Suzu para que more com elas. O convite é aceito e, a partir de então, elas passam a conviver juntas e aprendem os pontos sensíveis relacionados ao pai em comum.
Opinião:
Spoiler:
Nossa Irmã Mais Nova.
"Nossa Irmã Mais Nova" é centrado na relação entre quatro irmãs que moram juntas, tem uma narrativa difusa, frouxa e sem vida, empregando longos 128 minutos para aparentemente não chegar a lugar algum.
Escrito pelo próprio Koreeda a partir de um mangá de Akimi Yoshida e nem consigo imaginar o quão aborrecido deve ser este mangá, o roteiro inicialmente nos apresenta às irmãs Sachi (Ayase), Yoshino (Nagasawa) e Chika (Kaho), que dividem um velho casarão que pertenceu aos pais desde que foram abandonadas por ambos, o pai foi morar com a amante e a mãe partiu para outro estado. Confortáveis em sua rotina, elas acabam recebendo a notícia da morte do pai com um estranho desinteresse, diga-se de passagem e, no enterro, conhecem a meia-irmã de 14 anos, Suzu (Hirose), que passa a morar com as demais. A partir daí, acompanhamos o ano seguinte enquanto as quatro...
Basicamente é isso.
Elas lidam com interesses românticos, com a doença de uma velha conhecida, com um reencontro com a mãe, mas basicamente tudo é encenado de maneira desinteressada e desinteressante.
A cinematografia é mal conectadas que conferem um tom episódico à narrativa, "Nossa Irmã Mais Nova" não consegue sequer justificar dramaticamente a entrada de Suzu na vida das irmãs no que refere-se a transição de cenas e movimentos de câmeras.
De modo geral o filme é culminando num plano terrivelmente clichê porque essencialmente nada muda que imediatamente se adapta à dinâmica das demais.
Elenco é o ponto chave, que atua de forma consistente, evitando se tornar um desastre completo graças ao carisma do elenco principal, o longa ao menos consegue estabelecer algum interesse graças à dinâmica entre as garotas, mesmo que suas personalidades acabem parecendo esquemáticas: Sachi é retraída e responsável; Yoshino é impulsiva e imatura; Chika é ingênua e alegre; e Suzu é uma mistura das três. Aliás, a decisão de ancorar o filme na irmã mais velha é um raro acerto do projeto, já que Haruka Ayase oferece uma performance suficientemente melancólica e relativamente multifacetada e é uma pena, por exemplo, que Koreeda não dedique mais atenção à dinâmica entre ela e a caçula, já que, de certa forma, as duas são as que viveram experiências mais similares com o pai, perdendo boa parte da infância graças a este.
A trilha sonora é composta pelo mestre Kanno Yoko para tentar criar atmosferas pontuais que a história sozinha que infelizmente não consegue, em certo momento, a música soa engraçadinha para trazer leveza; em outro, aposta em acordes tristes para ressaltar um instante doloroso e, com isso, acaba forçando o tom em vez de simplesmente comentá-lo ou mesmo ressaltá-lo.
De modo geral dependendo de forma incômoda de diálogos expositivos para explicar ao espectador as circunstâncias que levaram as irmãs a uma existência isolada dos pais, o roteiro carece de um arco dramático identificável, limitando-se a utilizar as estações do ano e as consequentes alterações nas belas locações para indicar a passagem do tempo, como se apenas o transcorrer do ano pudesse conferir alguma sensação de desenvolvimento à história.

Título: Record of a Tenement Gentleman
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 1947
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: Tashiro encontra um menino abandonado em um vilarejo assolado pela guerra e o leva para casa, na tentativa de conseguir que algum vizinho o adote. Ninguém parece aceitar a responsabilidade nem mesmo por uma noite, até que a viúva Otane, a contragosto, fica com a criança. De início, o relacionamento entre os dois não vai muito bem, até que o dia em que menino foge de casa. Seu desaparecimento faz com que Otane perceba o quanto o ama.
Opinião:
Spoiler:
Eu nasci mas...
O Sr. Yoshii (Tatsuo Saito), um funcionário de escritório, mudou sua jovem família para um novo bairro nos subúrbios, estrategicamente localizado a poucos quarteirões de seu empregador, Sr. Iwasaki (Takeshi Sakamoto). Uma tarde, enquanto brinca ao ar livre, o filho mais novo de Yoshii, Keichi (Tomio Aoki) chama a atenção das crianças do bairro, entre elas, o filho de Iwasaki, que procede a provocá-lo. Seu irmão mais velho, Ryoichi (Hideo Sugawara), vem em seu socorro, mas logo, os dois se encontram superados em número, e apenas escapam por pouco quando o Sr. Yoshii passa na rua. Temendo retaliação, os irmãos decidem se tornar truants, mas são enviados de volta à escola por seu pai com o raciocínio severo, "você não quer ir à escola e se transformar alguém?" Incapaz de escapar de seu encontro inevitável com os rufiões da escola, Keichi befriends o menino de entrega da loja de saquê (Shoichi Kojufita) e persuade-o a confrontar o líder da gangue auto-nomeado e ensinar-lhe uma lição. Depois que o valentão foge em lágrimas, as outras crianças logo voltam sua fidelidade para os irmãos, que são rápidos em testar sua solidariedade, fazendo-os obedecer a um comando de "ressurreição". Logo, o menino vencido volta com seu pai, e as crianças começam a discutir seus respectivos casos em cujo pai seria mais adequado para desafiar o pai do valentão. Entretanto, a idolatria dos irmãos para seu pai é testada quando visitam a casa de Iwasaki, e encontram seu pai como o assunto dos filmes home que jogam o palhaço na frente da câmera para a diversão de seu chefe...
Um filme antigo que não pode ser comparado com as técnicas cinematográficas atuais, contudo tem uma bela história, um retrato cômico, espirituoso e incisivo da hipocrisia e da desigualdade social em contraste com o mais destilado "gendai-geki" que significa retrato de vida contemporânea.
Um drama bem caracterizaria que está enraizado no comportamento social aprendido das crianças e aceitação de compromisso em um ambiente não ideal, a recusa do garoto de entrega de censurar o filho de Iwasaki por causa do patrocínio de sua família; A atenção do Sr. Yoshii para o rapaz enquanto ele interrompe a tentativa dos filhos de "ressuscitá-lo"; O comportamento vergonhoso do pai... À medida que a atitude dos meninos em relação ao pai passa de um herói magnânimo a um tolo embaraçoso para um ser humano simpático, Ozu apresenta uma observação sutil, porém pungente, sobre o rito de passagem das crianças enquanto se afastam das regras seguras e previsíveis da vida doméstica para o ilógico E muitas vezes injustos costumes sociais hierárquicos do mundo real. Muito bom filme, muito bom mesmo!

Título: Yi Yi
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2000
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: NJ Jian mora com sua esposa, seus dois filhos e a sogra já idosa, formando uma típica família de classe média. NJ sócio de uma bem-sucedida empresa de computação, mas, se não buscar novos rumos, em breve irá falência. Para tanto, ele busca fazer uma parceria com Ota, um inovador designer de jogos de computação no Japão, que pode dar o novo toque que sua empresa precisa. Mas as coisas começam a dar para os Jian quando a integrante mais velha da família sofre um derrame e entra num coma o qual poderá nunca mais acordar. Neste meio termo, NJ ainda reencontra Sherry, seu primeiro amor de infância, que reaparece em sua vida, agora casada com um americano.
Opinião:
Spoiler:
O último filme de Edward Yang!
"Yi Yi" tem uma certa circularidade, uma viagem entre o início e o fim centrada na vida que acontece entre eles.
Começa com um casamento e acaba com um funeral, pelo meio tem um nascimento, um reencontro, um crime e uma série de momentos, de passagens. É, porventura, um filme mais sereno, onde até a acidez e uma certa dureza de outros filmes estão domadas, contidas na decência e na inocência de três das figuras centrais do filme, o pai NJ interpretado por, Wu Nien-jen, a filha Ting-Ting Kelly Lee e o filho Yang-Yang Jonathan Chang.
Filme de olhar crítico sobre a sociedade taiwanesa com farpas dirigidas à superstição, a práticas empresariais e aos média, entre outros), mas de alguma forma há uma reconciliação com a vida, um aceitar que todos “ficamos velhos”.
Ao longo de três horas acompanhamos, um a um, o título do filme pode ser traduzido como “Um Um”, os membros da família Jian e de uma série de personagens que gravitam em seu torno. Cada membro da família como que chega a uma encruzilhada que tem de separar.
Embora haja choro, gritos e violência em "Yi Yi", o desenrolar das relações entre as personagens e a sua autorreflexão é sutil, delicada, poética mesmo uma poesia do real mas, sobretudo, uma poesia do cinema. Afinal o cinema potencia a vida. “Vivemos três vezes mais desde que se inventou o cinema”, diz a dada altura uma das personagens. O cinema permite-nos sentir o que apenas imaginamos ou, como a cinematografia de Yang-Yang, ajuda-nos a ver o que não conseguimos.
Não falta frases intrigantes e até deixas de peculiar humor nos diálogos de "Yi Yi". Mas este é também um filme de silêncios e de sussurros, um filme onde importa mais tudo o que fica por dizer. Essa delicadeza do filme é reforçada pela banda sonora de piano. Um filme em que as imagens são soberanas e onde os atores fazem parte dos espaços. Não que as interpretações não sejam soberbas são, apenas que elas não existem em vácuo mas na experiência total. O detalhe ínfimo dos décors, do guarda-roupa, da iluminação, mas acima de tudo os enquadramentos meticulosos tornam "Yi Yi" um filme de notável equilíbrio de excelência técnica bem como num retrato verossímil de uma família de classe média taiwanesa.
Sem duvida em retrospectiva, Yang, prematuramente desaparecido em 2007, mas deixou-nos um belíssimo adeus.

Título: Helpless
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2012
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Jang Mun-ho procura desesperadamente pela noiva, Kang Sun-young, que sumiu sem deixar rastros um mês antes de se casarem, mas ele não contava com o que estava para descobrir, a pessoa que ele conhecia não era quem ele pensava, e descobertas sinistras começam rondar sua vida. Filme baseado no bestseller japonês ‘All She Was Worth’ escrito por Miyabe Miyuki.
Opinião:
Spoiler:
Bestseller só nos livros.
Filme clichê, adaptação cinematográfica coreana de mistério, a investigação sobre o desaparecimento de uma mulher que também era um exame minucioso das distorções da sociedade após a bolha econômica. Que mais parece um punhado de documentários foi para a ficção com comédia romântica, convertendo o texto em um thriller clássico, acentuando os tons melodramáticos. Se o texto original em protagonista era indiscutivelmente o detetive desiludido, aqui a cena é dividida com o amante traído. A escolha atenua o alcance da história, trazendo à tona o homem teimoso agarrados à tragédia pessoal experimentado pela mulher, mas é também uma necessidade provável devido às diferenças inerentes entre os dois países.
De um modo geral é um filme originalmente conhecido como o suporte mais fácil, ele tem um tom modesto e história filigrana que evita exageros, isso ajudou a omitir o habitual usando atores famosos tornando-o equilibrado, onde em suma temos personagens de rosto perpetuamente escurecido pelo remorso, enquanto a protagonista mantém uma expressão ambígua que pode garantir a distância desde as razões para suas escolhas. Destaque para Byeon Yeong-joo, pela primeira vez envolvido em um thriller é a prova que você pode permanecer nos detalhes significativos diárias, mesmo se, por vezes, perder de vista o ritmo da investigação em favor do homem baço existencial abandonado. "Helpless" deliberadamente evitou olhar refinado e elegante cinema coreano muito contemporânea, ganhando com veemência, mas as mudanças na história são de elogiar, tornando-o mais como "fáceis" quebra-cabeças. Um filme morto!

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Han Gong Ju
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2014
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Han Gong Ju é forçado a transferir-se de escola e é levado para uma casa em uma área desconhecida. A casa pertence à mãe do seu ex-professor. A mãe quer saber por que seu filho está deixando Han Gong Ju lá, mesmo se ele promete que ela estará lá por apenas uma semana. Gong Ju levar um segredo que ela não quer ser exposto em seu novo lar. Baseado nos eventos reais do "Milyang junior high school".
Opinião:
Spoiler:
Uma história eterna de amor e ódio.
Han Ju Gong é uma menina jovem que muda repentinamente de escola e pior, que é de repente enraizada de sua casa e levado para um novo bairro para viver e estudar em uma nova escola. Tudo que sabemos é que houve "um escândalo" em sua antiga escola e ela foi meio que envolvida diretamente. Seu professor leva para viver com sua mãe que dirige um pequeno supermercado.
Então Han Gong Ju tenta reconstruir uma vida desprovida do passado, mas age como seu curioso desprendimento para atrair para alguns de seus novos colegas de classe...
"Han Gong Ju" impressiona por uma escrita orientado a história que se tornou um pouco perdido no final, onde o drama tende a envolver mais de habilidades do ator individual de expressão. Isso fez-lhes um pouco exagerada emocionalmente, por vezes, para os espectadores ocidentais.
Centra-se quase inteiramente em seu personagem principal, interpretado por reserva Chun Com excelente Woo-hee. A história salta de forma imprevisível de trás para a frente, tornando-se muito difícil inicialmente para o espectador acompanhar. Mas o que pode parecer uma fraqueza é a maior força do filme, porque o espectador fica com nenhuma escolha senão seguir os acontecimentos através dos próprios olhos de Gong-ju. O único ponto fraco na minha opinião é a cena atual do crime, que poderia ter sido editado com mais respeito, mas, novamente esta é uma idade gráfico em que estamos vivendo.
De um modo geral as performances são suficientemente diferenciada para manter um adivinhar do que realmente aconteceu e como o passado é feito de tal forma em um lento revelar através de flashbacks. A história por trás poderia ter sido melhor clarificada, mas o conjunto de elementos que compõem o todo são suficiente e sutis que ajudam a colocar todas as peças em seu devido lugar.

Título: Hardcore Comedy
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 2013
Nota pessoal: 5.5
Sinopse: 3 histórias, 3 surpresas, amor mágico, piadas loucas, coisas quentes sexy, acrobacias de carro, lutas de gângsteres, tudo em um. A polícia está atrás de Yao e Yan, que depois se deparam com Peng. Três deles se juntam ao clube. Um bando de gangsters querem Peng, enquanto a polícia quer Yao e Yan. Enquanto isso, Jay e Moon está indo rápido e furioso em um carro. Eles quase atingiram Peng. Todos os personagens terminam na mesma rua ao mesmo tempo. No entanto, todos eles serão responsáveis por seu próprio carma.
Opinião:
Spoiler:
Um mistura que não deu muito certo!
"Hardcore Comedy" resume-se
um fracasso grosseiro e preguiçosamente planejado que pressupõe que ele tem o apoio do público local simplesmente porque seus cineastas não estão nem aí para uma mudança.
Com cada uma de suas três peças produzidas por um cineasta estabelecido e dirigido por um estreante, o projeto tem como tema três vícios principais: Prostituição, jogos de azar e drogas. O resultado não poderia ser mais desagradável.
A seção altamente estilizada abre o filme como o mais memorável do trio. Segue-se dois amigos obcecados por pornografia, Kelvin Kwan Chor-yiu e Terence Chui Chi-iong que acabam vivendo em um prédio de apartamentos caindo aos pedaços que é usado como um bordel.
Enquanto mudam seu foco inicial perder a virgindade para salvar uma bela vizinha, a Michelle Wai Si-nga e as prostitutas das garras de um policial corrupto, Timothy Cheng Tse-sing, Wong oferecem às vezes um pouco de inteligência, principalmente nos clichês, e infantilidades sobre tudo, desde pornografia japonês até TVB de dramas.
O próximo segmento, "Run on Drugs", centra-se em um homem de coração partido Kit interpretado por William Chan Wai-ting, que é enganado ao entregar cogumelos psicodélicos para um negociante cross-dressing.
Ajudado por uma cliente baladeira, Dada Chan Ching, ele aparece em uma boate, Kit passa a noite em torno da cidade reunindo-se com esse cliente maluco entre outros, enquanto um romance superficial, principalmente inolvidável floresce entre os dois.
O último segmento "Can't Stop the Killing" (não pode parar a matança). gira em torno de Pang interpretado por Oscar Leung Lit-wai, um chef de sushi com um vício de jogo. Quando ele é forçado a eliminar um chefe mafioso, Louis Cheung Kai-chung como um acordo de dívidas, Pang escolhe revisitar sua família afastada e sua garota de sonho do colégio Christine Kuo Yun-hui antes do caos.
De um modo geral, um filme ruim em todos elementos, vulgar, sujo e medíocre.
Durante todo o filme, há um vazio onde os risos são a forma para preencher este vazio, somo forçados a rir. Podemos culpar isso sobre as tendências da indústria cinematográfica. "Hardcore Comedy" deixa claro que o simples fato de que a vulgaridade não é em si engraçado. "Hardcore Comedy" parece tão preocupada em rir com sua própria bobagem que o resultado mal se registra como uma comédia. E nenhuma quantidade de nudez ou uso de drogas poderia corrigir isso.

Título: Kako: My Sullen Past
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Kako é uma estudante do ensino médio que vive em um restaurante administrado por sua família em Kitashinagawa, Tóquio. Inesperadamente, sua tia Mikiko aparece de repente. Kako pensou que sua tia morreu há 18 anos. Sua família inteira está envergonhada pela aparência de Mikiko devido a um incidente passado. Kako também está irritada quando Mikiko vive em seu quarto. Eles passam o verão juntos.
Opinião:
Spoiler:
A mulher bomba.
Um filme com uma heroína de meia-idade peculiar cuja paixão é fazer e detonar bombas! Especialmente por sequer haver uma desculpa por seu passado explosivo, seria um efeito colateral humano incluído? Eu posso imaginar a palavra temida "terrorista" que muitos espectadores irão mencionar ao assistir.
O roteiro sem duvida é conduziu habilmente entre a comédia e o drama social vivido pela personagem, um filme que destaca-se por sua sensibilidade única, misturando o surrealismo bordado e o humor observacional. Com diálogos engraçados dos protagonistas
revelando conexões e significados que vão além de risos fáceis de muitas estranhezas dos personagens, indo além dos mistérios de Mikiko a fabricante de bombas.
De elenco temos,
Mikiko (Kyoko Koizumi) presumida morta por sua família em Kita Shinagawa, um bairro de Tóquio cruzado por canais cheios de barcos, sobre o qual arco de concreto e pontes de aço. Sua sobrinha, Kako (Nikaido), a adolescente mal-humorada do título, é cínica sobre o futuro. "Você vai acabar como todo mundo. O mundo sempre vai ser chato". Ela passa horas de suas férias de verão por um canal, procurando um crocodilo provavelmente inexistente que devorou o bebê de um vizinho há muitos anos. Kako também está obcecada com o caso há muito tempo de outro filho, Yasunori, que foi sequestrado e nunca foi encontrado. Por que essa fixação no passado?
Enquanto isso, no restaurante da família, a mãe fleumática de Kako (Kumi Hyodo) descasca feijões com um bebê estranhamente "roxo", ainda sem nome amarrado às costas, enquanto seu pai ineficaz (Itsuji Itao) tenta em vão parecer ocupado. Também ajudando na cozinha estão sua avó acerbica (Masayo Umezawa), sexy barra de hospedeira tia (Mei Kurokawa) e filha inquisidora do último (Mochika Yamada). O chef é o Sr. Nomura (Ahmad Ali), um gentil estrangeiro...
De um modo geral, as reviravoltas do enredo, que não são difíceis de desvendar, são menos interessantes do que a vexatória relação entre Mikiko e Kako, que são mais parecidos do que Kako pode suportar admitir. Com um destacamento irônico que torna os personagens mais divertido do que irritantes. Mas a busca quixotesca de Kako pela verdade também é mais do que uma piada. Seus olhos, tão céticos e observadores, resplandecem da tela com um fogo interior. Como Mikiko, a veterana Koizumi é a ainda, autônoma contra a turbulência petulante de Kako, e sua sofisticação seca e força silenciosa de caráter são mais do que um jogo para seu co-estrelato.
Mikiko é mais uma "terrorista" do que uma espécie de filósofa e artista: seu meio é a bomba e, inevitavelmente, a explosão. Soa estranho? Eu também pensaria assim, mas no mundo sonhador, originalmente imaginado de "Kako: Meu passado sombrio", onde o estranho é o comum, começa a fazer sentido. Uma bomba pode destruir, mas, aos olhos de Mikiko, ela também pode ter uma espécie de nobreza.

Título: Obedience
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2016
Nota pessoal: 9.5
Sinopse: A vila de Dingidi é onde os povos que foram feridos da guerra civil de Uganda vivem junto. As crianças que assistiram seus pais serem brutalmente assassinadas pelos rebeldes sofrem de um trauma. O missionário Kim Eun-hye cuida deles com amor e carinho. No entanto, ela não pode deixar de se ressentir de seu pai, que abandonou sua família para a pobreza e cuidou das pessoas Dingidi Village em vez disso. Enquanto isso, Ali não pode suportar o massacre em massa de seu povo da aldeia pelo grupo terrorista ISIS. Ele fecha-se do mundo e gasta todos os dias chorando a morte de sua mãe. Ele vive com amigos de refugiados e um dia encontra o missionário Kim Yeong-hwa e sua vida começa a mudar. As suas feridas serão curadas?
Opinião:
Spoiler:
Um pingo de esperança para este mundo hipócrita e egoísta!
"Obedience" não é propriamente um filme, sim um documentário humanitário, sobre um país de extrema miséria sob o domínio de milícias. Onde Kim Eun-hye e a luz e conforto para essas crianças prematuramente órfãs.
Temos uma cinematografia sutil, tomadas de cenas naturais, onde praticamente não existe atuação, tudo ocorre de forma natural e espontânea, o que é bom, dá veracidade ao filme. A trilha sonora sem duvida foi escolhida para impactar causar maior comoção ao espectador.
De modo geral, "Obedience" é humanitário, mostra o dia a dia de profissionais que dedicam vidas inteiras em prol de ajudar aos outros sem receber nada em troca, quem se importa se mais um morrer de fome mesmo, ou se ficar sem país, enquanto muitos desejam a morte para os outros ele só querem viver. Mesmo sendo uma vida miseravelmente desumana acreditam que o melhor é sorrir no ilusório de que o amanhã possa ser melhor.

Título: Obscebe Scholar
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Park Yong-joo é o playboy maior do tempo de Joseon que envolve-se com a mulher errada. Sua vida está em perigo, então ele corre, implorando os céus por uma vida de liberdade. Surpreendentemente, ele desliza para o século XXI. Lá, Yong-joo conhece duas mulheres que são possivelmente piores do que ele e ele acha que está finalmente em um mundo de liberdade. Ele passa o tempo mais agradável com elas, mas ele logo percebe que não é todo o prazer.
Opinião:
Spoiler:
Embora um filme de comédia divertido não tem uma história consistente que chame a atenção, a cinematografia e posicionamento de câmeras não ajudou em nada o script, cortes grosseiros, tomadas longas ou curtas demais bem como cenário um tanto quanto desleixado estragaram o filme.
A trilha sonora é boa elenco bom e figurino lindo, contudo não é o suficiente para propor um filme medianamente divertido.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Sailor Suit and Machine Gun: Graduation
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Izumi Hoshi é sênior no ensino médio, mas liderou um pequeno grupo de yakuza em seu passado. Depois de matar o assassino do tio com uma metralhadora, seu grupo de Yakuza se dissolveu. Izumi agora vive uma vida comum como estudante do ensino médio e trabalha como gerente em um café. Uma situação perigosa espera em breve por Izumi.
Opinião:
Spoiler:
A história japonesa da chefe de crime da escola e Yakuza carece da inteligência e da atitude subversiva do filme original e é essencialmente um romance adolescente.
Trinta e cinco anos depois, a ídol adolescente Hiroko Yakushimaru voltou ao gênero yakuza pulverizando uma sala cheia de balas com um grito estridente de "Kaikan!", O chefe da turma Izumi faz seu retorno. Mas "Sailor Suit e Machine Gun: a graduação" é uma imitação pálida e limpa de seu antecessor, sem qualquer atitude sagrada ou subversiva.
Basicamente temos como protagonista a jovem estudante Izumi (Kanna Hashimoto) que herdou a família Medaka yakuza depois que seu tio acabar assassinado na frente dela. A guerra estava declarada, contudo havia um cessar-fogo com a família Hamaguchi mas um planos nefastos de um conglomerado poderoso vai abalar esse clima de cessar-fogo.
Enquanto o original de 1981 era um giro irreverente nos filmes de crime violentos e violentos do período, a reinicialização tardia de Koji Maeda é essencialmente um romance adolescente com gritos ocasionais.
De um modo geral os maiores problemas do filme são com o tom e o ritmo, no entanto, como ele mexe com 118 minutos de camuflagens leves antes de chegar a sua conclusão decepcionantemente previsível. O que poderia ter sido um alegre gatilho feliz do que eu chamo renascimento de um clássico de culto esquecido em vez disso falha completamente, diluindo seu material de origem além do reconhecimento.

Título: SDU: Sex Duties Unit
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 2013
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: A Unidade de Deficiências Especiais (SDU) é uma unidade tática paramilitar de elite da Força de Polícia de Hong Kong e é considerada uma das melhores do mundo em seu papel. Mas ser o melhor carrega seus próprios encargos. Como todos os outros, eles passam por problemas com amor, com a família e com seus empregos. E às vezes eles ficam excitados. Esta história tocante é sobre a Unidade de tarefas especiais da equipe B e sua viagem a Macau por um fim de semana de debulhas não adulteradas.
Opinião:
Spoiler:
Na forma da comédia rancorosa "SDU: Sex Duties Unit"
O filme tem como premissa essencialmente a narrativa e as façanhas sexuais de uma equipe de quatro membros SDU em Macau ao longo de duas noites. Para os não iniciados, o acrônimo SDU refere-se à unidade tática paramilitar de elite do território, pense o equivalente ao SWAT dos Estados Unidos ou ao próprio STAR de Cingapura.
Apesar de parecer divertido não é, está longe do espírito ou a intenção de fazer rir. Não há heróis a serem encontrados aqui; Em vez disso, a equipe que vemos é a equipe B inequívoca, de outra forma reconhecida como a "ovelha negra" da Unidade.
Com diálogos simples, atuação regular de Pang, Luk Yee Sum, estabelece os outros membros como o atirador furioso educado pelos EUA Josh (Shawn Yue) que usa três sílabas para dizer "mamilo" em inglês versus um para fazer o mesmo no mandarim; O homem do ponto de randy, Ka Ho (Matt Chow), que primeiro sugere que o quarteto se dirija a Macau para algum tempo de prazer; E o camarão seco tímido (Derek Tsang) cujo apelido foi adquirido desde o momento em que seus companheiros o encontraram enrolado no chão depois de confrontar um notório criminoso Tao. Nenhum deles é um material heroico, e nenhum deles será depois que a noite acabar.
A cinematografia e trilha sonora são desleixo total, um arranjo melhor um composicionalmente de câmeras poderiam melhorar a imagem do já manchado comédia negra.
De um modo geral, "SDU: Sex Duties Unit" é grosseiro, vulgar, politicamente incorreto e talvez até ofensivo para alguns; Mas essas são as razões pelas quais nós suspeitamos que muitos acharão esta diversão divertida. Já eu não.

Título: Take Me Home
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Um jovem, que estava em coma há cerca de 10 anos, acordou sem nenhuma lembrança de sua vida, exceto que o nome era Tan. Enquanto trabalha de forma ordenada no necrotério do hospital, ele é assustadoramente levado a pistas sobre sua família e decide investigar mais. "Uma vez que você sair daqui, você nunca pode retornar", é o aviso profético do administrador que ele deveria ter atendido.
Opinião:
Spoiler:
Uma premissa interessante.
Sem duvida que o destaque vai para a história desse filme, que fala sobre a cultura estranha da alta sociedade tailandesa intitulada famílias cujas existências perfeitas e luxuosas estão isoladas do mundo da classe trabalhadora comum.
O filme trás uma combinação de horror na sensibilidade combinadas com o grau indie quer forma uma combinação surpreendentemente potente e agradável.
E nisso reside o suspense, como a realidade da casa, a família de Tan e sua história torturada são gradualmente reveladas. Parece que o pai de Tan e Tubtim era um arquiteto respeitado que cometeu suicídio. Ele tinha comprado a casa por uma música anos antes, mas o antigo dono se sentiu traído. Então há muito karma ruim na estrutura, juntamente com todos os ângulos retos e escadas em espiral. Tan está preso, e tem que viver o que parece ser uma existência infernal, repetindo tentativas de fuga infrutíferas repetidas vezes.
De modo geral o elenco teve uma performance mais forte e atuante ainda. O filme é um mix épico de ação histórica do grande orçamento, que protagoniza com um cinematografia boa com CGIs excelentes mas que deve atualizar os efeitos visuais para este século. trilha sonora e sonoplastia escolhidos a dedo fazem o arranjo de sucesso, um filme de horror e suspense com toque de mistério muito bom.

Título: The Long Way Home
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2015
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: A história se passa durante a Guerra da Coréia e três dias antes da trégua ocorrer.
Antes de ser recrutado pelas forças armadas, Bok Nam (Sul Kyung Goo) foi um simples agricultor. Como soldado sul-coreano recebe um documento secreto que deve entregar, mas um ataque da Coreia do Norte faz com que ele perca o documento .
Young Gwang (Yeo Jin Goo) é o único sobrevivente de uma equipe norte-coreano, Quando ele decide voltar para casa, na estrada ele encontra um documento secreto.
Opinião:
Spoiler:
"The Long Way Home" um filme que toca o assunto da guerra de uma forma não cômica.
A história é sobre dois soldados de diferentes lados com seus próprios interesses, objetivos e ordens a seguir. Enquanto Nam-Bok tem a responsabilidade de entregar um documento secreto aos seus superiores, Young-Gwang deve entregar seu tanque ao batalhão depois que sua unidade é emboscada e morta. Seus destinos colidem e eles se encontram em conflito.
A atuação varia de média para boa, as brincadeiras, os confrontos e a reconciliação entre a dupla são bem apresentadas e executadas.
O filme tem um valor de produção surpreendentemente bom como as poucas cenas de ação que por sinal foram filmadas muito bem e de forma realista, o posicionamento das câmeras surpreende, sem duvida a cinematografia é marcante. Os efeitos especiais, embora não sejam de primeira qualidade, são credíveis. As explosões, armadilhas foram filmadas de acordo para fazer uma atmosfera de guerra próxima da realidade.
De um modo geral o diretor faz um bom trabalho. Embora seja cômico, o filme mostra como as pessoas que seriam grandes amigos são colocadas em um campo de batalha para se matar apenas por causa da guerra. Ele mostra como uma guerra furiosa destrói tudo em seu caminho e como as massas são afetadas para apenas para satisfazer os caprichos de poucos.

Título: Always
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2011
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: O filme centraliza o ex-pugilista Cheol-min (Marcelino) (So Ji-sup) e a operadora de telemarketing Jung hwa (Han Hyo-joo). Ele fechou seu coração para o mundo, enquanto ela mantém uma alegria de viver, apesar de uma fatalidade que a levou à cegueira. Cheol-min (So Ji-sub), um homem com um misterioso e obscuro passado, consegue um trabalho noturno como part-time enquanto assistente de um estacionamento.
Opinião:
Spoiler:
Puro melodrama!
Embora um melodrama a história funciona, tem uma narrativa consistente e agradável. Onde os atores principais, tiveram o poder de fato dar vida a narrativa, todos os atores, são tão bons que eles fazem você sentir as coisas apesar de uma linguagem culta de diálogos curtos e médios. Uma história que poderia ter sido destruída por sua falta de sutileza foi a solução. Ver este filme é um deleite especial.
De modo geral, a história é implacavelmente dolorosa e, ao mesmo tempo, fascinante. Ele vai brincar com seus sentimentos, talvez decepcione aqueles que procuram algo diferente, algo completamente trágico, ou, por outro lado, certamente irá tocar os corações dos emocionais e causar uma forte impressão de que durará algum tempo ... De qualquer forma , Ele fará com que você lembre que a vida e o amor nunca devem ser subestimados, nunca! Bom filme!

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Calendar Girl
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2016
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Moo está feliz em olhar para o modelo de calendário Na Yeong, que está lá no calendário sorrindo para ele, embora eles não possam estar juntos. Um dia, a menina de seus sonhos se muda logo ao lado dele e a vida chata de Jong Moo se transforma em excitação. Jong Moo aprende sobre como ela sofre por trás da "fanciness" e ele coloca tudo o que ele tem para confortá-la. Na Yeong está preso entre sua inocência e seu trabalho. Enquanto isso, o amigo de Jong Moo, Yong Jin, sonha com uma noite quente com sua linda namorada Ji Hee, mas toda vez que ele tenta, ele está à beira da morte e, no final, Ji Hee confessa algo a ele... Os dois homens colocam suas vidas A linha para o amor.
Opinião:
Spoiler:
O filme tem uma narrativa, tem uma história, porém não empolga, um filme morto.
O elenco talvez seja o grande culpado, pois a premissa prometia uma comédia romântica adulta boa, mas a atuação deixa muito a desejar, um elenco pobre para um script rico.
A cinematografia embora comum está muito bem construida, temos um posicionamento de câmeras impecável, uma edição perfeita em conjunto com a sonoplastia e trilhas sonora.
No geral "Calendar Girl" lembra muito outros títulos que levam esse nome, talvez isso é um indicativo pouco atraente, uma narrativa que poderia ficar na média acabou sendo estragada pela péssima escolha do elenco, que nenhum momento nos dá aquela química prazerosa que os casais tem. Um filme morto!

Título: Cutter
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Yoon-Jae (Choi Tae-Joon) é um estudante de transferência em sua nova escola secundária. Ele começa a ficar com o misterioso estudante Se-Joon (Kim Shi-Hoo). Eles se envolvem em um caso envolvendo a estudante júnior Eun-Young (Mun Ka-Young).
Opinião:
Spoiler:
Medianamente interessante.
"Devemos nos render?" "Nós vamos sair em nenhum problema." São questões abordadas neste filme.
"Cutter" tem como premissa a história de estudantes errantes que não se adaptam ao ambiente desconhecido, na estranha atmosfera.
Onde há o clichês de personagens prevalece, temos a sênior Eun que é a boazinha, brilhante rosto da menina, destilando bondade por onde passa. Que tem pouco interesse em relação aos meninos. isto deduz que não veremos aquela atmosfera cool em "Cutter".
Se-Joon é o misterioso e enigmático, o galã roubador de namoradas, o estraga relacionamentos, responsável na adaptação de toda transferência de Yoon-Jae.
Então temos pequenas histórias ao decorrer, como Yoon-Jae precisando de dinheiro, Se-Joon oferecendo um trabalho parcial... Que no final transforma-se em uma grande bola de neve problemática.
De modo geral, "Cutter" apesar de bom, tem um história ruim, comum, não há surpresas, foi salvo graças aos outros elementos que combinados abjuraram e muito. Como o evento traumático usado para ocultar... O final triste... O trabalho tempo parcial horrível...
A atuação boa, atores de renome, faltou mais presença feminina foi quase todo dominado por elenco masculino, cinematografia e trilha sonora dentro do esperado para um filme desse gênero, não deveria ser um destaque mas há canções boas que combinaram com toda a atmosfera do filme.

Título: From Vegas to Macau II
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 2015
Nota pessoal: 1.0
Sinopse: Depois de frustrar os planos criminais do sindicato internacional de lavagem de dinheiro DOA, nosso herói de Macau, Ken está pronto para se sentar e curtir a vida. O plano de Ken para uma existência calma parou quando seu protegido, Vincent junta-se à Interpol e pede a ajuda de seu mestre para prender o verdadeiro engenheiro da DOA, Sra. Aoi. Embora inicialmente se recuse a ajudar, Ken finalmente decide trabalhar com a Interpol novamente, já que ele é quase morto por Aoi em retaliação pelo ato destrutivo que fez com a DOA.
Opinião:
Spoiler:
007 que nada, é Macau!
Eu pensei que isso deveria ser um filme sobre jogos de azar? Devo dizer que este filme é um pedaço de lixo total e que ninguém deve perder seu tempo neste filme.
É vergonhoso, o filme inteiro é sem alma, insípido e detestável. Eu quase me senti insultado depois de vê-lo. O produtor e a equipe não tiveram respeito a sua audiência. O enredo estava vazio e descuidado, o trabalho da câmera era como um programa de TV de 80 anos, a atuação era amadora. Um dos atores simplesmente não tinha expressões faciais ao longo do filme. Entrei com poucas expectativas, mas ainda estava impressionado com o quão ruim era. Eles não podiam sequer fazer disparos simples feitos em CGI pré moldados direito. As poucas cenas de ação foram gravemente disparadas e parecem completamente irreais. Os anúncios ocultos não estão mais escondidos, eles são despejados diretamente em seu rosto descaradamente sem nenhum disfarce. O produtor de filmes realmente não se importava com o fato de fazer um filme barato para arrecadar qualquer quantia de dinheiro que eles conseguissem.
De modo geral, "From Vegas to Macau II" é um lixo, enredo é bagunçado que não faz menor sentido. Sei que isso era para ser um filme de comédia, mas as piadas não são nada engraçadas e o argumento sem sentido faz as piadas ainda mais desagradáveis de ​​ouvir. Terríveis diálogos, escrita e atuação destruíram totalmente o desempenho desse filme. A CGI me fez chorar de tão horrível que ela é.

Título: Gekijourei
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2015
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Sara, uma jovem atriz, é capaz de conquistar o papel principal na grande peça de teatro, mas logo descobre que alguém ou algo está tentando acabar com a produção a todo custo, o que coloca Sara em perigo mortal.
Opinião:
Spoiler:
Tão bom mas tão ruim.
Eu realmente não sabia o que esperar, uma vez que não havia muitos comentários, e estávamos preparados para a possibilidade de um filme ruim. Agora, o filme era realmente ruim? Não exatamente. Não foi a pior coisa que eu já vi embora algumas partes não fossem suficientemente assustadoras ou a atuação não estava em questão. No entanto, se você viu filmes de terror, isso é apenas um filme com todas as histórias de terror que você já viu. Não há nada de novo, as situações não são inesperadas, a história é repetida, o final é clichê e praticamente tudo sobre este filme foi feito antes. Se você não é um fã de filme de terror ou se você está iniciando nos filmes de terror agora, pode assustá-lo, já que você provavelmente não estará acostumado com as linhas de argumento usuais.
De modo geral apenas um filme bastante normal, um clichê e, para ser sincero, depois de um dia ou dois, nós meio que esquecemos tudo sobre isso bem, Não literalmente, mas você obtém o ponto. A única coisa que fica interessante são os gritos da principal atriz durante algumas cenas em particular, não é um filme que eu recomendaria mesmo que não seja a pior coisa que eu já vi.

Título: Girls Step
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2010
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Azusa e Narumi são alunos do ensino médio da 2ª série que não têm confiança e também qualquer tipo de ambição. Hazuki, Tamaki e Mika também são estudantes inadvertidos na mesma escola. Essas cinco meninas formam um clube de dança e começam a dançar para obter credibilidade. Eles logo aprendem as alegrias da dança e também aprendem a se expressar.
Opinião:
Spoiler:

O grande destaque do filme é seu elenco, além da boa escolha a combinação e interpretação foram impecáveis. A história também agrada e muito, não ficando preso ao comodismos nem ao clichê, teve ao longo muita consistência e, como sempre nos filmes japoneses muito bem detalhada.
De modo geral é agradável, belas coreografias um boa trilha sonora, garotas fofas e atuantes dão ao filme um toque suave de emoção e comoção muito bom de se ver.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: On the Beach at Night Alone
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Uma atriz vagueia em torno de uma cidade litorânea, ponderando seu relacionamento com um homem casado.
Opinião:
Spoiler:
Poético até certo ponto.
Na praia em uma noite, sozinha uma atriz famosa em sua fuga para a Alemanha faz uma pausa para reflexão sobre sua vida,
a cinematografia foi linda, são paisagens da nova humanidade, que ao decorrer da narrativa torna uma sincera amizade de intercâmbio. Com uma narrativa fluente, com a perspectiva da ambiguidade do amor, e sua consciência.
"On the Beach at Night Alone" é um filme dispersos, como se fossem conchas ao longo da praia a partir do conteúdo secreto, em que tudo é temporária no seu fluxo de desejos não revelados e metáforas.
Por esta razão, os diálogos e atulção são repetitivos e fragmentados, eles são apenas as nuances sutis dos personagens,
contudo responsáveis pela evolução da narrativa que vivem em sua superfície.
De um modo geral "On the Beach at Night Alone" é uma lenta e profunda historia na areia, à espera de sua modulação, como com espanto mesmo cada encontro que se move por um momento a câmera à procura de uma nova história. Contem erros e uma bela elegia sobre a poesia natural de recriar um espaço, onde era para escolher a primeira ou a segunda versão dos fatos, chamada a decidir o final pendente de um vislumbre de uma revelação, ou pelo menos a consciência do fim de um amor. Um filme de relacionamentos interposto.

Título: Jan Dara: Final Capture
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2013
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Jan Dara foge para a casa Vissanun, ele sai para investigar quem é seu verdadeiro pai. Uma virada do destino permite que ele volte a Bangkok. Ele quer vingança e usurpar o poder de Luang Vissanun-Decha e restaurar tudo e recuperar a dignidade de seu clã. Jan Dara é consumido pela raiva e luxúria, e o que orbitam em torno dele.
Opinião:
Spoiler:
Um filme de belas cenas.
A beleza está em toda parte! No elenco, nas definições, na trilha sonora, uma pena que foi pouco explorada, a preocupação em tornar um filme belo acabou por torar-se vulgar ao mesmo tempo.
A narração é como a beleza que pode nos destruir, como se fossem tentações do demônio. Culpa esta por vulgarizar um filme tão belo. Isso faz esquecer de nossas consciências, nos deleitar o que precisamos em primeiro lugar, a realidade vem depois.
A cinematografia está perfeita, ações de nudez e sexo eram em quase todo o filme sutil mas o mal posicionamento das câmeras, incluindo as tomadas, retomadas e edição foram responsáveis por vulgarizar o que deveria ser belo. Foi um erro grave que os críticos não perdoam.
O elenco estavam estranhamente adequado para o seu papel individual. Os sorrisos, a tristeza e os ódios foram vistos muito genuíno Isso é surpreendentemente toca o coração. A música foi assustadoramente de um drama pesado.
De modo geral uma obra-prima morta pela incompetência, a beleza ofuscada pelo obsceno, "Jan Dara: Final Capture" tinha tudo para dar certo, para ser um filme lindo, acabou por virar um desgraça filosófica e poética.

Título: 12 Golden Ducks
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 2015
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Devastada por um caso de amor, o ex gigolô Chang volta para a Tailândia, levando sua vida a uma dissolução. Graças à intervenção do Sr. Lo, seu professor da escola secundária, Chang ganha coragem de voltar para Hong Kong. Com a ajuda de seu amigo Ricky, um treinador de ginástica, ele trabalha duro para voltar a ficar em forma, determinado a fazer um retorno no comércio de "pato" (escolta masculino).
Opinião:
Spoiler:
Casual, mas razoavelmente divertido para uma comédia alegre.
Temos que considerar este filme,HK$ 41 milhões nas bilheterias, filme de Hong Kong mais vendido de 2014. O filme praticamente explora a profissão de "pato" gíria cantonesa para "gigolô" em vez de "frango" que significa "prostituta".
Chang desempenhando um papel masculino é um popular gigolô que sempre teve em seu caminho as mulheres. Então, um dia, ele é enganada por um cliente e deixou completamente com o coração partido. Não é mais o mesmo gigante respeitável que ela costumava ser, o futuro perdeu a confiança e até mesmo ficando fora de moda. No entanto, o ex professor do futuro Mr. Lo (Anthony Wong) consegue encorajá-lo a fazer um retorno de carreira ao alistar a ajuda de seus velhos amigos, incluindo o treinador de ginástica Rocky (Louis Koo) e o cabeleireiro Kenji (Eason Chan). Após uma reforma bem sucedida, Future junta-se a uma gangue de novos gigolôs que compõem Dick (Philip Keung), Broker (Wilfred Lau) e Nebula (Babyjohn Choi) para ganhar a vida como escolta masculina.
Como já devam imaginar, Chang é uma mulher gigolô, uma ideia inteligente por sinal, por isso que gostei relativamente de "12 Golden Ducks". Sua direção é adequada, e certamente faz bom uso de seu elenco, bem como uma dúzia de camuflados de celebridades apareceu neste filme.
De um modo geral graças ao incrível efeito de maquiagem, bem como ao peito protético de aparência realista, Sandra Ng consegue superar seu papel de gênero cruzado com sucesso como um gigolô. Os atores de suporte, particularmente em Ivana Wong, com sua performance impressionante como uma madame de fala tailandesa, enquanto é bom ver Simon Yam em seu tempo desempenhando um papel colorido como um impressionante, rei. Outros destaques divertidos que vão de Philip Keung, Wilfred Lau, Babyjohn Choi a camadas notáveis como Nicholas Tse, Fiona Sit, Michelle Chen, Eason Chan e Carmen Lee também proporcionam muitas risadas. Não é um filme bom, é divertido, mas não bom.

Título: A Tale of Legendary Libido
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2008
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Byeon Gang-soe é um vendedor de bolinhos de arroz mongo, magrelo e feio em uma aldeia montanhosa remota na dinâmica Joseon, Coreia. Byeon tem um sério problema de libido e as mulheres constantemente o ridicularizam por sua impotência.
Quando todos os homens são enviados para a guerra, Byeon é o homem solitário isolado e sequer pode satisfazer a libido inflexível das meretrizes da vila. Isso é, até um dia, o monge ensina-lhe o "poder de uma ereção sem fim"! A fim da vila prosperar, contudo não será uma tarefa fácil afinal, Byeo não sente nenhum desejo sexual ao ver mulheres.
Opinião:
Spoiler:
Ruim de enredo, incrível em técnicas!
O filme tem como premissa uma história do homem mais velho que ensina sobre o menino se tornar um homem de forma cômica.
Infelizmente depois de um ato de abertura bem definido que faz um bom trabalho de mistura de humor e melodrama o filme rapidamente passa a um desfile interminável de piadas sobre "tamanho do pênis de um homem", principalmente o do protagonista deste filme.
Com duas horas de duração, O protagonista ao tomar um poção que deveria funcionar deveria tornar-se o amante mais potente em sua aldeia. Infelizmente ao decorrer o filme perde muito o seu brilho quando a redundância entra em excesso. Um filme que começa bem e acaba mal.
Um filme que não consegue manter seu ritmo, como mencionei, o humor é estranho a ponto de não estabelecer qualquer tipo de ritmo. Esta falta de coesão também se estende às performances que tendem a deixar muito a desejar. Especialmente Tae-gyu Bong no papel do protagonista deste filme, Byeon Gang-soe. Sua performance de uma nota está em consonância com o humor sem graça que permeia ao longo deste filme.
De modo geral, "A Tale of Legendary Libido" é mediano, apesar dos erros e um enredo razoavelmente ruim. O grande ponto positivo que deu uma nota boa, é sua cinematografia e trilha sonora, "A Tale of Legendary Libido" é um filme cômico mas não vulgar, o posicionamento das câmeras deram um toque sensual sem expor de forma direta a nudez, o diretor explorou bem essa parte de sedução tendo ajuda de uma trilha sonora boa, composta basicamente por musica clássica e instrumental ao mesmo tempo deu um nuance e um realce na sensualidade.

Título: Absurd Accident
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Saltitando com suspense e humor engenhoso, a estreia do jovem cineasta chinês Li Yuhe retrata um crime intrigante em uma pequena cidade rural, onde a ganância, a luxúria e o espírito batalharam em uma noite. Tudo começa com um dono de motel sexualmente impotente contratando um profissional para assassinar sua esposa trapaceira. Tudo corre exatamente como planejado, até que dois datadores cegos, um ladrão, um policial e um cadáver estranho inesperadamente chegam.
Opinião:
Spoiler:
"Absurd Accident" é um filme pouco criativo, há muita expectativa mas não passa de um thriller de suspense barato.
De modo geral um roteiro muito mal executado, um filme morno sem muita ação, a cenas de colisão são cortas para uma tela negra, deixando o espectador fazer a continuação, o que mostra que o filme é de baixo orçamento, personagens comuns, protagonizados por um elenco bom, que tem falhas graves de cinematografia, como um carro que não se vê amassos ou riscos após colisão, sangue sem ferimento e objetos milimetricamente alinhados denunciando que foram postos lá.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Blind Love
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2005
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Uma garota cega se apaixona por um ventriloquista, apenas podendo ouvir sua voz. No entanto, quando ela o encontra, ela cometeu um erro. Ela começa a namorar o amigo sem perceber que é o homem errado e não o homem pelo qual ela se apaixonou...
Opinião:
Spoiler:
Este filme japonês agridoce ganhou muitos elogios internacionais por seus atrevidos desempenhos.
Foi dado o Prêmio de Prata na cerimônia Pink Grand Prix New York Asian Film Festival 2009.
"Blind Love" é um filme rosa (já expliquei o que significa) que realmente é emocionante, embora da maneira mais bizarra possível.
Eu acho que pode ser uma peculiaridade que eu tenho, como a tarifa de romance padrão me faz querer tentar entende o bizarro,
que em suma maioria em alguns aspectos são torcidos e distorcidos, é aquela coisa de trivialidade social, interpostos que a sociedade criou, vulgo embuste social, como por exemplo dizer que todo filme pinku é ruim.
"Blind Love" é prova de que existe bons filmes desse gênero, aliás é um gênero qualquer, onde tem bons e maus títulos também, contudo é preciso entender o contexto e analisar todas as variáveis e ponto de vista antes de julgado o gênero.
c é um filme que é ao mesmo tempo um absurdo e não convencional, mas está cheio de uma inegável humanidade e sentimentalismo. Realmente diz algo sobre a habilidade de Goto de que ele é capaz de fazer isso de forma consistente e nunca se sentir forçado ou artificial; O homem é um mestre na criação de histórias de amor excêntricas.
E por causa da excentricidade do filme, a comédia realmente brilha e, como os elementos românticos, não se sente manipulação.
É como "encontrar amor através do riso". Algumas das cenas, como ver Daisuke sentar-se no colo de Yoichi enquanto conversa com Hikari. Há também uma tristeza e melancolia que permeia "Blind Love", os personagens estão tão bem desenvolvidos que você sentirá algo a si mesmo. Isso é uma façanha pouco conseguida de um "filme adulto".
Outro destaque importante é que o filme durou sete dias para ser concluído, quando levamos em consideração que a maioria dos filmes rosa são filmados em 5 dias ou menos, esta é uma produção bastante grande e definitivamente mostra sua qualidade. O cineasta Masahide Iioka emprega alguns panorâmicos maravilhosos e enquadramentos que elevam a aparência do filme para algo muito profissional e elegante. Toda a atuação é de primeira qualidade e a pontuação, que no início parece um pouco fora de lugar, eventualmente se instala bem, ou seja um boa cinematografia.
De modo geral em seu núcleo, "Blind Love" é sobre duas pessoas inseguras com um de seus atributos, Daisuke com seu auge e Hikari com a cegueira, encontrando-se. Mas, olhando para a ex-esposa de Daisuke, eu me pergunto como ele terminou com ela; Ele sempre foi objetivo e ganhava pouco dinheiro como ventríloquo, então teria sido ótimo saber o que a atraiu para ele em primeiro lugar e porque as coisas ficaram ruins.
Estaria sendo hipócrita em dizer que o filme é excelente,
ele é perfeito para o gênero Pink. Não é misógino, não é abertamente sexista ou superior, e é honestamente apenas uma história de amor sólida e fraca, com nudez e sexo mostrados para apaziguar os produtores e o gênero em que é parte. É um dos poucos filmes de Pink que, se editados excluindo suas cenas sexuais, teriam o mesmo recurso e efeito, o que realmente diz algo sobre a habilidade e o talento de Daisuke Goto.

Título: Blue Busking
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Ho-Bin, Min-Woo, Young-Min e Byung-Tae eram membros da banda "Route 1" ("1bun Kookdo") em seus dias escolares. Agora, os caras são todos homens adultos.
Min-Woo decide desistir da música, mas ele decide se apresentar em um festival de música antes de seguir sua vida. Como ele era jovem, ele sempre sonhava em se apresentar em um festival de música. Seus amigos Ho-Bin (ator lutador nos últimos 10 anos), Young-Min (sofre de afasia devido à sua primeira experiência de amor) e Byung-Tae se juntam a ele. Eles decidem caminhar até o festival de música, que terá lugar em Mokpo, Coreia do Sul e levá-los um mês para chegar lá. Ao longo do caminho, eles planejam realizar shows nas ruas.
Opinião:
Spoiler:
Basicamente Ho-bin e três amigos nasceram e cresceram em Mokpo. Eles decidem participar do concurso de banda realizado em Jarasum depois que eles formaram a banda 'Road No.1'. Então, eles trazem um plano para ir lá a pé em 30 dias. Eles também se apresentam e se juntam a Hye-kyung, que é o produtor da empresa de transmissão, em sua jornada. No entanto, Hye-kyung vê o que está fazendo. O que é pior, Ho-bin de repente se separa e a banda 'Road No.1' está em crise. Eles passarão por isso e participarão do concurso de banda?
O filme prometeu ser um ótimo vislumbre. Mas o próprio filme não conseguiu lidar com isso.
Se a conversa não acontecesse (protagonistas), o filme teria sido menos claro e, mesmo com o conhecimento adicional, ainda faltava um ponto real. Foi uma excelente saída para muitos estilos de música e os "buskers" que queriam ser vistos, mas você realmente não conhece sua história. O que, como um documentário de história oral, perde sua atração.
Como as pessoas podem trabalhar juntas para criar uma atração que beneficie os dois lados, mantendo seu charme e autenticidade como uma performance de rua.
Há uma visão leve quando são perguntados para onde eles vão, e todos se reúnem a um destino, mas tudo o resto é um mistério.
De modo geral um filme confusão; Quem são essa pessoa fora da situação? Quanto eles ganham? O que os comprou até este ponto? Todas as perguntas que nunca são respondidas. Ou mesmo perguntou.
Você sente que os protagonistas provavelmente conheçam as respostas, mas não é comunicada ao visualizador.
Talvez um pouco de narração sobre a história ajudaria a amarrar os personagens em sua viagem.

Título: City Spirits Legendary – Spirit Factory
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2010
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: O diretor de cinema Toyokawa trabalha em um novo filme. A fim de encontrar um local adequado para tirar fotos sua equipe visita uma fábrica abandonada. Neste lugar muitos homicídios e suicídios ocorreram, mas também muitos relatados de fenômeno sobrenatural. O que era para servir de inspiração para um novo filme, se torna um pesadelo.
Opinião:
Spoiler:
O filme tem uma boa dose de mistério, embora poucas aparições, um filme mais focado na aventura que ação, tem uma historia sólida e bem estruturada, não chega a ser de grande destaque, um filme do tipo "Scooby-Doo".
O elenco é participante, gostei das feições de medo e tensão, o trilha sonora ajudou muito para criar o ambiente ideal, cinematografia também foi boa, temos cenários bem elaborados tanto estrutural artificial quanto natural, foi meticulosamente pensado nos detalhes, do pó sobre os moveis as teias de aranhas.
A CGI precisa melhorar, não convence, não é das piores mas se equivale. No geral "Spirits Legendary – Spirit Factory" não é um filme ruim, não espere sustos, como mencionado seu foco principal é o mistério.

Título: Carrying Spring
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2014
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Tooru (Matsuyama Kenichi) passou sua vida de infância na cordilheira de Tateyama com seu pai. Ele se rebelou contra seu pai e agora ele trabalha como comerciante no mundo financeiro. Um dia, Tooru descobre que seu pai morreu. Ele viaja de volta à Cordilheira Tateyama para o funeral de seu pai. Eventualmente, Tooru decide ficar nas montanhas. Ele decide aproveitar a casa de seu pai. Em primeiro lugar, Tooru encontra dificuldades em viver novamente na montanha, mas logo ele se curou por natureza. Um homem estranho então aparece e se apresenta como Goro (Toyokawa Etsushi), um amigo de seu falecido pai.
Opinião:
Spoiler:
"Escalada para a Primavera" é um filme japonês agradável e totalmente exclusivo.
No entanto ele progride um pouco devagar os personagens são muito agradáveis e a história é bastante edificante.
O filme começa com um prólogo que ocorre há 20 anos. Um jovem menino, Toru, está escalando uma montanha coberta de neve com seu pai. Quando o pai começa, em vez de encorajar ou consolar o menino, o pai bate bem com ele para que ele pare de parar de caçar e escalar! Eventualmente, eles alcançam uma cabana na montanha e eles começam a prepará-lo para uma inundação de convidados. Parece que o homem possui a cabana e este é o início da temporada de escalada...
Embora não pareça um filme super emocionante e não foi, a atuação e os personagens que retratam são simplesmente adoráveis. Eles parecem reais e você se vê realmente induzido. Por causa disso e o maravilhoso realismo que o diretor pode incutir na cinematografia surreal, nos dá a sensação que foi filmado no lugar mais remoto e inóspito do país, o filme conseguiu não apenas manter a atenção, mas nos deixa muito satisfeito. Vale a pena ver.

Título: Dad for Rent
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2014
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Um pai desempregado, devido à sua preguiça, é apoiado por sua esposa. Sua filha decide colocar seu pai preguiçoso para alugar em um site de segunda mão.
Opinião:
Spoiler:
Filme baseando na novel "Appareul Bilryeodeuribnida" de Hong Boo-Yong (publicada em 23 de novembro de 2012 pela PNF Entertainment).
A história começa com A-young Chae, que veio com uma ideia de negócio para alugar seu próprio pai. No dia da venda de garagem na escola, A-young apresenta seu pai Taeman Chae, afirmando que ele é seu item útil que não está em uso, e JT, que deseja uma figura paterna em sua vida, leva a oferta e aluga...
"Dad for Rent" é uma boa comédia familiar, tem uma história consistente e de quebra nos ensina uma bela lição de moral.
O elenco esta de parabéns, Kim Sang Kyung como o pai, Chae Tae Man brilhou, o grande destaque vai para a pequenininha Choi Da In que interpreta a Ah Yeong apesar de jovem atuou bem, ao longo do filme mostrou-se uma evolução em cena, por sinal muito agradável.
Cinematografia está ótima, cenários internos e externos ricos em detalhes, enquadramento das cenas perfeito enriqueceram os momentos dramáticos e alegres do filme. A trilha sonora, não foi muito do meu agrado, talvez por ser crítico, contudo é boa, mas poderia melhorar, achei ela muito mórbida para um filme tão rico de enredo.
De modo geral, "Dad for Rent" é legal, é divertido, ótimo drama familiar, porém juntando todos os elementos que compões um filme, torna-se mediano, história pouco envolvente mas que tem certa emoção que por sinal foi bem escrita e interpretada.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Kissing Cousin
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2016
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Tae Ok, de 13 anos, sentiu sentimentos fortes de amor quando conheceu seu primo na reunião familiar. "12 anos depois, meu coração começou a bater de novo". Uma carta chega de Ah Ri enquanto ele está no dever militar.
Opinião:
Spoiler:
Relacionamentos entre primos em suma sempre acaba mal, além de ser politicamente incorreto.
"Kissing Cousin" não passa de um romance barato, de quinta categoria, oferece um mundo distópico reduzido em seu mais bucólico. Não há regras arcanas ou ideologia aqui, mas um conto de sobrevivência, um encontro com o primeiro amor quente e pesado, com um protagonista arrogante e de certa forma punk. A narração é boa, o romance é absorvente diferente, mas ainda desafiadora.
É preciso um mundo em guerra para desafiar a auto absorção do adolescente em dever com o país. A protagonista e suas relações escondem-se no insólito. O abraço de sua nova e breve vida idílica acontece rapidamente. No filme, a constatação de que ela encontrou seu amor é resumida em uma montagem ensolarada de dois adolescente inconsequentes e muito precoces, descrevendo a sua experiência como "afogando-se na fertilidade". Cercado pela vida selvagem. Se sentem como se o resto do mundo tenha desaparecido quando ela fica física com seu primo.
O lado do script faz o tabu de amor proibido.
O filme mantém o espectador junto enquanto a linha da história se torna angustiante e tão brutal, com referências às guerras. Ela exala uma confiança acentuada. Às vezes, ela sozinha levanta a tensão depois de uma reação encadeada por dois outros atores. Ocasionalmente, o filme desmente seu baixo orçamento quando um dos jovens membros do elenco entrega uma performance menos do que comprometida. E para todo o pânico nacional, o filme se desliza na multidão dos pequenos erros do todo, mas os efeitos especiais limitados são manifestamente evocadores de depressão.

Título: Kofuku no Alibi: Picture
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Histórias que representam pessoas comuns girando em torno de ocasiões cerimoniais.
1. Sem saber que o funeral é para um membro de yakuza, um empresário detém o serviço de funeral. Parentes preocupados com a última vontade do falecido.
2. Um filho insiste em usar uma jaqueta comprida normalmente usada pela gangue de motoqueiros Bousouzoku para uma cerimônia de vinda de idade. Seus pais tentam detê-lo.
3. Um marido dirige-se para sua esposa grávida. Ela ficou grávida antes de se casar e seu sogro está bravo com ele.
4. Um homem freeter desafia um jogador de beisebol profissional sobre uma mulher.
Opinião:
Spoiler:
Conseguindo captar a moral do filme será de todo agrado.
"Kofuku no Alibi: Picture" tem como grande diferencial seu enredo, sim, comum, contudo planejado e original, parece chato mas caso consiga captar a moral faz sentido.
O tempo todo Jinnai Takanori deixa mensagens subliminares ao longo do filme. Cabe ao espectador descobrir e interpretar.
O elenco manteve a comum descrição da cultura, comédia discreta e atuação um tanto quanto robótica sem expressão. Para quem não é acostumado com isso vai achar um filme morto. Ao contrário é cheio de vida dentro do seu limite, é claro. A trilha sonora é razoável, faltou harmonia com as cenas, não há um sincronismo elegante, nada muito profundo, simples e superficial. Cinematografia atraente, gostei, belas cenas e cenário, poucos detalhes mas o suficiente.

Título: Midnight Diner 2
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Quando as pessoas terminam o dia e se apressam para casa, o dia começa. O jantar está aberto da meia-noite às sete da manhã. Eles chamam de "Midnight Diner". Combo de sopa de carne de porco, Miso, Beer, Sake e Shochu é tudo o que ele tem em seu menu. No entanto, ele faz o que seus clientes solicitam. Enquanto ele tiver os ingredientes para isso... Essa é a sua política. Ele ainda tem clientes? Mais do que você esperaria.
Opinião:
Spoiler:
Tive que analisar o mangá para entender o filme.
"Midnight Diner 2" é outro drama humano que aquece o coração uma adaptação de um mangá de longa duração que gira em torno das idas e vindas em um pequeno "snack-bar" no centro de Tóquio, é tão simples em sua estética quanto os rolos de ovos e os espaguete de mexa repetidamente feitos e servidos na tela.
Em comparação com o banquete de uma narrativa, "Midnight Diner 2" é uma refeição mais caseira construída em torno de três linhas de narrativas, cada uma refletindo os sentimentos de forma lenta sentidos pelas pessoas que vivem Na margem de uma metrópole cintilante.
A cinematografia romântica deu vida, a sequência de abertura da marca registrada de um tiro itinerante que mostra Tóquio à noite, cenas com o nome dos pratos cozidos no restaurante conseguiram fazer "Midnight Diner 2" ser cinemática. Saindo das panelas, as incessantes vozes e as explosões inevitáveis ​​de melodrama que moldaram o filme, faz uso do espaço cinematográfico, adicionando amplos tiros largos de paisagens urbanas implacáveis ​​que se aproximam dos personagens, dando ao filme a sensação de uma meditação sobre a moderna vida urbana no Japão, com crises existenciais e sociais em abundância.

Título: A Little Pond
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2010
Nota pessoal: 9.0
Sinopse: A guerra da Coreia não começa bem para os EUA. Eles estão sendo forçados a recuar pelos norte-coreanos e, apesar dos reforços dos EUA em Tóquio, o exército dos EUA está fazendo um retiro precipitado e desorganizado para a cidade mais ao sul de Pusan. No caminho de Pusan é a aldeia de Jogunri, perto da aldeia de Nogunri. O Exército dos EUA ordena todos os aldeões de Jogunri, que o exército da Coreia do Norte está chegando. Cerca de 500 aldeões deixam suas casas, carregando crianças nas costas, levando carroças de boi carregados de pertences. Mas a palavra que está circulando entre as forças dos EUA é que os soldados do Norte podem estar se escondendo entre os refugiados civis. À medida que os aldeões de Jogunri se aproximam de Nogunri, um avião americano de repente os coloca sob fogo amigo...
Opinião:
Spoiler:
Em 1950, no início do conflito coreano, uma aldeia nas montanhas foi informada para evacuar porque os combates entre o Norte e o Sul e os americanos iriam atravessar suas aldeia. Chegando a estrada, eles fugiram para o sul, apenas para acabar massacrados pelas forças americanas, disseram para disparar contra qualquer um que tentasse atravessar as linhas de batalha.
Talvez a coisa mais interessante desse filme foi o elenco, O elenco, que doou seus serviços, inclui alguns dos principais atores da Coreia do Sul para retratar este massacre.
Foi muito bem escrito, Sang-woo Lee soube recontar recontar a história de apenas um dos massacres que aconteceu na Coreia durante os primeiros dias da guerra. O filme simplesmente cobre o período de tempo logo antes de serem evacuados até o ponto onde os sobreviventes começaram a voltar para trás. Não há declarações de culpados, sequer houve investigação do que aconteceu depois do fato, são apenas os eventos aleatórios, e foi melhor assim. Uma vez que a história é mantida simples, o filme assume mais ressonâncias e se torna muito mais universal, isso poderia e provavelmente aconteceria em outro lugar.
É um pouco lento no início, há muitos efeitos de sangue CGI desiguais, mas tão emocional e tão doloroso quanto vivenciar um episódio desse na vida real.

Título: Aftershock
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2010
Nota pessoal: 10.0
Sinopse: Em 27 de julho de 1976, um enxame de libélulas toma a cidade de Tangshan. Os habitantes se surpreendem e imaginam que um desastre se aproxima. Pouco depois, um forte terremoto provoca a morte de aproximadamente 240 mil pessoas. O horror estava apenas começando para Yuan Ni. Em instantes ela perdeu a casa, um marido amoroso e se viu diante de uma autêntica escolha: Fang Deng e Fang Da, seus filhos gêmeos de 7 anos, ficaram soterrados e ela precisará escolher, no meio dos escombros, qual dos dois filhos deve salvar. Passado alguns anos, a mãe ainda guarda um sentimento de culpa. Mas quando um novo terremoto atinge a cidade de Sichuan, o passado voltará a fazer parte do presente dos sobreviventes.
Opinião:
Spoiler:
Uma super produção chinesa. Com uma cinematografia exemplar.
De certa forma, "Aftershock" teve um orçamento superior, como consequência conseguiu entregar algo superior que nos oferece um tratamento magistral do drama humano contra um cenário histórico de eventos na China.
"Aftershock" coloca o espectador de volta ao passado em 1976 Tangshan, China, quase quando um grande terremoto atingiu a cidade. Nós somos apresentados a uma família de quatro indivíduos, onde logo a ira imprevisível da Mãe Natureza engole toda a cidade destruindo inúmeras vidas e famílias no processo.
O que seguirá preparando o cenário melodramático para as mais duas horas por vir, onde Yuan Ni (Xu Fan)deve fazer a Escolha Impossível de qual das gêmeas os socorristas devem salvar, Da Feng, ou Fang Deng. A tradição, a cultura e os costumes, infelizmente, tornam isso um acéfalo sentimental quando a decisão é tomada por impulso, juntamente com o fato de a morte de seu marido em resgatá-la e seu papel como a esposa devotada para garantir a preservação da linha familiar, mas O pior, essa decisão é feita ao alcance de Fang Deng, que está lutando por sua vida nos entulhos.
A compaixão do céu significa que Fang Deng sobrevive à provação, mas é levado por um soldado do PLA e enviado para um campo de sobreviventes, onde ela é adotada em uma família adotiva Chen Jin e Chen Daoming, que por sinal aturaram de forma exemplar como mãe adotiva e pai, respectivamente.
A narrativa então tangente em duas metades, uma seguindo o crescido Da Feng (Li Chen), e o outro Fang Deng (Zhang Jingchu), em suas provações e tribulações de crescimento na China nos últimos 30 anos, intercalados com uma Tangshan cada vez mais vibrante e outras cidades da China onde vemos o desenvolvimento econômico do país.
Com base em uma novela, o que funciona aqui são as pequenas sub histórias que são introduzidas, como romance adolescente, piedade filial e, essencialmente, o tema importante da família, que se funde bem com a inclusão de eventos históricos como a morte do presidente Mao e Outro terremoto mais recente que reúne os personagens. Todos os membros do elenco deram performances excepcionais permitindo que o final melodramático e emocional seja ainda mais poderoso quando aprendemos como o amargo e o ódio acumulados ao longo dos anos, pode se dissipar com a passagem do tempo e a oportunidade apresentada para a buscar do perdão.
O que, de alguma forma, a edição parecia ceder sob o peso das emoções, e introduziu alguns cortes abruptos de cenas que você pensaria que demorará para um fechamento mais emocional. No entanto, o conjunto de cinematografia é excelente em capturar o olhar e a sensação que retratam as eras diferentes dos anos 70 aos anos 90.
Os efeitos especiais são a única crítica, o emprego dos efeitos digitais são sem prudência onde são fundamentais para garantir que o aspecto emocional não fosse negligenciado.
"Aftershock"é uma exasperação e resignação de uma sobrevivente que explica sucintamente não só as cicatrizes físicas, mas também as emocionais que permanecem muito mais tempo com os sobreviventes, aproximando-se de corações de culpa.
Um terremoto não dura tanto tempo, mas a jornada emocional dos membros da família separada por um evento catastrófico continua por muito mais tempo. "Aftershock" escolheu o caminho certo ao escolher se concentrar no aspecto pós terremoto, e entregou um filme rico nas emoções humanas de dor e sofrimento. Altamente recomendado.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: A Millionaire's First Love
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2006
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: ang Jae-kyung é um jovem milionário, mimado, prepotente e irritante que acaba de herdar do seu vô uma grande fortuna, a mesma que teoricamente deve passar às suas mãos quando ele cumpra 18 anos. Apesar de cumprir a idade, o advogado da família avisa que para conseguir a herança ele deve ser transferido para uma escola rural e se formar alí; se não acata esta ordem, só poderá reclamar 0.01% da herança. A notícia é trágica para Jae-kyung que termina estudando em um povoado escasso de recursos. Eun-Hwan aparece na vida de Jae-kyung como a pessoa que o fará ver o verdadeiro valor da vida, e que o dinheiro não é tudo, porém, o destino parece não estar do seu lado.
Opinião:
Spoiler:
Um amor puro, sincero e verdadeiro.
O diferencial está no elenco, Lee Hyeon-hee para ser mais exato, sua atuação foi impecável mesmo com toda a tensão de estreante.
O filme em si é bastante bom. Uma curta mas doce história de amor, engraçado e um tanto melodramático certamente foram os destaques da narrativa. Um elenco adorável e simpático surpreende, eu não esperava que fosse tão bom. Ele pega você e não deixa você ir.
O enredo é um pouco simples, o herdeiro de 18 anos, Kang Jaekyung interpretado por Bin Hyeon é um homem mimado que usa tudo e todos para conseguir tudo o que ele quer. Infelizmente, ele só terá direito aos milhões do seu avô se ele se formar em determinada escola em um lugar particular. No começo, ele está sendo rebelde e tudo, mas ele percebe uma garota Choi Eunwhan interpretada por Yeonhee Lee. Claro, o título sugere que ele se apaixonará. Mas é mais complicado do que parece, porque Eunwhan tem uma doença cardíaca e as mudanças começam.
"A Millionaire's First Love" é um filme de romance mostrado com tanta gentileza e desengajamento que chega a emocionar. Particularmente adoro esse tipo de romance, ele calmo, tem seus picos de loucura mas a gentileza gera gentileza, e isso faz toda a diferença.
A cinematografia é bem bacana, a trilha sonora também foi muito harmoniosa com as cenas, algumas sob a voz de Kim Jaejoong.
Caso busque por um romance, de amor puro, sincero e verdadeiro, sobretudo gentil e sereno, sem duvida é um filme que eu recomendo!

Título: Chongqing Hot Pot
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Iu Bo, Xu Dong e Wang Ping Chuan acidentalmente encontraram uma mina de ouro quando eles estavam expandindo sua loja de "panela quente" vulgo marmitas. Coincidentemente, eles também se reuniram com seu colega de escola primária, Xiao Hui, e os quatro ficaram enredados em um caso misterioso.
Opinião:
Spoiler:
Um assalto ao banco começa a dar errado quando um policial diz ao motorista de fuga que ele não pode estacionar lá. Enquanto um dos ladrões está olhando através do cofre, ele encontra um buraco no chão levando ao enredo principal do filme.
Este filme produzido profissionalmente atinge todos os pontos corretos em seu conto tortuoso e confuso de alguns meados dos anos vinte que estavam pendurando juntos para o que pareceu muito longo. Todos os atores principais são bonitos e simpáticos aprenderam muito bem seus papéis. No entanto, o conto oferecido é um pouco demais. Mesmo a ideia feliz de misturar vários tipos de histórias juntos confunde assuntos e faz com que a revelação de personagem pareça simultaneamente apressada e planejada. Apesar de algumas boas sequências de conjuntos, isso não passa de um trabalho competente, ideal para uma tarde vazia.

Título: Oh My Zombie!
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Cinco anos se passaram desde o "Great Pan Zombie" do Japão. A confusão daqueles dias se foi e as pessoas finalmente recuperaram suas vidas comuns e pacíficas. Um dia, do nada, aparece um zumbi e fica preso em uma casa. Seis pessoas descobriram o zumbi, incluindo o casal proprietário, um estudante, um dono de pequenas fábricas chatas, um jovem estagiário suspeito e uma mulher que insiste que ela é a esposa do zumbi. O que todos eles querem deste zumbi?
Opinião:
Spoiler:
Muitas ideias agradáveis, mas efetivamente um trabalho caótica, reunindo muitas parcelas incomuns e também algumas mudanças de eventos estatisticamente impossíveis, muitas demais para o meu gosto. Tem muito mais elementos de ação nele do que Thriller. Talvez meu problema seja que foi difícil reconhecer os vários protagonistas você sabe, todos os japoneses se parecem, como eles dizem, iguais, só que não, a história é ruim. Além disso, a cena introdutória é confusa, introduzindo o que eu chamo de buraco no chão, apenas um único zumbi. Além disso, é estranho que nenhum dos funcionários tenha notado sua existência e seu potencial para intrusos. O lugar apropriado para essa cena de zombi andando nas ruas como atração turística deveria ir mais longe no roteiro, mas não muito longe, pois esta cena prefigura o real, parecendo muito diferente disso em alguns detalhes cruciais.
Em suma, apesar de suas falhas, "Oh My Zombie!" vejo como um entretenimento "descartável". Não há motivo para pensar nisso demais. Ele manterá sua atenção do início ao fim, apesar da confusão sobre algumas coisas que você vê acontecer.

Título: Blind
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2011
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: Uma estudante universitária desaparece um dia e mais tarde é descoberta como uma vítima de um atropelamento. Supondo que o sequestrador e o motorista são a mesma pessoa, a polícia começa a investigar o caso que tem duas testemunhas: Soo Ah, uma deficiente visual que um dia fora uma estudante promissora na universidade nacional de polícia, e Gi Sub, um jovem que por acaso viu o atropelamento. O caso fica ainda mais complicado quando as duas testemunhas contam diferentes versões sobre o acidente.
Opinião:
Spoiler:
"Blind" é, sem dúvida, um filme de terror. Mas ao lado da tensão salpicando sangue, ela contém muito segmentos de drama e até comédia em momentos. Certamente parece estranho, mas de alguma forma ele se encaixa.
Min Soo é um jovem cadete da academia de polícia, criado em um orfanato. Depois que ela se envolve em um acidente de carro horrível, onde um dos seus companheiros órfãos morre, ela perde a visão e continua a ser soldado na vida solitária. Os dias da academia de policia acabaram, enquanto esta linda garota é deixada sozinha para combater a cegueira em um mundo de pouca compaixão. A sensação de culpa pela morte de seu irmão no acidente a corrói em seu interior. Pouco faz Min Soo saber como ela logo se tornaria uma testemunha relutante e um jogador chave na busca de um assassino serial vicioso, com sua vida e aqueles que a rodeavam na linha.
"Blind" é uma fusão de um drama pessoal com elementos de ação e horror, e talvez essa seja a razão pela qual eu gostei desse filme. Ao contrário das produções ocidentais, isso traz você mais perto dos personagens e permite que você se identifique com eles.

Título: Chihwaseon
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2002
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Em 1850, na Coreia feudal, o jovem e talentoso pintor Jang Seung-up se apaixona pela bela Mae-hyang, filha da elite. Mas o relacionamento é impedido pelas perseguições religiosas no país. Jang deixa então sua casa em busca da verdadeira arte. Vencedor do prêmio de melhor direção no Festival de Cannes de 2002.
Opinião:
Spoiler:
"Chihwaseon" é sobre um grande pintor coreano, '(Ohwon) JANG, Seung-Up', que foi considerado um prodígio no final do século XIX. A história básica deste filme conta a vida de Jang, Seung-up e o histórico de seu tempo. Ele era um órfão, mas na adolescência, foi levado por um homem nobre, chamado, Kim, Byung-Moon. Este Mr.Kim torna-se um mentor da Jang, bem como a amizade ao longo da vida, e continua a apoiar o seu grande talento que ele sabia em primeiro lugar. Com o grande esforço e o talento natural de Jang, sua fama cresce cada vez mais rápido quando a força de seu país, a Coreia cai.
A personalidade de Jang retratada no filme é muito complicada, e um dos melhores atores da Coreia, Choi, Min-sik, está no fundo da alma de Jang. Os olhos sofredores revelam a luta da vida de um grande artista. Ele é muito sério às vezes, mas, de repente, ele muda para um maníaco selvagem. Ele bebe como um alcoólatra, e dorme com cortesãs a qualquer momento. Mesmo, ele disse no filme, "sem álcool e mulher, não consigo desenhar." Um álcool e as mulheres são minhas únicas inspirações "No pico da fama, para desenvolver seu próprio estilo, ele viaja ao redor do país, e nunca desista do seu orgulho como artista para a autoridade ou o dinheiro.
A coisa mais incrível sobre este filme é uma cinematografia. É tão impressionante como eles capturaram todas as belas paisagens. Sim, cada cena é como uma obra da pintura de Jang. E o script também é perfeito. Trata principalmente um significado mais profundo do que faz um verdadeiro artista. Por exemplo, Kim aconselha Jang no filme que "antes que alguém segure um pincel, é preciso definir um objetivo na vida". Esta é uma linha muito emocionante e inspiradora, e há muitos mais.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: The Sheriff in Town
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Dae-Ho é um ex-detetive de Busan que agora se considera o xerife do bairro. Quando Jong-Jin, empresário bem sucedido de Seul, se aproxima, Dae-Ho começa a suspeitar que ele é um ofensor de drogas e começa a investigar ele com a ajuda de seu cunhado, Duk-Man.
Opinião:
Spoiler:
Para um em amor com a natureza e a arte, com ambos trazidos à tela em uma beleza deslumbrante, este filme oferece a emoção da ação.
Esta é a história do desenvolvimento de um é um ex-detetive de Busan parece comum mas tem muito elementos que levam a uma jornada muito complexa e muitas vezes agonizante, pois esse gênio artístico natural luta para um mal do século, as drogas e corrupção. Para a qual ele tem enorme talento, mas que é restringido pela tradição e pelo controle do governo. O filme não nos poupa nada... seu consumo intenso, seus encontros sexuais, suas raivas... Recebemos os frutos da sua criatividade, bem como imagens inspiradoras da natureza, das quais o próprio trabalho deriva. Este casamento da arte e da ação... o homem e sua necessidade de expressar seus talentos são poderosamente retratados pelos atores, pelo direto e por todos os responsáveis por este filme requintado e intransigente.

Título: Touching the Skin of Eeriness
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2013
Nota pessoal: 5.5
Sinopse: Após a morte de seu pai, Chihiro (Shota Sometani) vai morar com o meio-irmão mais velho Togo (Kiyohiko Shibukawa). Embora o Togo e sua namorada, Satomi (Natsumi Seto) o acompanhem calorosamente, a solidão de Chihiro ainda persiste, e ele se torna absorto na prática de dança moderna com o colega de classe Naoya (Hoshi Ishida). No entanto, eventos perturbadores logo começam a acontecer na cidade onde os dois tão inocentemente dançam...
Opinião:
Spoiler:
Não é o que parece...
"Touching the Skin of Eeriness" de certa forma é inteligente em seus elemento lúdicos convencendo até os mais céticos, o filme embora aparenta ser um desgraça alheia, com personagem que parecem ser um casal gay, não reflete em nada a premissa do qual o diretor se inspirou.
É preciso entender os movimentos da dança, saber ao certo seu real significado, interpretações errôneas são motivos para criticas, um filme tem sim uma história por trás daquela "bizarra" dança, tanto que vai haver uma continuação, para então elucidar a incógnita e todos os motivos dessa história.
"Touching the Skin of Eeriness" exagerou no confuso e no complexo, para a maioria dos espectadores, um filme deve ser equilibrado, não muito fácil e nem muito difícil de ser compreendido, infelizmente esse é um difícil, mas nem por isso deixa de ser interessante até certo ponto.

Título: This is Not What I Expected
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Gu Sheng Nan, de 29 anos, é um chef em um restaurante ocidental em um hotel que está em uma relação secreta com o gerente geral do hotel. Após uma crise financeira atingir o hotel, o gerente rompeu com ela e ao mesmo tempo perde seu trabalho. Neste estado de angústia, ela conhece o exigente e arrogante Lu Jin, que está lá para assumir o hotel, e cria um certo relacionamento com ele. Eles se tornam um casal, apesar de suas personalidades extremamente diferentes, ligando seu amor pela comida.
Opinião:
Spoiler:
A prova de que os opostos podem dar certo e que os perfeccionistas não são chatos.
Divertido e prático onde dois indivíduos diametralmente opostos que começam a brigar um com o outro, mas acabam se apaixonando.
Por um lado, Lu Jin (Takeshi Kaneshiro), o CEO de uma empresa internacional multibilionária chamada Grupo VN, que voa em todo o mundo para avaliar os hotéis dos seus concorrentes em busca de comprá-los ou não.
Por outro lado, Gu Shengnan (Zhou Dongyu), uma consultora júnior na boutique hotel Rosebud em Xangai, onde Lu Jin e seu subordinado assistente Richard Meng (Sun Yizhou) acabaram de se interessar por negócios.
Não são apenas os seus status que são diferentes; Suas personalidades são tão diferentes Lu Jin é um indivíduo clinicamente gerido, que se orgulha de ser um perfeccionista; (Eu também sou e me orgulho disso também) Considerando que Shengnan é, em geral, uma aventureira livre cuja atitude alegre com a vida só é perturbada por sua recente separação com o gerente geral do hotel (douche-bag), Cheng Zixian.
O resultado é bastante contrário, misturar os elementos familiares com os ingredientes de uma comédia culinária que prova ser a inspiração e, mesmo que se sinta familiar no conjunto, não há como negar que o filme é refrescante, delicioso e muitas vezes hilário.
Um filme que mostra e demonstra confiança, disciplina e clareza desde o início, não exibindo nenhuma das falhas que geralmente pesam primeiro.
Fiel ao seu título, "Isto não é o que eu esperava" é inesperadamente agradável, as piadas pousam sobretudo onde deveriam, o romance é doce e a apresentação é viva, viva e atraente. Ele também possui um timing comicamente agudo e uma química excelente que você sentirá falta, graças aos personagens carismáticos.

Título: 13 Assassins
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Um grupo de assassinos se junta para uma missão suicida para matar um senhor do mal.
Opinião:
Spoiler:
História sólida, grandes personagens, lindamente filmada e simplesmente algumas das melhores e mais intensas sequências de ação colocadas no filme provenientes de influências óbvias, é um filme Shogun muito bom! A sonoplastia simplesmente impressiona, que tiver home theater assista e comprove.

Título: Suddenly Seventeen
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2008
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: O filme estrela Ni Ni e Wallace Huo como um casal envolvido que se prepara para o próximo casamento. A obsessão da noiva por um casamento perfeito coloca uma tensão em seu relacionamento e, incapaz de resistir às suas demandas, o noivo, em última análise, a chama e rompe com ela. Em um estado de coração partido, ela ingerência descuidadamente um item mágico, que transporta a mente de 28 anos de volta para quando tinha apenas dezessete anos de idade. Então, ela revisita seu passado e aprende o que é preciso para se amada novamente.
Opinião:
Spoiler:
Na época onde a ética e os princípios morais prevaleciam, o casamento tinha que ser perfeito, embora um símbolo de união era considerado único, hoje em uma sociedade decrepita onde casamento virou sinônimo de pouca duração do tipo enjoou termina e casa-se novamente, pode-se descartar o "perfeito" aliás melhor é nem casar, porque é uma burocracia tremenda para com o divorcio.
Eu sou normalmente exigente sobre o que eu assisto, porque há muito por aí, mal posso acompanhar meus interesses óbvios... de modo geral, um filme onde supostamente se tornaria mais um filme voltado para adolescentes. Na verdade não foi.
Apenas para ser claro, ela realmente não volta no tempo, nem ela se inverte fisicamente na idade... Em vez disso, é como se o seu eu de 28 anos trocasse com seu eu de 17 anos. Resumidamente é um redescoberta de si mesma, de sua existência para o que significa amar.
A maioria dos filmes, quando isso acontece, é uma viagem única, e no final eles voltam para onde eles começaram. Neste filme, este não é o caso, pois ele balança entre os dois com frequência.
Este filme tornou-se mais serio quando encaramos a luta com que ela lida, com a bagunça deixada para trás de cada viagem. No entanto, no final, é uma mensagem emocionante sobre abraçar quem você é; Mas também sobre deixar partir. Isso realmente faz você pensar sobre sua própria vida...O que seu eu antigo de 17 anos diria para você agora? Bom o meu certamente diria,
"Vocês riem de mim por eu ser diferente, e eu rio de vocês por serem todos iguais, viva a real neste mundo faz de conta e foda-se com o que os outros pensam ou vão deixar de pensar sobre você".
Como dizia François de La Rochefoucauld: "A hipocrisia é uma homenagem que o vício presta à virtude".

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: I Wish
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2013
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: No Japão, na ilha de Kyushu, dois irmãos vivem separados após o divórcio de seus pais. Koichi, o mais velho, de 12 anos, mora com sua mãe no sul da ilha e seu irmão mais novo Ryunosuke com o pai, no norte da ilha. O que o irmão mais velho deseja, acima de tudo, é que sua família viva junto novamente. Por isso, quando escuta de um amigo da escola a história de que um desejo pode ser realizado se feito no momento em que dois trens-bala se cruzam, ele decide organizar uma viagem secreta até o ponto de intersecção dos trens, onde o milagre poderá acontecer.
Opinião:
Spoiler:
"I Wish" coloca o humano no cinema humanista.
Esta é a história de dois jovens irmãos japoneses que vivem separados depois da ruptura do relacionamento de seus pais. O menino mais velho sonha com sua família se reunindo e reza por uma intervenção milagrosa sob a forma de uma erupção vulcânica, esperando que isso possa levar a sua evacuação da região dos avós e um retorno para casa. Então, quando ele descobre que a passagem dos trens de bala de alta velocidade, aproximando-se de direções opostas, cria um momento "cósmico" durante o qual os desejos são concedidos, ele se apresenta com alguns amigos para conhecer seu irmão no ponto de encontro da linha ferroviária . Eles fazem seus desejos...
O filme apresenta performances brilhantes dos jovens atores e um excelente elenco de apoio de adultos. Há também uma cinematografia deslumbrante e evocativa, cenas do campo japonês e suas imposições urbanas, é elevada em sua trilha sonora de concerto.
"I Wish" se concentra em jovens adoráveis na vida familiar japonesa. Não só a representação das crianças é mais sutil e mais intuitiva, elas se envolvem em performances maravilhosamente naturalistas de seus personagens infantis. O filme realmente decola uma vez que as crianças atingiram a estrada em sua busca, eu amei.

Título: Lost in White
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Menos quarenta graus na terra ártica, Zhou Peng e Wang Hao são levados a vários corpos que estão profundamente no gelo. A polícia está tentando traçar os assassinos para encontrar a verdade. A verdade final dentro do gelo não é tudo o que eles poderiam imaginar.
Opinião:
Spoiler:
Nem bom nem ruim, todos os elementos se encaixam fazendo dele um filme, um thriller de crime e mistério estabelecido em uma maravilhosa paisagem de inverno cinematograficamente perfeita para uma marcação de música fenomenal que compões a trilha sonora que realmente mantém o espectador envolvido até o fim.
Um mistério que mantém uma adivinhação até a cena final. Este filme tem uma história poderosa focada em moral, corrupção e vingança que dá ao espectador um visão de sentindo clássico de suspense e crime.

Título: Mr. Pride vs. Miss Prejudice
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: A escritora on-line Tang Nan Nan atravessa o caminho de Zhu Hou, um jovem rico de segunda geração, que resulta em situações divertidas e de enfrentamentos.
Opinião:
Spoiler:
Adaptação de um manhua escrito por Mei Mei Mao.
Uma boa comédia romântica que tem a sensação de um webtoon. A história está bem escrita, porem tipicamente constituída de clichês, mas no entanto divertida, muito divertida. O fator de comédia foi esticado, deu vida a mórbido clichê de acontecimentos um tanto quanto ridículos, graças ao bom humor e alta simpatia de um elenco super fofo o filme poderia ter sido muito pior se não o tivessem manuseado bem. Além disso, as mudanças de partes do corpo são assustadoras e irrealistas me lembraram esses filmes de manga que tentam seguir o mangá em que se baseiam a ponto de se tornar ridículos, adaptações mal feitas. Dito isto, o enredo tinha um forte sentimento de ser um mangá do tipo webtoon também, como um evento terminou e imediatamente um novo personagem surgiu do nada e esperava que o espectador o conhecesse. Mas graças as performances e a química entre os dois protagonistas foi forte o suficiente para produzir um bom romance.

Título: My New Sassy Girl
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2016
Nota pessoal: 6.0
Sinopse: Gyun-Woo (Cha Tae-Hyun), que não pode esquecer a garota atrevida, encontra seu primeiro amor (Victoria). Ele se apaixonou por ela quando estavam na escola primária. Na época, outras crianças a provocavam porque não era muito boa com o coreano.
Apesar da oposição dos outros, Gyun-Woo e seu primeiro amor se casam. O que espera por Gyun-Woo vai além de sua imaginação.
Opinião:
Spoiler:
"My New Sassy Girl" abriu a oportunidade para ele (protagonista) se encontrar e se conectar com outra garota "descarada" Ele é realmente um tipo de masoquismo, não é? De qualquer forma, a atuação da garota chinesa foi boa, a cerimônia indígena é encantadora também o conflito quando Gyeon-woo recebe um emprego em uma empresa de tecnologia com um chefe abusivo e sua esposa não atura esse abuso, são alguns dos elementos que dão destaque.
É triste dizer que, assistindo "The New Sassy Girl" logo depois de assistir "My Sassy Girl" apenas enfatizou quão ruim esta sequela é. A comédia era terrivelmente ruim, sem nada memorável que se encaixasse. Até mesmo o conflito romântico é muito tosco, praticamente simples, sem qualquer impacto emocional.
A idade de Cha Tae-hyun já 40 anos agora mostra, e sua tentativa de recuperar seu charme de 2001 foi em grande parte ineficaz. Enquanto ela é bonita, Victoria Song como o novo Sassy não conseguiu realmente medir o alto nível estabelecido por Jun Ji-hyun no primeiro filme, tanto no charme como no desempenho. Seu papel foi muito pouco desenvolvido.

Título: Rise of the Legend
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 2014
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Uma adaptação da vida da lenda das artes marciais, Wong Fei Hung.
Um órfão, cujo pai foi morto pelo poder das trevas, tenta trazer a justiça para a cidade.
Opinião:
Spoiler:
O filme é sobre os primeiros dias de Wong Fei Hung, uma pessoa real na China do final do século 19 início do século 20. Ele é o mesmo personagem retratado por Jet Li na série Once Upon a Time.
No entanto, o filme em si não tem quase nada a ver com a pessoa real. O personagem principal usa o nome da WFH e seu pai evoca memórias familiares de um mestre de kung fu que funciona com guarda-chuva popularizado pelo filme Iron Monkey. Além disso, nos relatos da vida real sobre os atos heroicos da FMH, diz-se que ele assumiu uma gangue de doca em seus primeiros dias, que este filme retrata frouxamente.
Além disso, esse filme poderia ter sido simplesmente um filme autônomo. Mas o nome da WFH é famoso em toda a China e sem dúvida foi usado para vender mais ingressos.
Embora o uso de CGI e fio seja muito visível às vezes, o aspecto geral e a coreografia do filme são muito bons. Infelizmente, como é comum com os filmes chineses, é dada muita atenção ao aspecto, mas não é suficiente para a substância.
Em última análise, o filme não quebra nenhum patamar de superação. Como é comum nos filmes de ação chineses, os personagens novamente fazem coisas inexplicáveis ​​e idiotas por causa de criar "drama" ou "emoção" e criar cenários convenientes para empurrar o enredo sem qualquer tentativa séria de explicar o por que.
No geral, não é um filme ruim, mas também é pouco mais do que outros filmes típicos da China que parece ser bom, mas não faz nada além disso.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: The 33D Invader
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 2011
Nota pessoal: 5.5
Sinopse: Uma jovem chamada Future é enviada do ano de 2046 para o ano de 2011 em Hong Kong. O futuro foi enviado pelas Nações Unidas para engravidar, onde ela pode extrair seus genes e repovoar a terra, pois 99% dos machos tornaram-se inférteis no futuro devido a ataques do Planet Xucker. Dois assassinos de Xucker são enviados depois dela para detê-la. O futuro encontra três estudantes universitários: Felix, Dan e Sing. Os homens estão obcecados com estudantes do sexo feminino ao lado: Chin Chin. Os alunos concordam em ajudar o futuro a encontrar um colega na universidade.
Opinião:
Spoiler:
Bizarro? Que nada é super sexy!
Fortune" (Macy Wu) vem do ano 2046 em um esforço para salvar a humanidade que se tornou infértil. Ela está procurando um macho geneticamente saudável para engravidá-la no ano de 2011 para manter a raça humana. Sua missão é dificultada por dois assassinos alienígenas chamados Zuckers. Eles são realmente mais estupradores do que assassinos, mas o resultado é o mesmo a destruição da humanidade no futuro.
O outro obstáculo da fortuna será o grupo sem cepas de jovens vizinhos que ela conhece ao aterrar no planeta Terra. Os 3 garotos são perdedores excitados constantemente espionando e ajudando seus quatro belos vizinhos femininos. Há um quarto cara, "Lawrence", que é realmente um ser humano decente e sua namorada é um dos vizinhos Jeana estrela AV Akiho Yoshizawa.
Fortune se apaixona por Lawrence e ele é um humano saudável de 97,8%. Lawrence tem certeza de que ele está apaixonado por Jeana, mas quando o filme se move, ele muda de ideia. Ao longo do caminho, há muita nudez incluindo o frontal de algumas garotas, um banho, algum sexo apaixonado, algumas estranhas saídas alienígenas e, claro, a consumação sexy no final.
Certamente esperávamos um filme de ficção científica com efeitos visuais mas virou baixaria quase como um filme pornográfico.
Muitos seios e nudez expostas lindamente na cinematografia, exatamente, as tomadas e retomadas de cenas estão boas em certos momentos, explorando ao máximo a sensualidade sem expor a nudez sob a forma obscena.
"The 33D Invader" é claramente destinado ao público masculino heterossexual e se você faz parte desse público, você vai gostar. Por outro lado o publico feminino pode gostar também exceto para as mais conservadoras.
A história é um excremento, os efeitos de ficção científica são de baixo orçamento e simples, mas as adoráveis meninas e comédia são abundantes. Tenham isso em mente, "The 33D Invader" é um filme do gênero Trash, softcore tipo sex-heavy.
para compreender deve se ter mente aberta e levar na zoação.

Título: The Werewolf Game: Lovers
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Concorrentes em "The Werewolf Game" têm que se matar para ganhar. Esses concorrentes têm experiência em jogos similares de abate. Ranko Takano é uma das participantes. Ela participa para ajudar uma família atolada no departamento. Novas posições de "Cupido" e "Amante" são adicionadas.
Opinião:
Spoiler:
Parece uma seção de terapia que propriamente um jogo.
Com base na novela "Jinro Gemu" de Ryo Kawakami (publicada em 25 de julho de 2013 por Takeshobo).
"The Werewolf Game" tem várias compilações, é uma espécie de jogo de "detetives" com muito mistério e suspense, não posso dizer nada além pois entraria em spoilers, acabando com a graça do filme.
Ele é extremamente monótono e sua história é vagarosas. É preciso muita determinação para continuar a assistir até o fim.
é estranho, um pouco exagerado, mas, afinal, é uma fantasia, tem um fundo complexo, agrada aos olhares do sexo masculino e feminino, por trás dessa fantasia tem um pingo de verdade. Querem descobrir? Assistam.

Título: Gekijouban hontou ni atta kowai hanashi 3D
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2010
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: O filme é baseado em uma série de TV e contém 5 histórias diferentes sobre fantasmas ou OVNIs (não confirmados). Nakajima e Niigaki estarão protagonizados na quinta história, enquanto os membros do Hello Pro Kenshuusei Takagi Sayuki e Sato Ayano aparecerão na terceira história.
Niigaki retratará o personagem principal das quatro histórias, Chisato, que, ao caminhar para casa, testemunha a morte de uma menina, resultando em Chisato e seus amigos vendo a menina morta onde quer que vá.
Opinião:
Spoiler:
Muitos elementos para pouco tempo.
"Gekijouban hontou ni atta kowai hanashi 3D" tem um elenco muito bom, muitas histórias e muitos elementos de suspense, mistério e investigação, pena que a duração foi o motivo principal de estragar tudo.
A narrativa foi muito acelerada nas quatro histórias para se adequar ao tempo, isso fez com que muitas pontas soltas ocorressem, falhas graves de coerência e timing.
A edição embora fosse muito eficaz é dedurada pela cinematografia, percebe-se alguns erros de timing e cenários, a trilha sonora também ajuda a denunciar isso em certos momentos.
"Gekijouban hontou ni atta kowai hanashi 3D" tinha tudo para ser um bom filme de longa duração, mas infelizmente o excesso de script e o problema de enquadramento tornou-se um quase fracasso. Mesmo tentando poluir o máximo das quatro história não foi suficiente para causar confusão e discórdia ao expectorar em relação a narrativa e aos fatos supostamente ligados entre si.

Título: Yo Yo Girl Cop
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2006
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Um detetive da polícia que trabalha em contraposição na escola particular Seisen Gakuen é chutada para trabalhar nas ruas de Shibuya. O policial estava investigando estudantes frequentando um popular site deep web chamado 'Enola Gay', onde há informação sobre tudo e de todos, desde o bullying até a fabricação de bombas. Uma semana antes, um contador estranho no site começou a lançar pop ups estranhos... Enquanto isso, uma jovem chamada apenas 'K' é trazida para o Japão de Nova York contra sua vontade, e é designada com o nome de código 'Asamiya Saki 'pela Agência Nacional de Polícia. Sua missão: infiltrar Seisen Gakuen e descobrir o autor do site.
Opinião:
Spoiler:
"Yo Yo Girl Cop" é baseado do popular drama da TV nos anos 80.
O primeiro "subekan Deka" ou "Yo Yo Girl Cop" como é chamado agora ainda peca no que diz respeito a efeitos especiais mas
aumentou o poder das estrelas famosas para fazer um entretenimento agradável e assinalável que se destaca em sua consciência social.
Uma história habitual do herói vs. super vilão, torna-o cansativo ​​mesmo antes do climáx do filme. Além disso, ele sofre com as limitações básicas dos efeitos especiais.
"Yo Yo Girl Cop" moderniza as sequências de ação e molda a história para refletir as realidades sociais contemporâneas em particular, a prevalência do bullying no sistema escolar japonês. Ele vem se concentrar quando um site deep web começa a ganhar proporções e consequências terríveis de quem o acessa, e uma agente secreto adolescente chamado Saki Asamiya tenta descobrir o mistério antes que seja tarde demais.
Como Idol Aya Matsuura é uma boa escolha para o papel principal, bonita, mas resistente. Matsuura é dinâmica, porém falta de um certo humor. O vilão destacado, interpretado pela aluna da Morning Musume, Rika Ishikawa, é sexy em sua roupa de ação. Além disso, o enredo do filme faz uma proporção elevada de personagens irritantemente geeky e impossivelmente suicidas. Mas essas falhas são toleráveis ​​na antecipação de uma possível sequela, seja em filme ou em série.

Título: The Whispering Star
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Um androide feminino entrega pacotes aos seres humanos espalhados na galáxia. Com anos para poupar o Android e a nós temos tempo para contemplar o que é ser humano.
Opinião:
Spoiler:
A premissa curiosa é a de um androide "feminino" que voa pelo espaço sozinha, salvo por um computador, fornecendo pacotes para humanos dispersos. Esta é uma metáfora para os erros da humanidade.
A noção de um sozinho com seus pensamentos é intrigante, mas antes de elaborar sobre isso, vale a pena mencionar a sensação de que já vimos um viajante espacial solitário com um reprodutor de fita em um pequeno filme no ano passado, chamado... "Guardiões da Galáxia". Os carretéis não são o único desajuste anacrônico. Nossa cyborg linda é alimentada por baterias domésticas e depende da computação por tubo de vácuo, que vem com plugues de eletricidade e uma lâmpada Edison.
Mais interessante, a nave espacial tem a forma de japonês "ie" ou de casa. É a consequência das maneiras destrutivas da humanidade de que o androide tem o trabalho que ela tem, mas quase não há nada orgânico para ser encontrado no filme. A solidão do androide durante suas viagens leva a filosofar sobre seus empregadores, o que é mais do que a maioria dos humanos pode dizer sobre si mesmos. Um bom filme a ser pensado!

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Mermaid
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Um projeto de propriedade de Xuan envolvendo a recuperação do mar ameaça a subsistência das sereias que dependem do mar para sobreviver. A sereia Shan é enviada para parar Xuan e levá-lo para que faça projeto em outro local. Apaixonado por Shan, Xuan planeja parar a recuperação.
Infelizmente, Shan e as outras sereias são caçadas por uma organização oculta e Xuan tem que salvar Shan antes que seja tarde demais...
Opinião:
Spoiler:
"Mermaid" embora seja uma comédia que agrupe toda a família, ela consegue trazer uma trama subjacente que nos ensine valores importantes sobre ecossistema e uma lição de vida sobre dinheiro e materialismo.
O estilo de comédia é impressionante ao longo do filme, um número de cenas memoráveis ​​fornecem algumas das maiores risadas. Tem a habilidade de descobrir uma ilustre lista de atrizes e atores talentosos.
Embora este filme não seja tecnicamente bom, é um filme divertido com o equilíbrio certo de humor, momentos emocionantes e boa atuação.

Título: Kimi to 100 Kaime no Koi
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2017
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: A estudante universitária Hinata Aoi (miwa) sofre um acidente e acorda uma semana antes em sua sala de aula. Seu amigo de infância Hasegawa Riku (Sakaguchi Kentaro) revela que ele pode voltar no tempo. Hinata e Hasegawa gostam um do outro, mas nunca expressaram seus sentimentos. Os dois decidem voltar no tempo, um ano antes do acidente. Eles passam os dias felizes juntos como namorados, mas existe um segredo por trás dessa viagem no tempo. Além disso, o dia do acidente se aproxima novamente.
Opinião:
Spoiler:
Presos no looping do tempo...
Viajar no tempo é e será para sempre uma fantasia, dizem os físicos. Mas as fantasias podem nos contar mais sobre desejos e sonhos humanos do que fatos desanimadores.
É o que acontece em "Kimi to 100 Kaime no Koi" o filme não tem nenhuma pseudociência é totalmente sem lógica física. O filme expressa o desejo comum e eternamente frustrado de voltar o tempo tão facilmente como reiniciar um relógio, com um script melodramático a ponto de emocionar.
Do mesmo modo o filme tem movimentos cinematográficos a altura, sua história reflete fielmente a insuportável verdade que ele (protagonista) deve finalmente enfrentar, embora não apresenta essa verdade com muita sutileza. E os tipos de mentalidade literal podem atrapalhar os momentos lógicos da narrativa do filme, que está perto da categoria "surreal" mas também expressa claramente a verdade. Bom filme!

Título: Wrong Way Driving
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: A polícia recebeu um chamado de socorro, a filha do imobiliário Zhang Zhiguo, Zhang Jingnan foi sequestrada. Era tudo armação da filha rebelde. Algo inesperado ocorre, agora é real. A polícia envia o melhor agente da Unidade de Crime Luo Zhichen para uma investigações secretas em torno de Zhang Zhiguo e sua filha, ambos escondem um segredo.
Opinião:
Spoiler:
"Wrong Way Driving" tem uma boa narrativa, poucos filmes de suspense e mistério consegue chegar ao seu nível narrativo.
O elenco atuante ajuda a dar veracidade, a cinematografia é o problema, temos boas tomadas de cenas internas e externas, mas a CGI é o problema em questão. Não é muito convincente, já a trilha sonora é excelente, um bom filme repleto de cenas de ação intercaladas com momentos dramáticos.

Título: Come Across Love
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: King Fan um homem muito ocupado acaba trombando com Fan Xiao Li Xin uma mulher que se martiriza por ainda não estar casada. Ambos tiveram uma infância e vida adulta mutua. O que parecia ser o começo de uma bela história de amor acaba se tornando um bela comédia romântica, por ironia ambos se odeiam, mas no fundo o que os dois querem é o matrimônio.
Opinião:
Spoiler:
"Come Across Love" é uma comédia romântica divertidamente doce e engraçada. Ela satiriza o pseudo do casamento desesperado, faz ver que quanto mais se quer algo mais difícil é.
Fan Xiao Li Xin está desesperada para casar, já King Fan deseja o mesmo embora por conta do seu trabalho não consegue e nem expressa tal desejo. Graças aos fatos ocorridos ambos se aproxima e o bacana da narrativa é que não se imagina que os dois poderiam render bons frutos desse desastroso relacionamento.
O filme conta com uma das declarações de amor mais bonitas e inusitada diga-se de passagem. Pena que somente ocorre no final, foi lindo e engraçado, cinematografia perfeita, elenco sólido e disposto, um filme que vai ser lembrado!

Título: Doubutsu Sentai Zyuohger vs. Ninninger the Movie: Super Sentai's Message from the Future
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2017
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: A cronologia do Super Sentai pode, finalmente, estar no fim. Um menino chegou do futuro para salvar a Terra da catástrofe. Yamato e sua equipe não sabem que fazem parte dos planos do inimigo. Os Ninningers, que uma vez protegiam a Terra, voltaram! E desta vez, eles acreditam que os Zyuohger são monstros Yokai! Essa batalha será o fim de ambas as equipas. A mensagem do futuro menino chegará a Yamato a tempo? Uma chamada inacreditável que reúne todos os Rangers do Super Sentai! Em 2017 começa a batalha de todas as batalhas!"
Opinião:
Spoiler:
Quem não se lembra de "Power Rangers" ou "Super Sentai" que se originou os famosos "Powers Rangers".
O gênero "Super Sentai" é muito forte lá no Japão, temos inúmeras séries, a primeira 1975 "Himitsu Sentai Gorenger"
a atual "Uchu Sentai Kyuranger".
Todos tem algo em comum, armaduras e movimentos acrobáticos minimalistas, o que muitos não sabem é que os mechas, aqueles robôs gigantes foram introduzidos depois.
"Doubutsu Sentai Zyuohger vs. Ninninger the Movie: Super Sentai's Message from the Future" não é diferente, assim como os problemas de efeitos especiais que alguns apresenta, embora o enredo sempre seja "herói" e "vilão" a narrativa é boa, os movimentos acrobáticos e precisos ajuda.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Japanese Girls Never Die
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Haruko Azumi é uma mulher solteira de 28 anos que trabalha em um escritório. Um dia, ela de repente desaparece em uma rua. Após o seu desaparecimento, os prosódicos de seu desaparecimento se espalham.
Opinião:
Spoiler:
Japão onde o machismo prevalece e as mulheres são submissas, embora lá as coisas funcionam bem, mesmo com essa desigualdade. Graças a cultura conservadora que se não bem equilibrada pode ser maléfica quanto benéfica.
As mulheres no Japão ainda vivem em uma sociedade dominada pelos homens Isso, em tudo, desde pagamento desigual até assédio sexual, "Japanese Girls Never Die" serve como uma cortina dos fatos.
Com base em uma novela 2013 do mesmo título de Mariko Yamauchi, o filme é menos um manifesto feminista didático do que uma mistura efervescente de drama geracional e fantasia distópica, com o olhar e o ritmo de um documentário de tirar o fôlego.
"Japanese Girls Never Die" é um filme mediano bem produzido em tudo, desde arte de unhas da qual Aina é um praticante habilidoso até assalto desarmado, elas exibem uma energia, criativa e destrutiva, que confundem os contemporâneos masculinos, em sua maioria inquebráveis e sem objetivo. De onde isso vem? "As meninas japonesas nunca morrem" representa raiva contra o patriarcado como uma resposta. As mulheres aqui podem algum dia brilhar, mas, como o filme sugere tão direto, por enquanto um sonho futuro.

Título: Petal Dance
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2013
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Quatro mulheres, que têm suas próprias dores embarcam em uma viagem. Eles olham para trás em seu passado e reiniciam suas vidas...
Opinião:
Spoiler:

Um filme onde as mulheres ocupam predominantemente o espaço em frente à câmera, ao mesmo tempo em que criam uma vida repleta com uma tonalidade azul ao ponto de quase chegar a ser monocromática, onde uma série de eventos que ligam as mulheres, muito silêncio contemplativo e espaços abertos livres de burocracia, produzindo um espaço de respiração para os sentidos e as narrações de voz amplificaram o efeito introspectivo.
O script dá-lhes uma liberdade óbvia, mas talvez essa seja a tarefa mais difícil de todos: ser sereno, pensativo e natural na câmera...
Caso busque um filme calmo, "Petal Dance" vai oferecer uma narrativa única com muito elementos para relaxar depois de um dia estressante.

Título: Ghost in Barbers
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Na barbearia da cidade, uma série de anedotas sobrenaturais surgem, Yin, Ren Qingan e Jiang Xingqiu pretende investigar a origem, descobrem que no local uma jovem foi morta de forma sangrenta e brutal.
Opinião:
Spoiler:
"Ghost in Barbers" teve um ideia muito boa, uma história clichê mas ambientada em um local pouco comum de acontecer fenômenos sobrenaturais.
O filme tem elementos de comédia, horror e suspense, peca no que refere-se a cenas assustadoras e sangrentas, seu script é mais puxado para o lado cômico, a atuação embora boa é comum, onde vemos a mocinha bonita e histérica, o bad boy, o herói e o adjuvante que não faz nada além de gritar.
A trilha sonora ajuda muito, deu um clima sinistro assim como a cinematografia e os efeitos especiais que são muito bons por sinal. Uma filme bom, tem erros de continuação de cenas, mas dá para o gasto.

Título: New York New York
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: O primeiro filme do diretor de fotografia Luo Dong, New York New York, foi produzido por Stanley Kwan e está no início dos anos noventa; Ele fala do amor novamente, novamente amor entre o embriagador ambicioso de um hotel de luxo em Xangai e uma jovem igualmente ambiciosa, quando se cruzam com um homem de negócios sombrio (Michael Miu), que planeja começar um hotel de luxo em Nova york.
Opinião:
Spoiler:

Dois amantes que não conseguem parar de se torturar com sua tendência de egoísmo e indiferença inexplicável, que não demonstram momento algum ligações românticas agradáveis e expressivas. Definido predominantemente no início dos anos 90, Xangai, onde os jovens sonham em fazer uma vida melhor nos Estados Unidos, esse drama nostálgico do diretor Luo Dong mostra o romance entre um par incompatível que muitas vezes são desnecessariamente cruéis entre si.
Os personagens são alternadamente perdidos, confusos ou emocionalmente atrofiados pelos sentimentos sociais do período, o que desencadeia o desejo primordial de Juan de deixar a China. Os belos atores, a narrativa elíptica, a cinematografia refinada e os bits de diálogo inconsequentes podem conspirar para evocar um filme abaixo da média.

Título: Moebius
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2013
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Uma família inicia um ciclo destrutivo quando começa a questionar seus desejos sexuais, nutrindo relações nocivas para todos, levando-os à um destino trágico. Um dos trabalhos mais controversos do diretor Kim Ki-Duk.
Opinião:
Spoiler:
Uma perversidade com castração, estupro e incesto.
"Moebius" é um filme de baixo valor orçamentário resultando de uma série de erros tornando-o uma porcaria.
Temos uma narrativa livre pouca proveitosa onde temo uma história de estudo de gênero familiar de penetração budista e excepcionalmente transgressivo e totalmente sem precedentes na história.
Tem alguns aspectos humorísticos que o torna engraçado às vezes sugerindo ideias dentro do que faz exatamente um homem ou mulher no mundo moderno.
É um filme pesado de insanidade poética aborda violação de gangues, incesto, assassinato e até castração.
A premissa do filme é uma mistura de prazer, dor, amor e violência onde é aquela que exige contemplação.
A única coisa boa do filme é a moral da história, este é um retrato da jornada espiritual de uma criança através da família mais disfuncional já comprometida.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Hito wa Mita Me ga 100%
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Japão
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Jun Jonochi (Mirei Kiritani) trabalha em uma empresa de fabricação de papel. Ela é séria, mas sem ideias sobre sua própria aparência. Ela não tem interesse em fazer-se mais atraente. Um dia, ela percebe que as pessoas não a veem como uma mulher. Ela começa a ler sobre coisas como maquiagem e tendências da moda com suas duas colegas do sexo feminino.
Opinião:
Spoiler:
Aparência não é tudo.
Aquele ditado de que noventa porcento da beleza feminina sai com água e sabão é realçada nesse drama, um drama que fala de um estereotipo imposto pela sociedade julgadora que é o padrão da beleza. Se alguém não estiver dentro considera-se como sendo uma pessoa feia...
"Hito wa Mita Me ga 100%" consiste em uma narrativa de crescimento do personagem, acompanhando a cruel mudança para alcançar um capricho dos tempos modernos. A história é boa, segue uma coerência tem momentos cômicos e dramáticos.
O elenco está ótimo, atuação nem tanto, o jeito "travado" dos japoneses perde um pouco do emotivo, aquela atuação robótica habitual prevalece mais, ou seja um drama onde a razão fala mais que a emoção, no fim o drama termina de forma satisfatória, ao menos gostei, pois tem virtudes, a própria protagonistas reconhece que ser bonita não é tudo.

Título: A Simple Life
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 2012
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Inspirado por uma história verdadeira, o filme fala sobre um relacionamento reconfortante entre um jovem mestre de uma grande família, Roger (Andy Lau) e a serva da família que o criou, Irmã Peach (Deanie Ip).
Opinião:
Spoiler:
O filme cativa até certo ponto...
É um filme que se concentra principalmente nas peculiaridades de uma idosa, ao contrário não tedioso, a narrativa é tão perfeita que agrega uma fluidez impressionante.
É um filme que realmente toca, sente-se a atuação acontecer, temos um elenco que atua em seus personagens de forma natural, ao contrário de muitos filmes onde eles "forçam" você com truques "naturais". Não, este filme quebrou a maioria dos estilos típicos, mas, ao mesmo tempo, torna-se divertido e emocionante.
É um filme onde não há ação ativa, nenhum drama de previsões ou sem torções extremas, ele é autentico, uma vida simples, um script simples mas minimalista que me mostra o quão simples pode ser ser humilde e cuidar daqueles que amamos. Realmente vale a pena assistir!

Título: Vampire Cleanup Department
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 2017
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: Atacado por um vampiro, um perdedor é salvo por três limpadores de rua. Quando ele acorda, ele se encontra em instalações secretas do governo escondidas em uma estação de coleta de lixo. Descobre-se então que ele tem uma imunidade especial ao ataque de vampiros, tornando-o um candidato perfeito como agente da organização secreta, o Departamento de Limpeza de Vampiros.
Opinião:
Spoiler:
"Vampire Cleanup Department" é um filme que revitaliza o elemento de terror do subgerente geung si com seu elegante Rigor Mortis e totalmente genérico mas adequada à tradição cômica.
Com um elenco super simpaticão vemos uma filme de vampiro arrojado, como os caçadores de vampiros modernos que se colocam como limpadores de rua que na verdade por trás do lixo esconde uma organização clandestina de Subsecção do Departamento de Higiene Alimentar e Ambiental do governo de Hong Kong.
Mas o que mais impressiona é o fator surpresa que emergiu deste meio de paródia de mortos-vivos é, surpreendentemente, uma doce e romântica história de amor entre Tim (Babyjohn Choi Hon-yick) e uma virgem imune à toxina vampírica. O casal simplesmente é fantástico.
Com um aceno para o romance inteligente o filme consegue se ajustar a este caso potencialmente assustador de necrofilia em seu todo tornando o divertido. Embora sua história seja previsível, o Departamento de Limpeza de Vampiros é espirituoso e rico em comédia original. É um deleite assistir, além de rir o romance é fofo, um filme genuinamente simpático!

Título: Mad Sheila
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2011
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: O tempo é apocalíptico. Há poucos sobreviventes na terra em busca do amor e um pouco de esperança. Há uma disputa entre eles para a sobrevivência. Um Rip-Off Chinês de Mad Max.
Opinião:
Spoiler:
"Mad Sheila" conta a história de um tempo e espaço aéreo, tem um clima semelhante ao espaço-tempo de degradação ambiental mais mutação extinção humana da Terra, a última onde poucos sobrevivem, lutam pela vida, as mulheres estão cada vez mais escassas. Onde havia uma história de amor, há amor no mundo as pessoas estão sempre cheio de esperança, deserto árido, pouco rodovia povoada, caçador de recompensas cruéis, disfarçado como lobos em pele de cordeiro, cada elemento deixado o público na imaginação.
Um filme muito superior ao autentico "Mad Max" mas que tem seus defeitos como o original.

Título: A City of Sadness
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 1989
Nota pessoal: 9.0
Sinopse: Filme que narra uma série de acontecimentos em Taiwan entre 1945 e 1949 a partir das experiências de uma família de quatro filhos, um patriarca e alguns agregados. Destaque para o trágico acontecimento de 28 de fevereiro de 1947, quando mais de 20 mil taiwaneses foram mortos por tropas nacionalistas chinesas.
Opinião:
Spoiler:
Filme magnífico, traz à luz a verdade sobre o massacre de 1947 conhecido como o incidente 2/28. Vencedor do Prêmio Leão de Ouro no Festival de Cinema de Veneza de 1989, a "Cidade da Tristeza" trata de uma das questões-chave da história taiwanesa, mas está longe de ser um filme político. Seu foco não é sobre o derramamento de sangue, mas sobre as consequências para uma determinada família e como a experiência individual é impactada pelo fluxo de tempo e história.
Não há momentos de pico de interesse dramático para o qual tudo o mais é simplesmente uma acumulação. A câmera simplesmente registra os eventos a uma distância sem julgamento ou avaliar, permitindo que as complexidades dos personagens e das situações se desenvolvam gradualmente. Tudo é relevante. Essa atenção ao comum nos faz perceber que a história acomete a todos, não só no campo de batalha, mas também no silêncio da vida cotidiana.
Um retrato notável de um dos eventos mais traumáticos da história taiwanesa e sua popularidade em Taiwan refletiu sua vontade de lidar com um assunto anteriormente tido como tabu. Um filme impressionaste.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Blind Beast
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 1969
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Um escultor cego obcecado por uma modelo, a aprisiona em seu ateliê. Acreditando ter criado uma nova forma de arte tátil, ele e a modelo se envolvem numa alucinada e sadomasoquista relação, entre o erotismo, arte e a morte. Clássico sem precedentes da Nuberu Bagu. Belo e angustiante, Cega Obsessão foi baseado em um conto de Edogawa Rampo.
Opinião:
Spoiler:
Baseado em uma história de Rampo Edogawa, primeiro serializado no jornal nacional Asahi entre 1931 e 1932.
Filme "pinku""clássico" e estranho.
"Blind Beast" é um filme interessante e único que é memorável graças a um enredo estranho e à forma como as ideias são apresentadas sem muita confusão, o que só aumenta a potência do que o filme tem a dizer. A base da história é o sadomasoquismo, mas o diretor Yasuzo Masumura parece querer ir mais longe à medida que a ideia de dor de prazer em que S & M se baseia é completamente anulada pela ideia de prazer absoluto através do senso de toque. O filme se concentra em um escultor cego que, junto com sua mãe, sequestra uma modelo jovem depois que ele ouviu alguns jovens falarem de quão requintada ela é. Ele a leva para seu armazém, que é preenchido com enormes estátuas e, naturalmente, ela quer escapar o mais rápido possível. Após um par de tentativas falhadas, no entanto, ela começa a comprar as ideias do escultor e logo desenvolve sua fixação.
Este filme definitivamente é chocante, mas não por causa de uma grande quantidade de cenas de sexo gore ou particularmente brutal. O diretor Yasuzo Masumura fez uma coisa incrível porque ele fez um filme chocante graças às ideias que promove. Naturalmente, há uma quantidade razoável de nudez; Mas é muito suave e claramente não foi o que o diretor valorizou mais quando se tratava de fazer este filme. Há uma sequência bastante visceral para o final, mas não é a coisa mais chocante sobre o filme. A atmosfera é surreal em tudo, e isso é bom, pois permite que o diretor jogue praticamente qualquer coisa e que se revela como credível, apesar do fato de que muitas das ideias no filme são realmente muito ridículas. No geral, "Blind Beast" é uma estranha estranheza que se aproxima dos filmes medianos.

Título: Children...
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2011
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Em 26 de março de 1991, cinco crianças foram ao Monte Waryong para pegar rãs e nunca mais voltaram. Toda a nação pediu e rezou para que elas voltassem em segurança. Onze anos depois, em 2002, os ossos das crianças foram descobertos em Daegu, Coreia do Sul. O filme é baseado em um caso de assassinato verídico ainda sem solução, no início dos anos 90 que é conhecido entre os coreanos como “O Desaparecimento das Crianças da Rã”.
Opinião:
Spoiler:
O filme conta a história do que aconteceu no início da década de 1990 na Coreia, já que 5 alunos do ensino fundamental nunca voltaram da caminhada até uma montanha próxima.
Com base em eventos verdadeiros e dedicados à família que perdeu seus filhos, este filme definitivamente atinge seu objetivo. Para fazer as pessoas serem testemunhas do que aconteceu há 20 anos e fazer parte do horror emocional que a família e todos os envolvidos passaram e ainda precisam passar.
Você ficará focado desde o início até o fim, graças a uma excelente direção e atuação. Apenas quando você acha que o filme vai terminar, ele irá fazer uma reviravolta súbita e virar tudo de cabeça para baixo. A Coreia, mais uma vez, mostra como fazer um excelente filme baseado em eventos verdadeiros.
Ainda que seja totalmente diferente e não tão perfeito é um ótimo filme.

Título: Edge of Innocence
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 9.5
Sinopse: Kang Qiao acidentalmente se apaixona por uma menina misteriosa, cercada de suspeitas, entrando em um amor perigoso. No entanto, há também um par de olhos acompanhando cada movimento dele. Será que eles serão capazes de proteger seu amor até o fim, ou render-se à realidade? Uma adaptação do romance de mistério "Natsu, Jukyusai no Shozo", escrito por Shimada Soji.
Opinião:
Spoiler:
Com base na novel "Edge of Innocence" torna-se um mistério muito mas muito interessante.
Não é sua história de amor típica. Em vez dos sentimentos vibrantes de amor à primeira vista, há uma testemunha acidental de um crime que toma um toque diferente quando o principal protagonista é atraído para o possível perpetrador.
O filme é dirigido por Chang Jung-Chi e estrelas Huang Zitao, Ora Yang Caiyu , Calvin Tu e Vivien Li Meng . O elenco é perfeito para o tema da inocência, o filme é tão bem roteirizado que também no s dá a sensação de que estamos simplesmente vendo a calmaria antes da tempestade. Em última análise, este é um romance emocionante sobre segredos, paixão e ação.
Quando Kang Qiao, de 19 anos, foi ferido em um acidente, ele passa seu tempo no hospital espiando pela janela onde ele se atrai instantaneamente para a linda garota ao lado. Apesar de ter testemunhado o assassinato, Kang Qiao só poderia indiretamente questionar Xia Yingying quando ele se apaixonou por ela. Qual poderia ser sua razão para matar seu pai? O assassinato pode ser justificado? É realmente um assassinato?
Quando Kang Qiao entra no mundo de Xia Yingying, ele se vê enredado em uma bagunça complicada cheia de perigo e incerteza com as pessoas que o deixam e ameaçam sua existência. Enquanto isso, Xia Yingying tenta pôr fim ao seu "amor de verão".

Título: Fascination Amour
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 1999
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Lai é um playboy mimado que está noivando pela oitava vez, por esporte ele se livra delas pouco antes de casar. Com sua comitiva, ele embarca na Fascination um navio de cruzeiro com a intenção de livrar-se de sua última noiva. No entanto, ele não contava com a volta da herdeira Sandy (Ishida Hikari) que é a única garota que pode suportar sua atitude "dinheiro compra todas as mulheres". As coisas não são tão simples, ela está perdendo sua fortuna e não vai deixar o dinheiro comprá-la. Lai deve provar que ele pode ser um cara normal, então ele a segue à praia com uma mochila e apenas US$10 no bolso.
Opinião:
Spoiler:
Homem rico e hipócrita.
Albert Lai (Andy Lau) é o único filho do mais rico magnata de Hong Kong. Albert traz Kathy (Qu Ying), uma garçonete apresentada a ele por sua mãe (Susan Tse), em um navio de cruzeiro, onde na primeira noite, ele recebe a aprovação de Kathy e se compromete. Isso já é o oitavo compromisso de Albert, pois o amor sempre vem e vai muito rápido para ele, e ele sempre quebrará um engajamento sempre que perder a sensação de novidade em cada relacionamento.
Albert torna-se cada vez mais amado pela capacidade de Kathy de lidar com decência. Acontece que Kathy tem lutado secretamente para estudar o tema do segundo dia do cruzeiro, fazendo com que ela se sinta extremamente exausta. Neste momento, Kathy conhece Timothy (Huang Lei), um garçom no navio, que veio do mesmo fundo que ela. Kathy sente-se desenfreada enquanto está com Timothy, e assim, seu coração começa a mudar.
No entanto, Albert não está disposto a desistir e ele está confiante de que ele poderá vencer Kathy de volta com seu encanto. Neste momento, Sandy (Hikari Ishida) aparece em torno de Timóteo e ela vê Albert como um inimigo. Comparado com Albert, Sandy é muito mais acerbico e um gastador muito maior. No entanto, Albert descobre gradualmente que, enquanto Sandy não está brigando com ele, ele se sente vazio e solitário, com a sensação de que ele nunca teve. Antes, ninguém se atrevia a apontar as falhas de Albert, só Sandy ousava apontá-las publicamente. Quando ele entra em contato com Sandy mais, ele se atrai para sua personalidade.
Enquanto o navio é para encaixar e Albert quer expressar seus sentimentos, ele descobre policiais na costa esperando por Sandy. Acontece que Sandy está em falência e esta será a última jornada. Se Kathy e Timothy podem ou não estar juntos, ou se Albert é capaz de reverter o adversário e ganhar o coração de Sandy, sempre haverá um fim em uma vida errante em um navio quando ele for para a costa.
Uma comédia romântica que não é boa e não é ruim, mas, ao mesmo tempo, poderia conectar mais... falta sentimentos na história. Algo que proporcione mais impacto emocional.

Título: Haze
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2005
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Um homem acorda e encontrar-se trancado em uma pequena sala de concreto apertado, em que ele mal pode se mover. Ele não lembra por que ele está lá e de onde ele veio. Ele tem uma terrível ferida no estômago e está sangrando lentamente até a morte. Há uma mulher também... Ambos tenta lembrar de onde eles vieram, mas suas lembranças são tão incertas que eles nem sabem sequer para onde voltar.
Opinião:
Spoiler:
Este filme, embora com apenas 40 minutos de duração, no faz volta ao jardim de infância, fazendo com que pareça estúpido, raso e sem sentido.
Basicamente os diálogos dos protagonistas são sobre vida, sonhos, morte e o que está acontecendo um com o outro e como escapar. Ele se pergunta se o mundo está em guerra e eles são prisioneiros, ou algum pervertido os trancou por qualquer motivo, ou é realmente um pesadelo muito desagradável ou estão no inferno.
O filme tem como premissa duas variáveis: Pode ser um paralelo para a guerra, o genocídio ou a solidão completamente dolorosa e desesperada. Ou apenas uma afirmação de que, afinal, não somos nada além de um pedaço de carne que passou por uma pequena centelha da vida...
Um filme de muitas incógnitas e narrativa ambígua que levanta tantas questões e mesmo que a maioria deles permaneça sem resposta, vale a pena sentir-se realmente desconfortável por esses 40 minutos.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: The Merciless
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Jae-Ho é o prisioneiro que faz regras e exerce o maior poder entre os presos. Fora da prisão, ele era o cara numero 2 em uma gangue criminosa, mas ele é ambicioso o suficiente para tornar-se o numero 1. Um dia, Jae-Ho encontra o novo prisioneiro Hyun-Soo, que não segue as regras da prisão e ele não se submete a ninguém.
Opinião:
Spoiler:

Hyun-Soo, um policial disfarçado, vai para a prisão e posiciona-se sob a asa do mandachuva de lá, cujo lado ele permanece quando o último é libertado da prisão e reassume sua posição como o número dois em uma brigada.
Uma história que não há nada particularmente interessante sobre, que segue uma trajetória semelhante a muitos contos de gângsteres coreanos e tem mais do que uma semelhança passageira com "The Prison", que saiu há apenas dois meses, mas o filme consegue se destacar através da verve de sua encenação e da brincadeira colorida entre suas pistas e evidencias.
Se deslizando em torno de uma localização repleta de personagens nos guiando através de uma montagem narrativa que mantém a ação nítida e divertida ao longo do tempo. Também mostra seu estilo de diálogo que, em particular combinado com o filme, eleva as cenas mais mundanas que são necessárias para impulsionar o enredo.

Título: The Old Capital
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: Chieko Sanda cuidou de uma loja de produtos desidratados em Kyoto nos últimos 20 anos. Sua família possui a loja por gerações. Chieko está em conflito sobre se sua filha Mai que assumirá sua posição com a mudança de horário. Mai é uma estudante universitária e não decidiu se deveria escolher outra profissão ou assumir a loja da família. Enquanto isso, Mitsuko Nakata administra uma silvicultura nos arredores de Quioto. Mitsuko é a irmã gêmea de Chieko Sanda, mas eles foram separados em uma idade precoce. Mitsuko está em graves dificuldades financeiras. A filha de Mituko, Yui, tem talento na arte e ela vai para a França. Lá, Yui sente uma sensação de impotência. Mitsuko percebe e vai para Paris para ver sua filha. Mai viaja para Paris para participar de um evento para mostrar a cultura japonesa.
Opinião:
Spoiler:
Preso no interior da tradição...
Temos que entender que Kyoto parece ser a cidade mais internacional do Japão, se o número de turistas estrangeiros fosse o único critério. Mais de um milhão visitam a cidade anualmente, dando aos 1,5 milhões de habitantes locais, especialmente aqueles que vivem e trabalham em e perto dos principais sítios turísticos, muita exposição a outlanders.
Mas como o filme de Yuki Saito "The Old Capital" deixa claro, os moradores desta cidade antiga, cujos laços de Quioto podem durar séculos, nem todos abraçam esse influxo. Representa uma das muitas ameaças à cultura e ao modo de vida tradicionais que atraem muitos visitantes para a cidade em primeiro lugar.
Ou seja uma realidade mostrada na ficção!
A cinematografia é perfeita as partes mais velhas e menos traficadas de Kyoto e as florestas e córregos nas proximidades são tão amáveis. Os vislumbres da barulhenta cidade moderna ou áreas turbulentas como o distrito de Gion são, ao contrário. Uma mistura muito bem trabalhada.
Também os quatro personagens principais, irmãs gêmeas ambos interpretados por Yasuko Matsuyuki e suas filhas crescidas Riko Narumi e Ai Hashimoto são o que podem ser chamados de "patriotas locais", cujas raízes de Kyoto são tão profundas quanto seu DNA, não importa como Longe elas possam ir.
A história basicamente é baseado no romance homônimo de Yasunari Kawabata de 1962, que foi filmado duas vezes antes, "The Old Capital".
"The Old Capital" é um filme que foca no choque cultural do antigo e do novo, manter as tradições ou adaptar-se as inovações. De fato o tempo é uma inconstância, que molda e remolda os costumes. Difícil tomar uma decisão em se manter fiel as tradições antepassada ou mudar de acordo com as tendências mundanas. O lado que escolher não importa, uma coisa que permanece igual desde as primeiras civilizações é a ética moral, embora nos dias de hoje quase escassa jamais será extinta, ela vive em cada um de nós, pena que para a maioria sob a forma oculta, os quais preferem seguir os costumes e tendências dos outros por falta de caráter apresentando um comportamento condescendentemente fácil a ser influenciado pela mídia ou pelos próprios amigos, culpa de um fantasma chamado medo de ser diferente, pois convém ser igual na sociedade do que ser taxado de diferente ou estranho.

Título: Midnight FM
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2010
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: Uma famosa DJ se prepara para apresentar seu programa noturno de despedida da rádio. No entanto, assim que seu último programa entra no ar, um sádico psicopata, que acredita ser um herói por ter matado vários delinquentes, liga para o seu programa dizendo que está com sua família como refém. Ele a obriga a seguir uma playlist e, caso não o faça, irá matar todos eles.
Opinião:
Spoiler:
"Midnight FM" um thriller de crime brutal, estranho, horrível, violento, mas surpreendentemente natural.
Um thriller com uma protagonista feminina inteligente que usa sua inteligência para tentar sobreviver ao pesadelo de um stalker louco.
Uma boa surpresa, um thriller de suspense estelar com uma excelente narrativa, cinematografia visualmente muito agradáveis e ricas em ângulos de ângulo mais ou menos perfeitos e atuação muito boa.

Título: Nobody Knows
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2004
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: Quatro irmãos mudam-se com sua mãe para um pequeno apartamento em Tóquio, sendo que todos têm pais diferentes. As crianças nunca foram à escola e apenas o filho mais velho entra caminhando normalmente no novo apartamento, com os outros chegando escondidos em malas. Ninguém pode ficar sabendo que mais de três pessoas vivem ali, sob o risco de serem expulsos. Tudo vai bem até que, um certo dia, a mãe (You) vai embora, deixando para o filho mais velho, Akira (Yuya Yagira), de 12 anos, um bilhete e um pouco de dinheiro. Começa então o duro processo de amadurecimento precoce de Akira.
Opinião:
Spoiler:
"As crianças não podem escolher seus pais".
Este filme é baseado em incidentes reais ocorridos em 1988. Os fatos foram muito mais cruel do que mostrados no filme. Uma mulher vivia com um homem. Ela pensou que havia registrado o casamento. Quando seu filho nasceu, o homem disse que havia registrado o nascimento. Um dia, ele a deixou e foi viver com outra mulher. Quando o menino atingiu a idade escolar, ela descobriu que não existia registro de casamento nem do registro de nascimento. Diante dessa situação, ela decidiu esconder seus filhos da sociedade.
Ela conheceu vários homens e teve 5 filhos, dois meninos e três meninas, que não estavam registrados e escondidos de outras pessoas. Quando o segundo menino morreu de doença, ela escondeu o corpo no armário. Enquanto ela trabalha em uma loja de departamentos, o filho mais velho cuidou de três irmãs. Quando o filho mais velho tinha 14 anos, ela saiu para viver com o novo homem, que tinha 16 anos mais do que ela. Ela deu ao filho mais velho seu endereço. Quando as crianças foram protegidas pela polícia meio ano depois, uma menina estava morta, e as duas ficaram debilitadas, quando estavam confinadas em uma sala e mal alimentadas. As meninas estavam com 3 e 2 anos respectivamente e ainda usavam fraldas, mas elas eram trocadas apenas uma vez por dia. É relatado que o filho mais velho culpou-se por não poder cuidar bem de suas irmãs, em vez de culpar sua mãe...
Comparado com a história real, o filme é menos miserável. No filme, até o garotinho e a menina parecem normais e bonitos, mas na vida real eles estavam muito mal desenvolvidos (pesquisem a história, é um absurdo ver o estado em que encontravam-se essas crianças).
Mas era ainda mais do que suficiente para me surpreender. Que "mãe" ou melhor que ser desprezível! Em uma conversa com o menino mais velho, ela diz: "Eu não posso me tornar feliz?" Ela age com esse pensamento, sem pensar no mesmo direito sobre seus filhos. Sua conversa infantil de cuspe descreve sua imaturidade. E, claro, os homens eram mais culpados. Infelizmente, as crianças não podem escolher seus pais.
Todas as criança atuaram super incrivelmente bem, muito natural. Particularmente, os olhos do garoto mais velho, Akira, são muito impressionantes. Os olhos contam muitas coisas de sua vida miserável.
Um filme para pensar sobre como os país podem ser negligentes mas ao mesmo tempo nos faz pensar de quem é a culpa? Do pai? Da mãe? Da sociedade? Ou dos nossos governantes que preferem virar as costa do que ajudar ao próximo? "Eu não sei" só sei que a humanidade deixou de ser voluntária para torna-se algo lucrativo e de interesses socioeconômicos e sociopolíticos.

Título: Syndromes and a Century
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: A primeira parte se passa numa clínica rural da Tailândia. Depois de atender um velho monge budista, a Doutora Toey entrevista Nohng, um médico que começa a trabalhar com ela. Na sala de odontologia, o Doutor Ple conversa com um jovem monge que queria ser DJ. Eles falam de vidas passadas e do amor. A segunda parte acontece num moderno hospital de Bangcoc. Toey volta a entrevistar Nohng… Nas duas partes, as espelhadas narrativas, no passado e no presente, repetem-se. Rotinas que se manifestam na memória e nas sensações de felicidade, despertadas por coisas aparentemente insignificantes.
Opinião:
Spoiler:
Hipnótico e enigmático.
Financiado pela cidade de Viena como parte da celebração marcando o 250º aniversário do nascimento de Mozart, "Síndromes e um Século" é uma obra-prima visionária que desfigura os limites do passado e do presente e, como as peças de Harold Pinter, explora a subjetividade da memória.
É um filme abstrato, mas muito quente e, muitas vezes, muito engraçado sobre as lembranças do diretor de seus pais, ambos os médicos, antes de se apaixonar. Segundo Apichatpong, no entanto, não se trata de biografia, mas de emoção.
Como a lembrança fragmentada de um sonho, o filme é composto de fragmentos de memória que começam de repente e terminam abruptamente sem resolução.
"Síndromes e um Século" não cede a decifração imediata, pois ele se move rapidamente do real para o surreal e vice-versa. A meio do filme, os mesmos personagens repetem a sequência de abertura, mas desta vez é uma instalação moderna de alta tecnologia e o humor é alterado, bem como o foco da câmera. A segunda variação é menos íntima do que a primeira, mas não há julgamentos globais sobre o passado ou presente, rural ou urbano, antigo ou moderno. As coisas são exatamente a maneira que elas são e da maneira que elas não são, e nós somos obrigados a abraçar tudo. Para o final, um funil inala fumaça por vários minutos, como se as memórias fossem sugadas para um vórtice para serem armazenadas para sempre ou esquecidas. Como este filme serenamente mágico, ele lança um feitiço hipnótico e enigmático.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: 90 minutes
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2012
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: O que acontece nos últimos 90 minutos da vida de um ser humano antes de ele cometer um assassinato? A história apresenta Johan, o qual está fazendo uma última refeição abastada para sua esposa, Fred, o qual está fazendo uma visita com as crianças, e Trond, o qual perdeu completamente o controle com sua esposa que deu à luz havia pouco tempo. Antes do indelével ato de assassinato, esses homens ainda são considerados seres humanos.
Opinião:
Spoiler:
"90 minutes" começa tão lentamente quanto qualquer outro filme. Uma mulher e seu marido se preparam para a festa de aniversário de seus filhos. Um homem mais velho cancela a assinatura do jornal. Um jovem observa a TV e observa os adolescentes jogando do outro lado da rua... Mas como eles conseguem fazer as coisas mais mundanas para morrer? É o seu próprio fazer? Está planejado? Alguém vai acabar com suas vidas?
Isto é o que você procura em "90 minutos". O contraste entre todas essas histórias é o que torna a experiência interessante. A história dos idosos parece direta. É lenta e triste, mas você sabe o porquê, e quase como está acontecendo. A história do casal leva uma volta diferente em algum lugar da estrada e termina com um estrondo.
As duas primeiras histórias são cenas que estamos quase acostumados. O ódio, os arrependimentos, a vergonha que todos podem acumular nas pessoas mais comuns apenas para explodir em uma explosão de violência ou arrastar as pessoas que você ama com você.
A terceira história começa normalmente também. Depois de um tiro um pouco longo, a câmera se move e de repente a história é transformada em um pesadelo. É a parte mais perturbadora e violenta do filme. É também aquele que levantou mais perguntas. Por que ela ficou lá? Há quanto tempo isso aconteceu? Sempre foi assim?
"90 minutos" não é um filme longo, mas também não é especialmente fácil de assistir. Definitivamente vale a pena ver se você gosta deste gênero de filmes.

Título: Cheap Flight!!
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama Especial - Japão
Ano: 2012
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Aizawa Miharu (Takeuchi Yuko) recebe uma ordem de trabalho para a Cherry's Airlines a principal companhia aérea. A Cherry's Airlines é uma operadora de baixo custo e orçamento. O conceito para a Cherry's Airlines é fornecer pouco ou nenhum serviço, tudo pelo menor custo para o passageiro. Miharu luta com seu novo emprego, porque ela é treinada para prestar um excelente serviço de sua empresa anterior. Miharu começa a se sentir sombria de lutar com seus colegas amadores e contra a política de baixo custo de sua empresa. No entanto, Miharu trabalha duro para o primeiro voo da Cherry's Airlines.
Opinião:
Spoiler:
Não é um drama especial é uma curso de aeromoças.
"Cheap Flight!!" tinha tudo para dar uma excelente história mas acabou pecando no excesso. Praticamente o drama todo vemos uma aula de instrução para aeromoças seguindo uma história muito razoável entre os protagonistas.
O treinamento estava muito mais interessante que os próprios conflitos dos personagens.
Ao menos a cinematografia está boa, usaram um avião de verdade para as cenas interna e externas, o que foi bom para convencer os mais exigentes.
Atuação comum e retraída como todos os dramas e filmes japoneses, falta expressão na feição do elenco, trilha sonora agradável até certo ponto. No mais um drama abaixo da média porque a história foi ofuscada pelo treinamento.

Título: Koizora
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2007
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Koizora conta a história de Mika, uma jovem estudante que quer que se apaixonar assim que entrar no colegial. Um dia, ela passa a receber ligações de um misterioso menino. Dia após dia, conversa após conversa, ele vai conquistando o coração de Mika. Mika e Hiro começam a viver uma paixão intensa.
Opinião:
Spoiler:

"Koizora" é um dos filmes dramáticos japoneses que surpreende tanto na narrativa quanto execução. A linha de história básica em si é bastante simples, dois jovens amantes lutando por muitas dificuldades para permanecerem juntos. Claro, há torções e mais complicações dentro da história. Tudo dentro do filme é muito bem dirigido e feito com bom gosto, os atores e atrizes apesar da pouca experiência agiram incrivelmente bem.

Título: Our Sunhi
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2013
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Sunhi se formou em cinema e pretende seguir com os seus estudos nos Estados Unidos. Para isso, ela vai ao encontro de Choi, um ex-professor que lhe prometeu uma carta de recomendação para esta nova etapa. Durante o dia, Sunhi encontra casualmente com dois homens de seu passado: Munsu, seu ex-namorado, e Jaehak, um diretor de cinema graduado pela mesmo universidade que ela. A jovem tenta interpretar esses encontros como sinais, mas os três homens a tratam como uma completa estranha.
Opinião:
Spoiler:
No lado positivo, há uma série de cenas engraçadas, especialmente girando em torno do jogo de telefonemas entre os quatro personagens principais.
"Our Sunhi" tem uma desconexão cultural e linguística não fazendo justiça ao que parecia ser uma repetição inteligente de linhas e memes circulando entre os personagens.
A história e a narrativa consistem em suma na simplicidade onde as emoções fluem mais livremente. Yu-mi Jeong assume o papel principal com charme natural e talento cômico, enquanto Jae-yeong Jeong, Sun-kyun Lee e Sang Jung Kim apresentam uma imagem eloquente de homens inteligentes no seu mais estúpido.

Título: Tsubaki Bunguten
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Drama - Japão
Ano: 2017
Nota pessoal: 9.0
Sinopse: Hatoko retorna a sua cidade natal em Kamakura pela primeira vez em 8 anos e herda a papelaria de sua avó, Tsubaki Bunguten. No entanto, a loja existe apenas na forma informal e é na verdade notário, para um seleto público que escreve cartas em nome dos outros. Como novata neste comércio, Hatoko gradualmente se torna melhor em escrever vários tipos de letras com as melhores palavras para transmitir os sentimentos dos clientes aos destinatários. Através de seu trabalho, o coração de Hatoko enche-se de satisfação e alegria, que a inspira a fazer mudanças em sua própria vida.
Opinião:
Spoiler:
Um drama para acalmar a alma.
"Tsubaki Bunguten" tem uma história muito bonita e suave, prazerosa de acompanhar do primeiro ao último episódio.
Um drama muito harmonizado, a exemplo da cinematografia digna de acalmar, a iluminação, os cenários e os efeitos tudo combina com a história, tudo combina com aquele ar de "casa da vovó".
O elenco ajudou e muito, atuação consistente e muito bem representada pela bela protagonista, embelezado por um figurino simples mas bonito que deram o gran finale de um drama deslumbre. De um drama que aquece a alma.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Biting Fly
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Hae Wook trabalha como oficial público em um escritório distrital e ele deve se casar com sua namorada Soo Kyung em breve. Sua vida é simples, mas feliz. As coisas em breve mudam, porém, quando seu pai e a irmã mais velha são vítimas de uma empresa ilegal de vários níveis e eles enfrentam a ruína financeira. Hae-Wook vai ao encontro das vítimas, mas não há nada que ele possa fazer. Falsas noticias se espalha que Joo, CEO da multinacional, morreu, então Hae-Wook vai ao Vietnã para encontrá-lo.
Opinião:
Spoiler:
Embora sem defeitos não tem uma história envolvente.
"Biting Fly" é mais poderoso quando nos força a olhar para o elemento real e humano das vítimas de golpes, o filme proporciona observar como esses golpes financeiros destroem vidas.
O destaque vai para a performance muito boa de Jung In Ki que teve o dever fundamental de dar toda a estrutura da trama como o pai de Kang Hae Wook, Kang Man Shik, que apenas vende produtos para viver realmente não sabe nada sobre finanças e acaba por confiar em todos que usam ternos e aparentam serem pessoas cultas e honestas.
"Biting Fly" traz algo interessante que é o elemento humano que realmente inspira a raiva, também dá a empressão de que os bandidos gostam de pensar que são competentes. Mas na verdade, eles são simplesmente ladrões e mentirosos que devem se esconder nas montanhas como bandidos desabrigados, porque o dinheiro importa mais para eles do que a decência humana básica.
A historia central não chega a ser emocional ou fantástica. O diretor realmente consegue encaminhar a raiva necessária para nos fazer senti-la, esses crimes são terríveis e os meios de comunicação em suma omitem tais atos. O subtítulo de encerramento, um lembrete daqueles que ainda escaparam da justiça, apenas serve como um lembrete de que devemos sempre estar vigilantes, cautelosos, embora que deveria ser nosso governantes que deveriam nos proteger.

Título: Come, Together
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 9.0
Sinopse: Beom-goo, um homem honesto de 40 anos trabalha como engenheiro, mas é demitido de seu trabalho. Sua esposa, Mi-yeong, um vendedora de uma empresa de cartão de crédito, trabalha ainda mais para ganhar a vida para toda a família. Sua filha, Han-na, prepara-se para o vestibular pela segunda vez, sente-se extremamente nervosa enquanto aguarda o anúncio dos aprovados. Este filme descreve a inesperada jornada emocional que uma família comum passa por uma semana.
Opinião:
Spoiler:
Uma história não precisa ser complexa, basta ser perfeitamente escrita!
Beom-goo interpretado por Im Hyun Kook é um pai que enfrenta dificuldades no trabalho. Mi-yeong interpretada por Lee Hye Eun é uma mãe cujo próprio trabalho é o único sustendo da família, embora relativamente bem-sucedida, tem, infelizmente, um grande grau de maldade viciosa. Han-na interpretada por Chae Bin é sua filha, que atualmente está tentando entrar em uma boa faculdade e estressando-se muito severamente sobre a perspectiva de que ela possa mais uma vez viver mais um ano como "ronin".
Os três personagens centrais possuem histórias distintas e interessantes com surpreendentemente pouca sobreposição direta, embora contenham importantes semelhanças. A principal ironia central do filme é que os membros da família não se comunicam um com o outro, em parte porque a sociedade os convenceu de que a ultra competitividade é o caminho a seguir. Qualquer falha nessa arena justifica reprovação mesmo de entes queridos.
"Come, Together" tem como uma das premissas a questão de abuso de poder ou de impotência, tendo como uma mensagem muito simples sobre apenas tentar tirar elementos sérios do que é importante na vida e perceber que as experiências de vida podem não ser realmente boas se elas fazem você se sentir como lixo o tempo todo. Outro fator é que no final conseguimos uma cena agradável onde Beom-goo, Mi-yeong e Han-na começam a atuar como uma família por uma vez. Altamente recomendado!

Título: Love Off the Cuff
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Love Off the Cuff conta a história de um casal de Taiwan que passa por uma verdadeira provação quando a amiga de infância de Jimmy pede-lhe para doar sêmen para sua inseminação artificial.
Opinião:
Spoiler:
O amor em "Love Off the Cuff" nos apresenta a um par improvável, Jimmy, um homem fino que atua como publicitário e Cherrie, uma mulher mais velha que atua na indústria de cosméticos. O filme tem uma vibração indie distinta e é um reflexo maravilhoso de um momento em o casal teve seu "encontro bonito".
Sua história seguiu seu curso, virou algo como "léxico do amor". Cherie e Jimmy são praticamente velhos amigos do que para um casal.
Basicamente o filme fala sobre eles, que estão de volta ao período de trabalho em Pequim e se estabeleceram em uma rotina com seu relacionamento em uma rotina confortável. A "madrinha" de Jimmy (Jiang Meng Jie) e o pai estranho de Cherie (Paul Chun Pui) com sua jovem noiva Apple (Wang Xiao Chen) entraram em suas vidas complementando a história. De manera geral não é um filme ruim mas também não é envolvente, apenas outra história de provações e amores verdadeiros.

Título: The Cherry Orchard: Blossoming
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2008
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Em uma escola feminina, um grupo de meninas anualmente faz uma peça teatral. Este ano eles escolheram "The Cherry Orchard" de Anton Chekhov. Após ensaios vigorosos, a peça pode ser cancelada porque uma aluna foi pega fumando na escola.
Opinião:
Spoiler:
A versão original de 1990 é muito mais atraente!
"The Cherry Orchard: Blossoming" é um remake do filme de 1990, porém o diretor afirmou que seria uma reformulação completa, desde a história até a estilística, que visa um público mais amplo. Em outras palavras, não somente deveria agradar aos cinéfilos que viram o original, mas os mesmos adolescentes que atuaram, em resumo, as garotas mais pareciam Idols se exibindo do que propriamente uma peça teatral.
Por conseguinte, a história é mais "vamos colocar uma peça de teatro para mudar o convencional", enquanto os personagens são mais fáceis de inserir em categorias típicas de mangá e filme que contam histórias inspiradoras estabelecidas em escolas secundárias, com arcos narrativos de zero a herói e apresentam lâminas de recém-chegadas e atraentes garotas, vários dos quais mais tarde foram ao estrelato.
Talvez não estejam entendo, contudo assistam as duas versão, e verão que a original segue fiel a adaptação literária, sendo mais séria e conservadora, já esta versão é mais centrada nas garotas que em suma parecem-se como idols japoneses ensaiando uma peça teatral qualquer onde o foco é agradar ao publico jovem que não está tão interessado na peça teatral mas o que acontece ao redor dessa jovens e belas garotas.
"Sakura no Sono" no entanto, faz um bom trabalho para explicar por que a peça, ou melhor, a adaptação do clube é tão atraente para as meninas. Com seus aristocratas empobrecidos, complicações românticas e partidas finais do lar da infância e do lar familiar, ele se apresenta como o puro Takarazuka (famoso grupo de teatro feminino, famoso por suas peças de teatro). Além disso, através da peça, as meninas estão agindo fora de suas próprias zonas de conforto, da escola e da juventude.
Outro ponto positivo é que ainda tem um sentido agudo de como as meninas adolescentes se comportaram longe dos olhares masculinos, de suas amizades e rivalidades para suas frustrações e conflitos com membros do mesmo sexo. No novo "Sakura no Sono", no entanto, tudo está escrito literalmente, então as referências ocasionais ao primeiro filme mais delicado se destacam e nos lembre o que estamos perdendo.

Título: Karate Kill
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Quando surgem um solitário e misterioso homem com sua irmãzinha mestres do karatê em Los Angeles, quem quer que esteja no caminho enfrentará a ira do karatê!
Opinião:
Spoiler:
Sangue, ação e nudez.
Hayate recebe a terrível notícia de que sua irmã desapareceu. Portanto viaja do Japão para a América em busca de uma pista. Até aí tudo bem mas os problema é que o filme é confuso, não se sabe ao certo se Capital Messias é uma quadrilha, cartel ou organização bem como o do porque terem raptada a irmã de um mestre em Karatê.
A cinematografia do filme é rica em detalhes não a nível técnico, reflete bem os anos oitenta, vemos muita nostalgia nos objetos quanto nos figurinos.
Outro destaque é por conta das tomadas e retomadas de cena, o trabalho com as câmeras é lindo, as cenas de ação brutais ou a grande tarefa de ação e coordenação são incríveis.
O único problema que persiste no filme é o seu script, em menor escala algumas das performances, principalmente as secundárias são um pouco equivocadas.
Mas focar tanto o argumento verdade neste tipo de filme que são geralmente muito simples não teria lógica, mas às vezes você tem a sensação de estar em vídeo game arcade de luta...
Quanto às performances são boas, achei que houve um excesso de nudez e cenas semi nuas, contudo no amor e na arte vale tudo. "Karate Kill" pode ser resumido como Chuck Norris versão "chinês", um filme de época de ação extravagante.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Heal in Kyushu
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2013
Nota pessoal: 9.5
Sinopse: Kyushu é a terceira maior ilha do arquipélago japonês. A ilha é montanhosa e conta com vários vulcões ativos, como o Monte Aso e o Monte Kuju. Há muitos outros sinais de atividade tectônica, incluindo inúmeras áreas de fontes termais.
Faça um tour pelas belezas naturais acompanhado de um harmoniosa e relaxante trilha sonora.
Opinião:
Spoiler:
Um documentário publicitário muito bem elaborado, onde o grande destaque é a excelente cinematografia, belas paisagens que proporcionam momento de relaxamento em frente a tela. Isso com a ajuda de um harmoniosa trilha sonora e um ótimo roteiro, sem duvida vale a pena relaxar um pouco e sentir a calmaria da natureza.

Título: The Mole Song: Hong Kong Crazy Uproar Song
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Quando o policial secreto Reiji assume uma nova missão para derrubar a máfia chinesa, o policial de elite Shinya se move para prender Reiji.
Opinião:
Spoiler:
"The Mole Song: Hong Kong Crazy Uproar Song" é uma nova jornada na imaginação de um diretor pela loucura é claro, uma nova configuração de cena manual que deixa a desejar em sua desmistificação sistemática dos (anti) heróis e das regras básicas de narração, começando uma vítima de tráfico de seres humanos que, depois de "ter vivido como uma princesa," torna-se o mais perigoso entre os traficantes, e até que o bombardeio de eventos surreais vai levar a uma conclusão de forma credível, precisamente no fato de ter cortado previamente todas as ligações com "credibilidade" do fantástico, da ação.
Um filme que mistura instâncias narrativas e mulheres bonitas, loucura lúcidas e senso de justiça a ser agora distorcidas, erotismo e inépcia, yakuza e loucura, coletes à prova de balas ridículos armas de segunda mão, saltos altos e chicotes, um verdadeiro lixo cinematográfico, contudo original e impossíveis. É um filme selvagem, envolvente, divertido, torcido, orgulhosamente anarquista. Uma loucura só!

Título: Tomorrow I Will Date With Yesterday’s You
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: Takatoshi Minamiyama (Sota Fukushi) é sênior em arte em uma universidade em Kyoto. No trem para a escola, ele vê Emi Fukuju (Nana Komatsu) e se apaixona por ela à primeira vista. Reunindo toda sua coragem, ele fala com ela. Eles começam a namorar e desfrutam dias felizes juntos, mas Emi revela seu segredo para ele.
Opinião:
Spoiler:
Linda história de amor!
O filme conta com um intercâmbio cuidadoso do romantismo com o dos elementos sobrenaturais que, de forma plausível, promovem o crescimento de seus dois personagens principais e seu relacionamento amoroso. Não se enquadra na noção excessivamente tentada do trágico e da perda comum nos romances, especialmente considerando quantos outros filmes costumam ter um dos personagens com alguma doença de deterioração ou enfermidade terminal para defender ideias de separação forçada. A sua singularidade na estrutura narrativa separa-a de filmes semelhantes que mantém o gênero e, juntamente com um excelente elenco e direção, produz uma experiência de visualização emocionalmente tocante, não convencional e, finalmente, bastante memorável.
"Tomorrow I Will Date With Yesterday’s You" faz você pensar mais sobre a situação em que os dois personagens principais estavam e as consequências que isso significaria para eles.
Para os padrões japonese pode ter sido um filme qualquer, mas não é, a história é bem escrita, tem uma lógica coerente, aparenta ser de difícil entendimento no começo, mas eles têm uma transição de interesse que faz você o entender perfeitamente. Vale muito a pena!

Título: Late Spring
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 1949
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Pai e Filha conta a história de Noriko (Setsuko Hara), uma jovem de 27 anos que ainda mora com a família. Todos querem que ela se case, porém a moça prefere continuar cuidando do seu pai viúvo, Shukichi (Chishu Ryu). Eles vivem felizes, mas devido às tradições japonesas da época, acabam incomodando as pessoas ao redor, pelo fato dela não ter se casado ainda. No Japão pós-guerra, mulheres solteiras com essa idade eram vistas com desprezo e desrespeito. Em “Pai e Filha” (1949), a jovem Noriko exerce claramente o papel exercido pela esposa e se dá por satisfeita com sua vida. Sua tia e posteriormente seu pai (contra a vontade) insistem que ela se case para que possa viver uma vida plena e completa, sem ficar presa ao pai.
Opinião:
Spoiler:
A inevitável tristeza da vida causada pela mudança.
O filme é brilhantemente lírico, especialmente o final, que considero um dos terminais de filmes mais tristes e emocionantes.
É quase como uma homenagem ao neorrealismo italiano. Este é um filme difícil para aqueles que não estão acostumados com o estilo "oriental" de filmes. Especialmente da década de 1940. Enquanto observamos com uma mente aberta, o tema do filme é tão universal quanto possível porem tão realista também que vale ser assistido.

Título: Joint Security Area
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2000
Nota pessoal: 8.5
Sinopse: Ação e suspense se misturam para contar essa movimentada história que desvenda uma conspiração política entre as duas Coréias e interesses obscuros de governantes corruptos. Após um tiroteio, dois soldados norte-coreanos são mortos. Acredita-se que o responsável pelos tiros tenha sido um oficial do exército da Coréia do Sul. A perícia conclui que onze balas perfuraram os corpos das vítimas, e outras cinco são encontradas nas armas usadas, porém o mistério se impõe depois da descoberta já que apenas 15 balas podem ser carregadas no armamento. Para investigar o caso, uma equipe especial vem da Suíça. Eles acreditam o a 16º bala pode ter saído de uma arma de algum membro de outro partido. Agora eles precisam investigar quem está por trás de tal crime e quais os objetivos dessa pessoa ao tumultuar o equilíbrio político da região.
Opinião:
Spoiler:
Uma história intelectualmente pungente sobre a geopolítica coreana.
O filme tem como enredo algo muito bom, que levanta questões sobre a incredulidade das diferenças ideológicas. Ele mostra as consequências ridículas, mas trágicas que uma barreira imposta pode ter sobre o seu povo. As pessoas, que, se não separadas por mera fidelidade política, têm mais em comum do que se importam em admitir. "JSA" explorou perceptivamente uma psique coreana moderna. Sem duvida que para mim é um dos melhores enredos já escritos.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Erotibot
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2011
Nota pessoal: 3.0
Sinopse: Tamayo (Mahiro Aine) é a única herdeira de considerável fortuna familiar. Como tal, ela vive uma vida de conforto, protegida e servida por seus três andróides fiéis. Esses andróides são muito especiais. Um é inteligente, o outro é forte e o terceiro sensível e desajeitado. Os três atendem a todos os caprichos de Tamayo, que recentemente viu florescer sua sexualidade, o que causou tensão entre os andróides. Paralelamente a jovem ainda tem que enfrentar graves problemas familiares que podem colocar em risco sua integridade fisica.
Opinião:
Spoiler:
De pornô somente o título. Apenas jogada de marketing!
Talvez o único destaque do filme sejam as atrizes Asami e a Maria Ozawa, de resto nada presta.
"Erotibot" é estúpido, um filme de baixo orçamento com algum humor, mas, infelizmente, é feito para o mercado oriental e talvez eles possam rir com isso, mas eunão pude. A atuação é de madeira como está e a história também é fraca.
Falando sobre hardcore e nudez "Erotibot" é comportado. Não é nem classificado como sendo pinku eiga. Mas falha na parte da nudez e, infelizmente, também nas partes sangrentas. O gore vem nos últimos minutos e é ótimo, como é o estilo típico oriental, mas é muito tarde para um enredo já comprometido com o descaso. Ele falha em todas as partes que pode falhar e não entrega nenhum suspense. A história é simples que um robô está dando lições apaixonadas para uma virgem, mas é tão ridículo que até jovens possam assisti-lo. Definitivamente um lixo de filme.

Título: Her Father, My Lover
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2015
Nota pessoal: 6.0
Sinopse: A amiga de Taeko, Maya, confessa que está apaixonada pelo pai de Taeko. Taeko diz a seu pai e mãe. A mãe de Taeko ri e o pai de Taeko age como um grande problema. Desde então, Maya corre para o pai de Taeko.
Opinião:
Spoiler:
Um olhar genuinamente japonês sobre o amor anormal entre pessoas com problemas...
Maya, uma jovem peculiar tem uma paixão pelo pai de sua melhor amiga. A amiga, uma estudante universitária chamada Taeko, está consternado com a noção. Um sentimento que aumenta quando Maya prossegue informando a mãe de Taeko, Midori do fato, e ela reage dizendo que ela irá informá-lo, porque isso o fará feliz.
O comportamento estranho de Midori, no entanto, é justificado porque ela realmente se separou de seu marido, Kyosuke, embora Taeko não esteja informado sobre a situação, e ele continua morando com eles até encontrar uma casa. Eventualmente, o casal revela a situação a sua filha, com Midori expondo Kyosuke por ter um caso com um colega de trabalho chamado Ikushima, enquanto ela estava se recuperando do câncer.
As coisas se tornam ainda mais complicadas quando Maya rompe com seu namorado para buscar Kyosuke, e Ikushima aprende algumas notícias importantes.
"Her Father, My Lover" é um filme padrão familiar japonês,onde a realidade é esticada até suas fronteiras através de personagens e incidentes extremos. Isso, quase de forma surrealista em relação a seus sentimentos, a aprovação relutante e a evidente indiferença. Além disso, dois dos personagens perseguem seus interesses de amor, e repetidamente mostra sua imaturidade e o único personagem decente na história é Midori, pelo menos em comparação com o resto.
Uma vez que os personagens são muitos e bastante interessantes, o roteiro gira principalmente em torno deles, analisando-os com cada detalhe, com a história real colocada em segundo plano.
Há três mensagens apresentadas no filme: Quase todo mundo é horrível, mas os homens são piores; O amor é um sentimento altamente egoísta; O amor pode tornar-se bastante prejudicial para as pessoas que cercam aqueles apaixonados. O último torna-se evidente não só através dos relacionamentos de Kyosuke, mas também através das lutas que Taeko e a amizade de Maya devem enfrentar devido aos sentimentos do segundo.
O elemento erótico é evidente ao longo do filme; Contudo não há nudez e as cenas de sexo reais são muito breves.
Apesar do quase surrealismo da história, os atores retratam seus personagens de maneira realista, tendo se adaptado maravilhosamente à sua peculiaridade. No entanto o caráter do filme é medíocre embora malicioso até a perfeição.

Título: Hula Girls
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2006
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Em uma cidade rural do Japão, a economia local é toda voltada para a mineração de carvão na Mina Nakago. Prestes à fechar, os trabalhadores descobrem que no local será construído um resort com temática hawaiana. Portanto, as filhas dos mineiros precisam ser recrutadas para serem dançarinas de hula e possivelmente representar o resort. O problema é que nenhuma delas tem contato com a cultura e as famílias conservadoras ficam preocupadas de suas filhas aprenderem esse estilo de dança.
Opinião:
Spoiler:
O filme não é triste, muito pelo contrário. É extremamente otimista, positivo, com uma linda mensagem.
A história, real, se passa, na cidade de Iwaki, em 1965.O petróleo estava se impondo e substituindo o carvão, fazendo com que a pequena mina de carvão da pequena cidade, receba o aviso de que será fechada em breve.Na tentativa de salvar a cidade, os administradores da mina resolvem criar um Centro Havaiano.Mesmo com protestos dos moradores, colocam anúncios convidando as jovens da cidade para aprender Hula, a dança havaiana...
A profundidade emocional do filme é algo inesperado... triste, corpulento e alegre tudo ao mesmo tempo. No entanto, o filme funcionou onde era necessário, e continuou se movendo no ritmo certo. O destaque é na originalidade da história que atrai, uma história forte e bem desenvolvida...
Se você está procurando por algo um pouco diferente e aberto a aprender um pouco sobre a vida em uma pequena cidade japonesa na década de 1960, acho que isso lhe dá uma boa sensação para as pessoas, as atitudes e uma mudança que tomou controle De forma dramática e leve. Muito recomendado!

Título: Love H2O
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2015
Nota pessoal: 6.0
Sinopse: Nam é uma escritora colunista de romance, cujo namorado de longa data rompe com ela para se casar com outra. Ela embarca em uma jornada para que o notório Playboy Ohm um reality show de TV. As coisas ficam interessantes quando ela convida seu amigo, Doc, e seu novo interesse de amor Joe para ir ao encontro com o casamento do ex-namorado.
Opinião:
Spoiler:
"Love H2O" é uma trama de manipulação que melhora ligeiramente na segunda metade.
"Love H2O" nada mais é que uma comédia romântica comum e sem graça.
A comédia deste filme é engraçada e divertida, o comportamento de Nam garante a diversão, também os três homens que se aproximam dela fizeram bem o seus papeis.
A cinematografia é agradável, a combinação de tomadas internas e externa bem como posicionamento das câmeras são perfeitos.
De modo geral, Tailândia sabe fazer melhores comédias românticas, filmes de amor dignos de uma história literária.

Título: The Blood Hound
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 9.5
Sinopse: The Blood Hound é uma história de humanidade entre um cão e seu dono. Baseado em uma história real. No noroeste da China na floresta Tianshan guardas florestais usavam ferozes pastores alemão para evitar o roubo de madeira e evitar a caça furtiva.
Então um cão preguiçoso inadvertidamente entrou na vida de Lao Zhu um guarda florestal, que o adotou dando o nome de "Rambo", A partir daí uma dura jornada começa, Lao Zhu deverá treinar o animal para tornar-se um cão de guarda. Rapidamente "Rambo" se tornará um bom ajudante para Lao Zhu.
Opinião:
Spoiler:
A cinematografia sem duvida foi o grande destaque.
"The Blood Hound" tem uma história excelente, além de humanitária, mostra o quão importante um pet pode ser em nossas vidas, são capazes de nos transformar em pessoas melhores.
A história é extremamente fiel a do cão "Blue Wave" a cinematografia é perfeita, o elenco também está de parabéns por um excelente atuação, destaque para o cão, embora devidamente treinado os sentimentos do cão são muito expressivos, dando o realismo de que o filme precisa.
Sem duvida "The Blood Hound" deve ser visto, não pela sua história, mas combinação de elementos, como cinematografia e elenco fundamentais para recriar esta bela história entre homem e animal.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: The Last Princess
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: A Princesa Deokhye (Son Ye Jin) era a última princesa da Coreia. Sob o domínio colonial japonês, ela é levada para o Japão como uma refém. Com duras condições da época, ela se esforça para manter a esperança do povo coreano. Jang-Han (ParK Hae Il) é um lutador pela independência coreana. Sua missão era trazer a Princesa Deokhye de volta para a Coreia do Sul.
Opinião:
Spoiler:
Normalmente não gosto de filmes históricos. Mas como de costume, curiosidade fala mais alto. "The Last Princess" tem um toque de suspense. E no final, é emocionante. Não há dúvida sobre a atuação de Son Ye Jin. Outros personagens também desempenharam bem o seu papel. Mais Importante A História foi mostrada aqui de forma perfeita. Você pode sentir a dor, pode ter medo, pode chorar enquanto vê o filme. Em conclusão, um filme que atende todas as expectativas de forma regular.

Título: Across the Ocean to See You
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 8.0
Sinopse: Uma garota viajante inocente e misteriosa se apaixonou por um chinês camponês. A face do conflito de duas culturas e ideias se chocam, então esta relação é extraordinariamente em movimento positivos e negativos. O filme mostra a étnica e a natureza humana através desse relacionamento.
Opinião:
Spoiler:
Dois pontos extremamente positivos do filme são a cinematografia e elenco, muito bem elaborados e escolhido tecnicamente.
Temos belas cenas filmadas com posicionamento adequado das câmeras bem como tomada e retomada de cenas. A história por si só não é boa, mas graça ao conjunto ficou muito boa. "Across the Ocean to See You" é um daqueles filmes bem planejados, bom para assistir e de quebra aprendemos algo no fim.

Título: A Sower of Seeds 3
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Ayane Kataoka (Rin Takanashi), de 27 anos de idade, trabalha na prefeitura de Akaiwa, Okayama. A área é famosa por seus pêssegos e Ayane Kataoka cultiva pêssegos em sua casa. Ela espera registrar um novo tipo de pêssego que seu irmão mais velho desenvolveu antes de falecer. Um dia, o jovem funcionário do governo Osamu Kimura (Takumi Saito) do Ministério da Agricultura, Florestas e Pescas chega em Akaiwa, vindo de Tóquio.
Opinião:
Spoiler:
"A Sower of Seeds 3" infelizmente não conseguiu entregar a mesma qualidade dos anteriores.
Embora esteja dentro dos padrões, isto é, um filme muito bem produzido, deixa a desejar, ele não empolga, ao contrário dos anteriores, o filme não é envolvente, o motivo talvez seja o conjunto de elementos.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: The Devotion Of Suspect X
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: The Devotion Of Suspect X é um mistério de assassinato que segue uma relação de gato e rato entre um detetive implacável e seu igualmente inteligente ex-colega de classe que protege o culpado.
Opinião:
Spoiler:

Um assassinato cometido por um gênio que é resolvido por outro gênio. O filme mostrou-nos não só uma história de "como fugir do assassino" e "você nunca pode fugir com o assassinato", mas também demonstrou que o sacrifício de si mesmo pode ser ótimo, o sacrifício dos outros é definitivamente inaceitável.
À medida que o filme se abre, conhecemos um gênio da matemática que professores de uma escola secundária. Em uma história paralela, um corpo é encontrado de um cara de 40 anos. A polícia de Jianbei entra no caso e rapidamente reduz a lista de suspeitos, incluindo a ex-esposa do homicídio assassinado. Por acaso, o vizinho da ex-esposa é um conhecido do policial responsável pelo caso...
O filme é um remake do filme japonês baseado no livro japonês do mesmo nome, desta vez transposto para uma configuração chinesa. (li o livro, muito bom).
Já o filme é péssimo, muito mal adaptado de baixa produção com performances incrivelmente estranhas. A trilha sonora em alguns momentos mais parece que ouvimos um rádio, a música aumenta quando o "drama" sobe, apenas para desaparecer para uma tela preta, como se estivéssemos indo para um comercial de TV ou rádio. Além disso, o filme muda de gênero e formato no meio do filme, como o que aconteceu com o cara assassinado é revelado no meio do caminho.

Título: Wine War
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Quando um sommelier chinês de renome mundial residente na França é contatado por seu amigo de infância na China para ajudá-lo a licitar uma garrafa de vinho vintage de 1855 em nome do governo chinês, ele concorda sem questionar. Pouco ele percebe que ele está prestes a ser atraído por uma disputa antiga entre vinhedos rivais e um mistério histórico que pode destruir toda a indústria enológica.
Opinião:
Spoiler:
Um filme de comédia e ação mediano mas muito bom.
O grande destaque de "Wine War" está na diversidade e no tema da disputa pouco comum, estamos acostumados a assistir filmes de ação onde geralmente envolve disputas entre gangues rivais, busca de poder, trafico... Mas não em "Wine War" onde a disputa envolve prestígio entre produtores de vinho.
A história é satisfatoriamente consistente, sozinha não faz muito mas acompanhada da cinematografia transforma o filme, temos belos cenários externos e internos ricos em detalhes, uma ambientação tipicamente que lembra a Itália, edição e posicionamento das câmeras são perfeitos.
A trilha sonora é envolvente, o elenco atuou super bem, pena que o filme ficou limitado pelo baixo orçamento, caso contrário nas mãos coreanas por exemplo, daria um ótimo filme como CGIs incríveis!

Título: Deep Trap
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2015
Nota pessoal: 6.5
Sinopse: Joon-Sik e sua esposa vão de viagem para uma ilha remota. Lá, eles conhecem Sung-Chul e ocorre um acidente...
Opinião:
Spoiler:
A premissa é interessante mas execução é desinteressante.
"Deep Trap" é um thriller brutal e explícito moderadamente satisfatório.
Kwon Joon-sik e Lee So-yeon são um casal traumatizado e deprimido por um aborto e Joon sik também sofre de uma disfunção erétil temporária. Eles decidem tirar um dia de folga e dirigir-se a um restaurante localizado em uma ilha remota para uma mudança de cenário. O parque do proprietário do restaurante é um homem assustador fortemente construído com uma menina muda e bonita... É revelado mais tarde no filme quais os segredos de cada um deles e quais são as intenções cruéis do parque psicótico para o casal. Talvez este seja o ponto mais interessante do filme, ao menos para mim foi.
Os filmes demora para definir ritmo. A atuação varia de bom a médio e também é aceitável, prova disso é prestar muita atenção as feições de cada uma.
Eu não chamarei de um thriller que o mantém entretido, mas é bastante decente. Tem um par de cenas gráficas e cinematograficamente naturais e bem definidas, sexo está presente sob a forma verdadeira de sua natureza assim como envolve uma cena de estupro semi-brutal. O final foi um tanto previsível, mas ainda agradável.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Senpai

avatar
Banzai'Star
Banzai'Star
Título: Infernal Affairs
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 2002
Nota pessoal: 9.0
Sinopse: Chan Wing Yan (Tony Leung Chiu Wai) é um jovem policial que recebe uma missão ousada e perigosa: trabalhar como agente disfarçado na máfia local. Enquanto isso, Lau Kin Ming, um recém chegado na vida do crime, é recrutado para se infiiltrar na polícia. Anos depois seus mentores vão iniciar uma violenta caçada para encontrar o "rato" em suas respectivas organizações.
Opinião:
Spoiler:
Um dos melhores filmes de gangster e policial de Hong Kong. Ganhador de 22 prêmios. Mas todos sabemos que os prêmios não significam nada às vezes.
Não há nenhum giro surpreendente no enredo, e nenhum final surpresa ou surpreendente, nem mesmo uma cinematografia perfeita. Mas, desde o início até o fim, durante as duas horas, você é envolto de uma tensão emocional como se estivesse com uma faca no pescoço. A história continua em sua mente, as perguntas, os pedaços e as peças começam a se juntar, os personagens começam a tomar forma mesmo após o término do filme.
A narrativa é tão perfeita assim como a história que chega a impressionar, nunca vi um filme que não havia um único quadro excessivo, até que eu visse esse filme. Mudou para sempre minha expectativa em drama criminal.
A história é genial e simples o suficiente mas complexa ao mesmo tempo. É um filme bastante popular que conta com um elenco de estrelas de Hong Kong e, claro, o roteiro, a atuação, a edição, o trabalho da câmera e a direção geral são impecáveis, a julgar por todos os padrões.

Título: Blissfully Yours
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2002
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Roong (Kanokporn Tongaram) aguarda ansiosamente pelo dia em que poderá voltar para os braços de seu amante Min (Min Oo), um birmanês que vive ilegalmente na Tailândia. Ela paga a senhora Orn (Jenjira Jansuda) para que cuide do homem, enquanto procura um lugar para os dois viverem com paz e tranquilidade. Certa tarde, Min leva Roong para um piquenique na floresta, onde seu caminho cruzará novamente com o da senhora O, pondo em risco a permanência de seu amado no país.
Opinião:
Spoiler:
"Blissfully Yours" é mais uma experiência do que um filme dependente da história.
O filme longo ao mesmo tempo curto, trás a tona uma essência única. A forma como este filme trata o tempo é uma reminiscência das cenas longas e prolongadas, como se fossem em tempo real ou quase isso, e com pouco ou nenhum diálogo. Também a relação entre os personagens principais traz à mente novos conceitos.
"Infelizmente" é uma apresentação impressionista de uma tarde preguiçosa na região de fronteira montanhosa entre a Tailândia e Myanmar. Min é um imigrante ilegal de Myanmar, que leva sua namorada Roong para um pick-nick. Eles são acompanhados mais tarde por Orn, uma mulher mais velha empregada por Roong para cuidar de Min.
A cinematografia é muito ruim, posicionamento de câmera praticamente não existe, falta foco e a cenas de nudez e sexo poderiam ser melhor apresentadas, não sendo tão explicitas.

Título: The Good, The Bad, The Weird
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2008
Nota pessoal: 7.5
Sinopse: Um caçador de recompensas, um ladrão e um assaltante de trens entram em confronto com os fora da lei e o exército japonês na Manchúria dos anos 1930. Todos estão à procura de um mapa do tesouro.
Opinião:
Spoiler:
Um completo sem noção.
"The Good, The Bad, The Weird" é um filme que foge a regra, trilha sonora nem um pouco harmoniosa, cinematografia surreal, uma CGI meio besta e é claro, muita comédia.
Um forma perigosa de construir um filme, por outro lado, um filme de ação em tempo real, não é nem um pouco lento,
é ruidoso, violento e impressionante ao mesmo tempo, e também tem uma vantagem cômica. O enredo deixa a desejar, é fraco, a narrativa é inteligente, por isso foi um filme que deu certo, ao menos na comédia.

Título: Thirst
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2009
Nota pessoal: 7.0
Sinopse: Sang-hyeon (Song Kang-ho) é um padre que se tornou voluntário de um projeto secreto de desenvolvimento de vacinas. Seu intuito é ajudar a salvar vidas, ameaçadas por um vírus mortal. Porém durante o experimento ele é infectado e morre. Quando recebe uma transfusão de sangue de paradeiro desconhecido, ele volta à vida mas se torna um vampiro. Sang-hyeon está agora dividido, entre o desejo carnal por sangue e sua fé, que o impede de matar.
Opinião:
Spoiler:
Pagão e repleto de simbolismo sexual.
Não é para os mais exigentes, mas o número de reviravoltas impressiona, os usos inventivos de situações que usam a mitologia de vampiros, extremos visuais maravilhosos, juntamente com personagens interessantes e peculiares fazem deste um dos filmes de terror mais impressionantes que já vi.
Seu ápice desce a beira da insanidade imoral, ética e moralismo aqui não têm, mas nunca parece explícita ou horrível sem propósito ou lógica, por isso que gostei do filme, ele contraria a ética, mas de forma argumentativa com fatos em evidencias concretas. Existem quantidades abundantes de sangrenta acompanhadas de alguns sons desagradáveis ​​de sucção e esmegma, mas também momentos sutis onde você rirá alto.
E há muitos pulos narrativos, tem todo o romance mágico mas conduzido por um estranho e conflituoso "caso de amor". A atuação é excelente, especialmente OK-vin Kim, a atriz brilhou no papel principal feminino. "Thirst" foge do conceito ético, do politicamente correto, mas mesmo assim um filme que desafia os conservadores a assisti-lo!

Título: Baby Blues
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Tipo / País: Filme - Hong Kong
Ano: 2013
Nota pessoal: 3.5
Sinopse: Quando um jovem casal se muda para uma casa, eles encontram uma boneca misteriosa que muda suas vidas para sempre. Pouco depois, Suet Ching fica grávida de gêmeos, mas como Yip Tou está sempre ocupado com seu trabalho, ele chega tarde em casa todas as noites. Quando Suet Ching sofre uma queda por si mesma e acaba dando à luz apenas uma criança, ela começa a mostrar sinais de depressão e comportamento estranho...
Opinião:
Spoiler:
Filme trash!
Este filme não é nada espetacular, a começar pela história, boneca assombrada, muito comum. Quem não se lembra de "Chucky (Child's Play)".
A narrativa desaponta, nada grandioso vindo de uma história fraca, os elementos que são adicionados não tem coerência alguma como a história, mate-los ou não, nada muda ou altera a história principal.
O ritmo foi bom, a atuação foi boa e a execução geral foi bastante marcada para o gênero trash.
Uma mulher está esperando gêmeos, um morre durante o parto e a mãe sofre com a ilusão de que a boneca é o outro filho... Porque ninguém lhe disse a ela que um de seus filhos morreu? É a boneca causando isso? Está tudo na mente da mãe? Um filme sobre uma boneca assombrada com alguns elementos psicológicos jogados aleatoriamente, um fracasso total.

Ver perfil do usuário https://myanimelist.net/profile/AES-senpai

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 4 de 5]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum